Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Foi sofrido, mas o Galo passou e segue na Copa do Brasil

O Caixa gritava o tempo todo: “Meu Deus do céu olha o Atlético Acreano aí…” ou “Nossa Senhora, que perigo contra o gol do Victor…” e tome gol de cabeça, como tem sido, bola na trave, pressão, bateção de cabeça, ruindade de vários jogadores e falta de sintonia. Foi assim o tempo todo, contra um adversário que jogava todas as suas fichas, mas com um time semi-amador, que acuou o Galo durante grande parte do jogo. Parece que o Cazares cansou o técnico Oswaldo de Oliveira que escalou o Erick no lugar dele. Ficou no banco e não foi chamado para entrar. Jogador problemático atrapalha a vida de qualquer comissão técnica, que não sabe quando poderá contar com o sujeito.

O empate, aos 43 do primeiro tempo, foi num lampejo de bom jogador do Roger Guedes. Saiu driblando, chutou em cima do goleiro que rebateu e sobrou pro Erick chutar no canto esquerdo.

Oswaldo de Oliveira pôs Luan no lugar do Roger Guedes e o time melhorou bastante, quase ao mesmo tempo em que saía o Erick para a entrada do Marco Túlio. Aos 35 saiu o Arouca para a entrada do Adilson. Era o momento de se precaver e segurar o empate que garantiu a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil.

Depois do jogo o capitão Leonardo Silva disse que o time vai evoluir. Evolução demorada essa!

Ufa!


» Comentar

Comentários:
106
  • Silvio T disse:

    Pode ser que o Oswaldo não dure muito com o não-futebol que o Atlético pratica. Mas a carreira desse Leo Gomide, na minha opinião, está comprometida para sempre. Primeiro por ter agredido verbalmente o Oswaldo, conforme várias testemunhas confirmaram. Segundo, o fato ainda mais grave, por ter mentido sobre isso. Ninguém perdoa ou esquece um dissimulado, armador, mentiroso. Principalmente se tiver como meio de vida uma profissão que requer credibilidade.

    • Renato César disse:

      Problema é que foi criada uma nova categoria de torcida, que idolatra o setorista e não o clube. Tudo que alguns “jornalistas” fazem, o fã clube apoia.

      Gostam tanto dos caras assim? Que montem um barraco para morarem com eles!

      Atitude da diretoria foi correta. Eu torço para o Galo e não concordo com setorista problema criando crise mesmo não.

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Atlético Mineiro veta a entrada do repórter Léo Gomide nas dependências do Clube…

    Isso faz lembrar aquele português, que ao chegar em casa e pegar sua mulher com outro homem no sofá, resolve queimar o sofá… rsrs

    #ficaoswaldo

    • Renato César disse:

      Entendo o momento “piadista”, mas preciso informar para não perder a oportunidade. Este tal Léo Gomide já teve problemas com outros treinadores do Galo. Agora quase chega às vias de fato com o Oswaldo, que sempre foi conhecido por ser um cara de fino trato.

      Proibir a entrada do jornalista está correta. Senão ficaria difícil conter uma agressão física real. E tumultuar mais o ambiente para quê? Acho que tinha que proibir, inclusive, a participação deste perfil de “jornalista” nas entrevistas nas dependências do clube. Se não pode proibi-los de entrar em estádios e outros locais, que simplesmente não respondam aos seus questionamentos.

      Lembro que a Cidade do Galo é uma propriedade particular. Entra quem a direção do clube autorizar. E isto não fere a liberdade de imprensa. Nos canais de comunicação da Rádio Inconfidência e nas suas redes sociais particulares, ele pode continuar falando o que quiser para os seus fãs.

      • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

        Caro Renato César,

        Menos mal que fui só pro lado da piada né ?? Que aliás, faz parte entre qualquer tiração de sarro entre Torcedores… Quem gosta de dar uma zoadinha de vez em quando, não perde a oportunidade… rs
        Mas penso que assim seja menos mal, do que aquelas pessoas que não sabem nem zoar ou nem absorver uma zoação e preferem a postura do ataque, da ofensa, dos termos pejorativos… Bom, pelo menos essa é a minha opinião. Mas respeito se você ou outros pensam diferente.

        Quanto ao Jornalista em si, não o estou defendendo, até porque não estava lá pra saber de fato o que ocorreu. Sem falar que ele é Atleticano e na minha opinião pessoal, um profissional chato e parcial… rs Então, não teria motivo nenhum para defendê-lo. Sobre as vias de fato que vc citou, pelo que percebi não foi ele quem quase saiu nas vias de fato com o Oswaldo. Pelo contrário, foi o Oswaldo que praticamente partiu para cima dele. E isso não é opinião minha, são imagens registradas em vídeo.
        O que eu salientei, foi a postura adotada pelo Atlético Mineiro, que fere toda uma classe, que desrespeita a Rádio Inconfidência e seus ouvintes. Se realmente quisessem “punir” o Léo Gomide, seria só não dar moral pra ele, respondê-lo de forma evasiva, que a própria Rádio Inconfidência perceberia rapidamente que teria que trocar seu setorista. Mas não. O Atlético Mineiro preferiu agir de forma amadora e passional. Aliás, característica beeeeemmm parecida com a de muitos Torcedores que não sabem ou não conseguem conviver com o contraditório.
        E isso nobre Renato César, não é opinião só minha não. A repercussão negativa para o seu Clube foi enorme. Praticamente quase todos os cronistas esportivos em âmbito Nacional criticaram veementemente essa atitude.
        Mas se você e muitos pensam diferente, tranquilo.
        Respeitemo-nos e seeeeeegue o jogo !!! rs

        Abraços

        • Renato César disse:

          Acho que entendeu mal o que escrevi. Disse que entendi que fez uma piada, ou seja, entendi a gozação. Só que EU não poderia perder a oportunidade de informar aos leitores do blog sobre algumas situações.

          Todo mundo viu que o Oswaldo tentou chutar o Leo Gomide e foi para cima dele. Só que, numa luta corporal, ninguém briga sozinho. As “vias de fato”, seriam mútuas, caso tivessem ou viessem a ocorrer.

          Eu, em momento algum defendi a atitude do Oswaldo. Veja que desde o primeiro momento eu disse que o clube deveria tomar uma atitude mais drástica para não perder o controle sobre o grupo. Senão, amanhã jogadores saem no tapa e a diretoria não poderia fazer nada, porque o exemplo partiu do comandante.

          Sobre barrar a entrada do “repórter”, acho certo. Você deve escolher quem entra na sua casa. Outro dia eu dei uma opinião aqui sobre um assunto fora do futebol e o Chico barrou. Depois, mandou um email explicando. Entendi perfeitamente e não o condenei por isto. De certa forma, para a tal questão, meu comportamento foi parecido com o do Leo Gomide em relação ao Galo, guardadas as devidas proporções.

          E, também, não há cerceamento à liberdade da imprensa. A Rádio Inconfidência pode mandar outro profissional para a Cidade do Galo e continuar dando a liberdade que entender melhor ao “repórter” dentro dos seus meios de comunicação.

          O corporativismo da imprensa certamente não seria favorável à atitude do Galo. Principalmente sendo o Galo. Mas vejo que também faltou tato ao próprio Leo Gomide depois do ocorrido.

          Leia desta forma e verá que não fiz nenhuma crítica ao seu comentário.

          • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

            Grande Renato César,

            Eu entendi que vc não estava criticando a minha piadinha barata.
            O que eu não concordei ou talvez possa ter interpretado errado, foi que vc pudesse estar crucificando só o Léo Gomide, sendo que a iniciativa ou tentativa para “vias de fato” não havia sido da parte dele.

            Mas se interpretei errado, me desculpe !!!

            Isto posto, tudo certo e esclarecido… Tudibão procê e bom carnaval !!

