Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

A melhor notícia da semana para o futebol mineiro com vistas a 2018 foi a renovação do Enderson Moreira com o América

SALUM

Marcus Salum, Alencar da Silveira Jr. e Enderson Moreira

É o primeiro sinal de que o Coelhão aprendeu com os próprios erros e montará uma time que o garanta na Série A de 2019. A volta do Marcus Salum ao dia a dia do clube também foi uma excelente notícia. Ele nunca se afastou, mas trabalhava nas questões estratégicas, principalmente nas negociações de direitos de TV, CBF e patrocínios. Grande dirigente! Troca de posição com o Alencarzinho, que além de barulho é brilhante como dirigente também e provou isso nos últimos anos.

O ano novo começará com o América ostentando a condição de ter o técnico mais “longevo” da prateleira de cima do futebol brasileiro. Está no clube desde julho de 2016. Importante a ressalva porque o Claudio Tencati, do Londrina, está há cinco anos no cargo, porém na Série B. E bateu na trave este ano na luta pelo acesso, ficando em quinto lugar, com 62 pontos, dois a menos que o Paraná. O Coelhão foi o campeão com 73. Inter, 71 e Ceará 67. (Só prá relembrar e cutucar aqueles que secaram o América, hehehe…)


» Comentar

Comentários:
6
  • Helio Antonio Corrêa disse:

    Excelente a noticia.
    Agora esperemos que o ENDERSON nao faça como o Givanildo quando o America subiu com ele para a A
    Ou seja:, não queira morrer abraçado com este elenco, este time, serve para a B e não para a A.
    Caso contrario, fará papel identico ao do ATLETICO DE GOIAS, subiu e permaneceu na lanterna o campeonato todo.
    Que o América tenha aprendido com os erros e não os repita , senão, pode preparar a festa de mais um títulos da B em 2019.

  • Lúcio Flávio disse:

    Realmente importante já que não se tem muita opção de técnicos no mercado brasileiro. Praticamente iguais, um ou outro se destaca, depende mesmo é da diretoria.
    Amanhã tem mais mala branca no Rio… O juiz Marcelo Bretas disse que corrupção no Rio se assemelha a uma metástase e ainda encontra um mineiro que também gosta dum “negocinho”.

  • Carlos Henrique disse:

    Boa Chico , secaram o America
    So espero que o America nao perca sua identidade
    revelar
    nos anos 90 revelou para os dois Atletico e Cruzeiro
    Palhinha, Ronaldo Luiz, Gilberto Silva, Fred, Richarlisson
    Éder, Tostao e tantos outros
    pode contrata rpara a serie A
    mas tem que segui o Santos
    ai sim dará certo
    se começar fazer como o Galo , trazendo somente rodados, nao vai chegar a lugar nenhum

  • Horacio V Duarte disse:

    É boa notícia sim, para quem gosta de futebol é. Espero que de sorte e continue, precisamos de bons técnicos, chega dessa história pra boi dormir que futebol é resultado, conversa de cartola.
    Também já estou farto dessa história da carochinha de que o ‘crack’ é aquele que desequilibra e define o jogo, só se não desequilibrar o time, é muito bom para audiência da tv e vender camisa, e só.
    Futebol não tem mágica, é treino é conjunto é disciplina, só com trabalho, e muito trabalho. Só assim uma jogada pessoal pode definir alguma coisa.

  • Guilherme Gonçalves Costa disse:

    Bom treinador o Enderson. Não é qualquer um que consegue ficar 21 partidas sem sofrer gol. Grande acerto do América. Quanto ao Galo, Chico, vai uma informação pra quem é supersticioso. hehehe. 2017 foi o ano do Galo no calendário chinês. Coincidência ou não, toda vez o ano do Galo é uma tragédia pro Galo. 1993, 2005 e 2017. Outro ano ruim como esse espero que seja só em 2029. kkkkk. Tá doido, sô!!!! Tanta expectativa em relação a este time atual do Galo, e vamos terminar o ano apenas com o título estadual. Nada além de obrigação já que o Galão é o maior campeão do estado. Com vaga na Libertadores ou não, ano que vem as coisas precisam ser diferentes e os resultados têm que aparecer. Vida longa ao Galo!!!! Bica, Bicudo!!!

  • Renato César disse:

    Chico, salvo engano o Tencati pediu demissão do Londrina na última rodada da série B.

    Já a manutenção do Ederson Moreira é um bom sinal, mas tem que garantir a manutenção de boa parte do elenco também. E sem aquela história de montar time para ser campeão de tudo.