Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Uma grande final e o título para quem mereceu

Foi uma final digna dos clubes mais fortes do estado, com o título ficando com quem foi mais competente no segundo jogo. Mano Menezes começou com o time que poderia ter começado a primeira partida e se deu bem. Dedé fez ótima partida e Arrascaeta mais uma vez regulou no clássico.

Com 1 a 0 logo aos três minutos o Cruzeiro teve a tranqüilidade que precisava para buscar o segundo gol. A expulsão do Otero, aos 21 foi decisiva. A dividida com o Edilson foi violenta e geraria cartão amarelo para os dois, mas o venezuelano foi flagrado dando um soco no lateral cruzeirense. Ali o Atlético começou perder o título. Com um jogador a menos e justamente sem o mais importante armador das jogadas ofensivas.

Depois que tomou o segundo gol o técnico Thiago Larghi ainda tentou uma fórmula totalmente ofensiva na expectativa de marcar um gol, mas em vão. Corria o risco calculado de tomar o terceiro, já que o Cruzeiro gosta de explorar os contra ataques e tinha um jogador a mais. As entradas de Gustavo Blanco, Erik e Roger Guedes melhoraram o time, mas o Cruzeiro tomou as precauções corretas, com Mancuello, Ezequiel e Rafinha.

Público presente: 49.906 para 44.253 pagantes e uma renda de R$ 1.590.673,00.


Deixe uma resposta para J.B.CRUZ Cancelar resposta

Comentários:
158
  • Nunes João disse:

    Até outro dia o Campeonato Mineiro era considerado pela colônia italiana como Rural e de uma hora para outra passou a ser tão importante ou mais que a Liga dos Campeões da Europa.!!!!!!!!!!!

  • Flaviano disse:

    Não conseguiram ganhar do Vasco da Gama dentro do Mineirão, tomaram um chocolate do Racing. Só ganharam o mineiro,porque o árbitro ajudou expulsando somente Otero.
    Se não conseguiram ganhar do fraco Vasco da Gama , imagine quando pegarem Corinthians , Palmeiras e Grémio.
    MARIAS DO APITO

  • José Gomes disse:

    E na era de torcida e dirigentes nutella…

    O Edilson do Cruzeiro em entrevista ao SporTV , falou: “Com todos os meus adversários, eu chegou firme. Vai ser assim. Quem é Otero? Otero é seleção venezuelana… p__ nenhuma”, ressaltou.

    Ai o Sette Camera falou que é xenofobia, que devia ser processado, piriri, mimimi…

    Mês passado falou que ia processar o Salum por causa de declarações sobre arbitragem em jogo entre os times…

    Agora fez beiço e NÃO aceita mais o acordo com o Cruzeiro em jogar com torcida dividida na TOCA 3, no Brasileirão.

    SE ACALME, Sette Camera!! se tudo que ele ver/ouvir no futebol ele quiser processar, manda separar um Juiz somente pra ele, porque haja processos, amigos…kkkk

    mas, se não sabe brincar não desce pro play!!!

  • Júlio Ávila (Mariana) disse:

    Arbitragem foi perfeita nesse lance. Edilson deixou o pé alto, cartão amarelo. Otero deu cotovelada, vermelho direto, tem nem discussão. Aliás, é irônico ver o Alt.Mineiro reclamar da arbitragem… logo ela que foi o melhor “jogador” deles nesse campeonato .
    O choro é livre,mas tem coisas que fica até feio reclamar do que não existe!

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Hoje o dia foi bem corrido pra mim, a semana começou à mil e acabou que não tive o devido tempo pra ver todas as zoações, explicações ou reclamações de Whatsapp e aqui do Blog. Mas agora já em casa, pude ler tudo, ver os vídeos, os áudios, etc…
    Nuuuuuuuuu !!! rs
    Tô impressionado como a maioria dos Atleticanos está realmente culpando a arbitragem, novamente, pela derrota e consequentemente a perda do Título. Aqui no Blog então, se dois ou três Atleticanos reconheceram que o Cruzeiro foi superior e merecedor, foi muito. Porque os demais, preferiram se vitimizarem como sempre… rs Bem ao estilo: “O Atlético Mineiro é bom sim, o problema é que fomos roubados”… rs Filme mais do que repetido…
    Vi até Atleticano retrucando de forma mais contundente outro Atleticano, só por pensarem diferente…
    Mas sinceramente, eu até prefiro que a Torcida Atleticana continue agindo exatamente como a sua maior parte age, tapando o sol com a peneira, achando que o time sempre é perseguido e injustiçado… rs Tipo aquela mãe que só sabe passar a mão na cabeça do seu filhinho, até que ele se torne um delinquente… rs Daqui a pouco o ano acaba e a fila vai só aumentando… rs Continuem assim que a Torcida do Cruzeiro agradece !!! rsrs

    • Renato César disse:

      Não acho que a maioria tenha culpado a arbitragem. O que a maioria fez foi reconhecer que a arbitragem errou bastante no jogo. Só isto. Na contramão, a maioria celeste ficou achando que a arbitragem foi perfeita e venceram porque são “cascudos”, souberam tirar o Otero do jogo (???).

      O jogo em si, se você analisar, não foi de muitas oportunidades para nenhuma das equipes. Vocês fizeram dois gols em duas falhas da dupla Leonardo Silva e Fábio Santos. Até aí não há demérito.

