Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Americano da gema alerta: maioria deste grupo campeão de 2017 não tem condições de disputar a Série A em 2018

América MG x CRB pela última rodada do Campeonato Brasileiro Série B. América campeão . Lucas Figueiredo/CBF

Foto Lucas Figueiredo/CBF/https://fotospublicas.com

Meus amigos e amigas do blog, o Márcio Amorim é um dos americanos mais fiéis que conheço, frequentador de quase 100% dos jogos do time, muito bem informado sobre o clube e o futebol em geral, além de Conselheiro do Coelho. Tenho sempre um respeito especial pelo que ele fala e escreve. O que ele comentou no blog merece destaque e reflexão por parte de todos os americanos, principalmente da cúpula dirigente e da imprensa, já que o alerta é importante nestes momentos de grande euforia pela conquista. Como ele próprio diz, “. . . é assunto que ainda vai render e reconheço que posso estar enganado em relação a alguns que citei . . .”.

Ele fala de paciência estranha de grande parte da imprensa em relação a alguns jogadores, dentre eles, Renan Oliveira. Mas eu que sempre fui um duro crítico do Renan no Atlético, me surpreendi com a performance dele no América. Tudo bem, que não vi todos os jogos, como o Márcio, porém, cresceu demais com a camisa americana, com espírito guerreiro e decisivo em muitos momentos.

Com as senhoras e senhores, dedo americano no que podem ser feridas:

“Caro Chico!
Passada a festa, o que mais tenho ouvido é que o América deve manter esta base para o ano que vem. Para mim, a base é a comissão técnica e uns 6/8 jogadores do grupo. Não se pode enganar na Série A com uns atletas que jogaram (sofrivelmente) a maioria das partidas. Série A não está ao alcance da maioria deles. Fizeram o que podiam no nível deles, que é o nível fraco da B. A Série B, com certeza, ainda será o destino da maioria.

Não vou me furtar, agora de cabeça fria, depois do acesso, e nem tanto pelo bi-campeonato, de citar nomes, embora muito agradecido a eles. Cumpriram o papel para o qual foram contratados. Só que Série B é coisa do passado para o América, não para eles.

O maior erro da diretoria em 2016 foi valorizar um grupo campeão mineiro e apostar na maioria. Foi um fracasso, um vexame. Jogadores como Juninho, Ernandes, Renan Oliveira e Felipe Amorim são limitadíssimos. O Renan conta com um apoio estranho da maioria esmagadora da imprensa mineira: o Juninho, que eu vi dar chutão para o alto com apenas 16 segundos de jogo, tem a igualmente estranha preferência do técnico; o Felipe (Amorim?) entrou também estranhamente, faltando 5/6 minutos para o final, mais os descontos, no jogo contra o Inter, após o América levar o segundo gol em um jogo parelho, disputadíssimo. O estranho é que ele não jogava desde março, amargando reserva. Seria para empatar o jogo? Duvido. De lá para cá, entrou em todos os jogos com a mesma inoperância que lhe é característica.

Esses que citei, juntando-se a Mike, Lima, Hugo Almeida, Hugo Cabral, Neto Moura e vários outros devem dar espaço para novas contratações. Times da B/C/D não lhes faltarão. A base (a da casa) deve ficar: Messias, Roger, Matheusinho, Zé Ricardo, Christian e os outros que surgirem na próxima Copa São Paulo.

É assunto que ainda vai render e reconheço que posso estar enganado em relação a alguns que citei. Entretanto, é muito difícil que toda a torcida que perdeu a paciência com quase todos eles, em todos os jogos de que participaram, esteja errada. Isto em um torneio em que alcançamos o objetivo.

Vamos aguardar…

Por Márcio Amorim


» Comentar

Comentários:
27
  • Alisson Sol disse:

    Eu confesso que assisti um jogo do América-MG na Série B este ano “porque era o que estava passando”, e eu gosto de futebol. E era o jogo contra o Inter, e lá vou eu com expectativa lá em cima. Assisti um tempo, e doeu os olhos. Acho que, dos dois jogos América-MG x Inter, este foi “o outro”, pois não teve nada de disputadíssimo no tempo que assisti. Nem a final da Copa do Brasil entre Cruzeiro e Flamengo foi tão “amistosa”. Mais um daqueles jogos de campeonato em que os times estão “esperando as penalidades”.

