Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Ao migrar do “Galo Doido” para um sistema mais equilibrado e responsável, Roger Machado criou expectativas e assumiu um risco enorme

CAM2

Coluna Bola na Area, deste domingo, do Fernando Rocha, no Diário do Aço, de Ipatinga:

* “Velha cultura”

O Galo teve um período de lua de mel com a torcida, após vencer seis jogos consecutivos, que lhe deram o título  Mineiro e a classificação na Libertadores, além de fazer uma estréia considerada boa, ao empatar com o Flamengo no Maracanã.

Mas, rapidamente a carruagem virou abóbora após duas derrotas seguidas, para o Fluminense quebrando sua invencibilidade nesta temporada no Independência, e agora esta última derrapada ao perder para o modesto Paraná, clube da Série B, infinitamente inferior técnica e financeiramente.

O principal defeito deste time comandado por Roger Machado vem de longe, desde  a era Cuca, passou por Aguirre, Marcelo Oliveira e agora caiu no colo do atual treinador: a fragilidade da defesa.

Este tem sido o grande desafio de os treinadores desde 2013,  conciliar o estilo ofensivo natural do Galo, com a necessária segurança defensiva, primordial para quem almeja conquistar títulos importantes.

Ao assumir com a proposta de migrar do “Galo Doido” para um  sistema mais equilibrado e responsável, o técnico Roger Machado criou expectativas e assumiu um risco enorme, por conta de oscilações como esta de agora, após duas derrotas seguidas.

Já o torcedor do Cruzeiro, aguarda com expectativa pela apresentação da equipe hoje contra o Santos, na Vila Belmiro, onde é sempre muito difícil para qualquer visitante.

O técnico  Mano Menezes sinalizou com a entrada de três volantes, – Henrique, Hudson e Ariel Cabral -, o que pressupõe um esquema mais cauteloso, porém todos eles sabem atacar, e a opção por Rafael Marques em lugar de Ábila tem tudo a ver com a preferência do treinador, que não gosta de atuar com um homem de referencia, mas sim um  centroavante que se molvimente abrindo espaços para quem chega de trás.

Mesmo se der certo hoje neste jogo dificílimo contra o Santos, não quer dizer que esta formação será mantida, pois com tantos titulares lesionados, o técnico Mano Menezes claramente está tentando fazer do limão uma limonada. “Quando se ganha é bestial, mas se perde é besta”.Otto Glória, ex-técnico de grandes clubes brasileiros no século passado e da Seleção de Portugal na Copa de 66, definindo a velha cultura do futebol em relação aos treinadores no Brasil e Portugal.

  • Há quatro anos o futebol brasileiro não ganha uma Copa Libertadores, a maior competição continental. Desta vez com um formato diferente, que esticou o calendário pelo ano quase todo,  a participação dos clubes nacionais na primeira fase de grupos pode ser considerada animadora. Dos oito participantes, seis brasileiros estão  classificados para as oitavas. Somente o Flamengo e a Chape ficaram de fora, sendo que o campeão catarinense ainda luta para reverter uma punição esdrúxula da Conmebol, que lhe tirou três pontos, supostamente  por escalar um jogador  irregular.
  • O sorteio para se conhecer os próximos confrontos, todos de mata-mata daqui prá frente,  será realizado no dia 14 de junho. Beneficiado pela surpreendente derrota do River Plate, em casa, o Atlético se tornou o clube de melhor campanha entre todos os demais concorrentes e, à exemplo de 2013, quando conquistou o título, se for passando de fase jogará sempre a segunda decisiva partida em casa. Nas oitavas, vai enfrentar um destes segundos colocados: Godoy Cruz(Arg), Guarani (Par), Emelec (Equ), Barcelona(Equ) , The Strongest (Bol), Jorge Wilstermann (Bol), Nacional (Urg), e o único  brasileiro Atlético(PR).
  • Uma boa novidade a partir das quartas de final na Libertadores será o uso do árbitro de vídeo. Com tantos erros absurdos dos assolpradores de apito, pode até não resolver todos eles, mas é a garantir de que haverá menos injustiças. Mas, se perguntar não ofende,  como vão as coisas aqui nos nossos grotões, afinal de contas entramos na terceira rodada do Campeonato Brasileiro? Na minha opinião continua na mesmice de sempre, ou quem sabe, está até pior, depois do que se viu no último fim de semana, no Independencia, onde o Fluminense derrotou o Atlético por 2 a 1. Naquele jogo, o assoprador de apito gaúcho, Jean Pierre Lima, ignorou faltas mas, sobretudo, marcou um monte de outras, que só poderiam sair da sua cabeça, incompetente, do início ao fim, desagradando a gregos e troianos.
  • Engraçado se não fosse trágico para o futebol brasileiro, é que o diretor de arbitragem da CBF, Marcos Marinho, havia anunciado com toda pompa um novo programa de análise do desempenho de juízes e de seus auxiliares, exigindo, entre outras coisas, mais rigor no controle do jogo. Não vi até agora nada do que disse que iria cobrar dos apitadores acontecer, pelo contrário o que tem predominado é a total falta de critério das arbitragens, e muita, muita incompetência na interpretação dos lances perante a lei esportiva.
  • Outro fato que me chamou a atenção foi o comportamento   do técnico-aprendiz do São Paulo, Rogério Ceni, ao continuar reprovando o gesto honesto de seu zagueiro Rodrigo Caio, ao passar a informação correta para consertar um erro cometido pelo árbitro. Ainda bem que nem tudo está perdido e ainda existe gente nesta classe dos técnicos de futebol como Tite, para aplicar um corretivo, um tapa com luva, neste arrogante contumaz Rogério Ceni. Rodrigo Caio foi convocado por Tite  para a seleção brasileira, onde com certeza irá encontrar uma convivência, porque não dizer, menos ignorante,  mais civilizada. (Fecha o pano!)

