Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Mais um campeonato estadual, porta da esperança para promessas, famosos, estrelas cadentes e ex-jogadores em atividade

Mais uma ótima “garimpagem” jornalística do Henrique André e do Cristiano Martins para o Hoje em Dia, agora sobre o Campeonato Mineiro que começará na semana que vem. Às vezes é difícil até para nós da imprensa entendermos o que ocorre com determinados jogadores que não dão conta de conduzir bem as suas carreiras e se perdem pelo caminho. Alguns pelas escolhas que fizeram no percurso, outros por causa de contusões, uns por serem cabeças cozidas mesmos e outros fatores como álcool, drogas, questões familiares e por aí vai.

Algumas situações se tornam dramas humanos, pois o futebol é uma arte de safra única para cada um que abraça essa profissão. Tem data de validade, é coisa para jovem, quando todas as tentações possíveis fazem parte do dia a dia. Se a pessoa não tiver convicção do que quer, boa orientação familiar ou de boas companhias, se deixa levar pelos prazeres e facilidades do momento, absolutamente fugaz. Aí, quando o sujeito cai na real, não dá tempo de recuperar, pois o corpo já não dá conta de responder ao que o cérebro quer.

Confira a reportagem:

* “Figurinhas repetidas: velhos conhecidos reforçam times do interior no Mineiro 2018”

Enquanto o volante Bruno Silva e os atacantes Erik e Rafael Moura eram apresentados com pompa pelos três grandes clubes da capital, o meia Ramon saía do banco para tentar evitar a derrota do Democrata diante do Real Noroeste-ES, por 1 a 0, em amistoso disputado na última terça-feira (9) em Governador Valadares.

Bem longe do glamour de outrora, a antiga promessa do Atlético é uma das figuras conhecidas contratadas por times do interior na tentativa de surpreender os gigantes de Belo Horizonte no Campeonato Mineiro de 2018, a partir da próxima quarta-feira (17).

Ramon tem “apenas” 29 anos, mas acumula as mais diversas experiências no mundo da bola. Desde as passagens pela Seleção Brasileira de base e pelo futebol russo até a peregrinação por equipes inexpressivas como o Rio Verde-GO, no qual estava antes de acertar com a Pantera.

Pelos gramados do interior, ele poderá enfrentar o ex-colega Tchô, também formado na base atleticana. Anunciado ontem pelo Tupi, o meia de 30 anos conhece muito bem os estádios mineiros, por ter defendido também América, Boa Esporte e Villa Nova.

A camisa do Leão, inclusive, foi a última do armador, que estava sem clube desde o Estadual de 2017.

Já o goleiro Felipe será um estreante nos campos de Minas. Nome mais conhecido dentre os reforços do interior, o camisa 1 do Uberlândia busca novamente uma retomada após ter vivido momentos de glória no Corinthians e no Flamengo, pelos quais conquistou as Copas do Brasil de 2009 e 2013.

O atleta de 33 anos não disputa uma partida oficial desde março do ano passado, quando o Boa Vista-RJ foi eliminado no Campeonato Carioca e no mata-mata nacional.

Companheiro de Felipe no título de 2013 pelo Rubro-negro, o volante Amaral também tenta recuperar a melhor forma depois de um ano parado. Após passagem pelo Vitória com direito ao troféu do Campeonato Baiano de 2016, o jogador de 29 anos decidiu dar uma pausa na carreira devido a problemas familiares.

Agora, sem as antigas trancinhas vermelhas no cabelo, será uma das muitas caras novas do reformulado Boa Esporte.

O Villa Nova, por sua vez, anunciou a chegada do atacante Daniel Morais, ex-América e Cruzeiro. O jogador de 31 anos rodou por diversas equipes pequenas até chegar ao Paraná Clube, pelo qual disputou apenas duas partidas na campanha do acesso à elite nacional na última Série B.

Por fim, a URT contará com o meia Eduardo Ramos na busca pelo troféu estadual ou, ao menos, o tricampeonato do interior. Vencedor da Série B de 2008 pelo Corinthians, o armador de 31 anos estava no Remo-PA havia três temporadas.

