Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Com a saída de Fred Couto da disputa, futuro presidente do Atlético começa, efetivamente, a trabalhar

SETECAMARA

Sérgio Sette Câmara com o filho Serginho, piloto da GP2

Tudo indica que o Atlético terá candidatura única na eleição prevista para os primeiros dias de dezembro. O engenheiro Fred Couto (foto abaixo, extraída do site da Itatiaia) está disposto a deixar a disputa e deixar o caminho livre para que Sérgio Sette Câmara comece trabalhar o mais rápido possível visando 2018.

FRED

Caso o empresário Fabiano Lopes Ferreira, que também anunciou interesse em ser candidato, não inscreva chapa, a eleição será por aclamação.
No início deste mês o site Camisa 12, por intermédio do Robertinho Marques, teve uma conversa com o possível futuro presidente do Galo, que reproduzimos aqui:

* “Conheça Sérgio Sette Câmara: bate-papo e perfil do provável mandatário”

Sérgio Sette Câmara – Provável presidente da inauguração do Estádio do Galo

Embarcando para o Paraná na estreia do técnico Oswaldo de Oliveira para o confronto com o xará paranaense, conseguimos mesmo diante da prudência do provável mandatário de 2018-2020, inferir algumas posturas e perfis do dirigente que deverá administrar o clube no próximo triênio. Por ser o candidato da situação, há quem garanta que os trabalhos para o encaixe da transição administrativa já ocorrem nos bastidores e que tudo caminha bem para que o novo presidente assuma em janeiro de 2018.

Abaixo a íntegra do diálogo e a promessa de uma entrevista mais longa em momento oportuno:

Betinho C12 – Gostaria que falasse sobre a eleição que se aproxima e suas perspectivas para o pleito, o que aguarda?

Sérgio Sette – Olá Betinho, seguinte: não falarei muito agora, não é momento para isso. Estou cumprindo meu papel de ajudar e falarei quando for o momento adequado.

Betinho C12 – Como será seu formato para administrar o clube?

Sérgio Sette – Estamos num momento turbulento e não me estenderei muito. Entendo o trabalho feito, mas estamos pensando no Atlético e sempre em ajudá-lo. Adianto que meu perfil se assemelha ao do Kalil. Não ficarei concedendo entrevistas a todo o momento, estarei para resolver os problemas. Quando tudo estiver dando certo não aparecerei.

Betinho C12 – Por que não aparecerá tão frequentemente?

Sérgio Sette – Há pessoas para fazer isso. Temos departamentos competentes e o Domênico Bhering, por exemplo, fará a rotina das comunicações. O presidente não precisa aparecer a todo instante. Penso assim, e isso é um ponto diferente do que mantenho em mim. Precisamos trabalhar firmes.

Betinho C12 – Gostaríamos de desejar-lhe sorte para a possível nova caminhada.

Sérgio Sette – Agradeço e me permito, em outra oportunidade, responder mais perguntas. Sou atleticano de quatro costados e nesta situação precisamos cuidar. Serei extremamente sincero e objetivo no trato com a imprensa e com tudo que diga respeito ao Atlético. Meu estilo é o mesmo do Kalil. Muito obrigado e até breve!

Ficha Técnica: Sérgio Sette Câmara – 05/01/1965 – 52 anos

Cônjuge: Janaina

Pai de dois filhos – Sérgio Sette Câmara (piloto) e Helena Sette Câmara

Mestre em Direito Empresarial pela Faculdade Milton Campos

Especialista em Direito de Empresas pela Faculdade Dom Cabral

Graduado pela Faculdade Milton Campos – 1990

Atuação:  Empresas – Contencioso, Societário, Fusões e Aquisições, Contratos, Tributário e Administrativo

Em 2014 seu escritório Sette Câmara, Correia e Bastos Advogados Associados foi considerado o quinto  do país e o primeiro de Minas Gerais.

Seu filho, Serginho,  está na GP2, vencedor de grande prêmio em agosto deste ano.