      Porém, o que a maioria da torcida atleticana fez foi reconhecer os pontos positivos do time ao longo do campeonato, principalmente como jogou na final, onde tivemos domínio por maior tempo, mesmo considerando que jogamos mais de 70 minutos com três a menos.

      Nosso time não é “perseguido e injustiçado”. É um time em formação, sendo reestruturado, com um trabalho bem feito e que levará a grandes conquistas. Talvez, muito antes do que vocês imaginem.

      Quem tapou o Sol com a peneira foi a torcida celeste. Até sábado, torcedores estavam ameaçando jogadores, técnico e dirigentes de morte. Hoje o time é “cascudo”, “experiente”, “sabe jogar decisões”, etc.

      Nós é que desejamos que vocês continuem assim, com esta soberba, esta vaidade toda. Isto os levará longe, pode ter certeza!

      • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

        Caro Renato César,

        Respeito demais a sua opinião e a forma diferente de pensar.
        Mas vc mesmo destaca o que eu e muitos Cruzeirenses sempre falamos, ratificando o que estamos salientando. Vc disse: ” Porém, o que a maioria da torcida atleticana fez foi reconhecer os pontos positivos do time ao longo do campeonato, principalmente como jogou na final, onde tivemos domínio por maior tempo, mesmo considerando que jogamos mais de 70 minutos com três a menos.” Percebeu ?? Vc fala que sua Torcida reconheceu os pontos positivos que o próprio time teve, mas não reconhece claramente o mérido do rival em suplantá-los. E isso é vc e 98,17% da sua Torcida… rs Quanto às falhas dos seus jogadores, é sempre assim… Vcs falharam… Nunca é o jogador adversário que os levaram a falhar… No primeiro jogo, o Atlético Mineiro teve seu mérito e levou os jogadores do Cruzeiro a falharem. Não foi que vcs ganharam só porque os jogadores do Cruzeiro falharam, não. O Atlético Mineiro soube se aproveitar e construir a sua vitória. O que foi reconhecido aqui no Blog por “quase” todos os Cruzeirenses que aqui participam. Sobre a questão da “soberba” que vc salientou, aí é questão de ponto de vista. Porque igualmente foi assim que nós vimos a maioria de vcs principalmente nessa última semana. E como vc diz, seu time tá no caminho certo… rs

        Abraços

        • Renato César disse:

          No primeiro jogo, houve um domínio absoluto do Galo. O Fábio salvou em pelo menos 4 oportunidades. No segundo hoje, seu time teve 5% a mais de posse de bola no final do jogo, mesmo jogando mais de 70 minutos com 3 a mais. Roubadas de bola e finalizações também tiveram números muito parecidos.

          Por isto não há que se reconhecer nada de superioridade, de pressão duas terem nos levado a erros. Foram jogadas isoladas. Os números da partida mostram isto.

          E eu repito o que disse: estamos no caminho certo. O tempo vai confirmar isto. Mas veja bem, não disse que está pronto, disse que está no caminho certo. Algumas peças vão ser colocadas no devido tempo.

          Afirmo hoje, antes do início da competição, que vamos ser o melhor colocado entre os mineiros no Brasileirão. Pode registrar isto aí e me cobrar depois. Digo isto simplesmente fazendo uma análise de futebol, que eu acredito entender um pouco.

          • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

            Caro Renato César,

            Respeito demais, como sua opinião.
            Mas não concordo plenamente com o que vc disse. No entanto, como esse lenga-lenga parece não ter fim, fiquemos assim como vc coloca. O Cruzeiro não foi superior e consequentemente não foi merecedor da vitória e do Título. E o Atlético Mineiro que outra vez foi prejudicado pela arbitragem, sendo novamente um injustiçado. Vcs estão certos e bobos somos nós Cruzeirenses de ousarmos questionar tamanha isenção, imparcialidade e conhecimento de futebol por parte de vcs Atleticanos.
            Me desculpe pela petulância de tentar confrontar com a minha pobre opinião. Como disse, vc tá certo e eu errado. Vivaaa !!

            Abraços

      • Pedro Vítor disse:

        Meus parabéns pela sensatez

        A derrota é dura de digerir, mas com certeza trará grandes ensinamentos ao Larghi, Otero e Gabriel principalmente!

      • Jose Eduardo Barata disse:

        RENATO CÉSAR ,
        mais uma boa “crônica” sua , meu caro .
        Inclusive ao citar a “não” chegada do
        Silva no primeiro gol azul .
        A intolerância é tanta que culparam o
        Gabriel …..

