Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Mania da imprensa de inventar moda e dificultar o entendimento

PEREIRA

A imprensa costuma inventar moda. certamente no intuito de dificultar o entendimento dos consumidores da informação. Ouvi hoje bem cedo que o Democrata-GV contratara o técnico “Márcio Pereira”. Pensei: seria o Pereira, ex-goleiro do Galo, Cruzeiro e América nos anos 1980? Mais tarde fui conferir e não deu outra: ele mesmo.

Mas como dizia o Chacrinha: “Se dá pra complicar, pra quê simplificar?”.

Gente muito boa, que faça um bom trabalho!


Deixe uma resposta para José Eduardo Barata Cancelar resposta

Comentários:
18
  • Ed Diogo disse:

    Por favor falem de Pedro Omar Juca Show e Edson ou Spencer.Obrigado

    • Helio Antonio Corrêa disse:

      JOSE EDUARDO,
      Vamos ajudar o nosso amigo,
      Vamos falar sobre estes quatro grandes jogadores
      Ajuda aí ,Biblioteca.
      Pedro Omar, o Califa, juntamente com Juca Shouw, fez um campeonato espetacular pelo América em 73, acho que o Spencer também estava neste time.
      O treinador, me parece que era o Barbatana, e o Coelho ficou em 3º lugar, a melhor colocaão do time em brasileiro,
      Pedro Omar e Juca Show, ao fim do campeonato, foram vendidos para o Nautico se não me engano, o Juca algum tempo depois encerrou a carreira no America, e morava no bairro Pindorama( ja falecido) cheguei a jogar futebol amador com ele .
      Este Edson, que o amigo Diogo se refere, será que é aquele que veio do Siderurgica? que foi campeao mineiro em 64?
      Spencer , era cracaço, veio do Salao, jogou nos 3 grandes da capital, foi um dos primeiros jogadores no Brasil, a conseguir o passe na justiça, se jogasse hoje, ficaria milionario, tal a sua habilidade.

      Barata, vc. sabe muito, dê continuidade a esta historia, corrija alguma coisa que não seja verdade afinal , o tempo maltrata muito à nossa memória.

  • Adalton disse:

    Não sei se o anterior foi enviado,por isso repito: o Atletico precisa tomar cuidado para nao voltar a ter acões trabalhistas; como num passado recente. Agora é o Csrdenas.

  • Adalton disse:

    Vamos torcer para que o Democrata se recupere. 2) assunto que está. aparecendo com certa frequencia , ptoblemas trabalhidtas no Atletico. O Clube precisa tomar cuidado para nao ter recaida…como há alguns anos. Agora o Csrdenas…cuidado Galo.
    Mas

  • Raws disse:

    Muito tempo sem vê-lo, a mesma conclusão, o danado do tempo acerta todos nós. Fazer o quê, lembrar do chapeuzinho vermelho e acordar com a vovó.

  • Leandro Fábricio disse:

    Grande pereira…foi reserva do joão leite muito tempo mas era um bom goleiro…

    estava meio sumido, essa de os times do interior darem chances a ex jogadores na condição de treinador é uma coisa muito boa, parabens a pantera e sorte ao pereira nessa caminhada

  • José Eduardo Barata disse:

    Hélio Antônio
    ===========
    Recuperando aquela nossa conversa sobre os tempos
    da Alameda , o seu Afonso era tio do Julinho .
    Julinho que foi Troféu Guará como revelação e maior
    artilheiro do ano 67 , se não me engano , e que subiu
    para o profissional com apenas 17 anos .
    E que uma grave contusão o tirou dos gramados mal
    tendo completado 20 anos .
    Bem diferente de hoje , não é mesmo , com promessas
    de 22 , 23 anos alardeadas pela imprensa .
    Mas é isso . E sobre o timaço do Siderúrgica que você
    escalou , dirigido pelo Homão , o Yustrich ?
    Aquela turma toda acabou nos times da capital .
    Recordar faz um bem danado .

    • Jorge moreira disse:

      Este Julinho que voçê se referiu era o Julinho Bôa Morte de Curvelo, a 25 anos atras eu o encontrei no Reveylon do clube Libanês e ele estava trabalhando na Usiminas, gente finissima, super educado ele teve um problema sério no tornozelo

      • José Eduardo Barata disse:

        Muito sério .
        Machucou e continuou a jogar com bota de esparadrapo
        em várias partidas , até romper tudo de vez , veja só como
        era no passado .
        Operou , mas não foi o mesmo .
        Foi pra faculdade em 70 , fez administração na Fumec e
        daí você o conheceu na Usiminas .
        Depois de um tempo , voltou pra Curvelo pra cuidar da
        fazenda que tinha .
        E nós o perdemos em 2004 .
        Era meu primo , mais que irmão de coração .

