Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Só dinheiro, rezas e outras crendices não garantem a formação de times campeões.

cuca2

É preciso que o elenco seja bem formado, técnica, física e taticamente, com uma boa mescla entre jovens e experientes. Mas acima de tudo o ambiente é fundamental. Aí é que entram diretoria e comissão técnica. Se não souberem criar e manter uma boa sintonia dentro e fora de campo, nada feito.

Quem sabe, depois dessa porrada que tomou em casa, eliminado pelo Barcelona de Guayaquil, o Cuca, não dá um tempo para essas manias dele! Considero-o um dos três melhores técnicos do Brasil, mas futebol se ganha é com trabalho bem feito, o resto é perfumaria de qualidade duvidosa! Ele não precisa desse teatro para vencer.

CANALHA

Em 2013, depois de passar pelo Newell’s Old Boys nas semifinais com o Galo, foi alvo de gozação na ESPN pelo João Carlos Albuquerque.

O Botafogo com um time operário, barato, porém determinado e bem dirigido atropelou o Nacional de Montevidéu, lá por 1 a 0 e no Rio, ontem, 2 a 0. Está nas quartas de final e enfrentará o Grêmio, outro exemplo de time “bom e barato”, em que pese ser um pouco mais caro que o Botafogo. O Santos, também sem gastar fortunas, continua na disputa e vai enfrentar o Barcelona do Equador, que eliminou o Palmeiras, que mais gastou para esta temporada.

Interessante é que os dirigentes não aprendem, ou fingem não saber, que é possível montar times competitivos sem gastar acima das próprias possibilidades. Botafogo, Grêmio e Corinthians, que são os times mais badalados do país atualmente, e mais o Santos, só montaram times baratos porque não tinham como gastar muito. Se estivessem com grana ou crédito suficiente, também torrariam milhões e correriam o risco de ficar pelo caminho, com as contas na mão, igual a seus vários coirmãos estão agora.


» Comentar

Comentários:
12
  • J.B.CRUZ disse:

    O DINHEIRO NÃO COMPRA TUDO:
    Me lembro de uma série INVICTA do CRUZEIRO ( 70 jogos = 10/09/1.967- 09/07/1.970)..Em que o Presidente do ATLÉTICO: EDUARDO MAGALHÃES PINTO, Filho do Segundo Melhor Governador ( o Primeiro foi J.K), que MINAS GERAIS já teve; estava desesperado com as campanhas do CRUZEIRO, comprava tudo que era jogador que lhe era oferecido..Era o ATLÉTICO perder um jogo para o CRUZEIRO, E lá ia o EDUARDO ás compras…Já no final do campeonato de 1.969 e não sabendo mais o que fazer; alguém chegou perto dele; e na brincadeira disse”’ Ô Presidente, o FLAMENGO está ‘vendendo” um grande jogador; e o nome dele é entrosamento..E o Presidente; que era riquíssimo, banqueiro, mas, não entendia nada de futebol, apressado pergunta: QUANTO CUSTA ?..

    • José Eduardo Barata disse:

      Caro CRUZ ,
      confirmo a nota e exalto a sua boa lembrança .
      Chegou a comprar a seleção mineira , exceto os
      jogadores de seu time .
      Falto mesmo o “entrosamento” ……

    • Jorge moreira disse:

      Ai começaram as dividas eternas do Clube, os banqueiros fizeram as dividas e o Clube ainda não conseguiu pagar. as vezes tenho pesadelos com o que o clube deve a familia guimarães , ai eu quero ver , sem contar que o dono do bmg, jogou o clube pra…. pior mancha na historia do clube e ele claro que vai cobrar por ter brincado e endividado e envergonhado o GALO

  • luiz ibirite disse:

    Acho que a imprensa é que fica apontando estas coisas, e as vezes falta ate com respeito, teve um pos-jogo ai do palmeiras recente que ele foi perguntado sobre a cor da tal calça, (me parece q era diferente da de costume), então no q ele cre devemos respeitar, ele deve ser cobrado pela falta de futebol e não pela cor da roupa que veste, ou a religião que ele tem para si, os reporteres falam quando ganha, hj vc veio com a calça da sorte, e quando perde, hj a calça não deu sorte, e o futebol apresentado kd? e as jogadas trabalhadas, ensaiadas, tem não?, acho que é isto que ta faltando.

  • Alisson Sol disse:

    Mas esperem: até outro dia o tal Alexandre Mattos não era um fantástico dirigente, que “apesar de gastar muito”, sempre produzia títulos?! E o estádio não iria levar o Palmeiras a ser invencível?