            Abraços

      • Helio Antonio Corrêa disse:

        RENATO CESAR
        Briga de jornalista com técnico de futebol é coisa antiga.
        Vc. se lembra (se bem que não sei se vc. ja era nascido) da briga feia de TELE SANTANA com GIL COSTA?
        Elas começaram quando Telê ainda era treinador do CAM e se estendeu até à seleção.
        Eu me lembro de entrevistas que o técnico parava de falar , quando via o logo da Rádio Capital que era a empresa do desafeto., Muitas vezes nem era o GIL que estava no auditorio. fazendo pergunta

        Agora. que este GOMIDE ´´e um porre, isto ele é. nunca soube separar o profissional do torcedor.

        • jorgemoreira disse:

          A vida era mais engraçada ou a nossa geração era muito boba, o tal rezenha do jeguekkkkkkk era das coisas mais bizarraskkkkkkkk, sabe o que eu não entendo, agente se ofendia e saia na briga somente quando falavam o nome da mãe da gente agora uma confusão(parece armação, apesar da baixaria inclusive do tal Domenico) por uma palavra feia mas que ja faz parte do vocabulário destes meninos, mau educados, sei-la agora lembrar de Gil Costa e resenha do jegue,kkkkkk ja vou começar com o meu guaranazinho afinal é carnaval e tem mais amanhã tem bloco na pracinha Negrão de Lima no miolo da Floresta bom carnaval

          • Helio Antonio Corrêa disse:

            JORGEMOREIRA
            Taí, vc. falou a palavra certa “bizarra”
            Até no nome né? RESENHA DO JEGUE” isso lá é nome que se dê a algum programa descente?
            E o pior , fazia sucesso, vá entender.
            Jorge, sabe, para o CAM, foi até bom o acontecido, assim tirou um treineiro que não estava agradando aproveitando de um momento em que um profissional deixou o lado torcedor falar mais alto.
            Mas que o tal Gomide sempre foi um porre , ah isto sempre foi e sempre será.

            O Barata, citou o ABRAS, mas isto é até covardia, este ja é professor na materia, sabe o que fala e faz, mas também com os anos de janela que tem, tinha mais que ser como é mesmo.

            Sobre o Carna, ja não tenho este pique para a pracinha não, curto mais via tv.
            Um, bom carná pra vc. também.

        • Renato César disse:

          Apesar de jár ter nascido, não vou lembrar destes fatos. Apenas já ouvi comentários. E o Telê também era de personalidade forte, não fazia média para agradar ninguém.

        • jorgemoreira disse:

          Esta sua memoria hem Helio esta voçe tirou do fundo do baú,o Tele tinha verdadeiro pavor do Gil Costa muito bem lembrado, a coisa esquentava sempre, só que o diretor de comunicação jogava agúa, não fogo como o atual diretor de comunicação jogou, chamando o reporter de babaca, o que tem me incomodado nestas entrevista é o prolixismo eu não tenho paciencia, para bens Helio do fundo do bauuuuuuuuuuuuuuuuuu

          • Helio Antonio Corrêa disse:

            JORGEMOREIRA
            Sabe, estas historias passadas me divertia muito.
            Vc. se lembra de um programa do GIL COSTA. chamava RESENHA DO JEGUE, neste programa, ele passava o tempo todo alfinetando o Telê, e eu adolescente, ficava ligando e pondo fogo no circo, ora bajulando o Telê ora pondo pimenta, só para ver o circo pegar fogo. e me divertia muito com tudo aquilo.
            Sobre as entrevistas com o Telê ja na seleção, quem passava perrengue era o AFONSO ALBERTO, que era da Radio Capital, e não podia fazer pergunta ao Mestre,. porque o logo do Microfone dele era da empresa comandava pelo GIL COSTA, aí o entrevistado parava de falar, e ficava todos olhando o coitado do AFONSO todo sem graça. Era até divertido.

            E vc. sabe o que é mais estranho comparando com os acontecimentos de agora do Gomide? Nao tinha corporativismo, pq. o Mestre parava de falar e quem saia da sala , era o jornalista, no caso o Alberto, desta vez, a MCE e todos os orgaos, firmaram posição a favor do MALA SEM ALÇA do GOMIDE.

    • Tonho ( Mineiro ) disse:

      lembra seu time proibir o jornal hoje em dia de entrar no buraco da raposa ??? pois e ja aconteceu la tambem !! foi por outros motivos mas proibiu

      • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

        Caro Tonho ( Mineiro ),

        Lembro sim, claro. E talvez por motivos até piores…
        No entanto não gosto de nivelar nenhum debate tão por baixo, ao estilo: “Meu time tá fazendo coisa errada, mas o seu também já fez… O político que eu apoio já roubou, mas o que vc apoia também”…
        Coisa errada pra mim sempre será coisa errada. Não tenho dirigente e nem político bandido de estimação.

        Abraços

    • Márcio Luiz disse:

      Vc não tinha uma mais nova não, Clayton?
      Me ajuda aí, rs.

      • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

        E aí conterrâneo Márcio Luiz…

        Pior que não meu chapa… rs
        Só lembrei dessa velhinha mesmo, mas que cai muito bem a atitude tomada pelo seu Clube… rs

        Abraços

      • DUDU GALOMAIO BH disse:

        Vou ter que acompanhar o Márcio nessa, Clayton… já vi essa piada hoje 79 vezes kkkk.

        • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

          Faaala Dudu Galomaio xibumga…

          Eu sei como é sô…
          Quando o time da gente da vexame, além da raiva que passamos, ainda temos que aguentar as mesmas zoeiras e piadinhas trocentas vezes… rs Faz parte… rs

          Abraços

  • Paulo F disse:

    Prevejo um ano difícil!! esse time titular tem gente que impede que esse bando jogue como equipe. Elias é enganador e não se identificou com o Galo, não dá sangue. Samuel é ruim que dá dó, pior q é homem de confianca do oxwaldo e não vai sair tão cedo. Tudo bem que o Ricardo seja melhor que o Fred, gosto dele, mas é inviável um jogador de ataque veterano no futebol de hoje., não da certo. Que saudade do Pratto.
    E que falta faz um camisa 10! Será que é tão difícil achar um bom

  • Pedro Vitor disse:

    Tá dando medo, a cada partida do Atlético as coisas só pioram mais, ele tira o Casares que realmente não estava fazendo por onde a titularidade, porém o time continua a cometer os mesmo erros de sempre.

    Já o Samuel Xavier que Já falhou nos três ou quatro gols que o Atlético levou esta com a corda toda.

    Quanto ao desentendimento do Oswaldo com o Léo Gomide, sinceramente o Oswaldo está completamente fora de si. O clube ficar a favor do Oswaldo que mais um resultado negativo ficará na condição bem ruim diante da torcida penso ser uma situação desconfortável daqui pra frente para o Oswaldo.

    Ano passado o Oswaldo teve méritos apesar do time não ter conquistado a vaga a libertadores É já este ano o Oswaldo deixa a desejar, time está muito fraco, e na hora dele Ser o ponto de equilíbrio perante ao público ele perde a linha diante da contestação do seu trabalho perante a opinião pública então eu prevejo que somente bons resultados farão a permanência do Oswaldo caso isso não aconteça sábado eu acredito que ele estará fora.

    Bom não será para o clube, mas pelo estamos assistindo aí o time jogar esta dando medo.

  • Lucas H. Nobre disse:

    Sem querer julgar ninguém, acho ambos errados, mas me permitam fazer uma observação. Outro dia até tive vontade de escrever isto aqui, mas, considerei chover no molhado. Isso nunca vai acabar. Você vê na globo, AE, Superesportes, rádia de Minas e outros órgãos uma completa detonação ao Galo e notícias alvissareiras ao Crucru. Essa confusão é uma extensão de tudo isso. A globo faz uma propaganda danada do Camp. Mineiro sempre enaltecendo os feitos do Crucru e ironizando os do Galo. Contratações do Galo já chegam em BH marginalizadas. Dívidas do Galo tem um relevo ilimitado, bloqueios, penhoras, enquanto atenuam do outro lado. Quando alguém ligado ao Crucru apronta é ocultado, no Galo vira manchete. Ano passado Mano Menezes chamou Minas de “aldeia”, a imprensa se calou. Essa não é a primeira vez, já vi Valdir Barbosa e Álvaro Damião se envolver em intrigas com técnicos atleticanos. Já vi repórteres perder empregos, porque noticiou algo ruim do lado de lá. Já vi o Crucru condecorar repórter por não falar mal do clube. Quando o time azul joga mal, na próxima recupera e outras desculpinhas, no Galo vira crise. Aqui na nossa cidade os comentaristas são de uma parcialidade vergonhosa e como a imprensa em geral, já estão acusando o Galo de cercear o trabalho de um profissional. A medida foi acertada, O Galo não está cerceando ninguém, apenas exige respeito à instituição. Tenho certeza, se a rádio enviar outro profissional, será bem recebido. A diretoria do Atlético tem que resolver isso, onde vamos só vemos notícias ruins do nosso time. Claro, tudo tem que ser noticiado, mas de forma imparcial. Particularmente só acompanho o blog do Chico e assisto o Band Sport, devido a beleza e a competência da apresentadora, mesmo com toda a babação sobre os clubes paulistas. Pronto, falei!!

