Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

América foi um visitante mal educado e bateu no Uberlândia com facilidade

O time do Enderson Moreira não tomou conhecimento do fator casa e atropelou o alviverde em Pleno Parque do Sabiá. O primeiro gol saiu aos 50 segundos de jogo por intermédio do Aylon. O segundo foi seis minutos depois, com Giovanni, e o terceiro foi aos 14 do segundo tempo com grande comemoração do Rafael Moura que marcou seu primeiro gol com a camisa do Coelho. O Uberlândia tentou mas não teve forças para reagir. Parecia um adversário do Mike Tyson nos bons tempos do boxeador norte-americano que liquidava os adversários com poucos e certeiros socos, logo no início da luta.

A ficha dos 3 a 0, extraída do portal da Itatiaia:

Uberlândia 0 x 3 América

Uberlândia: Felipe; Cesinha, Ferron Bruno Costa e Rafael Estevam; João Paulo, Daniel Pereira (Eliomar), Alê e Ricardinho (Saulo); Jarlan (Leandro Santos) e Alfredo. Técnico: Paulo César Catanoce

América: Glauco; Aderlan (Renan Oliveira), Messias, Rafael Lima e Giovanni; Zé Ricardo, David (Gerson Magrão), Norberto e Serginho (Capixaba); Aylon e Rafael Moura. Técnico: Enderson Moreira

Motivo: 6ª rodada do Campeonato Mineiro
Data: 8 de fevereiro de 2018, quinta-feira, às 20h15
Local: Estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia (MG)

Gols: Aylon (50seg./1º), Giovanni (6’/1º), Rafael Moura (14’/2º)

Árbitro: Marco Aurélio Augusto Fazekas
Auxiliares: Marconi Helbert Vieira e Helen Aparecida Gonçalves.


Comentários:
21
  • flavio azevedo disse:

    não tenho tempo e motivo para perseguir jogador, mas todo mundo sabe que RENAN E LUAN não sao jogadores de serie A e estavam sendo 2 jogadores a menos e prejudicavam o meio campo, ataque e defesa..ontem o time jogou completo…que a diretoria esteja atenta e ja rescinda contrato deles, este ano é SÉRIE A, se quiser continuar, tem que tirar do grupo jogadores que não estão no nivel da competição…DEiXA DE SER MEDROSO, TREINADOR, DOMINGO VAMOS ATROPELAR NOSSO INQUILINO!!!!

    PS: acabou aquela diretoria que fazia jogador pra dupla fuleira, quer jogador do COELHO, paguem a multa rescisória e o contrato do craque Zé Ricardo está renovado…O Blanco e o Xavier tiveram olho grande e vão penar na reserva e perderam a chance de crescerem no ÚNICO DECACAMPEÃO MINEIRO!!

  • Renato César disse:

    Oswaldo caiu e Cuca é o nome mais forte para chegar. Como disse em outras oportunidades, sou contra a troca constante de técnicos, mas este episódio do Acre foi um fato excepcional. Alguma coisa tinha que ser feita para que não se perdesse o grupo e nem a temporada.

    Espero que a torcida, que tanto pediu o Cuca, tenha paciência com ele. Os resultados não chegam da noite para o dia. Foi assim quando pedimos o Kalil e até o próprio Levir Culpi nas suas duas últimas passagens pelo clube.

    Sendo o Cuca, acredito que ele deva trocar praticamente toda a defesa, deixando Victor e Fábio Santos. Deve pedir a contratação de um camisa 10 e/ou um volante de contenção. Acrescentei o “ou” porque, talvez, ele use soluções caseiras, já que temos esta característica no elenco, ao contrário do camisa 10 clássico que não temos. Mas talvez até para o camisa 10 ele faça uso de alternativas do próprio elenco. Vamos aguardar…

  • Rafael disse:

    E a Globo ignora o América na chamada para o Campeonato que tem curiosidades divertidas sobre a história do certame. Ignorou o deca-campeonato, ignorou Jair Bala, o Filho do Vento… enfim

  • Carlos Henrique disse:

    Bacana vai Coelhao, acho que vai ser o campeao Mineiro.
    Por que o meu Galo ta dificil.
    sei nao se vai passar pelo Botafogo da Paraiba

  • J.B.CRUZ disse:

    Essa Vitória do AMÉRICA Vem Reforçar a Tese de MANO MENEZES Que o CRUZEIRO Está No Caminho Certo….No CRUZEIRO Todos São Titulares: 11 Jogando e os Demais No Banco: de Plantão…Sai Um Entra Outro: E o Time Continua o Mesmo…
    CRUZEIRO SEMPRE !!!..