À beira do campo

O rosto mais conhecido, porém, não estará dentro das quatro linhas, e sim na área técnica. Campeão da Copa do Brasil de 1993 pelo Cruzeiro e do Mineiro de 2000 pelo Atlético, entre outros, o ex-meia Ramon Menezes comandará o Tombense no Estadual.

No ano passado, ele esteve à frente do Guarani de Divinópolis na reta final da competição, sem conseguir evitar o rebaixamento para o Módulo II.

http://hojeemdia.com.br/esportes/figurinhas-repetidas-velhos-conhecidos-refor%C3%A7am-times-do-interior-no-mineiro-2018-1.588395


Deixe uma resposta para Lucy Cancelar resposta

Comentários:
29
  • José Eduardo Barata disse:

    Ao RENATO CÉSAR ,
    falar de decisões judiciais que levam a abusos
    ficaríamos aqui um tempo sem fim e todos com
    razão .
    Nós mesmos, aqui em nossa família , sofremos
    com prejuízos incalculáveis, fruto de ações sem
    nenhum fundamento , que não paravam em pé .
    Problema do Direito ?
    A meu ver , não . Fruto de mentes insanas , de
    má índole , com uma formação pífia , além dos
    já consagrados “arranjos” que grassam no país
    há tempos imemoriais .
    E a compra descarada de consciências .
    Nosso Brasil sofre de um mal incurável .
    Comparo-o a um enorme furúnculo , uma ferida
    comum em tempos idos, que purgava e exalava
    um cheiro nauseabundo .
    A simples assepsia não era capaz de resolver o
    problema .
    Precisava-se , a par de muita dor , extirpar o mal
    pela raiz , retirando-se o carnegão .
    É o que nos falta , a nós , brasileiros : gente que
    possa nos livrar dessa peste , mesmo sabendo
    que a dor será inevitável .

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Afinal…

    Onde está Wolly ????

    Nada como o tempo… rs

  • Horacio V Duarte disse:

    Não vejo o Campeonato Mineiro assim não. E este campeonato, de segunda como o texto quer fazer crer, é a realidade da quase totalidade dos profissionais do futebol. Enquanto, a grande maioria que faz o futebol ganha muito pouco e não tem garantias de pagamento, tem gente que nunca suou a camisa, nunca pisou em um clube movimenta bilhões deste esporte ao mesmo tempo que detona os endividados e falidos clubes da chamada elite do futebol.
    Dirigentes mais qualificados, como agente viu a pouco tempo no Galo, pouco entendem do “negócio futebol” e ariscam a acabar com ele. Os grandes times têm que ir aonde a torcida está. Se é para escolher ver futebol na televisão um garoto hoje escolheria ver o Real Madrid. Futebol é muito mais do que isto, os clubes agregam pessoas, rompem barreiras e criam um relacionamentos é diferente de só ver futebol ou voley.
    O Campeonato Mineiro é a oportunidade dos grandes times visitarem, pessoas importantes, sua torcida, que não pode vir a BH, a sua torcida no interior. Além disso permitir o ‘batismo’ da descendência em grande estilo…. entrar em campo como o Vitor.. não tem preço! A obrigação de um clube é com sua torcida. Torcida é o maior recurso de um clube, com ele vem todo o restante. É bom começar a entender isto.

  • luiz ibirite disse:

    http://epocanegocios.globo.com/Empresa/noticia/2018/01/estudo-mostra-que-programas-de-socio-torcedor-de-maneira-geral-nao-sao-vantajosos.html
    Não tem muito haver o assunto, porém merece ser mais esmiuçado, pois se trata de torcedor e clube, vantagem e desvantagens!

  • Guilherme Gonçalves Costa disse:

    O que aconteceu não cabe a mim dizer, mas me lembro que o Tchô foi chamado de Tchovichenco no início da carreira. São tantos jogadores que despontaram como promessas e caíram no esquecimento, que se formos lembrar, vamos ficar aqui o dia inteiro. hehehe. Fora aqueles que se encaixam na categoria “tragédia anunciada”, tipo o tal Sassá.