  • José Luiz disse:

    FRASES DO DIA: (escolha a sua)
    1) Nada está tão ruim que não possa piorar!
    2) O último que sair, apague a luz!
    3) Isso aqui tá parecendo fim de feira: olhaaa a xepaaaa…
    4)Euuu ACREditoooo… Euuu ACREdito….

  • Juca da Floresta disse:

    Agora o Atlético proibiu o repórter da radio inconfidência de entrar no Centro de treinamento….ridículo…lembrei-me daquela piada do corno que vendeu o sofá para resolver o problema da traição da esposa. O Oswaldo de Oliveira simplesmente quis ser além de “técnico ” professor de jornalismo para ensinar o repórter como ele deveria trabalhar. O Atlético deveria proibir o Oswaldo de Oliveira de entrar no CT, resolveria dois problemas com uma cajadada só.

  • DUDU GALOMAIO BH disse:

    O time acreano, é o atual bi campeão de seu estado. Está há 15 jogos invicto. Subiu da série D para C em 2017, coisa que América-RN, Campinense-PB, URT, Villa Nova-MG, São Bernardo-SP, Ferroviária-ES, Audax-SP, Bangu-RJ, Caldense-MG, XV de Piracicaba-SP e Ituano-SP não conseguiram.
    O atacante do time e destaque, Polaco, jogou na base do Santos com Neymar e parece ter mais bola que muito atacante do futebol mineiro.
    Uma coisa é o início de ano ridículo e improdutivo. Ninguém nega.
    Outra coisa é a arrogância típica do sudeste de menosprezar os adversários desconhecidos.

    Sim, o resultado de ontem foi vergonhoso para o Galo.
    Porém, essa insistência de desqualificar adversários sem conhecê-los é que proporciona vexames inesquecíveis. O Atlético Acreano continua sendo um time pequeno e fraco, mas foi mais longe que a Caldense ou URT por exemplo, times que arrancam pontos do todo poderoso “Barcelona das Américas”.
    Só pra lembrar aos alienados.

    • José Luiz disse:

      tá bom Dudu! é isso ai! jogaram com um timaço! o Atlético realmente tem que chorar muito por esse resultado! foi horrível mesmo! os Acreanos devem lamentar muito mesmo! concordo com vc!

      • DUDU GALOMAIO BH disse:

        Você se faz de rogado. Falei que o time do Acre é fraco. Só não é um junta-junta de funcionários de posto de gasolina como os alienados se esforçaram em insinuar.

    • Juca da Floresta disse:

      Do jeito que você falou o time do acre ganharia uma partida contra o Club Deportivo Jorge Wilstermann, lembra dele?

      • DUDU GALOMAIO BH disse:

        Bem lembrado, são dois times fracos… mas não tanto quanto querem fazer crer os torcedores azuis alienados.
        O “seu Jorge”, além de vencer Palmeiras e Galo, goleou o Peñarol por 6×2. Quem entende o mínimo de futebol sabe que isso é alerta de que se não jogar bola, não vence esses times chatos. Ou vai querer negar isso também???

  • Nelson Roberto B Junior disse:

    SAN Chico!!
    O comentário é sobre outro assunto, mas relacionado ao resultado do jogo. Acabei de ler na internet que a diretoria “barrou” o repórter Léo Gomide. Não poderá mais entrar na cidade do Galo para exercer a sua profissão e fazer seu trabalho.Lamentável! A diretoria está queimando o filme na largada. A atitude trará malefícios e antipatia ao clube. Parecem que preferem os repórteres “chapa branca” que fazem as mesmas perguntas e que soam como música aos ouvidos. Não se pode questionar? O repórter foi respeitoso na sua argumentação. Será que essa diretoria desconhece a história do Galo? Não sabem que o Galo sempre foi contestador, brigou por ares de liberdade, contra censura e amarras? O braço erguido do Rei falava por nós contra a repressão e proibição. Atualmente, você emite uma opinião e os “raivosos” destilam o ódio. Não se pode mais debater ideias…cansa essa chatice! Martin Luther King já dizia que para ter inimigos, não precisa declarar guerras, apenas diga o que pensa.
    Espero que a diretoria reveja e repense esta medida absurda de “perseguição” aos que questionam e pensam diferente. O repórter Léo Gomide também quer o bem para o Galo e ele me representa! Abç!

  • DUDU GALOMAIO BH disse:

    Chico e amigos, falando em Copa do Brasil, quem lembra da final de 2006?
    Pois é, o Vasco tinha o atacante Valdiram… vejam a que situação chegou. Lamentável!!!

    https://oglobo.globo.com/esportes/ex-jogador-do-vasco-valdiram-morador-de-rua-no-rio-22376937?utm_source=Twitter&utm_medium=Social&utm_campaign=OGlobo

    Ex-jogador do Vasco, Valdiram é morador de rua no Rio.
    Ex-atacante, de 35 anos, sofre com alcoolismo e drogas.

  • Rafael disse:

    Que tem repórter mala, tem, mas Oswaldo exagerou, estava de cabeça quente, ciente da pressão pela falta de futebol e resultados.

    Pelo menos o Galo vai ganhar a grana por ter passado de fase. Se continuar com esse time e essa falta de organização e disposição de muitos jogadores, correrá mais risco ainda contra o Botafogo-PB.

    Oswaldo precisa rever algumas coisas no time:

    Samuel Xavier -o time estava com 3 jogadores para jogar pelas pontas – Otero, Roger Guedes e Erik, e o Samuel lá na frente, não voltava para marcar e quanto tentou, ele e Leo Silva fizeram o time tomar o gol. Já teve as oportunidades. Hora de colocar Carlos César e mandar este jogar até a linha do meio-campo.

    Leonardo Silva – #AponsetaLeoSilva

    Gabriel – ou volta a jogar com vontade e seriedade, ou que seja testado como volante. Para ser vendido em breve, pois parece que não vai evoluir mais do que já evoluiu.

    Arouca – muito mal ontem, não marcou direito e só manda passe tijolo para os companheiros que têm dificuldade de matar a bola, digo, a tijolada. Tentou lançamentos e errou todos. Melhor que fique ali só para destruir jogadas do adversário, só para marcar. Que coloque o Adilson para jogar.

    Elias – Oswaldo precisa se convencer que Elias não pode mais jogar de segundo volante. O time ano passado jogou melhor com Elias como terceiro homem de meio-campo, com dois volantes atrás dele.
    Se Elias resolver correr mais, ajuda também. Tinha hora que estava andando em campo. Que coloque o Blanco para jogar.

    Se Oswaldo não treinar Roger Guedes, Otero e Erik para cruzarem a bola para o Ricardo Oliveira, este não vai ter com fazer gol. Nenhuma bola chegou direito para o centroavante, que, pelo o que já vimos, participa pouco mesmo do jogo.

    E Ricardo Oliveira prefere e/ou se acostumou a jogar com alguém que tenha toque mais refinado como ele, para tabelar, para servi-lo. E no elenco atual do Galo, esse cara seria o Cazares, mas que pode estar de saída. Se ficar, que Cazares seja treinado para isso, e para ficar acordado em campo e ainda para não ser fominha.