  • Renato César disse:

    Não vi e nem acompanhei nada sobre este jogo. Mas perdi a oportunidade de fazer um comentário depois do clássico que queria aproveitar para fazer agora. O clássico foi um jogo muito ruim, mas um jogador me chamou atenção: Zé Ricardo. Este volante do coelho pareceu ser muito bom. Tem bem o estilo do Arthur, do Grêmio.

    Depois do jogo e lendo o nome dele, fiquei pensando que talvez ele já tivesse sido citado aqui. Acabei de pesquisar e achei a referência mesmo. Foi citado pelo Márcio Amorim no post “América busca ponto difícil em Patos e sub-lidera o campeonato junto com mais cinco”, com o comentário destacado pelo Chico depois no post “Treinadores que não se curvam e jogadores que são estratégicos, mesmo sendo detestados pela própria torcida”.

    Márcio, apesar de não ter dito direta e especificamente sobre as qualidades deste garoto, realmente parece se tratar de uma boa promessa. Volante clássico, que marca bem e joga com a cabeça em pé. Vi aqui na internet que renovaram o contrato dele, parece que até o final de 2022.

    Se orientar bem o menino, tem chance de fazer uma grana boa nele. Lembro que o Grêmio recusou proposta oficial do Mônaco de 14 milhões de euros. Fica a dica de jogador a ser observado nos próximos jogos.

    • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

      Caro Renato César,

      Tira os “zói” que cheguei primeiro e já falei pra Diretoria do Cruzeiro dar um jeito de comprar esse jogador… rsrs
      Brincadeiras a parte, vc tem razão. Quando assisti ao VT daquele jogo, percebi nesse Zé Ricardo algo diferenciado, que foge e muito daquele tipo mais do mesmo, que é o que mais tem por aí…

      Mas sai pra lá que vcs já pegaram o Blanco.. rs Agora esse aí é nosso !! rs

      Márcio Amorim, mas pode ficar tranquilo que o Cruzeiro pagará muito bem por essa joia de vcs !!

      Abraços

      • Renato César disse:

        Andei um pouco fora dos jogos do América. Perdi a oportunidade de vê-lo primeiro.

        Sobre a proposta de compra, o Márcio Amorim pode ficar tranquilo mesmo. Até porque a fila para receber lá no seu clube está muito grande e com um tempo de espera gigantesco. Se ele for estressar vai infartar antes de receber…

        • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

          Ahhh Renato César…

          Não sabe brincar, não desce pro play pô… rs

          O Márcio Amorim pode ficar tranquilo que quem pagará, são os “investidores” parceiros do Cruzeiro… rs

          Abraços

    • José Eduardo Barata disse:

      RENATO CÉSAR ,
      vou ficar chateado com você .
      Sua pesquisa sobre o Zé Ricardo não conseguiu
      achar a menção que fiz a ele tempos atrás , logo
      que ele despontou no Deca Campeão ?
      Claro , claro , o MÁRCIO AMORIM tem muito
      mais autoridade no assunto alviverde , mas veja
      por aí que eu venho destacando o futebol desse
      jogador de há muito .
      p.s.
      Que chatice a minha ………

      • Renato César disse:

        Mestre, peço desculpas pela incompletude da minha menção! Por se tratar de jogador do América e por achar achar que eu já tinha lido o nome dele por aqui, fui direto na referência principal do clube.

        Para você ter ideia, não cheguei a pesquisar pelo nome do Zé Ricardo. Voltei nos post anteriores procurando por comentários do Márcio Amorim mesmo.

        Mas esta informação sua só ajuda a reforçar o meu ponto de vista, uma vez que alguém tão gabaritado e que realmente conhece do riscado, também viu coisas boas neste garoto. Vou observá-lo melhor, mas acho que é uma boa aposta.

  • flavio azevedo disse:

    Hoje escalou o time que os “cornetas” pedem e teve postura de time grande e atropelamos o fraquissimo Uberlandia. Como eu sempre digo, é obrigação vencer as equipes do interior, se quiser pensar em títulos. Quem acompanha, sabe que é perda de tempo escalar Renan e Luan, são jogadores nível série B. Não podemos ficar perdendo tempo com jogador que não será frutífero para o campeonato brasileiro. Destaques hoje, novamente para os zagueiros, o volante Zé Ricardo está comendo a bola e no setor de ataque, o jovem Aylon emprestado pelo Internacional, é um dos destaques do campeonato. O meia Serginho, mostrou porque não aceitamos o Renan caranguejera. Camisa 10 é um dos principais jogadores da equipe e precisa ter qualidade e atitude nas partidas. Finalmente o camisa 9 fez um gol. tomara que na próxima rodada, o time não se “apequene” e atropele o nosso inquilino na ARENA DO AMÉRICA!!!

    • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

      Caro Flávio Azevedo, bão ??