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Ué…

    Tá de Férias do Blog Regi.Galo/BH ??
    Apareça meu jovem…

    Abraços

  • Lucy disse:

    Lendo os comentários no post sobre Robinho e os hipócritas (já dei minha opinião lá sobre ele), me chamou a atenção de como algumas pessoas avaliam o outro pelo “conjunto da obra” e não pelo caso específico. Estamos falando em Condenação Criminal, que tira um dos mais inerentes de nossos Direitos, o Direito à Liberdade.
    Lembrei-me do julgamento em segunda instância que irá acontecer no dia 24/01 e irá “parar” o país. O do senhor Luiz Inácio Lula da Silva, que foi condenado em primeira instância (igual o Robinho) a 9 anos e 6 meses de prisão.
    Embora eu seja absolutamente contra o lulopetismo. Embora eu gostaria que o Lula e sua quadrilha fossem condenados à prisão perpetua. Embora eu respeite e admire o Juiz Sérgio Moro… No meu entendimento, NESSE CASO ESPECÍFICO não há elementos comprobatórios suficientes para que se sustente a condenação em segunda instância e Lula será absolvido. Pois não se pode condenar um cidadão à prisão levando em conta apenas indícios de autoria e sua vida pregressa, isso abriria um precedente muito perigoso que lesaria toda a sociedade.
    Há muitos hipócritas falando em hipocrisia.

    • Fabiano Queiróz disse:

      mais uma pro anedotário das “pérolas da Lucy” ….hahaha isso vai longeeee…. hahaha…. mas tem quem gosta!

    • José Eduardo Barata disse:

      LUCY ,
      com todo o respeito : você teve acesso aos autos processuais e
      pode , assim , emitir de pronto um julgamento ?
      Ou se baseou em informações da Globo , Folha , Veja , Carta e
      pela cúpula do partido ?
      Dois fatos :
      1 , enquanto aqui a cúpula do esporte vive a esbórnia,lá fora um
      já foi alcançado e
      2 , os acionistas americanos foram ressarcidos pelos delitos de
      mercado provocados pela Petrobrás , que levantou as mãos pro
      céu por feito acordo em torno de 10bi , pois seria coisa de 30bi
      Interessante como lá as provas aparecem rápido ….
      Pois então , que a JUSTIÇA faça o seu papel .
      A decisão é da CORTE , seja ela ( a decisão ) qual for .
      Um abraço .

      • Lucy disse:

        Colendo José Eduardo Barata, (colega?)

        Sim, tive acesso aos autos.
        Com 20 anos de formação e prática na área jurídica, penso estar apta a emitir opinião (pessoal) sobre processos baseando-me nos dados dos autos que (nesse caso) estão disponíveis a todos sem precisar recorrer a publicações tendenciosas. Caso tenha interesse em analisar:
        http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/os-autos-da-acao-penal-do-triplex-do-guaruja/

        Talvez o senhor não tenha observado que consta no meu comentário o seguinte detalhe: No MEU entendimento!
        Sabemos que por vezes o Direito entra em conflito com o que é JUSTIÇA.

        Abraço.

        • Horacio V Duarte disse:

          Prezada Lucy, deixa eu enfiar minha colher, também li a sentença e, sem sua experiência, também achei um calhamaço, 218 pags, sem muita base. O problema é que dispondo de toda a movimentação financeira dos envolvidos, com apoio do siape, receita, pf, agu, colaboração de outros países etc não apresentou nada de concreto, nem uma única movimentação suspeita, nada. Nunca se sabe, mas duvido que isto passe.