    Otero não é armador para jogar centralizado, ele sempre vai cair pelo lado do campo.

    Se Ricardo Oliveira não engrenar, que coloquem o Erik por ali no meio do ataque.
    Ou que Oswaldo teste Oliveira como armador e um cara como o Erik, veloz e finalizador, na frente.

    E que testem o argentino Andrade.

    Time para as próximas partidas:

    Victor
    Carlos César
    Maidana
    Gabriel
    Fábio Santos
    Adílson
    Blanco
    Cazares (Andrade)
    Otero
    Ricardo Oliveira (Erik)
    Roger Guedes

    Banco:
    Um dos goleiros (não sabemos quem é melhor que quem), Bremer, Yago, Bruno Roberto, Marco Tulio e Luan (que, ao que parece , infelizmente não tem como jogar partidas inteiras em sequência, senão seria titular)

  • Thales Rosa disse:

    Lamentavel o fato com Leo Gomide.. apenas atletico voltando a normalidade..

  • Flaviano disse:

    Gente, o técnico Oswaldo de Oliveira está perdido e totalmente descontrolado.

    Veja O desentendimento do técnico Oswaldo de Oliveira com o jornalista Léo Gomide, da Rádio Inconfidência, foi reflexo de um treinador que ainda não conseguiu dar ao time um padrão de jogo após seis partidas.

    Eu acho que deve buscar Caca para comandar esse time do Galo
    https://globoesporte.globo.com/futebol/times/atletico-mg/noticia/sem-dar-padrao-ao-time-galo-de-oswaldo-so-teve-45-minutos-de-bom-futebol-em-2018.ghtml

  • Márcio Luiz disse:

    E o Léo Silva (que decadência lamentável, capitão!) teve o desplante de colocar a culpa no calor e, pasmem, no gramado. E o companheiro dele de zaga, que andaram falando que o Tite tava de olho nele? SQN.
    Parei.

  • Márcio Luiz disse:

    Assim que o Cuca retornar ao Galo (breve, se DEUS quiser) ele tem que pegar esse Marco Tulio que, sem dúvida tem potencial e explicar pra ele que no futebol há uma diferença enorme entre não ter medo de arriscar e arriscar de qualquer jeito. Toda bola que esse menino ´pega ele quer chutar, pô.

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    É…
    Podem me xingar…
    Podem reclamar de Cruzeirense dando pitaco em assunto do Atlético Mineiro…
    Podem falar o que quiser…
    Mas volto a falar o que já falei aqui…
    Esse atual time do Atlético Mineiro piorou em relação ao do ano passado !!
    A questão da desclassificação desse time na Copa do Brasil não é nem questão de “SE”, mas sim de “QUANDO”…
    Enquanto alguns Atleticanos estão comemorando aliviados, outros só aliviados, esta classificação “épica”, os mais lúcidos já se preparam para dias tenebrosos ao longo desse ano.
    Mais patético do que quase todo o time, foi a ceninha do Oswaldo Oliveira na sua entrevista pós jogo. Quem descreveu muito bem o ocorrido e detonou com o Oswaldo, foi o Eduardo Costa hoje no “Conversa de Redação” da Itatiaia.
    E o mais engraçado é que muitos Torcedores reclamam que os Repórteres não fazem as perguntas que precisariam ser feitas, aí aparece o Léo Gomide, que todos sabem que é Atleticano e enquadra o técnico como muitos Torcedores gostariam de enquadrar e o repórter é que está errado ??
    E ainda saiu perguntando pro repórter, quem o repórter achava que era ?? Ahhhhh…. Me ajuda aí né… Foi exatamente o que o Eduardo Costa falou… O Oswaldo Oliveira agiu tipicamente como aquele técnico que se acha um semi-deus e não poder ser questionado.
    Mas quem conhece um pouco da história decadente desse técnico sabe que é normal xiliques dessa natureza. Sabem como é né… Falta padrão… Falta esquema… Falta futebol… Faltam argumentos… Aí ele geralmente explode assim e depois ainda tenta posar de coitadinho, de vítima… Foi exatamente assim nos seus últimos trabalhos.
    Mas independente de qualquer coisa… Tenham paciência com o cara pô… rsrs
    #ficaoswaldo

  • Julio Avila (Mariana) disse:

    Mas o Gabriel não era o novo Beckenbauer? cada uma viu!

  • Pablo Oliveira disse:

    Se antes eu estava preocupado, agora estou DESESPERADO!!!
    Ontem eu senti vergonha vendo meu time levar sufoco de um time semi amador onde a folha salarial de todo o time e comissão técnica é 160 mil, não paga nem o salário do ex jogador Leonardo Silva que não s aposentou não sei porquê.
    Aquela bola na trave do Polaco considerado o “craque” do time não sai da minha cabeça, foi um filme de horror um bando de jogadores sem rumo.
    O time piora a cada jogo, não consegue se impor nem contra adversários fracos, e o pior a entrevista dos jogadores e do técnico sempre com desculpinhas, achando que tá normal.
    Alguma coisa tem que ser feita, se continuar assim vamos brigar para não cair, queria que o Oswaldo ficasse até o final do ano, mas ficar como se o time ao invés de melhorar só piora, ficar como se ele e os jogadores estão achando normal esse futebol de quinta categoria, tem que trocar mesmo FORA OSWALDO!!!!
    Quero meu Galão forte e vingador de volta!!!

  • jorgemoreira disse:

    Vergonha ,vexame, e o pior okkkkkkkkk oxvaldo se contentando com um empate classificatorio contra o famoso Atlético Acreano,pqp a que nivél descemos, um time com a cara do treinador que tem prazo minimo de validade por onde passou, e o pior discutir com quem trabalha é desespero, falta de profissionalismo, o tempo do oxvaldo passou , pergunta que tenho me feito desde ontem, quem foram os piores laterais direitos que eu vi vestir o Manto Sagrado, vamos lá, Marcelino(anos 60)Warlei,Reginaldo,Canindé)este jogou na seleção Mineira na inauguração do Mineirão veio do Uberaba mas era ruimmmmmmmmmmm,Zé Maria Pena,Carlão, mais igual a este Samuel meu Deus o cara é das piores coisas que ja vi jogar no Galo, e uma pergunta que o pesadelo me fez, caso o Arouca Roger Guedes, e o Erick, fossem bons de bola o Palmeiras os liberaria de GRAÇA? claro que não futebol hoje é profissional o bom e barato não funciona mais, estou muito temeroso com este time e mais com esta bolinha não fica entre os 16 da segundona do brasileiro, a hora de mudanças é agora esperar até o meio do ano pra trocar é burrice, e o pior voltamos aos tempos de censura pqp proibiram o Leo Gomide de entrar na cidade do Galo, porque?só pode perguntar o que o oxvaldo quer que lhe perguntem? nuvens negras, e ainda é fevereiro é carnaval, mas o clima é de quaresma, tempos de assombração na cidade do Galo, mudanças JÀ, sobre os piores laterais que eu vi jogar gostaria de saber a opnião dos cabeças brancas como eu aqui do blog

  • Regi.Galo/Bh disse:

    Está chegando a hora em que as verdades e as mentiras começam a tomar os seus devidos rumos. Este positivismo descendente, tão defendido como exemplo de conduta, é o que mais faz mal ao correto entendimento das coisas. Deste lamentável episódio ocorrido na coletiva com o Oswaldo, que é apenas mais um dentre tantos, se torna muito nítido compreender qual é a “regra” que impera dentro Atletico:

    – Quem questiona o time (ou a falta dele) é, e deverá ser tratado como, ‘persona non grata’;
    – Treinador que faz churrasco com a comissão técnica e jogadores quase toda sexta ou sábado, deve ser inquestionável;
    – Treinador quando entender que o time SOUBE ATACAR E DEFENDER (!), que SOUBE JOGAR DE FORMA COORDENADA (!), para toda e qualquer via de regra, até bem observada na absurda postura do Domênico Beringh, o repórter é quem deve ser considerado o babaca (e nós, também, por osmose!);
    – Treinador que monta um time de ex-viúvas, de colegas da cozinha de casa, esse deve ser o cara à ser defendido com unhas e dentes. Afinal, além de tudo isto, não fala palavrão em público. Exemplar!