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Pelo que ouvi agora a pouco na Itatiaia e vi em um vídeo no Facebook, o clima esquentou ainda mais no túnel do Mineirão. Gente do lado do Cruzeiro acusando a FMF e gente do lado do Atlético Mineiro acusando pessoas ligadas ao Cruzeiro.
    Parece até que o tal acordo que os Presidentes haviam feito, de Torcida meio a meio no Mineirão para os jogos do Brasileirão, já foi para o espaço… Ou seja, agindo de forma provinciana novamente…

    • Pedro Vítor disse:

      Mas se for observar bem, este clássico com duas torcidas só beneficia o Cruzeiro e Imprensa Mineira que terá matérias pra vender, porque a cúpula cruzeirense ate arrepia só de ouvir falar na palavra “Horto”, “Galo no Horto”, e além disso, o Atlético esta com projeto praticamente aprovado para construção de seu estádio, e daqui a no máximo 10 ou 12 clássicos, não terá como fazer este jogo que realmente era de arrepiar na decada de 70, 80 e início dos 90, mas morreu, e quem matou foi a turma do Aécio Neves, com seu querido ex presidente Zezé Perrela e todos os parasitas que mentiram pra sociedade eleitoral mineira, sorte nossa que eles também estão sendo sepultados pois somente apaixonados cegos por seus clubes ainda votam nessa turma!

      • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

        Caro Pedro Vitor,

        Com relação à desistência dos Dirigentes em fazer os clássicos no Mineirão com Torcida meio a meio, eu lamento. Porque penso que ali seria o palco mais à altura dos dois Clubes e suas Torcidas. Mas respeito sua opinião diferente.
        Quanto ao que vc falou sobre Aécio e Perrela, concordo integralmente. Vamos ver se agora em 2018 eles possam perder o foro privilegiado e possam cair nas garras da justiça comum.
        Mas essa coisa em votar mais pela paixão clubística infelizmente acontece dos dois lados. Veja por exemplo o Mário Henrique Caixa… Compare por exemplo as votações dele e do João Vitor Xavier na Assembleia e vc terá uma noção de quem de fato está mais comprometido com a população. E estou falando de postura política. Até porque o João Vitor Xavier também é Atleticano.

        Abraços

        • Pedro Vítor disse:

          Mas eu vou além, isso é problema cultural brasileiro, nem chega a ser rixa de atlético e cruzeiro, é falta de cultura, é ter que engolir todo domingo o Faustão falar de política em rede nacional, é ter que ouvir LudMilla em Fantástico, e ver a abertura da Copa do Mundo pela mister Bum Bum Anitta, enquanto como bem disse Cazuza, “meus heróis morreram de overdose”!

          E se o Brasil ganhar a Copa do Mundo, Neymar será candidato a presidência do Brasil com grandes chances de ser eleito!

          • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

            Caro Pedro Vítor,

            É bem por aí no que vc falou mesmo.
            Triste realidade a nossa…

            Abraços

  • claudio disse:

    e mais uma vez, como em TODOS os outros títulos que o cruzeiro conquistou, o grande vitorioso foi o benecy, aquele que nunca nos deixa na mão.
    podem esperar que daqui uns anos ele vai lá na televisão e vai se entregar, dizendo que comprou o juíz, como fez/faz/fará em toda sua vida.
    enquanto a única virgem deste puteiro for o benecy, não precisamos nos preocupar com nada.
    vai benecy, comemora que este título é seu!
    não é do arrascaeta que fez 2, nem do tiago neves que jogou muito e fez mais 1, nem do fábio que salvou bolas impossíveis, nem do menino otero, sempre contido, não benecy, o título é seu.
    ps. é brincadeira! só estou adiantando uma choradeira que vai persistir por alguns anos, como de praxe.
    boa semana a todos!

    • Helio Antonio Corrêa disse:

      CLAUDIO
      Nao tire o prazer do cara de Varginha.
      Se você entrar neste assunto, o que sobrará para ele?
      Pare imediatamente com o tema, ele ja tem dono.
      Você não vai querer ficar sem o representante do sul de Minas aqui vai?

  • Jose Eduardo Barata disse:

    Só para destacar um fato sobre discussão
    entre torcidas , assunto que não me compraz :
    quem disse que os azuis TREMEM diante do
    Atlético foi um jogador que havia acabado de
    sair de lá , o Paulo Roberto .
    Portanto , não há o que discutir .

  • José Gomes disse:

    Caro Chico, boa tarde,

    Lendo aqui com mais calma seu post, vejo que anos de experiência no jornalismo esportivo, lhe permitiu fazer uma correta leitura do jogo de ontem, a começar pela chamada: ” …E O TÍTULO FICOU COM QUEM MERECEU.” PONTO FINAL!
    Melhor síntese impossível!
    Agora vem os comentários dos iluminados:
    _juiz favoreceu o Cruzeiro;
    _Otero não devia ser expulso;
    _o helicóptero dos Perrelas atrapalhou o galo;
    _a torcida de papelão fez um papelão de novo.

    Oras, está explicado ai nesses comentários o porque do clube de Vespasiano ficar tantos anos sem ganhar títulos importantes!
    Os torcedores ao invés de ter um diagnóstico claro da equipe fica de mimimi, tentando tampar o sol com a peneira.
    Reconheçam que o elenco é fraco, que o técnico é interino, que a diretoria bate cabeça e que o adversário foi superior, simples assim!
    Mas ai começa a teoria da conspiração, a busca do juiz como único culpado e a fila continua andando…

    E pra arrematar o Chico coloca o “pubicopagante” como diria o Tião das rendas…

    QUE PAPELÃO, HEIN CRUZEIRO? kkkkk

    perai, que vou ali passar vergonha…kkkk

  • Ed Diog disse:

    O engraçado é nos americanos fomos chamados de chorões e só sabíamos reclamar,já que não houve erro de arbitragem nos jogos contra o Atlético então por que eles agora estão chorando?