    Espero que o América-MG tenha melhor sorte no próximo ano, mas para isto é preciso planejar agora. Do contrário, já chega ao final do primeiro turno praticamente rebaixado.

  • Rafael disse:

    Devem já estar preparando a barca de reforços:

    Alex Muralha – Flam
    Patric – Vitória
    Rodrigo – Ponte Preta
    Felipe Santana – Galo
    Bryan – Cru
    Roger Bernardo – Galo
    Márcio Araújo – Flam
    Dudu Cearense – Bota
    Marlone – Galo
    Élber – Cru
    Sassá – Cru

    E ainda: Renan Ribeiro, Apodi, Werley, Thiago Heleno, Edimar, Leandro Almeida, Walter Barriga…

    Técnico: Marcelo Oliveira

    • Rafael disse:

      Êpa! Dos jogadores citados que brinquei como potenciais reforços para o Coelho pode vir é para meu Galo: Thiago Heleno!

      Espero que não venha, não tem o futebol que o Galo precisa. Vão trazê-lo só porque é atleticano? Um He-Man II?

    • Leandro Celeste disse:

      Desse time ai pode trocar o Sassa pelo Fred cone, já que o Sassa jogou menos de 10 jogos no Brasileiro e fez 6 gols, jogou muito e vai jogar melhor em 2018

  • Horacio V Duarte disse:

    Prezado Chico,
    O América tem um excelente técnico, certamente saberá, como soube, fazer as contratações e manter o desempenho do time. A séria A está com o nível da série B, a diferença é a idade dos jogadores e a velocidade do jogo, leia-se correria e preparo físico, e é só, muita mediocridade e salário alto.
    Os times de ‘ponta’ vão usar o time B nos jogos da libertadores e da copa Brasil e alguns da sudamericana. Quem não fizer isto acaba como o Botafogo, que no caso não tinha esta opção. O América tem que saber aproveitar.
    Não acho que o clube deve se desfazer do que deu certo, tem que ir mesclando o time, fica quem tiver desempenho e, principalmente, manter o técnico. Que estas contratações ridículas e as trocas de jogadores, 6 por meia dúzia por preço de dúzia, no Atlético sirvam de exemplo.

  • Helio Antonio Corrêa disse:

    ‘CONTERRANEO” Chico Maia e
    MARCIO AMORIM.
    Interessante, e ninguem repercutiu , eu disse exatamente isto, no Post de Chico na segunda feira, quando todos estavam em festa, e tinham que estar mesmo, com o título do América.
    No dia, eu dizia que a comissão técnica nao podiam cometer o mesmo erro do Givanildo e que o ENDERSON não deveria morrer abraçado com o elenco.

    Dizia mais,o ataque do América , era ataque de asma, e o Branquelo Gordinho do meio campo, precisava aprender que quem joga naquela posição, não podia errar tanto passe quanto ele erra numa partida, e que para jogar com ele no meio , precisava o America jogar com 12, pois teria que colocar mais um volante para recuperar as bolas que ele entrega ao adversario.

    A dupla de area , nao consegue trocar 3 passes certos na partida e que o CRB, que nao queria nada com o jogo, quase nos tirava o título.
    Foi bom mais alguem falar neste assunto, pois se isso não for levado a serio, o clube pode começar a preparar para o título de 2019 na B, pois ira fazer figuração em 2018 na A.

  • Silvio T disse:

    Chico, já que a “competentíssima” imprensa tradicional não questionou, seria um bom assunto para o seu blog elucidar. Como o público do mequinha foi o maior da história do Indepa se o que mais via eram lugares sobrando em todos os setores do estádio???!!!!! Nas poucas vezes em que a terrível transmissão do premiere deu uma geral, era de espantar, especialmente no setor 4.

  • DUDU GALOMAIO BH disse:

    Márcio Amorim, gente boa como é… posso dizer que seja o único motivo existente para que eu veja algo de bem em ver o América vencer, considerando a antipatia e rancor de todos os demais americanos que conheço, para com o meu Galo… rsrsrs.
    Parabéns a você, pelo acesso!

    Abraço!

  • Pedro Vítor disse:

    Já que é pra falar a verdade então respondam

    Quantos mando de Campo o América irá vender pra prejudicar Atlético na competição?

