Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Kaio: da dispensa pelo Cruzeiro ao sucesso no América

O meia-atacante Kaio começou chamar a atenção pelas suas atuações e gols pelo júnior do América ano passado.

Assim como vários jogadores que não deram certo em algum clube, mas acertaram em outro, ele também passou por essa experiência; dispensado pelo Cruzeiro.

Promovido ao profissional pelo técnico Givanildo, tem correspondido, e marcou o gol salvador da lavoura americana na Copa do Brasil contra o Boavista-RJ.

O site do Coelho contou um pouco mais da história desse goiano que tem tudo para se tornar um destaque do futebol brasileiro, já que o América é tradicional em revelar grande talentos para o mundo.

KAIO1001

“…Por onde passava, torcedores, não só os americamos como também de outros clubes, o cumprimentavam, tiravam fotos e o elogiavam pelo desempenho dentro e fora de campo.
Carismático, sempre muito atencioso com todos, apesar do assédio que começa a crescer a cada gol marcado, o jogador assume sua condição de iniciante e declara que está longe de ser considerado um herói. Ele fez questão de dizer, em todas as entrevistas, que o sucesso em campo depende da força do conjunto, e agradeceu o apoio que está recebendo dos companheiros.
“Os jogadores mais experientes têm ajudado muito. O Fábio Júnior e os demais sempre passam informações, orientam muito. O professor Givanildo também orienta muito, trata todos com igualdade, sem importar se um jovem, um jogador que foi contratado agora ou um mais rodado. Por isso digo que o gol foi 99% do grupo”.
O jogador passou a tarde na fisioterapia, fazendo alongamentos. Ele sentiu cãibras instantes antes de fazer o gol da classificação. “É preciso descansar bem, dormir bem e alimentar bem. Estamos sendo orientados pela comissão técnica. Não só eu, mas também o Patrick, o Bryan, o Anderson, nos que somos os mais jovens do grupo. Eu estou muito feliz com a oportunidade que estou tendo no agora e espero retribuir sempre com muita vontade, muito trabalho. Sei que em campo ainda tenho muito o que aprender antes de me sentir um titular, um ídolo”.

Perfil
Kaio chegou ao América em 2011, depois de uma passagem frustrante pelo Cruzeiro.

Antes, o goiano, fã de músicas sertanejas, para não fugir à tradição, depois de ser campeão brasileiro Sub-20 em dezembro do ano passado, foi integrado ao grupo profissional pelo técnico Givanildo Oliveira.
Antes de chegar ao futebol mineiro, Kaio atuava na escolinha Ovel, em goiânia. Sua principal meta, além de se firmar como titular no América, é chegar à Seleção Brasileira.

Nome: Kaio Wilker da Silva
Nascimento: 05/02/1993
Local: Goiânia/GO
Altura: 1,86m
Peso: 68kg
Pé: Direito

Pai: Luciano Fonseca Afonso (gerente administrativo)
Mãe: Márcia Barbosa
Irmãos: Eduardo (15), Guilherme (12), Rafael (11)

* http://www.americamineiro.com.br/noticias.asp?codNoticia=1111


Deixe uma resposta para flavio azevedo Cancelar resposta

Comentários:
8
  • Paulo Andre da Silva disse:

    Acompanho o Kaio desde crianca, quando tinha 11 anos levava ele comigo pra jogar, era so ele de menino e todos ja se espantavam com tamanha capacidade e habilidade, tenho o maior prazer de ser amigo dele e da familha e sei que e um kara abencoado e vai dar muita alegria pra todos nos que gostamos de ver um bom futebol.

  • rafael disse:

    O Caio joga muito como a maioria começou no terrão com o prof Jailton…Tive o praser de jogar com este muleque que joga muito…boa sorte

  • PRICILLA SOUZA disse:

    Este jogador foi encaminhado ao AMERICA FUTEBOL CLUBE , pelos empresarios Sergio Pires agente FIFA e Carlos Cesar, o qual fizeram uma parceria com a empresa do Baltazar, atleta de cristo..

  • Realmente o Coelho está de parabéns por revelar tantos talentos pro futebol mundial… inclusive revelou o Tostão, eleito pelos celestes como o maior jogador que já vestiu àquela camisa!
    – Falando em eleição de craques por parte das torcidas, o Tostão “só” perdeu pro Reinaldo, o eterno Rei da maior torcida de MG, que durante anos vestiu o terno alvinegro (não “camisa”!). Dá-lhe, Gaaalôooo… sempre!

  • Jean disse:

    É, a base do Cruzeiro sempre foi uma lástima. Espero que o Dr Gilvam cumpra sua palavra e mude tudo por lá.

  • Juliano Coelho disse:

    Chico, observei o futebol deste jogador aqui em minha cidade(gov. valadares) na 1ª rodada do mineiro contra o meu Democrata/GV.; e, em um simples lance percebi qualidade nele – Este lance foi uma batida de escanteio que originou se não me engano o 2º gol do América; eu estava bem próximo dele na cobrança deste escanteio e ele bateu na bola de uma maneira seca e sem olhar para ela o que poucos conseguem fazer. P.S. Sou Galo e troco ele no filipe souto no bernard e ainda volto algum, é sério

  • flavio azevedo disse:

    não tem segredo, se os clubes trabalharem adequadamente os jogadores formados em casa, não haveria a necessidade dessas contratações que não rendem títulos aos clubes, só prejuízos técnicos e financeiros!

    Craques, o América continua fazendo em casa!

    Coelhão100!

  • Stefano Venuto Barbosa disse:

    Vai molhar a pólvora logo, logo…