Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Jornalista que chamou o Atlético de “time de marrecas”, xinga colega morto e é demitido depois de 22 anos no Grupo RBS

WIANEY

Ele também disse que Taison (quem se lembra?) era melhor que Neymar, e que no futuro o mundo do futebol confirmaria isso. Conheço o Wianey Carlet há muitos anos e lamento o que está se passando com ele em Porto Alegre. Ano passado foi assunto em Minas antes dos jogos do Atlético contra o Grêmio, na final da Copa do Brasil, por chamar o Galo de time de “marrecas”. Tem o estilo gozador, faz tipo “fanfarrão” no microfone, mas é muito bom jornalista. Li agora, no portal do Zero Hora, que ele fez um comentário infeliz, pensando estar fora do ar, e foi demitido. Confira:

* “Jornalista que comparou Messi e Taison insulta colega morto” 

Wianey Carlet estava há 22 anos no Grupo RBS e foi demitido após proferir insultos à Paulo Sant’Ana

O jornalista Wianey Carlet foi demitido do ‘Grupo RBS’ após proferir insultos à Paulo Sant’Ana, que faleceu no último mês de julho. Ao vivo na Rádio Gaúcha, o jornalista disse não sentir a morte do companheiro de profissão e o xingou, logo em seguida: — Eu confesso que não senti (a morte de Paulo Sant’Ana). Achava o Sant’Ana muito filho da p**a. — disparou o jornalista que não sabia que estava ao vivo — Meu Deus eu estava fazendo uma piada e boto no ar, tudo. — finalizou Wianey Carlet, após ser reprimido pela declaração.

A ‘RBS’ divulgou uma nota oficial comunicando a demissão do jornalista, que segundo eles, não está mais alinhado ao posicionamento da empresa. Wianey tinha uma coluna diária, no ‘Jornal Zero Hora’, que agora será assinada por Pedro Ernesto Denardin. No programa ‘Super Sábado’, da Rádio Gaúcha, Fernando Zanuzo ocupará o lugar de Wianey, ao lado de Andressa Xavier e o elenco de ‘Sala de Redação’ não será modificado.

Há 22 anos no Grupo RBS, Wianey publicou um famoso artigo, em seu blog, comparando Messi ao jovem jogador Taison Freda, em 2009. No texto, o jornalista sugeria que em 10 anos o questionamento “quem foi melhor, Messi ou Taison?”, seria possível.
Relembre o artigo de Wianey!
“Ontem à tarde, o mundo maravilhou-se com a decisão da Liga dos Campeões, entre Manchester United e Barcelona. Viu-se Lionel Messi — o craque que ainda adolescente foi levado da Argentina para a Espanha. Apesar de jovem ainda, já é experiente em confrontos maiúsculos. Ele foi o condutor do Barcelona rumo ao título.

À noite, no Beira-Rio, outro garoto encantou a torcida e levou o seu time a uma importante vitória, de virada: Taison. Com a força de dribles, arrancadas velozes, malícia e inteligência, o menino de Pelotas desequilibrou o jogo e garantiu ao Inter uma decisão, em Curitiba, com relativa tranqüilidade. Não foi a primeira vez que Taison comandou um vitória colorada. Foram muitas, apesar de ter sido promovido a titular há poucos meses.

Taison jogará em um grande clube europeu, não deverá ser outro o seu destino. E quando estiver diante dos olhos do Velho Continente, será inevitável a sua consagração. Fazer previsões desta natureza é sempre temerário. Mas, neste caso, nem chega a ser um ato de coragem.

Hoje, Messi desponta como candidato fortíssimo a melhor jogador de futebol do mundo. Dentro de algum tempo, provavelmente, Taison desfrutará desta posição. E, dentro de uns 10 anos, será possível questionar: quem foi melhor, Messi ou Taison? Não custa esperar para ver. ”

https://www.terra.com.br/esportes/lance/jornalista-que-comparou-messi-e-taison-e-demitido-da-rbs-apos-insultar-paulo-santana,812262f3e7aafd7bf2da491aa4f945f7ubta6luu.html


» Comentar

Comentários:
12
  • Pedro Vítor disse:

    Bateu levou aqui é assim

    Peixe morre pela boca

    E domingo Galo detona o Grêmio lá dentro!

  • J.B.CRUZ disse:

    Este é torcedor fanático: um perigo para os outros e para si mesmo….

  • geovany altissimo disse:

    lembro de um jogo do galo que o comentarista era o Juarez Soares, na Band. Na epoca era um dos maiores comentaristas da TV, em dado momento falou alguma coisa desmerecendo o galo ai o presidente da época era o Afonso Paulino, entrou no ar na hora e soltou os cachorros pra cima do cara. Desse dia em diante essa cara sumiu da TV

  • Julio Avila (Mariana) disse:

    Jornalista bairrista como tem em todos os lugares,aqui já teve jornalista que disse que Marion ia jogar no Barça e que era o novo Bernard,se bem que o menino com alegria nas pernas não vingou,as marrecas piram,e o pior que esse cara ai falou e aconteceu,o Grêmio passou a carroça no galin!

    • Alex disse:

      …Mary, esse jornalista aí é o mesmo que disse que o Kerlon foquinha seria o novo Garrincha ou o novo Joãozinho bailarino?….kkkkkk…vou repetir, o dia que vc falar do seu time, vai ganhar um pirulito menino…….

  • Renato César disse:

    Mesmo não podendo ser comparado ao Messi, Taison seria a maior contratação de qualquer time brasileiro hoje.

    Pena que está muito bem lá no Shakhtar Donetsk e o Tite ainda o convocou para ter seu contrato renovado com aditivos senão, talvez algum clube aqui teria tentado a sua contratação na janela (contrato renovado até 31/12/2021 e preço de € 15 milhões).