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Opaaaaaaaa…
    Demorei, mas cheguei… rs
    Ontem a noite, como o efeito da cervejada ainda tava elevado, preferi não comentar nada, pra não correr o risco de me empolgar e retrucar até em exagero, todas as zoações que tivemos que aguentar depois do primeiro jogo… rs Com o tempo a gente vai aprendendo… rs
    Mas vamos lá…
    Cheguei ontem aos arredores do Mineirão por volta das 11:00 hs e a movimentação já era grande. Entre uns goles e outros e uma carninha, eu dava um pulo até o Bar do Peixe para encontrar a turma do Clube e nisso já ia sentindo no ar uma energia boa, que indicava que seria possível sim o Cruzeiro vencer o jogo por uma diferença de 02 gols. A farra, a confiança exposta no olhar de cada Cruzeirense e aquela multidão aumentando cada vez mais, nos faziam crer até aquele momento que pelo menos uns 40 mil Torcedores estariam presentes. O que depois vimos que quase chegou à 50 mil. Ou seja, a Torcida fez a sua parte, mesmo perdendo o primeiro jogo bisonhamente como o Cruzeiro havia perdido.
    Tão logo o jogo começou o time do Cruzeiro mostrou que faria de tudo pra não ter aquele “apagão” de novo e partiu pra cima, porque sabia que não lhe restava outra alternativa. A Torcida fazia a sua parte e o time retribuía em campo. Logo veio o 1 x 0 justamente com Arrascaeta, aquele mesmo que já tinha deixado o dele na derrota no primeiro jogo, aquele mesmo que quase todo Atleticano já sabe que vai aprontar contra o Atlético Mineiro. O Cruzeiro continuou tentando ampliar ainda no primeiro tempo, mas o Atlético Mineiro ia se segurando como podia e a carga de ansiedade as vezes atrapalhava o time do Cruzeiro.
    Eis que acontece o lance entre o Edilson e o Otero… E aí, penso que ninguém teria uma versão absoluta. Vai ficar cada um vendo pelo seu ângulo. Nessa jogada, eu achei que o Edilson foi o tal “jogador cascudo” ( Aquele, que muitos dizem ser importante para esse tipo de jogo, com mais tarimba, experiência e até uma dose de malandragem… ) e que o Otero foi muito juvenil. Ambos entram firme no lance, O Edilson chuta a bola e deixa o pé alto, atingindo o Otero. Mas o Otero, que também veio duro pra jogada, ainda faz o movimento de cotovelada que mesmo não acertando em cheio o rosto do Edilson, ele “cascudo” que é, fez toda aquela cena como se tivesse pegado em cheio e o árbitro, a meu ver, viu o movimento intencional do Otero e entendeu como agressão. Fosse somente a jogada dura entre os dois em si, sem esse movimento de cotovelada do Otero, penso que o árbitro daria cartão amarelo para os dois por “jogada violenta”.
    Tenho visto muito Atleticano falando sobre o gesto do auxiliar, que indicava com os dedos, que os dois jogadores mereciam cartão. Mas quem de nós poderia imaginar que o auxiliar estava se referindo ao cartão vermelho ?? Ele poderia estar passando a informação para o árbitro principal, de que os dois merecicam cartão, por terem entrado mais duramente naquele lance. Ou seja, acaba sendo uma questão interpretativa. E a cor dos cartões ou de cada cartão, ficaria a cargto do árbitro principal.
    Veio o segundo tempo e o jogo recomeçou como havia terminado o primeiro tempo. O Cruzeiro dominando o jogo, mas ainda pecando por ansiedade. Até que o Fábio Santos deu uma pixotada, o Arrascaeta aproveitou, tocou para o Robinho, que encontrou o Thiago Neves na área e veio o segundo gol. A Torcida explodiu no Mineirão, mas queria mais, pedia mais um. Quando o técnico do Atlético Mineiro tirou de uma vez só o Ricardo Oliveira e o Luan, naquele momento eu senti que a chance do Cruzeiro ser Campeão havia aumentado. O Luan, é no máximo mediano, mas era um dos poucos que não se escondia do jogo. E o Ricardo Oliveira, por mais que não estivesse bem, é um centroavante que sempre requer mais atenção. Porque qualquer bobeada, ele poderia guardar um golzinho que acabaria com uma tarde / noite tão feliz para nós Cruzeirenses.
    Parabéns ao Cruzeiro pela conquista. Parabéns aos jogadores. Mas como já falaram aqui mesmo, que essa conquista não mascare as fragilidades que o time ainda tem e que o Mano e os jogadores entendam que, caso queiram realmente conquistar algum Título importante ainda esse ano, têm que melhorar muito, mas muito.
    Como eu sempre falo, Campeonato Mineiro presta só pra laboratório, zoar o rival, compor Tríplice Coroa ou derrubar treinador. Só que desta vez tô até com preguiça de retribuir as zoações aqui no Blog viu… rsrs
    Como eu já tinha falado em outro post, salvo raríssimas exceções ( E bota raríssimas nisso viu… ), os Atleticanos aqui do Blog nunca reconhecem os méritos do adversário, seja ele qual for. A culpa é sempre da arbitragem, da CBF, da Itatiaia, da Globo, da queda do dólar, da bola muito redona, da grama muito verde… rs
    Tão tá né… rsrs

  • Alisson Sol disse:

    Sumarizando para a eternidade a “Copa Mineira de Dois Clubes”:
    – Se o Atlético-MG vence: É o time que tem raça, e demonstrou isto! O outro time tremeu! Falam que não vale nada, só porque perderam! O time está engrenando. Só mais uns ajustes, e vamos para objetivos maiores!
    – Se o Cruzeiro vence: A culpa foi do juiz! O Benecy comprou, igual ao 6×1 (confirme já confirmado)! Não era Rural? Não fosse aquele lance… Mas não vão vencer mais nada este ano, pois o time é fraco!