    Não precisa pensar muito. A falha não está no treinador; está no jeito em que as coisas estão sendo conduzidas. Está na extrema falta de organização. Está na incoerente exarcebação de feitos e valores que não estão lá no momento. Que precisam ainda serem construídos. À mim não importa se o sujeito é bom advogado, bom pedreiro ou bom gari. Se comanda uma grande Instituição ele precisa estar muito além disto. Precisa ser visionário. Precisa quebrar os elos, soltar as amarras, se desfazer dos pesos inúteis, precisa extrapolar. O Galo está preso, acorrentado, amarrado, com peso nos pés, e atirando ao fundo do poço, tudo pelas mãos de alguns que se dizem ‘benfeitores’. Se não mudar isto, o resto será sempre igual.

    Troca-se o treinador; trocam-se os jogadores; e o principal, a mentalidade do banqueiro, ali permanece intacta. Essa não muda, somente troca de Presidente!

    • RicardoB disse:

      Pois é… E experimente questionar qualquer coisa relativa ao estádio do Galo para você ver a reação. Eu, pessoalmente, sou a favor da construção do estádio, já que os clubes da capital, administrados por crianças, são incapazes de dividir o Mineirão e o Independência. Mas a maneira como os opositores da ideia foram tratados, na época da votação no conselho deliberativo, já era um retrato do autoritarismo que reina no Galo.

      • Tonho ( Mineiro ) disse:

        Ja falei aqui antes no Galo hoje e assim Kalil falou ta falado, tem 2 maneiras de fazer as coisas, maneira do Kalil ou a maneira errada. Resultado estamos vendo ai, Diamond vendido por uma fracao do valor correto, e o time que ja e o pior em anos!!!!

      • Regi.Galo/BH disse:

        Caro Ricardo B,
        Á época também dei os meus pitacos e cheguei às mesmas conclusões suas. Apenas, faço algumas ressalvas de opinião pessoal e exclusiva.

        No meu entender, a razão pela qual as coisas não fluem como devem dentro do Atlético é porque se fortaleceram as polarizações, para agir em detrimento das coalizões.
        Explico: as forças de polarização (chapa; grupo de apoio), estas cada vez mais prejudiciais ao Clube, servem somente para definir cada qual GRUPO poderá usufruir da propriedade e da condição da Instituição e do apadrinhamento. Não servem apenas como chapas de candidatos em disputa e pleito aos cargos. São forças contrárias, não se somam e, pior, forçam e fortalecem a divisão, entre si e entre as vantagens daí advindas ao vencer os pleitos.

        Não fossem assim, seriam unidas após as eleições, em busca do bem maior, tanto para eles mesmo, quanto para o Clube em primeira instância. Mas, não é o que vemos. Ao contrário, como bem podemos notar, a coisa toda descamba. Flui para a desmoralização, desarticulação, e para as demonstrações de autoritarismo entre as partes, como você bem definiu no caso do Estádio. O que era, e poderia ter sido, apenas uma eventual disputa democrática pela busca de uma solução conceitual ao nível de gestão, se transforma tão apenas numa briga política de facções, com poucos ideais e idéias do que deve realmente ser feito. Pode sim ATÉ haver meritocracia nos sujeitos; mas não há método, não há princípios, não há plano estratégico que possa ser apresentado e avaliado. Como qualquer pleito político, o que realmente há é o Oba-Oba, palanque, serpentina e o meu é maior que o seu!

        O que ocorre é que cada GRUPO se cerca de meios para fortalecer as suas bases e destituir as contrárias. Daí, meu amigo, o que advém destas são os conchavos e os tomas-lá, dá-cá, em nome ‘do meu nome’ e ou da minha sogra. Acontece que, assim como na política, este ‘partidarismo’ determina quem vai trabalhar à favor, mesmo que compulsoriamente, e quem vai trabalhar em desfavor (não é contra; é em desfavor mesmo!), para que os objetivos se cumpram ou não. O resultado é o mesmo que vemos em muitos outros ‘lugares’ por aí: O Vasco do Eurico Miranda; O recente Cruzeiro dos Perrela(?); O Galo do BMG; O São Paulo; entre outros tantos exemplos por aí.

        Mas, preciso ser enfático e incisivo:
        – Cada um têm a sua relação pessoal com as coisas do Galo, cada um sabe até onde o calo lhe aperta, e eu respeito à cada um deles ou delas que se vê na condição de APAIXONADO PELO QUE BEM ENTENDER. Cada um que saiba de si e vida que segue, não é mesmo?

    • jorgemoreira disse:

      Regi isto esta me fazendo lembrar da barca do Valdir Espiona lembra, o Oxvaldo no ano passado trabalhou com o que tinha, e foi razoavél ai o que ele fez voltou as suas origens, trouxe a sua panela, uma vergonha, e mais o tal do gallo,que postura mais retrogada, onde ele pensa que esta,porque este autoritarismo, sinceramente estava pensando qual era este filme , de panelinhas, e me lembrei da barca do Valdir Espiona de tragicas lembranças, e mais porque o Domenico tomou as dores do inutil treinador? quer dizer que se não for vaquinha de presépio tá fora, eu até admirava o Domenico mas depois desta falta de respeito de um puxa saco arrogante, ele esta se achando, só que ele se esquece o que aconteceu com o Valdir Barbosa e os seus amiguinhos da radio de minas, VERGONHA as verdades tem que ser ditas, chega de funcionários da imprensa que escondem noticias, LIBERDADE, LIBERDADE

      • Regi.Galo/BH disse:

        Claro que me lembro, Jorge.
        Claro que me lembro Colônia de Férias do Tio Espinosa.

        E concordo contigo, estamos voltando à mesma falta de critério de décadas antes. Poderiam muito discutir a questão como pessoas sensatas, agir com maturidade, com critério, ainda mais vindo de um recém Diretor que deixou as Seleções de Base.

        Ah.. Puxa vida! A terra ficou devastada depois do Nepomuceno!

  • Aurélio Miguel disse:

    Osvaldinho mais perdido que cego em tiroteio.

  • Aurélio Miguel disse:

    Foram desenterrar o Osvaldinho! Dá nisso.
    Total despreparo.
    Partir pra briga com reporter?! Falta de controle. Já faltam desculpas. Osvaldinho não dura até o final do Mineiro.

  • Stefano Venuto Barbosa disse:

    O Leo Gomide tem todo direito de perguntar, muito embora eu não goste muito da linha dele, pelo menos ele parece saber o que está falando e não faz só pergunta água com açúcar, como o tal Igor Tep da 98. O que não pode é um treinador perder as estribeiras como fez ontem, colocando a instituição e seus colaboradores numa situação negativa, afinal patrocinadores não investem num time para ver seu produto exposto num barraco desses. O Time do Galo é fraco, mas muito fraco, o Léo Silva não dá conta mais, o Gabriel é meia boca, esse lateral direito é horroroso. Os dois volantes marcam com o olho. O time tem setores muito distantes, ninguém apoia o ataque. Tem muito tempo que eu não vejo um time do Galo tão ruim E agora pela manhã a notícia que o Leo Gomide não pode entrar na Cidade do Galo. Me parece meio aquela coisa “O leite azedou, vendam a vaca”. O presidente tem que abrir o olho enquanto é cedo, tudo tem seu tempo no futebol, se deixar pra mais tarde a vaca vai pro brejo.

  • Marcus Vinícius disse:

    Futebol triste do Galo, aquela cena dos jogadores e o técnico pedindo o fim do jogo para um time semi-profissional com uma folha de 120 mil ao mês, coisa que um jogador como Carlos deve receber, e para coroar essa noite de horrores, a briga do técnico Oswaldo de Oliveira com o setorista do Galo Léo Gomide, uma coisa de time amador, essa proibição do profissional trabalhar no Galo é Ditadura, jornalista tem que ter o direto de expressão, o Galo precisa se explicar dentro e fora de campo.