    Aliás, este time do Shakhtar Donetsk escalando só seus jogadores brasileiros e argentinos quase que poderia disputar o campeonato brasileiro (e seria campeão invicto). Digo quase porque os dois goleiros que eles têm no elenco são ucranianos.

    Qualquer jogador brasileiro ou argentino deles seria grande reforço para os nossos times.

  • Regi.Galo/BH disse:

    Estamos vivendo tempos em que um erro é invariavelmente corrigido com outro.

    Houve um tempo em que se investia na descoberta, formação e qualificação de profissionais que atendessem à qualquer área específica. Hoje percebe-se que se investe mais é na adequação e na conformação com os pseudo-interesses ou com o politicamente correto, isso na frente dos holofotes, é claro.

    Enquanto dava ibope esse senhor estava empregado.
    Falou mal do Galo, deve ter falando também de outros times, porém isto atendia aos interesses do momento. Pois, bastou praticar a mesma ironia com ‘iguais’ que, logo agora, feriu a imagem da instituição e não atendeu mais aos interesses comuns.

    Pois é. Só posso lamentar que é mais um que entra para a triste lista dos desempregados deste país.
    Porém, lamentar pelas suas escolhas não. Afinal, se era para parecer tão sagaz, que fizesse a tal ironia com o companheiro ainda em condições de oferecer uma devida resposta.

    E, aliás, se é para lamentar algo, hoje também saiu da ESPN o grande comentarista Alê Oliveira.
    Neste caso sim, posso chamar de lamentável porque o cara é ‘bão’.
    Abraço!

    • Paulo Cesar disse:

      Regi, eu até que ficava “pilhado” quando era mais novo, e comprava qualquer bronca. Generalizava. Achava que todo e qualquer carioca é folgado e incompetente. Que todo e qualquer paulista é arrogante e presunçoso. “Culpa”, como diz o Chico no post acima, de parte da imprensa, que adora turbinar audiência com polêmicas fajutas.

      Hoje em dia, admiro, repeito, rejeito, reprovo comentaristas e repórteres exatamente eximindo o show. Este senhor, com frase lamentável, era colorado e via, ao mesmo tempo, seu time ser rebaixado e o rival na bica de acabar o ano campeão. O que fez? Tentou provocar os brios exatamente do Galo. Juca Kfouri (com muito mais discrição) também já usou deste artifício (“eu corto meu braço se o Galo eliminar o Palmeiras…”).

      Atitude lamentável. Concordo. Mas imagine um gaúcho ouvindo o 98 Esportes naquela semana, e os adjetivos “carinhosos” que os jornalistas, humoristas e comentaristas davam aos jogadores e comissão técnica … Se as provocações dele chegaram aqui, e as nossas, via 98 Esportes não repercutiram por lá, é sinal de que a audiência da nossa rádio seja irrelevante.

      • Regi.Galo/BH disse:

        Bem pensado, Paulo Cesar.
        Super apropriada a sua observação, uma visão bem mais centrada.

        Também aprendi com o tempo à medir as coisas com uma medida diferente da usual.
        Um filtro diferente, como podemos assim dizer.
        Não suporto mais apenas o criticar por criticar; e, muito menos, o elogiar só por elogiar.

        Assim, complementando, gostaria de centrar a atenção para os tais PERSONAGENS, tanto o interlocutor, quanto o espectador. Cada um atendendo aos interesses da casa (mídia).

        O alcance depende das escolhas que cada personagem faz para si, em acordo com a filosofia da casa escolhida (o canal de rádio ou de tv, como exemplo).
        A repercussão depende dos acertos que levam à outros acertos (resultados).
        Ou dos erros que, talvez, podem conduzir à outros erros (ações internas).
        E como os personagens têm que corresponder aos interesses mútuos, sabe-se lá o que será do amanhã…

        Seguramente, é a repercussão que as mídias almejam para si. Ao infinito e além.
        E será também a repercussão que outros poderão até se valer para, por exemplo, incitar a motivação de um ou outro, como você bem disse. Isso, no entanto, desde que seja mensurável, em algum sentido ao final. Um tem que vender a idéia e o outro comprar a idéia.

        Daí, surgem questões…
        Haverá um ‘fim da linha’ quando a filosofia da casa não bater mais com os tais personagens, e ambos com as metas desejadas??
        Nós, os espectadores, vamos continuar no nosso humilde papel de alienados de um ou de outro ‘canal’, também por nossas escolhas??
        E tem como se reinventar, desligar de tudo e não sofrer com as influências??

        Mais perguntas do que respostas, né!!!!?
        Obrigado e Abraço!

  • marcelo araujo disse:

    O tiozinho deu uma de Riascos! 2x! Vai com o dedo, excomungado!

  • Alex disse:

    …falou mal do Galo, dançou…..kkkk….agora, falando sério, como tem simpatias que gosta de passar recibo com esse negócio de torcida….kkkk…..os caras vindo de um classificação na Copa do Brasil conseguiram a proeza de levar 12 mil tristimunhas num domingo no Mineirão…..o Galo, no meio de semana, mesmo com o time em “crise”, já vendeu mais de 31000 ingressos…..por isso qdo simpatia que pagar de timido Povo, eu choro de rir……eu sempre disse, os 2 times , no mesmo campeonato, jogando no mesmo estádio, é covardia!!!….pertenço a uma LENDA ……

  • Guilherme Leôncio disse:

    Continua a “maldição” de boleiros e afins que falam mal do Galo, como gostava de afirmar um dos nossos colegas de blog.