Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Quando a bomba estourar, se estourar, os primeiros a pedir a cabeça do treinador serão os seus apoiadores de hoje

A opinião é do Fernando Rocha, na prestigiada coluna dele no Diário do Aço, de Ipatinga:

* “Pulo do gato”

O que já era esperado tornou-se oficial: Deivid de Souza, 36 anos, ex-atacante do próprio clube e atual auxiliar técnico permanente, foi efetivado pela diretoria e será o substituto de Mano Menezes, no cargo de treinador titular do Cruzeiro para iniciar a temporada de 2016.

A torcida celeste está dividida e desconfiada, pois queria um técnico de ponta do futebol brasileiro, no mesmo nível do antecessor Mano Menezes, ou que imitasse o maior rival contratando um estrangeiro, neste caso, o argentino Jorge Sampaoli, atual técnico da seleção chilena,  que virou sonho de consumo da maioria dos grandes clubes nacionais.

Há dois aspectos a considerar: primeiro é que não há no mercado nacional um técnico de “ponta” ou “medalhão” desempregado, pois a maioria que andava em baixa se mandou daqui para a China e outros rincões mais remotos do planeta, onde fortunas em dólares lhes são ofertadas,  como xuxu na rama aqui nos nossos grotões.

Depois por conta da nova lei de responsabilidade fiscal, o PROFUT, que os clubes aderiram, inclusive o Cruzeiro, para se verem livres dos problemas com o fisco, que os obriga a gastar até 80% do que arrecadam no futebol. E só! Resumo da ópera: o mar não está prá peixe.

Já dei minha opinião e reafirmo ser contra a efetivação de Deivid como técnico principal  do Cruzeiro, pois mesmo que seja bem mais em conta no que diz respeito a salário;  tenha feito diversos cursos aqui e acolá, se preparando para o ofício ao qual se dispõe de acordo como manda o figurino; seja “discípulo” e tenha trabalhado com vários técnicos renomados, entre eles Vanderlei Luxemburgo, que o trouxe para o Cruzeiro; seja amigo e conheça todos os jogadores do grupo;  queridinho e protegido por alguns colegas da imprensa de BH, que por motivos bons ou maus defenderam seu nome para ocupar o cargo no lugar de Mano,  como se fosse ele o inventor da pólvora; apesar de tudo isso… Deivid ainda não sabe o pulo do gato.

Por que digo isso? Porque nunca dirigiu sequer um time de botões na condição de técnico principal, o que certamente fará muita diferença nos momentos difíceis, na hora que tiver de tomar decisões, sobretudo aquelas que só cabem ao comandante. Não se pode esquecer que Deivid, um principiante no cargo, não estará à frente de um clube qualquer, mas sim do Cruzeiro, cuja pressão sobre os técnicos torna-se insuportável, quando as  vitórias não acontecem.

E os primeiros a se rebelarem pedindo sua cabeça serão exatamente os “aliados” de hoje. “O Brasil não é para amadores”.Maestro Antonio Carlos Brasileiro Jobim, o  Tom Jobim.

Apesar de cético em relação à escolha de Deivid pela diretoria celeste para o lugar de Mano Menezes, torço para que faça um bom trabalho e dê muitas alegrias aos torcedores do Cruzeiro. Sua efetivação, óbviamente é   uma aposta. Se não ganhar o Campeonato Mineiro dificilmente permanecerá para a disputa do Brasileiro, o que pode comprometer ainda mais o planejamento da temporada, pois é como se tivesse de trocar o pneu com o carro em movimento.

Nesse gesto da diretoria do Cruzeiro há um aspecto positivo que merece ser exaltado, pois não é todo dia que se vê um clube grande, com coragem e apostar na renovação, dando chance a alguém sem experiência, mas com potencial para se projetar no mercado. Há quem defenda que estamos vivendo o fim de um ciclo, com o surgimento de vários novos profissionais neste mercado complicado e inflacionado,  dos técnicos de futebol, citando Roger, do Grêmio, como exemplo.