  • Lucy disse:

    Alô, Jorge Moreira. Já me solidarizo com o seu Isordil, e penso que será pouco… Pelo o andar da carruagem, o ideal é providenciarmos desfibriladores.

    Em tempo: Caro Pedro Vitor, pensei que só eu havia notado a hipocrisia do machista que fala em homofobia. Obrigada pelo apoio.

  • José Eduardo Barata disse:

    Somos irritantes e desinformados .
    Não é possível continuarmos com essa cobrança
    totalmente sem propósito para termos um time de
    futebol em campo , sem enxergamos a evolução
    que já acontece , haja vista jogadas ensaiadas à
    exaustão que são repetidas a cada jogo , numa
    clara demonstração do acerto nos treinamentos ,
    que são praticadas com denodo pela nossa zaga
    a cada dia mais eficiente .
    Uma delas é a bola cruzada da direita do ataque
    adversário para cima de nossa área a encontrar
    o valoroso Xavier firme como um poste no meio
    de dois atacantes altos .
    É decisiva ! É fatal ! É fantástica !
    Uma outra eu chamaria de CinemaScope , que é
    aquela visão alargada que o atacante adversário
    tem de nossa meta , com nossos defensores em
    posições estratégicas , espaçadas , permitindo a
    qualquer jogador contrário interagir com o nosso
    guarda-metas .
    E existem outros exemplos que jogam por terra
    toda essa nossa indignação , basta que sejamos
    menos passionais e mais observadores .

    • Roger Campos disse:

      Prezado José Eduardo Barata,

      Eu estava me preparando para comentar esse jogo(?) do Galo.
      Buscava as melhores palavras para que ninguém confundisse trabalho com c***lho, num rompante Oswaldiano. Daí, eis que me deparei com a sua síntese do ridículo de ontem. Perfeito, no ponto.
      Se me permite, acrescentaria apenas um comentário sobre o Elias: “Blanco”

      • José Eduardo Barata disse:

        ROGER CAMPOS ,
        o Elias precisa de uma passarela em veludo para
        desfilar toda sua pretensa condição técnica , pois
        me parece que ela existe , porém a sonolência do
        atleta não a permite aflorar .
        Ontem , meu Deus ! , parecia que ele estava num
        calçadão do Rio de Janeiro , pra lá e pra cá , ao
        sabor das ondas que iam e vinham .
        Quanto ao Blanco . banco , não é mesmo ?
        Fazer o quê ?

    • Renato César disse:

      Veja o que eu disse anteriormente sobre o “Samuca”. Lateral que faz o “um-dois” correndo em diagonal para o meio… Quando vai na linha de fundo, tenta driblar e levar para a perna esquerda, conduzindo a bola como se tivesse que ir até a meia lua.

      Fazê-lo entender como um lateral deve se comportar, de acordo com os meus conceitos, seria uma quebra de paradigma enorme. Duvido que seja possível isto em uma encarnação só.

      • José Eduardo Barata disse:

        RENATO CÉSAR ,
        não existe conserto para uma situação como esta .
        Ele está há uns 15 anos fazendo dessa maneira e
        acreditando que é o melhor que ” ‘tá tendo” .
        Podemos desistir .

  • Carlos Henrique disse:

    O Botafogo esta procurando tecnico, nao sei nao.
    Foi eliminado, vai para o Rio Osvaldo.
    Nao dá ate melhorou a velocidade do time.
    Que zaga, como ta mal o Gabriel
    Leo Silva é reserva. ta lento demais
    e o lateral direito é contrataçao do Osvaldo, pessimo
    volantes nao se entendem, e um buraco no meio.
    Falta é tecnico, pois na frente o time ganhou velocidade.
    É questao de tempo, para o tecnico cair.

  • Carlos Henrique disse:

    O Botafogo esta procurando tecnico, nao sei nao.
    Foi eliminado, vai para o Rio Osvado.
    Nao dá ate melhorou a velocidade do time.
    Que zaga, como ta mal o Gabriel
    Leo Silva é reserva. ta lento demais
    e o lateral direito é contrataçao do Osvaldo, pessimo
    volantes nao se entendem, e um buraco no meio.
    Falta é tecnico, pois na frente o time ganhou velocidade.
    É questao de tempo, para o tecnico cair.

  • Igor Mendes disse:

    As desculpas do Osvaldo são infundadas, pois o time descansou, foi poupado e este time tem que ralar, jogar em campo de terra, dentro de curral, mas tem que pegar ritmo, se colocar time B de novo, vamos na 2ª divisão do Mineiro. Esses camaradas ganham muito bem pra ser poupados.
    Se compararmos a estrutura do Atlético Acreano e o Galo, percebemos que tem muito perna de pau ganhando muito no nosso time.
    Arouca quase não tome bola de ninguém, tem que ir pro banco, o Elias pelo menos chega no ataque, o Adilson tem que ser o primeiro volante. Leo Silva e Gabriel, zaga sem sintonia e o Léo tá muito lento fazendo faltas próxima da área, é facilmente driblado pelos adversários.
    Cuidado diretoria, pressão de torcida causa uma crise danada, o destempero do Osvaldo mostra isso, embora a imprensa Mineira é muito valente pra elogiar o outro lado e desestabilizar o Galo.
    O presidente me pareceu muito sensato só que precisa se movimentar, o time vive de resultados. Cuca está na praça e fazer contratações pontuais sim. Neste time só vejo o Elias e o Fábio Santos em condições de ser titular. Num elenco melhor o futebol do Elias rende, o resto é um amontoado dentro de campo. Cazares e Otero são ótimos reservas. O Luan parece que corre mancando e rende melhor pela direita..Samuel Xavier consegue ser 10 vezes pior que o Patric. Não entendi a saída do R. Guedes, único que oferecia perigo ao adversário. A coisa está preta!

  • Carlos Almeida disse:

    E no Atlético nada é tão ruim que não possa piorar.
    Ave Maria.

    Nem vale a pena comentar o lateral direito, o miolo de zaga ou a falta de futebol do Elias.
    O treinador é fraco, sempre foi.

    Como no 1º semestre do ano passado: quanto mais o time joga, piora.

    É a hora do Cuca!
    Acorda ditetoria!

  • Alexandre Magno disse:

    Bom dia Chico, quero pontua duas coisas que tenho percebido no time do Atlético. Primeiro, desde de a chegada do Lucas Pratto que os centroavantes vem sofrendo, o meio campo não produz e não cria chances para eles fazerem o que sabem, gols. Segundo, vejo times como o Real Madrid, Barcelona e até a seleção Brasileira, sem falar nos últimos campeões brasileiro, jogando com três volantes e o Atlético insistindo em jogar com dois e sendo que um deles não marca ninguém, que é o Elias. Ontem havia um buraco entre o os volantes e a defesa e entre o os “aramadores” e o ataque. Os jogadores não se movimentam para receber a bola, o Roger Guedes e Erick quando recebiam ninguém aparecia para tabelar, o Ricardo Oliveira tinha que sair o tempo todo na área para receber a bola.

  • Julio Cesar disse:

    Foi penalti no Ricardo Oliveira. Depois ele perdeu um gol cara a cara com o goleiro. Elias tambem perdeu um praticamente sem goleiro. A finalização do Marco Tulio na entrada da area pra fora, faltou capricho.
    Os resultados destes lances principalmente poderiam ter terminado em gol. Então, o resultado da partida iria mascarar a desorganização que esta este time. A defesa esta um horror. O gol dos acreanos mostrou despreparo total do Samuel Xavier.
    E o aparentemente sempre calmo Oswaldo perdeu o controle com o jornalista. Controle que tambem esta faltando a este time.

  • Renato César disse:

    Independentemente do técnico, a escalação para sábado diante da Caldense tem que ser: Cleiton; Patric, Maidana, Mancini, César; Róger Bernardo; Gustavo Blanco, Tomás Andrade, Bruno Roberto, Hyuri; Carlos.

    Maidana e Mancini, para mim, formarão a dupla de zaga titular e precisam começar a jogar para pegar ritmo. Tomás Andrade também tem que entrar em campo logo. Bruno Roberto eu vi potencial, tem que ser titular no Mineiro para pegar corpo.