    Tudo bem. Bola para frente…

  • Carlos Almeida disse:

    Venceu quem soube jogar uma decisão.
    Desde o final do jogo no Horto o Mano começou a pilhar seus jogadores, inclusive os impedindo de conversarem com os adversários.

    Ontem, pra cada jogador do Atlético que pegava na bola vinham 3 do Cruzeiro.

    Conseguiu marcar o 1° gol no tempo pretendido com falhas de Otero, Gabriel e Victor.

    Conseguiu anular e acabar com a principal arma do adversário, Otero.

    Mt bom jogador e talvez o principal nome do time desde o fim do ano passado, mas que ontem foi abaixo da crítica, nota zero.

    Expulsão justa, como tbm deveria ter sido expulso o Edílson, não só pelo lance, pois além de solar e tentar atingir com soco, encenou que foi atingido.

    E antes desse lance já merecia amarelo em 2 oportunidades por provocação.

    Destaque pro Mano e pro Edílson.
    Experiência, malícia pra decidir um jogo em detalhes.

    O curioso é que dps de ficar com 1 a menos o Cruzeiro parou de jogar.

    Aí entra a falta de experiência do Larghi.
    Considero a escalação a ideal mas não pra estratégia que se apresentou.
    Se era pra jogar de igual pra igual seria a melhor escalação, mas como o que se viu foi o Atlético tentando segurar o começo do jogo não dava pra ficar com Elias, Otero e Cazares.

    Elias mt mal, não fez nada.

    Pior partida do Fábio Santos. Devido à uma falta não marcada, ficou reclamando e não acompanhou a jogada.
    A jogada prossegue a bola é recuperada e ele perde a bola que resulta no gol da perda do título.
    Logo ele que esbravejou e criticou em entrevista oTomás Andrade no lance do gol do Cruzeiro no Horto.

    Destaque positivo para Adílson (monstro), Cazares e Leo Silva.

    Não acho que o árbitro seja mal intencionado, mas foi caseiro e não teve critérios.

    Deixou de marcar a maioria das faltas do Cruzeiro e acabou desequilibrando a partida ao deixar de expulsar o Edílson.

    Mas fica uma constatação: tecnicamente, o Cruzeiro não foi superior ao Atlético.
    Foi mais inteligente e soube jogar uma decisão.
    Para o Atlético, até a expulsão, parecia mais um jogo.

    • Renato César disse:

      Meu caro, não podemos inverter os valores. Catimba, malícia, “Lei de Gérson”, erros de arbitragem, nada disto é inteligência. Jogo é para ser jogado dentro das regras. E nós devemos fazer o que é certo.

      Valorizar as coisas erradas não pega bem. Não podemos chamar os celestes de inteligentes pelo jogo que fizeram. Apenas de, somadas todas as circunstâncias, vencedores.

      • Carlos Almeida disse:

        Caro, vc é que além de não ter compreendido, distorceu o qto pôde.

        Disse que o árbitro errou, principalmente em não expulsar o lateral direito, que já era pra ter levado amarelo antes e que o árbitro desequilibrou a partida.

        Mas reitero, foram mt mais inteligentes em jogar e principalmente nos detalhes que fizeram a diferença, tanto o técnico qto a diretoria.

        Catimba e malícia, dependendo da situação, é inteligência e ganha títulos, e como!
        Que o digam os argentinos e o Materazzi, só pra não ir mt longe.

        Se fosse um Levir teria orientado ou sacado o Otero, um Kalil saberia motivar no extra-campo.

        Pagamos pela inexperiência.

        O Atlético perdeu 2 oportunidades de jogar o rival na crise, dps da derrota pro Racing e dps do empate em csa com o Vasco.

        Deixemos de ingenuidade pq o futebol sempre foi assim e prepare-se que na Sulamericana se não tiver ímpeto e emocional vai ficar.

        Deixemos tbm de hipocrisia. Quem não ficaria satisfeito caso o Patric tivesse conseguido provocar a expulsão do TN?

        Que isso sirva de aprendizado pra esse elenco, principalmente Otero, comissão técnica e diretoria.

        • José Eduardo Barata disse:

          CARLOS ALMEIDA ,
          provocar um adversário , na bola , para forçar um
          cartão e tirá-lo de campo , vá lá .
          Mas fazer o que o lateral fez e falou para e do Otero
          é de uma baixeza sem limites .
          Procure saber , e olha que chamei a atenção para o
          fato , quando ele colocou a mão na boca e acabou
          tomando um tapa na cara do gringo, numa falta que
          o Cazares cobrou .
          Esse moço e seu técnico não são dignos de respeito.