      Aqui… “C” num aceita Rafael Marques, Lucas Silva, Bruno Silva e mais um punhado de grana nesse Zé Ricardo não ?? rs

      Abraços

      • Márcio Amorim disse:

        Boa tarde!
        Vamos com calma!
        1 – O Luan não é Renan. O Luan fez um ótimo campeonato na Série B (do passado). Jogar, esperando e recebendo bola redonda do Rui não é o mesmo que jogar, esperando e sabendo que vem “melancia” do Renan. Eu insistiria com o Luan. Compõe bem o grupo.
        2 – Não existe jogador inegociável; existe, sim, diretoria incompetente.
        3 – O Zé Ricardo apareceu na Copa São Paulo de 2016 (ou 2017?), não importa. Importa que vi o seu posicionamento em campo, a sua maneira de jogar de cabeça alta, sem chutões, como se espera de um volante. O meio e o ataque não podem trabalhar com bolas “despachadas”. O Zé toma e entrega a domicílio. O seu companheiro ideal seria o Gustavo Blanco e (ou) o Cristian (viu Enderson?).
        4 – Quase infartei quando li que o América poderia contratar Leandro Donizete. Razões óbvias acima.
        5 – O Luan está se sentindo o “dono” do América. Grita, gesticula, xinga juiz e revida pancadas, sem nenhuma sutileza. Olho nele!
        6 – O Uberlândia mostrou a fraqueza dos times do interior. Apesar de não servir muito de “sparring” para a Série A, serviu para mostrar que a torcida do América não tem mais a paciência que o Enderson tem com o Renan. Ainda arranjou jeito de colocá-lo uns três minutos em campo. Nós, boleiros, peladeiros, seja o que for, temos dificuldades de entender o que se pretende com isto. Coisas de pessoas “muito entendidas”.
        7 – Meus amigos que me citaram, fizeram-no para exibir “olho grande” no ZÉ RICARDO. Existe jogador de América, existe jogador de Atlético e existe jogador de Cruzeiro. O Zé não era para o bico de vocês. O Blanco estava encantando os admiradores do seu belo futebol. De repente, o “olho grande” o levou para um certo time B do Atlético que amargava numa série B ou C do Mineiro.
        O futebol dele sumiu. Atualmente, tem entrado 10/15 minutos, correndo como um maluco para mostrar serviço no tempo que se lhe dispõem. Não dá! Ele vai se arrepender. Vão enterrar a sua carreira promissora como o Cruzeiro fez com o Caleb. Tirou-o do América para colocá-lo no Nacional de Nova Serrana. E tome anonimato!
        8 – Quanto a levar o ZÉ embora, não podemos fazer nada. Ninguém segura ninguém. Muito menos o meu América.
        Em passado recente, o América perdeu o Moisés. Sabem para quem porque pagou mais? Para o Boa Esporte. De lá, para o Palmeiras foi um pulo.
        Enfim, vida de americano é isto.
        9 – Finalizando, sobre os que entraram e mudaram a cara do time: cautela! Jogar mais do que Renan, do que Juninho, do que Felipe Amorim, do que Ernandes, não credencia craques.
        Parecem jogadores em busca de espaço. Correram, dominaram e venceram. Correram, correram…
        10 – Correram, viu Renan?

        • Renato César disse:

          De forma alguma foi “olho grande”. Apenas reconhecemos um jogador com potencial. E veja que eu nem disse que era para o Galo contratar, mas que seria uma boa, isto seria.

          De repente ele reedita a parceria com o Blanco. Mas o Galo realmente precisa arrumar o time, senão queima o cara. Se vier Cuca ou Abelão, acho que o time arruma.

          Outra boa opção para ele, de repente, possa ser o Grêmio. E estas opções que estou falando é para valorização dele. Certamente mais do que dobraria o valor.

        • José Eduardo Barata disse:

          MARCIO AMORIM ,
          se não estou enganado o Zé Ricardo atuou
          junto com o Blanco e o Christian algumas
          vezes ….

          • Márcio Amorim disse:

            Bom dia, José Eduardo!
            Atuaram juntos, sim! O América começou inseguro a Série B, em 2017. O Juninho, se machucou, e o Enderson se viu obrigado a lançar o Zé Ricardo. O time se ajeitou e ficou 12 jogos sem perder.

            Quando ele se recuperou e o técnico sacou o Zé, para o Juninho voltar. Colocou o Zé na lateral e, no jogo seguinte, colocou-o na reserva, e o time voltou a perder. Juninho, para mim, difere do Renan Oliveira apenas na vontade. Péssimo!

            Em tempo: E o Zé só voltou ao time com a contusão do Renan. Este mesmo.
            Difícil “entender” os “entendidos”…