Não se pode comparar a meu juízo essas duas situações, pois antes de assumir o posto do clube gaúcho, Roger foi treinador de várias equipes no interior do Rio Grande do Sul. Mas, de fato, a história do futebol brasileiro mostra que de tempos em tempos surge uma safra nova de “professores”, então,  vamos aguardar se esta aposta da diretoria cruzeirense vai vingar.

O presidente do Cruzeiro, Dr. Gilvan de Pinho Tavares, também anunciou o desligamento do clube da chamada “Primeira Liga”, o que significa não disputar a Copa Sul-Minas-Rio, se é que ela vai se realizar em 2016. Para justificar esta decisão, o dirigente usou uma artimanha bem conhecida dos nossos políticos aqui n os nossos grotões banhados pelo poluído Rio Doce: falou, falou, falou, e não disse nada.

Agora, vá entender! O presidente do Cruzeiro era o presidente da Liga Sul-Minas–Rio, mas de uma hora prá outra pula fora do barco sem dizer claramente o motivo, que poderia ser a entrada em cena do cartolão, Mário Celso Petraglia, do Atlético-PR, tido e havido como inimigo da Rede Globo. A dupla carioca Fla-Flu estaria também batendo em retirada, logo ela que havia pedido quase “pelo amor de Deus” para entrar na Liga.

A atitude tomada pelo presidente do Cruzeiro divide cada vez mais os clubes e reforça a posição da CBF, contrária à riação de uma Liga Nacional, pois na prática significa dizer que, se não conseguem se entender nem mesmo para organizar um torneio menor, como conseguiriam administrar todas as competições do futebol brasileiro. Fecha o pano!


Deixe uma resposta para Stefano Venuto Cancelar resposta

Comentários:
21
  • Fernando Sete Lagoas disse:

    Dr.Gilvan com todo respeito que ele merece, está mais um ano começando errado. Parece não ter apreendido em 2016 que ele próprio dizia assumir todos os Cargos do CRUZEIRO. E todos viram o e ficou mais Comprovando que quem era os caras do Futebol do CRUZEIRO era o Alexandre Matos e o Marcelo Oliveira. O Gilvan com sua ignorância preferiu brincar de Diretor de Futebol e se deu mau e Graças Graças as bençaa da Torcida que entrou na queda de Braço e vez o Gilvan chorar e voltar atrás e Mandar o Luxa e sua traía embora. Assim salvando o Cruzeiro de um vexame. E agora fim do Ano a Torcida Feliz e abraçada com o Time e Clube pelo novos Diretores e Caras novas abriu as esperança para 2016 assim criando espectativas boas para 2016. Ae uma Bomba Terrorista. Ataca novamente a cúpula Celeste
    Dando a Devid o comando Técnico de uns dos Maiores Clubes do Mundo a um Cara que nem treinou uma equipe de Botao ou se quer vez ou ja trabalhou como Treinador de alguma coisa. Parece Ilário mais uma escolha que já está errada famoso; tiro no Pé que todos nós sabemos que o Devid não ficará no Cruzeiro em 3Meses. Isso até o próprio Devid sabe. Assim pela escolha de questão financeira e um técnico novo . Falo eu 1000 Vezes o Léo Condé, Jorginho etc… Treinadores sim ainda mais comparado ao Devid caiu de Para Quedá. Agora é ver quem o Cruzeiro contratará para Treinador no mês de Abril de 2016 …já sabemos então que Devid não irá ficar. Não é Dr.Gilvan um sabido de Futebol

  • Frederico Dantas disse:

    Alea jacta est… E seja o que Deus quiser. Tô com a pulga atrás da orelha.