          • Carlos Almeida disse:

            José Eduardo Barata,
            Não é nada inusitado e mt menos exclusividade do lateral direito e do atual técnico do rival.
            É comum e rotineiro no futebol, tanto no Brasil qto fora.

            Citei o caso do Zidane, mas ocorria com o Fenômeno na Inter, com o Neymar no Barcelona e com o CR7.

            Um jogo à parte, uma artimanha não contemplada pela regra do jogo.
            Se um jogador profissional, de um grande clube e seleção, não souber lidar com uma situação dessas, demonstra despreparo em momentos decisões.

            Lembro de um jogo da argentina na Bolívia que um marcador boliviano, além de bater no Messi durante todo o primeiro tempo, tbm tentava irritá-lo com palavras.
            Então o gênio argentino esperou o fim do primeiro tempo e se aproximou do marcador mas tapando a boca pra que não houvesse a leitura.

            Se Messi ou Cristiano Ronaldo, com toda a técnica e habilidade não tivessem inteligência emocional, não seriam o que são.

            Ou o jogador do Atlético é mais santo que os outros?
            Chicão, Galván, Leo Silva, Robinho, o próprio Reinaldo…
            Todos tbm com histórico de saber irritar o adversário.

          • Renato César disse:

            As pessoas invertem valores e perdem a noção. A Itália ganhou uma copa do mundo em cima do juvenil Zidane, que não soube ignorar um comentário do Materazzi sobre sua irmã e acabou expulso, assim como o Otero. Vamos bater palmas para isto!!!

            O mundo não tem salvação mesmo não!

  • Guilherme Gonçalves Costa disse:

    Bora pensar no CASLA, o duríssimo adversário de quarta feira. Já tranquiliza saber que a arbitragem será imparcial. Isso é muito importante. Hora de absorver a derrota na final do estadual e bola pra frente. São dois jogos difíceis fora de casa agora. Depois dos argentinos temos o Vasco pela frente, e vem mordido, pois além da perda do estadual para o bostafogo, está em terceiro lugar num grupo de 4 times na Libertadores. Menos mal que o Vasco ainda pode pegar uma vaguinha nas oitavas de final da Sulamericana.

    • Renato César disse:

      San Lorenzo ontem tomou de 5×0 dentro de casa para o Godoy Cruz (aquele mesmo que foi da chave do Galo na Libertadores). Isto jogando com time titular. Maldita hora para esta goleada.

      Pelo menos fica a oportunidade do Thiago Larghi analisar o que o Godoy fez para vencer tão bem assim. Principalmente porque, como dizem os analistas, o time “joga” no mesmo 4-2-3-1 que o Galo.

  • Julio Cesar disse:

    O arbitro não expulsou o Edilson porque não quis. Ou sera que o motivo é o fato do filho do citado em corrupção, dono do helicoptero com a pasta base ter sido promovido na CBF ?
    Não duvidem não ?
    Atletico lutou muito honrando sua tradição “lutar, lutar, lutar” !
    Pirangi tambem honrou sua tradição a la #benecymito ! (com licença ao autor).

  • Carlos Henrique disse:

    Na minha visao , o Cruzeiro nao jogou bem
    Fez o gol cedo, e tentaram desestabilizar Otero
    por que sabiam o perigo
    Larghi , deveria inverter a posiçao do Otero
    ele tinha que ir para a direita
    já que o lateral esquerdo deles é fraco
    e luan e Cazares revezarem na esquerda
    pois ficou nitido, que estavam
    pilhando o Otero
    se inverte a posiçao, ele na direita
    talvez nao aconteceria o fato
    podem comemorar cruzeirenses
    faz tempo que nao chegam a final do mineiro
    e digo mais
    com esse time sem raça
    na libertadores
    voces nao vao longe nao
    libertadores, é campo ruim
    arbitros de outros paises
    pressao, e com esse time
    nao chegam a lugar nehum

  • Thiago disse:

    Se for pra entrar na seara de arbitragem, vamos aos fatos:
    2015, ganharam da caldense com gol de mão… mas na semifinal o sr, Heber Roberto Lopes não deu falta de uma solada na cara do Damião e saiu o gol que classificou o atlético pra final.
    Esse ano ganharam duas vezes do América garfado, foi ridiculo os lances! Muito na cara.
    Agora se entrar na conversa futebol, fica claro que semana passada foi um apagão em três gols de bola parada em 20 minutos, de pura falta de concentração.
    Ontem quando o Otero foi expulso o jogo já estava 1×0 e o atlético não tinha nem um chute a gol em 20 minutos de jogo. E depois ficou apenas numa falta do Cazares que passou por cima, depois disso nenhuma vez o Fabio teve seu gol ameacado. E fica a pergunta, se Dedé tivesse jogado o primeiro jogo não teríamos tomado três gols de cabeça, nunca.
    Claramente o Cruzeiro foi superior ao atlético desde o início do ano. Chega de mimimi daqueles que querem enxergar a derrota pela visão míope de erro da arbitragem.

  • Pedro Vítor disse:

    Faltou equilíbrio emocional ao Otero, que decidiu o primeiro jogo, e também o segundo, o primeiro pelo bom futebol que tem, e o segundo por entrar na pilha do Edílson, que também poderia ter sido expulso, ele e o Léo (no segundo tempo, em falta no Cazares).