    • Helio Antonio Corrêa disse:

      Jose Eduardo.
      Cara, vc. e uma biblioteca ambulante, os meus amigos acham que eu sei muito do futebol antigo, mas estou vendo que perco para vc. que bom, estes times que falamos eu vi jogar, não foi por informação não.
      Agora outro que vi jogar, veja se consegue se lembrar?
      Jardel , Fantoni e Mirim
      Tolêdo , Jofre e Roberto
      Ernane , Miguel , Gunga , Zuza e Dodô

      Obs. Este Tolêdo que me refiro é pai do Toledinho do Alterosa Esporte
      Este Ernane, é o mesmo campeao 7 anos depois pelo Siderurgica

      Acho que te peguei, será que se lembra deste?

      Abraço

      • Jorge moreira disse:

        Se me permite gostaria de lembrar de alguns nomes
        Guido(pai do Marquinho que jogou no Galo) Capelani, Elcio,Capeta , Ari, Noventa,Samuel,Silvestre,
        Tinha um saudoso tio Afonso(o gordo) que assistia os jogos la na alameda e me dava dinheiro pra mandar aos jogadores que guardavam não meia, eita anos 60, me lembrei de mais um Edson, e sem contar a maior revelação caso o destino não o tivesse levado embora o Cassio Inacarato , volante daqueles abilidosos este jogador era de Juiz de Fora e morreu em um acidente de carro, sou um Atléticano desde pequeno mas sempre ia aos campos com meus tios

        • Helio Antonio Corrêa disse:

          Jorge,
          Entao vc. deve ter visto o time que foi escalado pelo Barata, Marcial, Wilhiam e Procópio etc?
          Destes que vc. falou, eu vi todos, um dia desses me encontrei foi com o Dirceu Alves, lembra-se dele, jogou com Elcio , Samuel, foi emprestado para o Corithians , fez meio campo com o Rivelino.
          E isto , vamos falando, futebol tem este poder, o de aproximar pessoas, mesmo sem se conhecerem

        • José Eduardo Barata disse:

          E o Caldeira , que foi autor de um lance
          inusitado : ao cobrar um escanteio , chutou
          a bandeirinha de corner antes da bola ….

        • José Eduardo Barata disse:

          Pois é , Jorge , as reminiscências não param !
          Barata , Roberto Batata , Cássio , Diamantino
          e Damasceno .
          Esse ataque aprontou muito no infanto-juvenil
          do América .

      • José Eduardo Barata disse:

        Do time todo não , mas do Jardel , do Mirim e Toledo
        lembro alguma coisa .
        E pra você mando ver um dos maiores times que vi
        jogar ;
        Ubirajara
        Fidelis , Mário Tito , Luiz Alberto e Ari Clemente
        Jaime e Ocimar ( Roberto Pinto )
        Paulo Borges , Parada , Bianchini e Aladim
        Técnico : Elba de Pádua Lima , o TIM .
        Você assistiu a final Bangu e Flamengo ?
        Quase 200 mil torcedores no Maracanã !
        Não , não era Champions League .
        Era o campeonato carioca mesmo .

        • Helio Antonio Corrêa disse:

          Barata
          Nao é por chatice não.
          Mas no jogo final de BANGU x FLAMENGO.
          Jogo da Briga do Almir, o Bangu jogou com esta formação.

          Ubirajara, Fidelis , Mario Tito e Ari Clemente
          Jaime e Ocimar.
          Paulo Borges, Norberto, Ladeira e Aladim.

          Nao jogaram o Parada e Biachini.

          Biachini que em 67/68 também jogou no CAM. lembra-se.

          O Almir perseguiu o Aladim, e este levou um “coice ” do Itamar jogador do Flamengo, quando ia ser surrado pelo Almir chegou o Ubiraja, dando -se uma gravata.

          Cenas detestáveis, infelizmente ocorre até hoje né?

        • Helio Antonio Corrêa disse:

          Jose Eduardo Barata.
          Este Bangu que vc. escalou eu lembro, pois foi a primeira vez que fui ao R.de Janeiro, e não conhecia o Maracana, então me levaram para ver este jogo, foi em 66 se não me engano.
          Este foi o jogo que o Almir pernambuquinho brigou com todo o time do Bangu , em especial com o Ubirajara. eu na arquibancada sem entender nada daquilo.
          Eu ainda não gostava de nenhum time do rio, e fiquei encantado com o futebol do Paulo Borges e torcia a cara com os frangos do goleiro do Flamengo.Paulo Borges fez 2 gols neste jogo, logo depois seria vendido ao Corinthians por uma fortuna, e foi importante na quebra do tabu de 10 anos sem vitoria sobre o Santos de Pele em 68.um gol dele outro do Flavio Minuano(este também um grande jogador)
          Veja a diferença de época, todo o gramado brigando e as torcidas vaiando, todas sem brigar.
          “QUANTA DIFERENÇA”
          Cara, vc. continua a biblioteca ambulante.
          Vamos falando mais, tá muito bom.
          Abraçao.

  • José Eduardo Barata disse:

    Vai de encontro ao que postei outro dia aqui , quando
    registrei uma matéria com o Luan MADSON .
    Luan Madson ? Pois é .