    Eu mandaria este time para as duas próximas rodadas pelo menos: jogo de sábado contra a Caldense e clássico do outro domingo.

  • Renato César disse:

    Agora é hora de falar sobre o incidente envolvendo Oswaldo Oliveira e Leo Gomide.

    Este jornalista é um cara chato, da turma dos “scouts”, das “entrelinhas”, do “terço de campo”, etc. Todo jogo ele vem com “as orientações das trocas de passe”, “minutos com posse de bola de cada jogador” e mais um monte de conversa para boi dormir.

    Mas isto não da direito ao treinador de começar a gritar palavrões na entrevista coletiva e nem de querer sair no tapa.

    Este descontrole emocional do treinador mostra muito do que está acontecendo dentro de campo. Um time perdido, sem capacidade de raciocinar, que não consegue se desenvolver tecnicamente, desconcentrado e sem dar liga.

    Sou contra troca de técnicos até que se encontre um que comece a dar resultados. Mas este evento de ontem mostrou que a diretoria precisa tomar uma atitude. Se algo muito drástico não for feito, todo o esforço que foi feito até agora para se ter um time sustentável irá por água abaixo e o ano acabará ficando mais caro do que os anteriores.

    • José Eduardo Barata disse:

      RENATO CÉSAR ,
      esse moço , que nunca ouvi , eu o tenho como
      referência por fazer parte da turma do Igor 98 ,
      SIMPLESMENTE INTRAGÁVEL , e que já foi
      deletado do meu dial .
      Voltei a ouvir o “velho” Abras .

      • Renato César disse:

        Conheço pouco da Rádio Inconfidência, vi mais pelo twitter mesmo. Tem uma turma que o venera. Aliás, tem gente que torce mais pelo setorista ou pelo narrador, do que pelo próprio clube.

        Ontem, ambos estiveram errados. Parece que mais gente confirmou as palavras do Gomide antes do Oswaldo tentar ir para as vias de fato. Mas isto não justifica a atitude do treinador.

        Talvez o melhor já seria o Sette Câmara proibir a entrada dos dois na Cidade do Galo… E olha que não concordo com demissão de treinador tão rápido assim. Mas o que aconteceu ontem deixa sequelas graves.

  • Tim Silva disse:

    Dois Atléticos se enfrentaram ontem:
    – Um esforçado, organizado, determinado, que só não venceu por falta de qualidade técnica.
    – O outro, uma bagunça, desorganizado, completamente perdido, onde ninguém sabia o que fazer, nem o técnico.
    Cruzes. Esse ano vai ser difícil.

  • Renato César disse:

    Sobre o jogo em si, primeiro eu gostaria de comentar o Samuel Xavier. Este cara conseguiu me enganar no ano de 2015, salvo engano. Talvez eu tenha assistido somente os melhores momentos dos jogos do Sport naquela ocasião e isto me fez acreditar no potencial dele.

    Ele não sabe o básico sobre a função. Toda bola cruzada do lado esquerdo da defesa do Galo para o lado direito, pega um jogador adversário livre de marcação atrás do zagueiro (neste caso, o lateral tem a companhia do zagueiro na falha).

    Mas tem uma jogada que é característica para você ver a deficiência técnica do cara: quando ele toca a bola para um companheiro para atacar, ele corre em diagonal para o meio de campo. Telê Santana deve se debater todo dentro do caixão com esta jogada.

    Lateral corre paralelo à linha lateral do campo em direção à linha de fundo. E quanto mais na ponta for, melhor para cruzar. Isto o cara já tem que nascer sabendo, não precisa ninguém ensinar. O que o treinador precisa fazer é repetir insistentemente isto para que a jogada seja mais eficiente.

    Para mim, Samuel Xavier é um dos jogadores que precisam sentir um desconforto muscular e ficar pelo menos uns 10 dias treinando em tempo integral e sem jogar, para aprender conceitos básicos de futebol. Precisará passar por um curso teórico e intensivo de lateral. E depois pela formação prática.

    • Tonho ( Mineiro ) disse:

      Renato to aqui rindo, tem um lance que lembro no jogo do Guedes receber a bola do lateral, espera o cara passar e nao ve ninguem passando ai ele Guedes aponta com a mao para a lateral mostrando onde o cara tinha que ir e mesmo assim o Samuel ficou parado.

      • Renato César disse:

        Isto quando ele fica parado. Mas tem os lances onde ele passa. Só que passa para o meio de campo. Ele toca a bola para um jogador (que está de frente para a lateral do campo) e corre para o meio do campo!

        Aí tem gente que fica tentando entender porque mesmo com muitos “velocistas” na equipe, o time é lento.

  • José Eduardo Barata disse:

    A cena mais patética de ontem foi ver todo o banco,
    Comissão Técnica à frente , pulando e gritando feito
    loucos pedindo o fim do jogo .
    Um vexame sem precedentes ! Uma humilhação !

  • Renato César disse:

    Como eu comentei em outra postagem, as mudanças no regulamento da Copa do Brasil, trouxeram resultados diferentes da média histórica nesta primeira fase.

    A partir do ano passado, não acontecem mais goleadas contra os times inexpressivos. Na verdade, este ano, somente o Vitória-BA que disputa a primeira divisão e conseguir fazer dois gols de diferença contra o seu adversário. Os demais jogos terminaram com 1 gol de diferença ou empatados, sendo que vários gols dos times da primeira divisão aconteceram depois dos 40′ do segundo tempo (Sport, Fluminense, Internacional e Paraná). Lembro ainda que, ano passado, somente Sport e Fluminense conseguiram fazer 3 gols de diferença no primeiro jogo.

    Para este ano, a premiação ainda subiu de 4 a 5 vezes. Proporcionalmente, seria como se o Galo garantisse uma premiação de R$ 30 milhões e cada jogador recebesse R$ 100 Mil para passar de fase, além de uma convocação para a Seleção Brasileira. Lógico que, nestas condições, você terá um time correndo muito mais do que o outro.

    Esta análise é meramente focada na questão motivacional. Sobre o desempenho do time, comentarei em outra oportunidade.

  • José Eduardo Barata disse:

    Meudeusdoceu!!!!!!

  • Juca da Floresta disse:

    É uma proeza esse time do Atlético Mineiro, conseguiram fazer um time em 2018 pior que o 2017…isso é uma proeza! Tomando sufoco de time de frentista no Acre!!!

  • Tonho ( Mineiro ) disse:

    Triste demais ver o Galo assim, os unicos jogadores que ficariam em meu time e o Marco Tulio e Fabio Santos, talvez Elias se acordar e decidir a jogar no Galo, se continuar sonhando co Flamengo que va pro diabo que o Carregue. Desculpa pelas palavras Chico.

  • Horacio V Duarte disse:

    Caro Chico, o Atlético Acreano não tem nada de amador, é profissional sim e mostrou isto no campo, aliás o local adequado. Já o nosso Galo repetiu alguns problemas, tinha hora que parecia que não tinha volante, não ganhavam uma bola, uma dividida nada, saida de bola horrorosa, em alguns casos rifando a bola. O Elias jogou bem, mas o meio de campo só tem piorado, acho que o Adilson não pode ficar de fora.
    Mas apesar do volume e da pressão tiveram poucas jogadas de perigo de fato, o gol, (de cabeça Oswaldo!!), uma falta proxima da área, uma bola na trave e uma penetração nas costas do Fábio que resultou em um chute no lado de fora da rede. Este resultado pelo volume de jogo mostrou mais as deficiencias do outro time do que qualidades da defesa, muito muito lenta.
    Pior é na pressão perder os gols que o time perdeu, se a bola não estava chegando, hoje chegou. naquele clima não dava para perder, tinha que aliviar. E não foi um foram 3 cara a cara e um monte de jogadas perdidas tentando o último passe… um saco.
    E pensar que o outro Atlético não é treinado por um técnico de primeira linha e o nível técnico dos jogadores é incomparávelmente inferior. Pois é, futebol não é contratação nem nome, tem que ter conjunto, tem que correr em campo e se não correr a bola pune.
    Mas a recuperação de bola do Erik, no primeiro tempo, mostrou raça e compensou a sofritude, merecia ter saído o gol dali, gostei desse rapaz. O Marco Túlio e Luan entraram muito bem também, na realidade o time deles ja estava sem gases.