  • Alex Souza disse:

    Olá Chico Maia, em todo clube é assim. A aposta é feita e, tomada a decisão, é preciso apoio; a continuidade do apoio depende do resultado. Essa coisa de “quando a bomba estourar, se estourar” e a venha estória do “contra” em Carangos e Motocas: “eu te disse, eu te disse”…
    Não sei o que é mais desrespeitoso: referir-se ao Deived como “queridinho e protegido” ou a crítica generalista “por alguns colegas da imprensa de BH”.
    Acredito que é preciso deixar o camarada trabalhar; o exemplo de Ariel Cabral neste 2015 fala por si só: piadinhas e desrespeito com o profissional e ser humano feita por um jornalista em Programa Esportivo na Rede Catedral com negócio de “sabão em pó”… Pois o cara conquistou seu espaço, mostrou o seu valor e eu fico só acompanhando o jornalista para dar o nome dele assim que começar a elogiar.
    Escolha de treinador é algo difícil e, como torcedor, evito sugerir/vetar nomes ou pedir saída. Aprendi em tempos difíceis, com João Francisco, Iustrich, Jair Pereira, Carbone, Zé Duarte, Barbatana, Claudio Duarte, Oswaldo Brandão como é complicada a decisão de diretorias.

  • Leandro Celeste disse:

    Também sou contra a efetivação do Deivid, o nome para dirigir o Cruzeiro era do Jorge Samapaoli. Mas mesmo assim acredito que o sucesso do Deivid depende do elenco, treinador é uma coisa menor, time campeão é time com bons jogadores! Flamengo por ex teve ótimos treinadores e foi campeão com Andrade e Jaime de Almeida que não são técnicos! Falando em elenco, o Cruzeiro tem uma boa base, o time titular que esteve entre os melhores do returno, mas precisa de um camisa 10, um armador para municiar o trio Arrascaeta, Alisson e Willian. Esse camisa 10 é o Diego do Fernebahce, outros nomes seriam de Conca ou Thiago Neves

  • Amaury Alkimim - Montes Claros disse:

    Chico, Boa Tarde!
    Compreendo a decisão da Diretoria do Cruzeiro diante do quadro atual, mas não posso negar minha apreensão e receio, assim como fiquei quando o Marcelo Oliveira foi anunciado, apesar de este já ter, na época, uma bagagem respeitável como técnico. Deivid pode dar certo, torço por isso, mas se não der perderemos uma grande oportunidade de utilizar o Campeonato Mineiro para montar e suprir as deficiências (que são muitas, pois o time é limitado). E contratar técnico com o Brasileirão em andamento é muito arriscado. Claro que estou sendo conservador e com visão cômoda, sem querer inovar, mas técnico para Cruzeiro tem que ter treinado antes times médios e grandes. Mas quem sabe dá certo. Como diria o AB, VAMOS AGUARDAR…(Mas a lógica é não dar certo. Tomara que a lógica não funcione).

  • BRG disse:

    O Deivid é uma aposta, ninguém sabe se dará certo. De qualquer forma, a se contar pelos treinadores que aqui estão, considero boa a escolha.

    Por outro lado, vejo com enorme pessimismo e como uma falta de ambição da diretoria do Cruzeiro, os nomes que estão sendo contratados. Será que reservas do Atlético Paranaense e do Flamengo seriam boas aquisições? Obviamente que não, aí sim, a chance de dar errado é altíssima.

    É com muita tristeza que vislumbro um 2016 extremamente morno e sem títulos.

  • Ed Diogo disse:

    Obrigado Chico por colocar esta coluna no seu blog, por que so assim eu podera ler algo tao verdadeiro e de alguem que nao ficou em cima do muro.
    Otima visao do que esta e talvez va acontecer.

  • Raul Otávio da Silva Pereira disse:

    É uma tentativa interessante. Pode dar certo.

  • Paulo disse:

    Então tem um repórter setorista do cruzerin, aquele que saúda a “Chica azul” 24h fez a maior campanha para o Deivid dizendo que o ex- jogador está preparado que fez vários cursos e blá…blá..
    Podem esperar que não vai demorar muito p/ o Deivid cair.