    É tem Atleticano que vai lá no Independência ajudar o América espalhar mentira por aí é duro viu…

    E espero ver o América se manter no Brasileiro, mas se depender da próprias forças não se mantém na serie A

    • jorgemoreira disse:

      Que a proxima diretoria trate o Amercia como os falastrões da diretoria do America tratam o Galo, quer jogador emprestado pague,e que no jogo entre eles que cada um fique com a renda da sua torcida,porque sempre quando o jogo é contra o Galo os falastrões insistem sempre em usurpar os torcedores do time que sempre sustentou o America com a presença de sua torcida, e mais quando o Galo tem interece em algum jogador do America a preferencia é sempre pros outros times principalmente este outro time de BH, chega de sustentar judas

  • Leandro Celeste disse:

    Espero que o Cruzeiro reforce o América para o ano que vem! Jogadores como Bryan, Elber, entre outros tem plenas condições de jogarem num time da A que tem o objetivo se manter, mas não tem condições de jogar num time que tem o objetivo de ser campeão de tudo em 2018!

  • Luiz ibirite disse:

    Parabéns ao Márcio Amorim sempre lúcido e informado quando fala sobre o América!

  • Ed Diogo disse:

    E ele não citou Para Giovani Bill Edno e outros mais que não lembro , não como a diretoria vai fazer para não se iludir ou arrumar grana

  • Márcio Amorim disse:

    Apenas uma correção: Não sou Conselheiro do Clube, embora muitos pensem que sou. Sou apenas conselheiro,

  • Tonho ( Mineiro ) disse:

    Falta 3 times pra cair em 2018

  • Ferderico disse:

    Tinha comentado antes sobre isso principalmente devido o caso do Robinho e ninguem deu a minima. https://brasil.elpais.com/brasil/2017/11/24/deportes/1511552695_344160.html

  • Renato César disse:

    Pois é, Chico! Por causa disso que o Coelho cai toda hora. Sobe e acha que tem que fazer outro time, com jogadores de ponta. Aí, com a meia dúzia que vai ao campo, não consegue manter o grupo, entra em crise, não tem força para reagir e cai de novo.

    O negócio é tentar manter a maioria. Alguns jogadores se valorizam e têm mercado. Aí, faz umas trocas e garimpa mais alguns jogadores. Muitos clubes têm jogadores sobrando no elenco que encaixariam perfeitamente no América. Basta fazer negócio.

    Se não aceitar que o clube é pequeno, com pouca torcida e sem muita força, vai meter os pés pelas mãos outra vez. Tem que deixar a arrogância de lado e planejar crescimento com passos do tamanho que podem dar.

  • Gabriel Júnior disse:

    Engraçado, outro dia ser campeão da Série B era vergonhoso e um título inaceitável; agora já é bi campeonato.

  • Raws disse:

    Me desculpem os Americanos, mas achei muito criativo o que alguém escreveu, ” o América já está montando o time para a série B de 2019″. Kkkk

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Se o Márcio Amorim falou, se eu fosse da Diretoria do América e tomasse conhecimento, com certeza iria refletir bastante. Porque realmente, se existe um Americano que fala o que precisa ser falado do América, este é o Márcio Amorim. Que infelizmente anda um tanto quanto ausente nas participações aqui no Blog, mas que quando comenta, o faz com maestria.

    • Márcio Amorim disse:

      Caro Claytinho do Nova Vista – BH!
      Estou de volta, com muita alegria por poder debater futebol com pessoas como você. Estive ausente uns tempos porque fui traído por uma informação de que o blog sairia do ar. Desculpei-me com o amigo Chico Maia por falha tão infantil. Com a notícia, deixei de procurar uma informação correta e só descobri que o blog estava ativo por sorte. O importante é que estamos de volta. Este espaço exala democracia e nos dá chances de corresponder com pessoas educadas e inteligentes sobre uma coisa que nos une sobremaneira: o futebol. O melhor é que, com muitos cabelos brancos a mais, voltei mais tolerante com as pessoas cuja coisa mais importante para elas é denegrir o meu time. Logo eu que só faço comentários sobre Atlético ou Cruzeiro para elogiar algum feito. Agradeço as palavras de elogio principalmente porque tive de pensar muito para escrever sobre algo tão sério e escolhi muito as palavras para não ser mal interpretado nem injusto com o grupo que conduziu o América para a Série A. Sou grato a todos, mas, agora, o nível sobe muito. Enfim, é apenas uma opinião. Abs.

