Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Birra interna no Cruzeiro, envolvendo Itair Machado, pode ter tirado o jogo da final Sub-20 do Ipatingão

itair

Itair e o presidente eleito Wagner Pires de Sá só terão o poder da caneta azul depois de empossados. Na foto do Globoesporte.com ao lado de Benecy Queiroz, que deverá continuar na diretoria em 2018. Por mais incrível que pareça, Itair e o Dr. Gilvan apoiaram o mesmo candidato e foram vitoriosos, mas o racha interno os distanciou em menos de 24 horas da eleição.

GILVAN

Dr. Gilvan e a atual cúpula cruzeirense, usarão de seus poderes até o último dia do mandato.

Está na coluna do Fernando Rocha, que circulará na edição de amanhã do Diário do Aço, de Ipatinga

“Não entendí, assim como o Secretário de Cultura, Esporte e Lazer da Prefeitura de Ipatinga, Carlos Oliveira, com quem conversei na noite de domingo, também não entendeu o porquê da mudança inesperada de atitude do Cruzeiro, que chegou a enviar  um funcionário, que fez vistoria e aprovou o Ipatingão para sediar nesta quinta-feira(23/11), o segundo e decisivo jogo da Copa do Brasil/Sub-20, mas logo depois mudou de idéia e confirmou  a partida contra o Atlético para o Estádio Independência, com 90% dos ingressos destinados aos torcedores celestes.

·                   A coluna apurou nos bastidores, que o presidente Gilvan de Pinho Tavares se sentiu incomodado, pelo fato de Itair Machado, o futuro homem forte do futebol celeste, ter sua base em Ipatinga e estar interessado na transferência do jogo para o Vale do Aço. Então, para mostrar força, vetou a partida e com isso frustrou a numerosa torcida azul na região, que com certeza iria comparecer em grande número para apoiar o time, diferente dos poucos mais de 600 atleticanos, que desafiaram a chuva, além do horário pornográfico de 21:45 na noite de sábado, imposto pelo canal pago de TV que detém os direitos de transmissão, para assistir o fraco 0 x 0 do primeiro confronto, entre os dois maiores rivais aqui nos nossos grotões. (Fecha o pano!)

Teve de tudo

A 36ª rodada do Brasileirão teve de tudo um pouco. Muitas bolas na trave, gol não validado do capitão cruzeirense Henrique contra o Vitória, jogadores do mesmo time – Rhodolfo e Felipe Viseu, ambos do Flamengo, trocando insultos e quase saindo no tapa em campo, a confirmação do Atlético-GO como primeiro time rebaixado,   mas o melhor aconteceu no Independência, onde o venezuelano Otero roubou a cena marcando um golaço do meio-campo, o tal gol que  Pelé tentou e não conseguiu fazer em toda a sua vitoriosa carreira.

E teve ainda a faixa do campeão carimbada, num jogo bem disputado, que deveria ter sido programado para o Maracanã, onde certamente haveria muito mais torcedores, do que os minguados menos de 13 mil, na Ilha do Urubu, onde o Flamengo deu um sapeca-iá-iá de 3 x 0 no time misto e festivo do Corínthians.

A 36ª rodada foi encerrada ontem com dois jogos, Fluminense x Ponte Preta e Avaí x Palmeiras, registrando até então a pequena média de 11 mil torcedores por jogos, e também baixa média de gols, apenas dois por partida.

Bonito x Feio

Numa competição de nível técnico apenas mediano, devemos sim comemorar a atuação do Atlético, no primeiro tempo da goleada de 3 x 0 sobre o Coritiba, no Independência.

Mais ainda, a atuação individual de alguns jogadores do alvinegro, sobretudo o venezuelano Otero, que abriu o caminho da vitória fazendo 1 x 0, além de criar várias outras jogadas perigosas, mas sobretudo pelo protagonismo no gol antológico, ao  chutar do meio-campo, um feito extraordinário e raro no futebol de hoje, muito comemorado pela torcida e pelos seus companheiros de time, cujas imagens rodaram o mundo.

A vitória do Galo, que teve ainda o capitão Leonardo Silva marcando de cabeça o segundo gol, aproveitando cobrança de lateral de Marcos Rocha, quebrando jejum de um ano sem balançar as redes adversárias, deixa-o vivo novamente em relação a participar pela sexta vez consecutiva da Libertadores, em 2018.

Por outro lado, no jogo em que o Flamengo enfiou 3 x 0 no campeão, Corínthians, o gesto feio e inadmissível de Rhodolfo e Felipe Vizeu, companheiros se agredindo e se ofendendo à vista da torcida e das câmeras de televisão.

Por falta de rigor e competência,  como acontece com toda a arbitragem brasileira, Wagner Reway, o assoprador de apito da partida,  não deu sequer um cartão amarelo para os dois jogadores brigões, mas pelo menos a diretoria do Flamengo tem que exigir deles mais respeito com a camisa que vestem.