Vice-presidente do Conselho do Clube Atlético Mineiro

Desde 1999 nos bastidores do Galo – foi vice-presidente de patrimônio em 2003

Na era Kalil ocupou a vaga de assessor da presidência

Em outubro de 2016 – foi eleito Vice do Conselho

Ajudou na administração Kalil a negociar as dívidas do clube

Possui perfil de austeridade administrativa

É um dos 50 Conselheiros Grandes Beneméritos do GALO

Provável presidente da inauguração do Estádio do Galo em 2020

https://camisadoze.net


» Comentar

Comentários:
17
  • jorgemoreira disse:

    Pergunta aos conselheiros, quanto era a divida do Kalil , e quanto sera a divida deixada pelo nepomusono? porque o nepomusono não sera responsabilizado?, por ter aumentado em muito as dividas e não ter ganho absolutamente nada, o ruralzão é obrigação, sim o rural com estes outros dois kkkkk adverssásrios é obrigação SIM

    • João Reis disse:

      JORGEMOREIRA!Vai se preocupar com as dividas do Galo?Porque não preocupar-se com as de seu cruzeiro???time:http://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/interior/2017/05/05/noticia_interior,399768/compare-as-financas-de-atletico-e-cruzeiro.shtml….A única diferença é que o Galo tem um shopping no valor de 800 milhões,mais que o suficiente para pagar o que deve.E seu cruzeiro,devendo 363 milhões,tem o que para pagar?100 mil sócios?Dinheiro do Bernard?Melhor ct do Pais?Projeto pronto,e dinheiro para construir seu próprio estádio???Sonho de simpatizantes é aumentar as dívidas do Galo no Gogó,e achar que o cruzeiro não deve nada a ninguém…Quando saiu a real dívida do cruzeiro,eles dizem que a imprensa é Galista,quando o Ibop aponta Galo à frente do cruzeiro em torcedores,eles dizem ser mentira,ser o Ibope comandado por Atleticanos,mas quando é instituto Paraná,eles afirmam ser um site totalmente confiável!Tem “toda razão,”Galo não tem o melhor ct do Brasil,não tem shopping,não tem suas dívidas equacionadas pelo Profut,não tem suas prestações pagas até 2022 graças ao dinheiro do Bernard,e não tem condições de construir seu estádio próprio,muito menos irá fazê-lo,e se fazê-lo,o Mineirão será do cruzeirão,O Galo só jogará lá se pagar aluguel para o cruzeiro não é mesmo!Há!E antes que eu me esqueça,cruzeiro não tem aluguel atrasado,nem foi acionado na justiça pela Minas Arena por não conseguir pagar aluguem do Mineirão…”Santa ingenuidade”

  • Regi.Galo/BH disse:

    O bom desse moço é que ele está sempre “à cavalheiro” para falar.
    É pela nobreza das suas palavras que a gente nem se dá conta que existe a zona de rebaixamento.
    Eu vou te contar, viu!!!!? Quando o Jaeci fala, é melhor pensar duas vezes.

    http://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/colunistas/jaeci-carvalho/2017/10/26/se-coluna_jaeci_carvalho_interna,437447/kalil-montou-uma-equipe-imbativel-no-galo.shtml

    (…)

    Já escrevi outro dia e vou aqui novamente dar uma sugestão ao provável novo presidente: Sérgio, aconselhe-se muito com o eterno presidente, Alexandre Kalil. Ele é sábio, conhece os atalhos para vencer, um gestor de muita qualidade. Claro que a presidência será sua, mas ter um conselheiro como ele é um privilégio. Não tenha receio. Procure-o e terá sua mão estendida, disposto a ajudar o clube que ama e o qual tornou vencedor. Não sou atleticano, todos sabem, mas sinto um orgulho danado de ver essa turma que citei nesta coluna conduzindo os destinos do alvinegro. Em 2015, a bola bateu no travessão. Em 2016, bateu na trave. Em 2017, a bola foi para fora. Porém, tenho certeza de que em 2018 ela voltará a tocar as redes. Quando o trabalho é sério e feito por gente abnegada, o resultado são os títulos. E tenho a certeza de que Daniel Nepomuceno, injustiçado por muitos, também estenderá sua mão a Sérgio Sette Câmara. Afinal, a equipe montada por Kalil é coesa, séria e, acima de tudo, responsável. Pensem nisso, torcedores e conselheiros. Não façam essa gente séria e honrada desistir do Galo.

    (…)

  • jorgemoreira disse:

    Que ele tenha força, e seje bravo contra a quadrilha do mau , que esta cada vez maior, vejam bem antes era só benecy mito da massa ,agora tem aquele lá de ipatinga e o idolo maior do outro lado o dono do helicoptero, sem contar o senador que teve a irmã(melhor não falar a que amordaçava a imprensa mineira) então força Sérgio, a torcida e as pessoas do bem estaram sempre ao seu lado

  • Raws disse:

    É lógico que torço pelo sucesso do Sérgio nessa empreitada, porém um detalhe me preocupa, estando ele ao lado dessa turma boa que revigorou nosso clube, porque ele não era o nome de preferência do Kalil? Primeiro era o Gropen, como ele não aceitou escolheram a incógnita do Nepomuceno e agora ele surge como terceira via.

  • Regi.Galo/BH disse:

    Está mais do que na hora de começar a trabalhar de verdade. É tudo para ontem!!