* Por Fernando Rocha


» Comentar

Comentários:
11
  • Gabriel Maciel disse:

    Uai , mas o Botafogo de Minas não é o ”melhor time do Brasil”?

    Estranho o ” melhor time do Brasil” empatar ” em casa ” com a toda poderosa Ponte Preta. Em 9 pontos disputador ganharam apenas 2. Logo mais voltaram a realidade , brigar para não cair e secar o Maior de Minas , o maior representante do estado.

  • Thiago disse:

    Eu disse aqui, essa selegalo pintada pelos frangulinos de plantão ganhou um jogo contra o Cruzeiro jogando mal e suas vitórias sobre os perebas sul-americanos do seu grupo e só !
    Vão ser desclassificados nas oitavas e libertadores quando pegarem um time um tiquim mais encardido e descer a ladeira no brasileiro disputando sua entrada na zona de acesso a série B.
    Se não ganhar do Paraná o puleiro vai pegar fogo kkkk

    • Alex disse:

      ” ganhou um jogo contra o Cruzeiro jogando mal”
      Ps; jogo esse que valeu a taça….kkk…e aí, já se libertou do alto falante?….kkkkkkk…sinto um pouco de mágoas em seu choro…..kkkkkkkkkk

  • Thiago disse:

    Veja bem a situação que o camp.brasileiro se impõe. O São Paulo perdeu pro Cruzeiro mas ganhou duas e está com seis pontos, o Cruzeiro jogando retrancado tem 4 e se empatar hoje ja fica pra trás. Ai vejo a escalacao com tres volantes, penso…pq nao ir pra cima? Uma vitoria vale três empates uai, vamos por esse time pra frente Mano Menezes!

  • José Eduardo Barata disse:

    É um banana , esse Roger .
    Não tem consistência defensiva ?
    A culpa é do jogador ?
    Treina seu time , seu medíocre .
    Sua equipe precisa “desencaixar” o adversário ?
    Você deve passar seu tempo chupando manga
    e lendo dicionário pra encontrar palavra pra
    enganar trouxa , esses comentaristas de m….
    que insistem em nos encher o s…. com suas
    explicações catedráticas .
    Ninguém aguenta mais . Ou não .
    Porque aqui mesmo tem um.monte de gente
    que acredita nessa paçoca desse time “treinado”
    pelo Enganador do Sul .
    Se não é na raça , na vontade , não se consegue
    nada .
    Viram o que o Elias disse ?

  • José Eduardo Barata disse:

    VERGONHOSO! TENEBROSO!
    Chega de Robinho .
    Chega de Roger .
    Chega de melhor lateral do Brasil .
    Não aguento mais tanta conversa fiada ,
    dois gols pela lateral direita , mais uma vez.
    Que treinador é esse que não consegue ver
    as falhas constantes de nosso time ?
    E ainda tem gente que consegue ver o “modo
    Roger de jogar” nesse time de pelada que é o
    GALO de hoje .
    É muita ilusão , ou muita ignorância mesmo ,,
    pra não ver que esse time não rende .
    Vamos ouvir o Enganador do Sul falar agora.
    Quero saber das desculpas filosóficas ….

  • Marcão de Varginha disse:

    Há tempos estou apontando falhas na linha de zaga do Galo, incluindo o goleiro; a diretoria contrata um jovem zagueiro, Matheus Mancini, que sequer é relacionado para os jogos, e mantém os lentos e afobados Leonardo silva e Felipe Santana, que sobrecarregam em demasia o Gabriel, que apesar que não possui boa velocidade, ainda assim é “obrigado” à correr por ambos. Para mim Gabriel não pode ser criticado pelas seguidas falhas da defesa, que não raras vezes ainda conta com a “participação especial” do Victor que há tempos falha em jogadas consideradas bobas.
    – Se há opção do Matheus Mancini e de zagueiros oriundos da base, porque insistir na dupla de gigantes?
    – Cabe à comissão técnica definir quais as posições estão mais carentes e apresentar sugestões à diretoria; ainda bem que a atual fórmula da TLA se estendeu por quase toda a temporada, dando uma gama de oportunidades aos participantes.
    – Que a comissão técnica e diretoria possam priorizar os campeonatos de acordo com sua importância.
    – Roger começou a trilhar um caminho certo, dando padrão de jogo ao clube genuinamente mineiro que não possui convênio com a arbitragem.
    – #benecyeternomito

    • Jorge moreira disse:

      Marcão o pai do jogador é treinador certo, porque ele o liberaria pra jogar no Galo, claro que se fosse acima da media o colocaria na vitrine pra jogar fora do paiz, eu não entendi isto até hoje

      • Marcão de Varginha disse:

        Amigo, AGORA Matheus Mancini ESTÁ na vitrine do futebol, com o prévio respeito ao Botafogo RP… ainda mantenho minha opinião sobre o não-aproveitamento dele e dos demais zagueiros da base.
        – #benecyeternomito

    • José Eduardo Barata disse:

      Que padrão de jogo , Marcão ?
      Você destaca bem o trabalho ruim da zaga mas
      não consegue entender que NÃO existe nada que
      possa ser aproveitado desse técnico ?
      Olha só a conversa desse cara , dita hoje :
      “toda vez que ganhamos tivemos mais de sessenta
      ações defensivas”
      “hoje ,só tivemos quarenta e poucas ações , por isto
      perdemos” .
      Ora , Roger , vá catar coquinho .

  • Tonho ( Mineiro ) disse:

    Discordo de duas coisas Chico a carruagem nao virou abóbora e “punição esdrúxula da Conmebol”.