FIM DE PAPO

·        Com esta vitória sobre o Coritiba, combinado com tropeços de concorrentes diretos  à vaga na Libertadores, o Galo subiu três posições e chegou ao 8º lugar, atrás apenas dois pontos do Botafogo, sétimo e último do chamado “G7”, grupo com vagas na maior competição continental, em 2018. No próximo domingo encara o Corínthians, em Itaquera, fechando contra o Grêmio dia 3 de dezembro.

·                   A expectativa é que ambos os adversários do Galo nessas duas rodadas finais estejam desmobilizados, pois o Timão já é  campeão, enquanto o tricolor gaúcho estará envolvido com a decisão da Libertadores contra o Lanús, da Argentina. Caso ainda o Flamengo conquiste a Copa Sul Americana, e o Grêmio a Libertadores, abrirão mais duas vagas para equipes nacionais, aumentando as chances de classificação do Atlético.

·                   O Cruzeiro não fez uma partida excelente contra o Vitória, sobretudo nos primeiros 20 minutos do 1º tempo, quando Brian  cometeu pênalti infantil, e a equipe baiana fez o seu gol. Mas não se pode negar que o time celeste foi aguerrido, criou inúmeras oportunidades até empatar, além do gol não validado do capitão Henrique, onde ficou provado pelas imagens da TV que a bola ultrapassou a linha do gol. Só o “poste” chamado também de juiz de linha,  que fica posicionado atrás do gol, não viu e não vê nada

Por Fernando Rocha – Diário do Aço


» Comentar

Comentários:
24
  • Rafael disse:

    Esse Itair ainda vai virar presidente do Cruzeiro.

  • Renato César disse:

    https://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/cruzeiro/2017/11/21/noticia_cruzeiro,443001/arrascaeta-contraria-gilvan-e-recusa-oferta-para-deixar-cruzeiro.shtml

    “Arrascaeta contraria desejo de Gilvan e recusa oferta dos EUA para deixar Cruzeiro”. Pegando o que disseram os envolvidos, a situação é a seguinte: Cruzeiro fez uma compra casada e o Arrascaeta custou quase 8 Milhões de Euros (4 do Arrascaeta e 3,7 do Latorre); clube deve 1,2 Milhões de Euros pelo Arrascaeta e 3,2 Milhões de Euros pelo Latorre; Americanos ofereceram 6 Milhões de Euros; como o clube só tem direito a 30%, receberia 3,6 Milhões de Euros, mas deve ainda 4,4 Milhões de Euros; segundo o empresário do atleta, os americanos ofereceram salário muito abaixo do atual dele.

    Administração atual do Cruzeiro faz lembrar muito a da década de 90 do Galo. Já existem algumas penhoras sendo feitas. Daqui a pouco não conseguirão mais segurar as notícias e muitas outras coisas vão aparecer.

  • Thiago disse:

    Porque não o Mineirão? Não perguntaram a garotada onde eles gostariam de jogar?
    Não seria importante pra essa garotada sentir o peso e jogar no Mineirão com uma torcida maior, gritando seus nomes?
    Amadorismo desses dirigente extrapola o nível estratosferico!

  • Alisson Sol disse:

    No noticiário de MG, o Cruzeiro está quebrado, vendendo o uniforme reserva e torcendo para o uniforme oficial durar muito. Já no noticiário nacional, Cruzeiro recusa oferta de R$ 23 mi e segura Arrascaeta para 2018. Engraçado ver o pessoal de SP dando furo em jornalista de MG, sobre times de MG…

  • Valmar Azevêdo disse:

    Onde impera a arrogância, não poderia ser diferente.

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Caro Thales Rosa,

    Apesar de perceber que você sumiu após a última traulitada que o Atlético Mineiro deu no nosso Cruzeiro, imagino que você possa estar aí na moita ( Deixando claro que quando me refiro à “moita”, falo daquele tipo de pessoa que prefere não participar comentando, mas que tá sempre acompanhando o Blog. Aliás, direito de qualquer um. Estou desenhando, antes que interpretem errado e possam achar que estou me referindo a outras pessoas que não têm nada a ver com a minha abordagem ao Thales Rosa agora… ), só “cubando” uma coisa ou outra por aqui de vez em quando…
    Mas vc se lembra de quando eu tentava te alertar, quanto àquele estilo só provocativo ?? Pois é… Você provocou demais os Atleticanos antes do último clássico, imagino que até “embrigado” pela conquista do Penta da Copa do Brasil ( Que eu também fiquei por muito tempo… rs ), mas aí depois da cipoada de outro 3 x 1, quem permaneceu aqui no Blog para aguentar as devidas zoações foram poucos Cruzeirenses, porque você mesmo depois disso, pé na braqueara, sumiu…
    Então me desculpe meu nobre, mas o mesmo questionamento que já fiz a alguns Atleticanos aqui do Blog que falavam demais e depois davam aquela sumidinha básica, agora sou obrigado a fazer contigo.
    Com isto, quem sabe você possa repensar algumas coisas e voltar a participar aqui no Blog conosco. Inteligente e conhecedor de futebol eu sei que você é. A minha única dica, mesmo sem você ter me pedido opinião nenhuma, é para tentar comedir as zoações e não zoar antes da hora. Senão depois, acaba ficando feio é pra quem zoou demais, falou muito, mas acabou quebrando a cara e sumiu…