        • José Eduardo Barata disse:

          LUCY,
          em nenhum de seus comentários consegui identificar a sua
          formação acadêmica , o que certamente lhe confere toda a
          autoridade intelectual para manifestar-se na questão em tela.
          Por não estar habilitado na matéria e, por força, pois ,do meu
          ‘não saber’ , emiti a minha opinião ao confiar aos senhores
          Desembargadores a tarefa do julgamento .
          E em nenhum momento questionei o SEU entendimento .
          Levantei, tão somente, questões redundantes sobre nosso
          judiciário , nada mais além disso .
          Quanto ao fato do Direito entrar em conflito com que SEJA
          Justiça , esta só será PLENA com a aplicação das normas
          estabelecidas por aquele .
          Cabe , pois , aos magistrados , a busca incessante do saber
          para que não comentam atos falhos em seus julgamentos .

          • Renato César disse:

            Prezados José Eduardo Barata e Lucy, permitam-me entrar nesta discussão apenas para dar um testemunho. Infelizmente, nobre Barata, a Justiça não é plena com a aplicação das normas estabelecidas pelo Direito. Sou um exemplo vivo disto. Meus pais foram executados na Justiça do Trabalho por cerca de 40 pessoas, sendo que eles NUNCA tiveram um empregado sequer. Porém, a Justiça seguiu as normas estabelecidas pelo Direito.

            Conhecendo as normas, um estelionatário usou a Justiça para fazer um acordo. Mais tarde o advogado das 40 pessoas seguiu as normas e, nesta brincadeira, oficiais de justiça começaram a aparecer na porta da casa dos meus pais para penhorar seus bens. Já havia decorrido o prazo para que o acordo fosse rescindido, logo, meus pais foram condenados por um crime que eles nunca cometeram.

            Mas as normas estabelecidas pelo Direito foram seguidas. E a Justiça certamente não foi feita. No caso do Lula, penso que será feito o mesmo: normas do Direito seguidas e Justiça não ocorrerá. E ele ainda vai ser eleito novamente Presidente do Brasil.

          • Lucy disse:

            José Eduardo Barata,

            Ressaltar-se-á que não analisei o senhor Lula e sim os dados do processo.

            No caso do João Vaccari Neto que foi condenado (em 1 dos 5 processos que responde) em mais um trabalho primoroso do Sérgio Moro a 15 a e 4 meses de reclusão havia provas bem mais contundentes, mas ele foi absolvido pelo TRF4 (o mesmo que julgará Lula).
            Do ponto de vista do Direito, a absolvição foi Legal? Sim. Do ponto de vista do que é justo, foi feita Justiça? Não.
            Por isso não se surpreenda caso o Lula também seja absolvido nesse processo que tem provas bem mais frágeis.
            Tomara que eu esteja enganada, pois aguardo o dia em que verei o senhor Lula pagar por todos os crimes que cometeu indo para prisão que é o seu lugar de Direito e por Justiça.

  • Julio Avila (Mariana) disse:

    E se reclamar a gente contrata O De Oliveira e Carpegiani para auxiliar Técnico do Mano Menezes!!!!

  • Julio Avila (Mariana) disse:

    Os gastos com Riascos e Pizano, dava para trazer os 7 jogadores que vieram nessa janela. Quando contrata mal, a aldeia fica feliz, quando contrata bem, há um alvoroço da Aldeia, isso porque somos gigantes. Verdade que o Eixo RJ e SP temem demais la biestia negra.. #aturaousurta
    Palavras de um cruzeirense chamado Fabio Militão!! concordo com tudo que ele disse!

  • Raul Pereira disse:

    Acho bacana e adequado um grande evento – e com grande público – na estréia do Cruzeiro.
    Nada mais justo uma vez que a nova diretoria se esforçou para montar um excelente elenco. Se vai ser um excelente time saberemos daqui a um ou dois meses.
    Mas fico me perguntando, e transfiro a pergunta ao meu conterrâneo Marco Antônio Lage (Dona Letícia, Major Lage, bar do Nilo, Fernando Macaca, Dudu, Vera Lage, Campestre, algo em comum, Marco Antônio ?) – e os outros jogos ?
    Porque o Cruzeiro não faz por exemplo uma promoção do tipo “em todo jogo do Mineiro será sorteado um carro a cada 10 mil presentes no estádio ? Se forem 10 mil, um carro, se forem 20 mil, dois carros, e aí por diante.
    Creio que a relação custo-benefício seria altamente favorável…mas é apenas uma idéia.