    O Atlético, está em grande reformulação, não fizemos um campeonato para ser campeão, fizemos um campeonato que serve de preparação para o restante do ano, quiçá, uma grande conquista no futuro.

    O Thiago Larghi, me parece que caiu do céu para o Atlético, o presidente com sua diretoria, me parecia perdido quando da demissão do Oswaldo de Oliveira.

    Foi demitido porque perdeu a cabeça e partiu pra cima do repórter Léo Gomide, resultando numa cena horrorosa, péssima pra imagem do clube e da nova diretoria.

    A direção ficou perdida. não sabiam como resolver a situação.

    O time que ano passado havia melhorado num objetivo claro de fugir da zona de rebaixamento com o Oswaldo, que controlou o vestiário, teve bom aproveitamento, ganhou um clássico muito bem vencido com autoridade.

    Quando do acontecimento da demissão a diretoria não sabia se dava razão ao Oswaldo, que perdeu a cabeça ou ao reporter, que questionou o futebol apresentado pelo time naquela época sem nenhuma organização, e sendo escalado de forma equivocada além de muitos erros que o Oswaldo transferia a responsabilidade ao “vento, gramado, juiz, torcida” e por aí vai.

    O Sette Câmara, logo fez o que a torcida pedia, foi atrás do Cuca, do Levir, do Tite, do Telé, mas o Thiago Larghir assumiu, afinal tinha jogo logo domingo contra a Caldense, depois um clássico, sorte nossa que surgiu este interino aí, que resgatou nosso elenco, organizou o time, e quase leva o campeonato, só não levou porque o Otero perdeu a cabeça, e isso serve até pro Cruzeiro avaliar este “poderosíssimo time que estão dizendo por aí diz ter”

    Temos que avaliar algumas coisas:

    Gabriel, formado na base do Galo, desde de 2016, quando subiu e é titular comete sempre os mesmos erros, não consegue antecipar, ontem mais uma vez deixou o Thiago Neves e Arrascaeta finalizarem foi facilmente batido.

    Não estou querendo queimá lo, mas o Léo Silva com 1700 anos, ainda é o melhor zagueiro do time, temos um zagueiro confiável no elenco.

    Thiago Larghi, melhorou o sistema defensivo, os números estão aí, mas não se faz omelete sem ovos!

    Elias, era para o Sporting de Portugal, o que o Hyuri é hoje para o Atlético, uma estátua decorativa do CT de Vespasiano!

    Atlético tirou o Elias do ostracismo, pagou 8 milhões nele, neste futebol medonho. Que o Elias pode render mais, disso eu não tenho dúvidas, já jogou muito mais inclusive no Atlético, mas será que ele quer?????????????????????????????????????????

    Assim como o Fred, usou o Galo para ir para o Cruzeiro, o Elias faz a mesma coisa para ir para o Corinthians, e ele dissimulado que é, já afirmou com todas as letras que tem sonho de vestir novamente a camisa do Corinthians. Não estou querendo queimá-lo, mas existe uma coisa que se chama “tesão”, a pergunta que faço é:

    Elias tem vontade de jogar no Galo??????????????????????????????????

    Pra mim fica claro que ele é titular absoluto do time por nome, pois o Blanco e o Yago estão aí e são bons de bola, novos e suam sangue quando entram.

    Eu se sou o presidente ligaria agora para o Corinthians, e mandava o Elias e tentava o Marquinhos Gabriel que é reserva lá, cairia como uma luva nosso time, um meia canhoto, coisa que não temos. Mataria dois coelhos com uma paulada!

    Então é isso, um zagueiro, um meia, um lateral direito urgente, e pode efetivar o Thiago Larghi, e dar moral pro cara, se tivesse sido campeão estava efetivado???????????????????????????

    • Paulo César disse:

      Caro Pedro, concordo com sua análise. E também, com sua observação a respeito do Elias. Não criticarei a Diretoria quanto à falta de interesse em negociá-lo, porque talvez não tenha aparecido qualquer proposta digna sobre o jogador.

      Mas estou alinhado com seu posicionamento a respeito da “bolinha” que este cidadão joga no Galo. Obviamente, não é o único jogador. Futebol é conjunto. Mas, definitivamente, Elias está aqui para, no máximo, cumprir seu contrato, e seguir sua vida. Compará-lo ao Elias de Corinthians e Flamengo seria absurdo. Não joga 30% do que jogava nestes times.

      E já ouvi trocentas teorias a respeito desta “bolinha”: joga mal-escalado; joga fora da posição de origem; joga deslocado, blá, blá, blá… Não ficarei em cima do muro: pintou uma proposta que seja interessante ao clube? Agradeça-o e libere-o. E segue o jogo.

      • Pedro Vítor disse:

        É bem por aí, este papo de que o Elias não é volante, é porque ele não gosta de marcar, mas também não é meia, pois tem tanta habilidade assim, e nem atacante, afinal de contas qual é a posição onde ele gosta de jogar?

        Penso eu, que o Adílson tem jogado mais que o Elias, e que ate a então limitação que taxavam o Adilson de ter, não esta sendo discutida mais.

