Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Troféu Óleo de Peroba do ano vai para Ronaldo, que continua “fenômeno”!

Vi esta charge do Duke, hoje, no Super Notícia, e me lembrei da última entrevista do ex-jogador. Um antigo ditado popular continua verdadeiro e certamente terá validade eterna: “Quem faz a fama deita na cama”. O ex-centroavante Ronaldo Nazário é um bom exemplo. Fenomenal como jogador, continua fenômeno fora de campo em marketing pessoal, bobagens ditas ao vento e hipocrisia. Um verdadeiro canastrão, cara de pau!

Nos tempos em que jogava nunca assumiu nenhuma posição a favor da categoria. Antes de parar já demonstrava a sua aptidão para os negócios e se tornou empresário de todas as atividades possíveis, desde que rendam muito dinheiro. Quando parou com a bola, uma das primeiras ações foi entrosar com cartolas e políticos influentes nos bastidores. Muitos, nada recomendáveis. Virou até membro do Comitê Organizador da Copa, abençoado por Ricardo Teixeira. Agora, dá porrada no padrinho e na turma que ele deixou em seu lugar no comando da CBF. Zé Maria Marin, preso; Del Nero, sob risco, acuado, doido para curtir uma mordomia em lugar paradisíaco no exterior, mas não pode pisar em nenhum aeroporto internacional.

RONALDO

Como diz desde criança lá em Rio Casca o sábio Murilo de Paula, o “Nhô”: “Com a onça morta, cachorro mija no couro”. Fenômeno de ingratidão. Aliás, gratidão nunca foi uma marca do Ronaldo, que foi bem lançado e muitíssimo bem tratado pelo Cruzeiro e nunca reconheceu isso publicamente. Pelo contrário; andou foi falando bobagens sobre os seus tempos na Toca e em Belo Horizonte.

E a imprensa, ávida por audiência, custe o que custar, abre todo espaço que ele quiser para jogar coisas no ventilador. A fama conquistada como grande jogador lhe dá esta abertura e espaços.

Dizia Leonel Brizola que “os menores seres humanos não são os anões; são os ingratos”.

Os cartolas padrinhos do Ronaldo estão sentindo isso na pele agora.

Ainda bem que atualmente temos memória eletrônica, para ajudar a melhorar a memória do brasileiro, que antes era acusado de ter “memória curta”. Vejam esta “Carta Aberta”, endereçada a ele, em 28 de maio de 2014, às 20h05, pelo jornalista paulista Luis Augusto Símon, o Menon:

Carta aberta a Ronaldo Nazário de Lima

“Ora, Ronaldo, você estava lá, no dia em que o Brasil ganhou o direito de sediar a Copa. Estava com Paulo Coelho, com Lula, com Aécio Neves e Eduardo Campos.

RONALDO2

Você, ao contrário deles, passou a ser membro do Comitê Organizador Local. Ronaldo, você é um dos responsáveis por tudo que envolve a Copa”

“A possibilidade de assumir o Ministério dos Esportes em um suposto governo Aécio Neves também parece mexer com o jogador”.

Confira a carta abaixo:

Caro Ronaldinho, Ronaldo ou Fenômeno.

Nem sei como te chamar. Através de sua carreira, os nomes foram mudando. Eu me lembro da primeira vez em que te entrevistei – foram poucas, muito menos do que eu desejaria – no vestiário do Palmeiras, após um jogo contra o Cruzeiro. Você disse que estava pronto para a Copa de 94. E foi convocado. O início de uma carreira que maravilhou o mundo.

Olha, acho melhor chamá-lo de Ronaldo Nazário de Lima, afinal o assunto não é apenas futebol.

http://www.pragmatismopolitico.com.br/2014/05/carta-aberta-ronaldo-nazario-de-lima.html


Deixe uma resposta para Zé Carlos Cancelar resposta

Comentários:
16
  • Alisson Sol disse:

    Olha, eu não sei se o Ronaldo passou fome na Toca. Mas eu sei que já vi pessoalmente o seguinte: eu indo passear com a minha então namorada naquele shopping ali perto da Coca-Cola, e o Ronaldo e mais dois jogadores do Cruzeiro sentados, e os 3 dividindo 2 sanduiches… Eu até olhei e disse para minha hoje esposa: “Ou estou muito cego, ou aqueles ali são jogadores do Cruzeiro, e um deles estreou no time principal recentemente”.