  • Márcio Luiz disse:

    E o Oxxxwaldo, hein. Eta hômi bão de coletiva, sô. Kkk
    Chegou aqui falando menos merda q o “Roger rolando lero” e já tinha torcedor encantado com as coletivas do moço. Pois sim.

    Foi muito engraçado ele apelando com aquele repórter “zé gripinha” que demora 3 horas de relógio pra elaborar uma pergunta. Bem feito pros dois, duas malas.

    E coitados de nós, se esse aprendiz de presidente não acordar a tempo e “repatriar” o Cuca.

    Curuz credo!

    • José Eduardo Barata disse:

      MÁRCIO LUIZ ,
      mas que ele é bom de fala não há
      como negar .
      Agradável , manso (ontem foi um ponto
      fora da curva) , inteligente !
      Papo de boleiro de praia , com um chopp
      e um biscoito de polvilho Globo

      • jorgemoreira disse:

        Este ai foi diplomado na escola do Valdir Espinosa com louvor, aprendeu direitinho principalmente fazendo as panelinhas dele, eu andei buscando informações e não encontrei eu não me lembro do Oxvaldo ter começado um trabalho e terminado voçê consegue se lembrar de algum? gostaria que voçê buscase na sua privilegiada memoria sobre os piores laterais que voçê viu jogar no Galo,claro se voçê não se sentir ofendido por eu ter me referido aos cabeças brancas do blog é claro

        • José Eduardo Barata disse:

          JORGE MOREIRA ,
          cabeça branca , claro , mas que com
          um bom óleo ainda brilha , pode acreditar.
          Quanto aos laterais , e você citou alguns
          em outro comentário, como o Canindé,
          Reginaldo , ( Marcelino era esquerdo ) , o
          Carlão , Zé Maria seria uma covardia uma
          comparação com o portentoso Xavier .
          Os caras não merecem isso .

    • Carlos Henrique disse:

      Cuca seria uma ótima, “mas nao sei” se viria, outro nome que gosto é do Levir.

  • leonardo disse:

    A zaga com Leo Silva que ja venceu o prazo de validade a muito tempo e o Gabriel que só engana parte da torcida do Galo. Esse cara no maxino tem mercado pra 2 milhoes de euros. Ele quando se esforçava era mediano, agora acochambrando ta difícil de ver.
    Os volantes só coroa que nao marca nada. O Elias tem jogo que parece o meu pai com copo de cerveja dentro de campo. O time dos caras nem profissional é considerado. E ai me vem o vitor falando que os caras dão a vida. Blz. E os jogadores do Galo? Estão menosprezando o torcedor e o salário que recebem? Eu fico puto com falta de profissionalismo dessa terra das bananas chamada Brasil. O xavier, o torcedor do Sport tá dando graças a Deus que tem um otário pra pagar salario dessa carniça. Ahh véi. Time horroroso. Tem tanta gente não jogando nada que tá difícil.

  • Regi.Galo/BH disse:

    Gente… O quê é isto que passou na TV hoje???

    – Nenhum de nós precisa classificar recorrer aos fakes, azulinos, enrustidos, menos Atleticanos, etc’s, para tentar esconder o óbvio não. Chega de bobagens de ficar atacando aos outros em nome do indefensável até aqui; o Galo somente vai crescer quando cair a ficha de quem conseguir entender que é preciso melhorar, E MUITO!!!!

    Próximo!

    • Carlos Almeida disse:

      Olha Regi.Galo,

      E pior do que fake e “cruzeirense enrustido” é atleticano alienado.
      Pq apoio incondicional e torcedor parcimonioso são coisas bem diferentes.

      A tolerância com o erro e a incompetência no Atlético se esgotou após esses 3 anos.

      Arremedo de time.

      • Regi.Galo/BH disse:

        Pois é, Carlos.
        Dada a situação, é como você bem disse logo acima: nada é tão ruim que não possa piorar!

        Mas, pode também melhorar, e é nisto que escolhi acreditar!!!
        À cada um de nós, Atleticanos, coube sempre um papel divino, a ser desempenhado com extrema devoção e paixão em preto e branco. Nos coube uma ação digna, sublime, de sempre lutar pelos nossos ideais, com toda a nossa raça para sempre vencer, não importando o inimigo em questão!

        E assim viemos; sobrepujando aos inimigos e ao tempo, vivendo tudo de braços dados com todas as causas que nos fizeram cada vez mais fortes e engajados: lutamos contra tudo e contra todos; contra a ditadura; contra as forças naturais e desnaturais; contra o vento…

        E, em tese, vencemos! Até aqui; o espirito sobrevive e está presente em cada um de nós, e em cada um dos nossos, em todos os instantes. Somos muitos e fortes, o suficiente para fazer frente à qualquer espécie de inimigo ou dificuldade!

        Lutamos lá fora, nos ocupamos lá fora, nos alinhamos lá fora, e estivemos sempre preparados para o que ‘desse e viesse’, lá fora. Mas, já a algum tempo, estamos sendo surpreendidos pelas costas; como pudemos nos enganar que o fogo ‘inimigo’ também não pudesse se instalar e partir de dentro?

        Sequer imaginávamos, que o mesmo poder que construiríamos pudesse, algum dia, se deixar corromper. Sequer cogitávamos, que por trás das nossas linhas, da nossa proteção, da nossa barricada, pudessem surgir os manipuladores de massa, os exploradores de mentes, ou os decompositores fascistas, que se apropriam das nossas vitórias e as usa contra nós mesmos. Eis que surge então a personificação dos males vigentes!

        O Galo, em si, nunca foi o suspeito da história; o Galo é, e está sendo, a vítima daqueles que o usam para causas impróprias!

        E, nós precisamos entender isto e não interrompermos a nossa eterna luta, como soldados que somos, contra qualquer espécie de inimigo, venha de fora ou dentro. O Galo não pode ser posse de uns ou de outros. Este deve pertencer à torcida, e será à ela novamente que deverá retornar, pelos esforços conjuntos e sistemáticos das nossas exigências por responsabilidade.

        Então, hoje é mais um daqueles dias fantásticos para lutar pelo que acreditamos!!!

  • Márcio Luiz disse:

    Calma, gente. Segundo o tal do Paulo paixxxxxão (com todos os xxx q ele tem direito) o time vai “voar” a partir do oitavo jogo.

    Conversador de fiado do ca#@*&o.

  • Silvio T disse:

    Chico, ou você é muito bonzinho ou é muito otimista, ao estilo da Marcia de windsor, que se notabilizou como jurada dos programas de tv nos anos 1970 dando nota dez prá qualquer um. Torcida do galo e a imprensa que acompanhou o jogo, estão todos traumatizados com o que viram.

  • Jorge disse:

    Sofrido Não! Ridículo! Esse time me faz lembrar de “craques” como: Mexirica e Jales, que já vestiram esse manto sagrado.

  • Filipe Diniz disse:

    Os últimos 3 Gols que o Atlético tomou foi culpa do Samuel Xavier. Jogador fraco que não sabe defender é muito menos atacar. Até quando vamos continuar com essa zaga de várzea ??? Gabriel e Leonardo Silva não dá mais desde o ano de 2016 quando perdemos a copa do Brasil para o Grêmio. Estou ainda tentando entender a saída do Adilson do time titular, Ricardo Oliveira pouco participativo, a falta de organização tática, a contratação do preparador físico mais desatualizado e velho do Brasil e a falta de comando.

  • DUDU GALOMAIO BH disse:

    O time do Galo 2018, até aqui, é só mediocridade.
    A propósito, encerrou-se nesse exato momento a minissérie global de episódio único, chamada: “A Esperança dos Bocós”.
    Trata-se de um bando de bobos esperando até o fim algo que não aconteceu. Foi uma minissérie sofrível, mas com final engraçado… KKKKK