  • J.B.CRUZ disse:

    Uns nasceram para mandar; outros para serem mandados..Quem disser que nunca teve VERGONHA, MEDO OU DOR,; é porque nunca correu risco..
    A vida é feita de riscos,instantes e momentos..
    DR; GILVAN mesmo sendo marinheiro de primeira viagem como presidente, mostra atitudes de LÍDER NATO à frente de uma grande empresa como o CRUZEIRO ESPORTE CLUBE…O ‘Homem’ tem carisma e sorte; indispensável a quem nasceu com o espírito vencedor..
    Tem olhos de lince para perceber qualidades em jogadores e treinadores que estão começando..Vejam os casos de Ricardo Goulart, Everton Ribeiro, E Marcelo Oliveira..
    Excelente escolha de DEIVID para dirigir o time em 2.016, principalmente por ser ex-jogador do clube (já conhece a casa) e também já está há mais de seis meses estagiando na toca(auxiliar de dois renomados técnicos; WANDERLEY LUXEMBURGO E MAMO MENESES.) (..);..
    DEIVID já mostrou serviço contra a ponte Preta no brasileirão, ganhado da ‘macaca’ dentro de sua pr´ria casa, justamente por já estar entrosado com os jogadores..E o que é o futebol senão ENTROSAMENTO,MOTIVAÇÃO E PAGAMENTO EM DIA; e isso o CRUZEIRO cumpre religiosamente com seus profissionais..
    Vejo boas perspectivas para o TIME DO POVO em 2.016..

    CRUZEIRO SEMPRE !!!…

    ..

  • luiz disse:

    Chico Maia,

    Vi essa notícia e precisamos verificar se é verdade. É sobre uma parceria para a construção do estádio do Galo.

    http://www.goal.com/br/news/10712/futebol-mineiro/2015/12/12/18269652/atl%C3%A9tico-mg-j%C3%A1-teria-acertado-com-multinacional-para

    Saudações Alvinegras

    • Jorge Moreia disse:

      Deus me dê só mais alguns anos de vida,para que eu possa estar
      presente no templo de libertação ATLETICANA,penso que este seria
      o nome ideal.TEMPLO DA NOSSA LIBERTAçÃO

  • Tarcísio Coimbra disse:

    A efetivação de Deivid no Cru cru é um gesto de coragem, se fosse no Galo era quebradeira mesmo.
    Será que o Deivid vai ensinar Damião e Joel errarem gols com o gol aberto e a bola quase sobre a risca, como acontecia nos seus tempos de Flamengo?

  • Alisson Sol disse:

    Respeito a opinião do autor, mas ele está como muitos: misturando arroz com caviar. Nada a ver.
    Por esta lógica, Guardiola jamais seria técnico do Barcelona. E que procurem antes de falar que ele “começou no Barcelona B”. O Barcelona B não disputa “La Liga” na Espanha por um motivo simples: o “Time B” de um time da Liga não pode ser promovido, ainda que seja campeão. Ou seja: é um time que pode ficar ganhando a segunda divisão anos a fio, mas é usado para preparar ou recuperar jogadores e técnicos.

    O Cruzeiro está tendo uma atitude corajosa, e pronto. Tentar misturar isto com a lei de responsabilidade fiscal é negar o óbvio: no Brasil, burlam tais leis facilmente via parcerias com empresas que pagam todo ou parte do salários de jogadores e membros de comissão técnica. E onde estava a tal lei ao contratarem “Professor Luxemburgo” com seu “projeto”…

    Agora, mais importante que isto, é fazer uma limpeza no contrato de jogadores que não estão dando resultado e, assim como Deivid, ter a coragem de colocar jogadores novos em campo. Chega de medalhões com Julio Batista, que passa metade do tempo no DM e outra metade se “recuperando”…

  • Carlos da Mata disse:

    Deivid não resiste as 8 primeiras rodadas do Brasileirão 2016, se é que ele chega até lá.

  • luiz disse:

    Amadorismo de volta ao Cruzeiro!

  • Stefano Venuto disse:

    Tostão tem razão quando escreveu que treinador inciante tem que começar em time pequeno. Curiosamente isso sempre foi assim, lembro do Luxemburgo no Bragantino. Uma aposta corajosa, mas que tem tudo pra dar errado, porque a torcida do cruzeiro é conhecida por sua falta de paciência.

    • Pedro Vitor disse:

      Eu acho que se der errado, eles terão menos a perder, do que se trazer um técnico de fora, que vai exigir muitas contratações. O clube esta quebrado, acabou de mandar 8 pra rua, e a torcida sabe disso!

      Coloca o Deivid, foca no Mineiro, se ganhar, bom, se não vencer, bom!