    Eu acho que o grande problema é o famoso: “Você tira uma pessoa da pobreza, mas não tira a pobreza da pessoa”. O medo e a insegurança em relação a perder tudo devem ser tão grandes, que estas pessoas desenvolvem um apego ao dinheiro que passa por cima de quaisquer princípios que tenham (se é o que tem algum dia…). Ronaldo hoje é meramente um Gérson piorado. Só quer levar vantagem em tudo, e afirmações como a do “Não se faz Copa do Mundo com hospital” simplesmente mataram sua credibilidade para sempre.

    • Jorge Moreia disse:

      Alisson um dia li não sei onde que se quisermos conhecer
      uma pessoa basta que demos a ela o poder deram fama,dinheiro,e poder
      olha o que deu só fala bobagem,faz bobagem e alem de só ter amigos influentes que gostam,
      mas gostam muito de ganhar dinheiro rapido

  • Marcão de Varginha disse:

    O que esperar de um cidadão que vestiu a camisa do Cruzeiro e do Corinthians? Só mer… mesmo!

  • José Carlos disse:

    Esse Ronaldo é mais sujo do que lama da Samarco, tipo de gente falsa, que tem apenas interesse próprio. É sair um sujo da CBF e entrar um mal lavado. O país está cansado desse tipo de gente, precisamos dar basta e que a impressa não fique submissa. Que um Zico, um Romário ou Alex, tenha o apoio necessário para comandar a CBF.

  • Rodrigo Galodoido disse:

    Boa a frase do Brizola. Define bem o fenômeno do interesse…

  • Edmar Trindade dos Santos disse:

    A cada dia que passa vejo que este país esta atolado ate o teto de lama. Eu não acredito em NENHUM político e estas instituições só servem para os corruptos ficarem mais e mais ricos com contas no exterior e ninguém fala nada.

  • Jorge Moreia disse:

    Desculpem-me Fenomeno porque? Jogou mais que(Dirceu Lopes,Tostão o Eduardo Gonçalves,José
    Reinaldo(o verdadeiro Rei não este aproveitador mercenário que se alto elogia)Romário,o mago Ronaldo Gaucho, é acho que chega estes na minha opnião jogaram muito mais do que este talzinho
    O cara só é fenomeno no baixo Leblon naquelas boates voçês sabem do que estou falando e a imprensa Carioca ainda fala,fenomeno de marketing de ser aparicio como jogador de futebol pra mim
    normal tipo este tal de dario josé dos santos

    • Paulo disse:

      Prezado colega Jorge, seu comentário foi espetacular. Bom seri se a maioria da massa soubesse quem é de fato esse tal de dadá.

      • Marcão de Varginha disse:

        Dadá é um aproveitador e ainda está explorando as imagens de um gol que até então era considerado um dos mais importantes da rica história do genuinamente mineiro… antes de tudo ainda é falastrão, fanfarrão, um prosa ruim em pessoa!
        – Gostaria de saber se ele possui alguma procuração para falar do Galo no desprezível lixo que é o tal do “Alterosa Esporte”, que já deveria ter-se extinto há tempos… se merecem: lixo total!

        • Zé Carlos disse:

          Apelo para quem saiba mais do eu para confirmar ou contestar o seguinte: Dario alega que fez o gol mais importante da história do Galo mas mesmo com 0x0 seriamos campeões. Quem fez o gol mais importante foi o Oldaír no jogo anterior com o São Paulo que deu ao Galo a condição de ser campeão com um empate.

    • Frederico Dantas disse:

      Como jogador, para mim ele foi melhor que todos estes que você citou. Pensaria um pouco no caso do Tostão.

  • Alexandre Magno Barbosa disse:

    Pra quê hospitais, né? Ele não ganha dinheiro de nenhum deles, ganha e muito de um laboratório. Deve ser por isso que apoiou um candidato que desviou 30 bi da saúde para usar em outras áreas.

  • Tonho ( Mineiro ) disse:

    Ele era a favor da copa ai a veja fez uma materia explicando pra ele que ele tinha muito a perder, mudou de lado da mesma maneira que o Dr do pirangi traira caiu fora da liga.

  • Sérgio Lopes disse:

    Oi Chico,
    Ronaldo é um mal agradecido. Quando jogava no Cruzeiro, teve oportunidade de ser reconhecido no futebol nacional e posteriormente foi para Europa. Depois de sucesso e fama, o cara de pau disse que passou fome na Toca da Raposa. Foi infeliz na declaração, ele deveria ser torcedor fanático do Cruzeiro… Por fim, quero convidá-los acessarem blogdosletradosdesalienados.blogspot.com
    Vamos refletir a respeito da mídia golpista.
    Abraço fraterno,
    Sérgio Lopes