Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Dois grandes profissionais na Toca e Barro Preto poderão garantir que a crise política não impedirá um 2018 promissor para o Cruzeiro

marco-antonio-lage

O Cruzeiro continua passando por uma guerra interna entre seus dirigentes como em poucas vezes em sua história. E o presidente eleito Wagner Pires de Sá não se posiciona e nem se pronuncia sobre as acusações entre seus pares de futuro comando, ex-aliados e adversários. Quando assumir terá que se posicionar e mostrar habilidade para contornar tudo minimamente para conseguir comandar o clube.

Mas o importante mesmo, que conta, é que o futebol está e ficará intocado, enquanto o Mano Menezes for o treinador. Ele é quem manda nessa área, desde que chegou pela primeira vez à Toca Raposa, e continuará mandando. Ninguém se aproxima, ninguém mexe.

Fora do campo, Wagner Pires marcou um gol ao contratar Marco Antônio Lage para comandar a comunicação do Cruzeiro. Jornalista respeitadíssimo, itabirano, cruzeirense, foi um bom lateral direito no amadorismo e peladas, mas seu forte mesmo é a comunicação. Foi diretor da Fiat Automóveis durante 25 anos e deixou a montadora em julho deste ano. Recebeu convites de outras montadoras e empresas de outros setores, mas preferiu aceitar o convite do Cruzeiro, já que adora o futebol e durante seu trabalho na Fiat mantinha estreitas ligações com a Juventus de Turim. Seus principais focos serão o aumento de arrecadação e a internacionalização definitiva do clube.


» Comentar

Comentários:
2
  • J.B.CRUZ disse:

    O CRUZEIRO Sempre Deu Sorte Com Bons Dirigentes…..Apesar do Baixo Astral Que a Imprensa Quis Implantar no MAIOR DAS AMÉRICAS Neste Ano; o Saldo foi Altamente Positivo..
    PENTACAMPEÃO DA COPA DO BRASIL: ORGULHO DAS MINAS GERAIS…
    CRUZEIRO SEMPRE !!!…
    Boas Festas e Feliz Ano Novo a Todos !!..

  • Raul Otávio da Silva Pereira disse:

    Ser “itabirano e cruzeirense” é pleonasmo.
    Talvez Itabira seja a cidade com maior percentual de cruzeirenses – talvez 100%…kkkk – de Minas Gerais.
    De qualquer forma, seja bem vindo, Marco Antônio.
    “Nosotros” conterrâneos sabemos que você fará um excelente trabalho.