    Na pauta:
    => Reconstruir e tornar prioridade o Depto de Futebol e suas necessidades;
    => Reunificar todos os segmentos da torcida, promover ações de integração e coalizão, e potencializá-las como a grande arma que sempre foi;
    => Priorizar trazer um camisa 10 (imprescindível), dois armadores de lado de campo, dois centroavantes e dois velocistas. Além de despachar uma barca de atletas que não têm a menor condição de vestir a camisa do Galo;
    => Trabalhar pró-ativamente e preventivamente contra as maracutaias e falcatruas que certamente virão por aí em breve.
    => Revisar a realidade, reorganizar os propósitos e reestruturar os objetivos das divisões de base, e acabar de vez com as tantas e tantas obscuridades e suspeitas que constantemente recaem sobre o setor e os seus coordenadores.
    => Cercear o acesso ao pé de manga; proibir o uso de neologismos e exigir a devoção ao Hino do Galo diariamente, a cada início de trabalho.

    O futuro começa agora. Só espero muito empenho e dedicação e menos umbigo próprio!

    • Paulo César disse:

      Gostei do terceiro item: reunificar a torcida. Desde 2013, lamentavelmente, houve uma divisão explícita: os torcedores “clássicos” e os torcedores “novos”. Divisão inaceitável. Porque me considero “clássico” pela idade e “novo” por não aceitar mediocridade (nunca concordei; não começou em 2013…).

    • José Eduardo Barata disse:

      Alô , REGI.GALO ,
      o último item da pauta é prioridade zero .
      Bom demais da conta , sô !

    • Fabio Queiroz disse:

      …exigir devoção ao hino do galo??? hahaha diariamente? hahaha em que mundo esse povo vive? o que fazem? o que tem na cabeça? VEJAM HOJE NO GLOBO REPÓRTER! haha piada pronta!

      • Regi.Galo/BH disse:

        Caro Fábio,
        A piada é o pé de manga, sô. Esta foi inspirada pelo nosso mestre, o caro Barata!
        Já a devoção ao Hino teve como inspiração o nosso mestre Ronaldinho Gaúcho, que sempre prestava continência à massa quando driblava meio time adversário e fazia o gol. Sinal de dedicação e respeito!

        Tem que ser nesse estilo, ao som do Hino do Galo, continência à massa e mão no lado esquerdo do peito. Ou você prefere estilo Otero, baixinho atrevido que fica mandando a torcida adversária fazer silêncio?

        Abraço!

        • José Eduardo Barata disse:

          Alô , REGI.GALO ,
          a alusão ao pé de manga vem do tempo do
          Emerson “Cabeleira” que , afastado do time ,
          apareceu em uma foto debaixo de um pé de
          manga a saborear a fruta calmamente .
          Daí eu dizer que o “cara” que não quer nada
          com a bola deve querer chupar uma manga ,
          não é fato ?
          Um abraço .

    • Carlos Henrique disse:

      Tá certo Regi Galo, concordo, so uma pergunta:
      e as finanças do clubeNepo disse que estao equacionadas as dividas
      mas um elenco , tido como um dos mais caros do País
      atrás penso eu do Palmeiras e Fla
      com receita menores bilheteria menor,
      patrocinio menor
      será que o novo presidente, vai conseguir , vender jogadores e contratar.
      Tudo bem que o cara é advogado experiente, entende de dividas de empresa
      O Atletico esta chegando a marca de 100 mil socios isso ajuda
      as se o presidente resolver rejuvenescer esse time
      jogadorescomo Elias com contrato,para vencer daqui a 2 anos
      Felipe Santana, Roger Bernardo, tem Mercado
      de onde vai vir o dinheiro das novas contrataçoes
      so saberemos isso, daqui a alguns dias
      e o novo presidente falar do Planejamento

      • Regi.Galo/BH disse:

        Caro Carlos,
        Essa é a caixa preta da qual não temos o devido acesso.
        Realmente é uma pergunta complexa e que exigirá um comprometimento maior da futura administração. Todos os clubes fazem muitas besteiras com as finanças, como até dizia o Kalil, se não fosse por isso, seria até pior para nós. O estudo destas viabilidades não está na minha alçada, mas é necessário o uso da inteligência e da dedicação para superar tais expectativas. Realmente é preciso ouvir e entender melhor o planejamento, ainda mais agora.

        O que não pode é tornar a se repetir os desacertos recentes.
        É enterrar de vez a gestão Nepomuceno e começar de novo.
        Abraço!

  • Rodrigo Assis disse:

    Que Deus o abençoe nesse que com certeza será o maior desafio de sua vida.