      • Renato César disse:

        Prezado Márcio Amorim, outras vantagens da passagem do tempo é que aprendemos que não somos donos da razão e ouvir mais é melhor do que falar mais.

        Tenho dito há tempos que o problema do América é que, quando sobe, acha que é o Real Madrid e já pensa em Mundial no final do ano. Só que não tem força nos bastidores, dinheiro e nem torcida para isto.

        A realidade é que, ao subir, o clube precisa manter a base do elenco, toda comissão técnica e, principalmente neste ano, a sinergia que fez o time ser campeão.

        Certo que no elenco existem dois bons goleiros. A defesa (laterais, zagueiros e volante) também se mostrou muito eficiente, levando o time a ser o menos vazado e o que menos perdeu. Também tem um bom jogador no meio para um clube do porte do América que é o Ruy (talvez ele sirva até para compor elenco de times grandes). O ataque com Bill e Luan também foi eficiente.

        Matheusinho, de todas as vezes que vi, pareceu mais lero-lero que futebol. Acho que este aí é foguete molhado. Se tiverem alguma proposta, passa no cobre logo.

        Não sei a situação dos contratos dos jogadores, mas o ideal seria conseguir manter a maioria. Foco nos próximos três anos precisa ser ficar entre 11º e 15º, tentando melhorar a cada ano. Depois que acostumar a jogar a séria A, os patrocínios serão maiores, a torcida vai frequentar mais o estádio, haverá mais espaço na mídia.

        Aí começa a pensar em subir mais um degrau e a mirar entre o 6º e o 10º lugar. Qualquer pré-libertadores que aparecer já será lucro. Isto é crescimento sustentável. O problema é que a diretoria não pensa assim, aí, o descenso tem sido sempre imediato! Use a experiência de vida e reflita sobre…

        • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

          Caro Renato César,

          Concordo plenamente com este seu texto sobre o América. Também penso que o foco principal deles, seria a simples permanência na Série A. Depois de uns 02 ou 03 anos já consolidado nela, quem sabe o futuro não lhes reserva voos mais altos… Mas se já acharem que vão entrar em 2018 querendo brigar pelo Título, como aquele Alencarzinho falou da última vez, aí vão cair no mesmo erro de antes.

          Abraços

      • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

        Caro Márcio Amorim,

        É isso aí !! Seja bem vindo de volta !!
        Te confesso que eu passei a respeitar mais o América, muito por sua causa. Pela sua postura aqui Blog. E justamente por jamais ter visto vc se referindo ao Cruzeiro de forma pejorativa, parei de citar o América como “Mequinha” por exemplo. E pessoas como vc, não é o fato de torcer por um time diferente do que eu torço, que pode me fazer abrir mão do prazer desta educada e respeitosa convivência. É justamente convivendo com pessoas melhores, que eu tento absorver e aprender muita coisa.
        Em 2018 estaremos aí, torcendo pelos nossos times, concordando, discordando, nos zoando, mas acima de tudo, nos respeitando !!

        Abraços

        • José Eduardo Barata disse:

          CLAYTINHO ,
          “Mequinha” não é insulto ou ofensa , antes carinho por
          um time que não merece os seus atuais dirigentes .
          Entre os muitos americanos que conheço e convivo , a
          citação , muitas vezes , parte deles próprios .
          Aqui onde moro tem um bar extremamente simpático ,
          o Bar do Paulinho , reduto de americanos , e nunca vi
          nenhum rancor no trato com seus torcedores .

          • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

            Grande José Eduardo Barata,

            Eu também pensava assim. Falava “Mequinha” achando que era uma forma carinhosa de me referir ao América, até que aqui mesmo no Blog um outro Americano me interpelou, reclamando por eu ter usado este termo, dizendo que os Americanos não gostavam e tal, que pra eles era sempre América ou Deca Campeão, aí como percebi que a maioria dos Americanos não citavam o Cruzeiro com termos pejorativos e ainda um deles reclamou comigo sobre “Mequinha”, aí eu nunca mais me dirigi ao América assim. Mas isso já tem mais de uns 07 ou 08 anos e na época vc não participava do Blog, por isso não sabia deste fato.

            Abraços