    E o Internacional? Não era o “exemplo”, com o maior programa sócio-torcedor do Brasil e… deu no que deu! Estádio e tudo…

    E o São Paulo? Não era o “padrão”, com estádio, torcida de elite, e “profissionalismo”. E, de repente…

    O problema do futebol, principalmente no Brasil, é a confusão entre ações e resultados. Um clube às vezes é campeão, mais pelo “colapso dos adversários” do que por ter feito um plano realmente completo para ganhar uma Copa ou Campeonato. Aí, repete o “plano”…

  • leandro fabricio disse:

    Falou tudo chico maia…. não adianta ter uma mercedez nas mãos se não sabe dirigir…

    vc falou do palmeiras e eu levo sua fala para os lados do atlético… não bastou kalil entregar a mercedez nas mãos de um sem carteira pra dirigir (Nepomuceno), Nepomuceno é fraco e sem cacoete para lidar com futebol, poderia ser um bom gestor de marketing ou para mexer com as finanças do clube mas gerir o clube num todo não deu e não vai dar se assim for reeleito…

    Nepomuceno não passa segurança para os treinadores, os atletas o enxergam como um dirigente amigão e boleirão que tanto faz se a água corre pra cima ou pra baixo, com a saida de adriana branco e o falecimento do Maluf as coisas pioraram…. como vc disse não basta ter dinheiro se não sabe gastar…
    nepomuceno mandou embora quem não devia e trouxe quem não devia, jogadores sem o perfil do atlético, sem o perfil que a massa gosta, continuo a entender que o problema do atlético não foram os treinadores demitidos por ele, qualquer um que aí estivesse seria fulminado por nepomuceno e grande parte da midia e da torcida… o problema foi o pessimo planejamento do nepomuceno e da diretoria durante esses 3 anos, e isso também passa pelo DM e preparadores fisicos do atlético que foram uma decepção durante esses 3 anos…

    a verdade é que o barco está a deriva, não sei se vamos conseguir não naufragar…

    a verdade é que não sabemos quem vai ser o proximo presidente do clube para ano que vem, tudo vai depender da permanencia ou não do atlético na primeira divisão, a tendencia maior é que infelizmente Nepomuceno seja reeleito, mesmo porque os outros nomes conseguem ser de pior previsão do que o do proprio nepomuceno, acho que um nome bom seria o do Rodolfo Grophen, da antiga gestão do Kalil e um cara mais malandro e cascudo do que nepomuceno para mexer com futebol…

    a verdade é que uma limpeza no elenco deveria e deverá ser feita…
    fred poderia vir alguma proposta da china, emirados arabes ou estados unido e vazar…
    robinho esse já está certo que não fica
    carioca outro certo que não fica
    marcos rocha acho que o atlético deveria fazer uma troca com algum clube do brasil já que ele tem mercado forte por aqui, ou até mesmo ser negociado para algum clueb fora do pais
    luan e leo silva acho que deveriam fazer duas estátuas para eles como forma de agradecimento e tchau, clube de futebol não pode ser instituição de caridade…
    felipe santana, roger bernardo, marlone, pablo, rafael moura também tchau a todos esses, nem que seja na forma de rescisão de contrato de alguns…

    somando isso tudo olha a economia com a folha de pagamento que faria o atlético…

    aí depois é buscar jogadores com identificação com o clube e jogadores “baratos” com o perfil do clube…
    tardelli
    bernard
    maidana (river plate)
    o chileno gary medel
    erick (palmeiras)
    canteros ex flamengo
    citei esses como exemplo…

    Acho que o proximo presidente deveria ser alguém que pelo menos esteja acompanhando de perto a situação do atlético, na minha opinião o Rodolfo Grophen seria uma boa “aposta”, agora se tiver que ser Daniel Nepomuceno mesmo é orar e orar…

    estou falando isso tudo sem esquecer que antes ainda está faltando 24 pontinhos para essa turma de perna de pau pelo tentar conseguir para o final de ano não ser mais decepcionante para nós…

  • Alex disse:

    …com todo respeito as diferenças religiosas, mas como dizia um amigo meu: “superstição é fé no diabo”….o Cuca tá pagando mico com essas crendices dele…..houve uma época, ma minha adolescência que eu acreditava em tudo em qto era superstição….era um escravo delas…..hoje, com todo respeito, eu não ligo pra nenhuma delas mais….isso é bobagem, a fé vai muito além disso…..o Cuca tá dando mais valor a essas coisas do que os próprios treinamentos…..aquele beijo na careca do auxiliar foi ridículo…..e não adiantou nada, provando que isso é balela….usou um calça horrorosa o ano todo….não adiantou nada…

  • Thales Rosa disse:

    O futebol no pais precisa ser profissionalizado. 90% dos dirigentes são amadores.

  • Renato César disse:

    No Brasil ninguém sabe montar conscientemente uma equipe com pouco dinheiro. Só fazem por falta de opção. Mas isto é muito por comportamento da torcida e da imprensa, que cobram insistentemente gastos. Depois, ficam cobrando sem se lembrar do que pediram.

    Também, os números do futebol são absurdos. Pouco dinheiro hoje só mesmo no futebol amador.

    Eu passei em outro post sugestões de montagem de elenco para a próxima temporada. Entre a expectativa de receitas com negociações, economia com salários especulados, contratações envolvendo trocas e gastos com aquisições, o saldo seria um investimento aproximado de € 5,00 milhões.

    O custo geral com futebol giraria em torno de R$ 115 milhões em 2018, aproximadamente 1/3 do orçamento.

    Como eu disse anteriormente, “pouco dinheiro” é relativo.

    • José Eduardo Barata disse:

      E some a tudo isso que você escreveu , RENATO ,
      a prepotência dos “dirigentes” , que acham que tudo
      sabem e tudo podem .
      Eu , no mínimo , ouviria e daria créditos a postagens
      e opiniões de torcedores .
      Como as suas , por exemplo .