  • Carlos Henrique disse:

    Uma vez fui do sul de minas para B.h., assistir um jogo da seleçao Brasileira
    e relembrar os tempos de garoto que morava em B.h. e ia muito ao mineirao.
    no meio do jogo, a torcida celeste pedia o Alex Talento.
    um grupo de atleticanos, quando a torcida gritava Alex
    gritava Tucho que havia feito tres gols no Cruzeiro
    foi Hilario e nunca ri tanto
    o futebol era mais acirrado a rivalidade
    hoje a rivalidade restringe as redes sociais
    jogador nao pode comemorar
    Começa o campeonato mineiro
    é curto e muitos querem o seu fim.
    eu nao
    se acabar o Mineiro, onde os jogadores do clubes do interior vao jogar
    Atletico , Cruzeiro e America deveriam,emprestar jovens jogadores
    aos clubes do interior
    quando com 13 anos mudei de B.H. para o sul de minas
    Lembro que o Atletico empresou Campos para a Caldense
    Lembro que o Cruzeiro emprestou Candido a Caldense
    nos anos 70 depois do Campeonato mineiro
    o Galo comprpu tres jogadores da Caldense
    Paulinho ponta direita que foi do Alfenense depois Caldense
    Serginho e toninho volante
    Isso nao acontece mais
    os clubes do interior nao revelam mais
    so contratam veteranos
    tinha que mudar a formula deste campeonato
    ou regionalizar
    o estado é muito grande
    o Uberlandia sai do triangulo
    e vai jogar com o Democrata Pantera la em G. V.
    E DE ONIBUS.

    • José Eduardo Barata disse:

      Campeonato mineiro é bom demais,
      CARLOS HENRIQUE .
      É só ter imaginação pra que volte a
      ser o que sempre foi .

      • Carlos Henrique disse:

        É Barata as vezes temos algumas opinioes semelhantes.
        Esse Paulinho Nogueira de Alfenas era um ponta direita nato
        extremamente habilidoso , a Caldense vendeu para o Atletico.
        Depois disso veio jogar no ano seguinte contra a Caldense.
        Um radialista me deu uma foto era garoto
        no velho estadio Cristiano Osorio.
        O ataque do Galo abaixados na foto era.
        Paulinho , Campos, Bibi , Lola e Romeu
        Você deve lembrar deste time
        o campeonato mineiro nao pode acabar nao
        muitos times acabaram
        Tá tentando voltar o Democrata Jacaré
        outros acho que nem existem mais
        como o Formiga, Nacional de Muriaé
        o Valerio
        abços

        • José Eduardo Barata disse:

          CARLOS ,
          um ataque como esse seria, por completo,
          o ataque titular em qualquer clube do país
          hoje .
          Lôla , monstro !
          Do Romeu , dizia o Fábio Fonseca , que a
          bola nos seus pés era uma doce Julieta.
          Campos , jogava pra dentro sem dó .
          Bibi , clássico , esguio, como o pai o fora .
          E o Paulinho , ponta.
          Bons tempos !!!

          • Carlos Henrique disse:

            Curiosidade meu caro
            Nao sei e te pergunto , quem foi o pai de Bibi

          • Renato César disse:

            Meu pai jogou com o Lola no time do exército. Naquela época, jogadores serviam exército também. Acho que tinha ainda o Vaguinho e mais uns dois que já estavam frequentando os times profissionais da capital.

  • Rafael disse:

    É o Ramon ou o Ronaldo Fofômeno na foto? Que coisa, hein? Mais um que jogou a carreira fora. Era a grande revelação, tinha grande talento, mas faltou cabeça e orientação certa.

  • Thales Rosa disse:

    Renan Oliveira não entra?

  • Renato César disse:

    Ramon parece que já rodou do Democrata. Alegaram deficiência técnica para a dispensa. Já ele disse ter recebido proposta de outras equipes…