    Abraços

  • Rafael disse:

    E no Cruzeiro, eles vivem cheios de vaidade.

    OBS> A bola do chute do Henrique não entrou

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Estive lá na Sede Campestre do Cruzeiro neste sábado e percebi reflexos dessa mudança de Diretoria. Mas isso é normal. Saiu uma turma que tinha seus preferidos e entrou outra que também tem seus preferidos. Situações corriqueiras em qualquer transição de administração. O maior problema disso tudo, é a turma que não quer largar o osso de jeito nenhum e tenta de alguma forma tumultuar…
    Dia 02/12/17 terá eleição do novo corpo de Conselheiros e o Dr. Gilvan “determinou” uma urna exclusiva só na Sede Urbana ( Barro Preto ), onde uma das chapas de Conselheiros tem a sua base mais forte. Então lá no Clube sábado, estava rolando um abaixo assinado, que eu inclusive assinei, para que fosse colocada outra urna também na Sede Campestre ( Região da Pampulha ), onde a outra chapa tem sua base mais solidificada. E é o que eu acho mais justo. Já que o Clube possui duas Sedes de Lazer para os associados, por questão de democracia deve haver sim uma urna em cada. Assim não se favorece nem A e nem B.

  • Guilherme Leôncio disse:

    Falar em confusão, o coronelismo invade o futebol. Pessoas envolvidas no escândalo da compra de direitos de transmissão das copas 26 e 30 que estão sendo investigados nos Eua; estão sendo assassinados. Primeiro foi na Argentina (pode ter sido suicídio), agora no México. A Record mostra tudo!

  • Walter Pereira disse:

    Francisco,
    O cara é réu confesso em compra de arbitragens, e continua lá nas trincheiras da Enseada das Garças?!
    Se fosse um país sério, estaria preso e longe do futebol.

  • Renato César disse:

    Sobre a final da Supercopa Sub-20, quanta “inocência”! Este ano o Galo ganhou os Campeonatos Mineiros sub-14, sub-15, sub-17, sub-20 e profissional. Ou seja, todas as categorias. De quebra, ainda venceu os dois clássicos do Brasileirão.

    O que o Gilvan quer é levar torcida para este jogo. Ingressos a R$ 5,00 para os celestes.

    Em jogo está, além da tentativa de interrupção desta supremacia, uma vaga para a Libertadores sub-20 do ano que vem.

    Não acreditem em “birra” não porque este jogo vale muito para isto.

  • Alisson Sol disse:

    A coluna apurou nos bastidores, que o presidente Gilvan de Pinho Tavares se sentiu incomodado…
    Que isto? Coluna sobre futebol? Nem coluna de site de fofoca é tão mal escrita…

    • J.B.CRUZ disse:

      CARO ALISSON:
      Interessante essa sua observação…”’A Coluna Apurou nos Bastidores,,,,,,,,,
      Pelo que se Sabe a Nova Presidência Só |tomará Posse em Janeiro de 2.018; portanto Dr: Gilvan é que Ainda Comanda o Destino do Futebol AZUL……..

  • Bernardo Montalvão disse:

    Se o Perrela não fosse tão nanico, eu diria que a camisa do Itair é herança do “baixim”
    Thiago Neves, cê é invejoso demais mano.

  • Gabriel Júnior disse:

    Lá é sempre assim, as sociedades duram pouco, a trairagem e a vaidade impede uma convivência amigável. Um rei mal coroado aqui e em Brasília, planta a discórdia e seus discípulos seguem um modelo de colher o vil metal a qualquer custo. Tal pai, tal filho! Prevalece a Lei do Gerson!

  • Guilherme Gonçalves Costa disse:

    E a atitude infeliz do Thiago Neves???? hahahahaha. Resolve zoar o Otero e posta uma foto do próprio Otero mandando a torcida do cuzeiro calar a boca. kkkkkkkkkkkk. Vai ser mané assim la nos Emirados Árabes.

  • Salomão Duarte disse:

    O duro vai ser aguentar esse Itair de novos nos noticiários esportivos, chato de galocha e com mania de grandeza.