        Não é implicância minha, eu sei que ele tem peso para o adversário, o nome dele impõe respeito, o problema é o futebol praticado.

    • Julio Avila (Mariana) disse:

      Deu ruim? kkkk cade aquela confiança de campeão? T Neves ja disse que era tudo 1 de abril! o lado rosa caiu na comemoração antes da hora!

  • lucio vieira disse:

    é até engraçado ler atleticano chorando por arbitragem e se esquecendo q o CAM so chegou a esta final graça a arbitragem , se não fosse a arbitragem mineira/FMF o finalista seria o américa .

    • Flávio Azevedo disse:

      da pra gente levantar pelo menos uns 10 canecos mineiros que foram vencidos pelo time de vespasiano nas ajudas extras, isto desde a época de DECACAMPEONATO e a historia relata que não foram 11 seguidos porque o time de vespasiano saiu de campo e levaram o titulo no tapetão….As desculpas de vespasiano vão acabar quando construirem o estádio…será que ainda estão sem pagar o aluguel da Arena América?

    • DUDU GALOMAIO BH disse:

      Que grande.. enorme… piada!
      Perderam 3 de 3 jogos. Tomaram 6 gols. Não fizeram nenhum. E a culpa foi da arbitragem?
      Que comparação esdrúxula, meu nobre…

      Estou falando de 2 jogos, uma vitória pra cada, 2 gols para cada… um impedimento mal marcado do Tomaz Andrade no primeiro jogo quando este ia sozinho em direção ao gol, uma não expulsão de atleta azul deixando o adversário com um a menos 70 minutos da partida e a não expulsão do atleta que fez o segundo gol da equipe azul. Isso sim é interferência da arbitragem.
      Os lances do seu América foram todos duvidoso e inconclusivos. Ainda que se marcasse a favor do América, pelos demais gols, acho que ficariam de fora. Isso sim é querer CHORAR e não enxergar o óbvio. Sobre ontem, não é o mesmo caso. Acho que o time azul poderia sim ser capaz de reverter o placar, afinal de contas, 2×0 não é nenhuma vantagem absurda. Entretanto, não imaginava que seria tão favorecido como foi. Entendeu o quer que desenhe?

  • Felipe VIctoria disse:

    Valeu pela superação e pela volta por cima. Que comemorem bastante hoje e que amanhã, dia da reapresentação, já tenham foco e motivação total no campeonato que vai começar e que é o que realmente importa.

    Infelizmente, como é cultural e já padrão dos times brasileiros, o rendimento e comprometimento com o Brasileirão vai depender do que ocorrer na Libertadores, uma pena. De qualquer forma, creio que o CAM figurará entre o 10 e sétimo lugar e que o Cruzeira brigará pelas 5 primeiras colocações. O América como sempre será vítima do efeito sanfona/ioio e provavelmente cairá para a série B, que é onde ele se sente à vontade.

    Espero também, que este título não cubra as reais deficiências do Cruzeiro, que precisa evoluir na criação de jogadas e na recomposição defensiva quando sofre contra ataques.

  • DUDU GALOMAIO BH disse:

    Corrigindo o comentário anterior… o último título mariano do Rural na bola foi em 2011…

  • DUDU GALOMAIO BH disse:

    E aviso aos sempre limitados no entendimento das questões, que não comemoramos o título e sim a vitória de domingo passado. Dois gols de diferença é sempre possível reverter, meu time campeão da Libertadores e Copa do Brasil de maneira épica é prova disso. O que a gente não espera é que seja arranjado como foi ontem…

  • DUDU GALOMAIO BH disse:

    O último rural que esse time ganhou na bola foi em 2009. Lá se vão longos 9 anos…
    De resto, sobra-lhe 2014 e 2018 com influência direta e absoluta da arbitragem. Vergonhoso…

    • Thales Rosa disse:

      Doce lembrança vc trouxe a tona, 2009 meteu 5×0 no primeiro jogo da final..
      Repetindo 2008 que tambem metemos 5×0 na final…. Doces lembranças…
      obrigado por me relembrar.

      • DUDU GALOMAIO BH disse:

        Disponha!
        Lembro-lhe também das lambadas de 9×2, 6×1, 6×1, etc no lombo da raposinha…

        • Thales Rosa disse:

          vc se lembra disto??
          Poxa pensei que vc tinha uns 45 anos.. pelo jeito descobriu a formula da juventude pois deve ter perto de 100 anos para ter visto estes jogos ai e Lembrar como vc disse..

          Ja o duplo 5×0 eu vi.. tinha meus 19 anos..
          o 6×1 eu vi tambem e tinha meus 21 anos…

          Parabens pela boa forma..

    • Márcio Borges disse:

      Chora não vou ligar….e o Patrick dando joelhada nas costas do Tiago “matador” Neves? Roubado? Você que se diz on mais sensato dos mortais cair nesta pilha? Chorão….buá, buá.
      Chora mais que tá pouco!!!

    • José Gomes disse:

      é mesmo, Dudu!! TODOS os títulos que ganharam foram roubados!! Benecy comprou tudo!! vc tem razão!! olha gente, não vamos contrariar o Dudu! vc tomou sua mamadeira hoje?

  • Silvio T disse:

    Finalizada essa besteira de rural, o que o galo tem que fazer é tentar tirar algum proveito dessa bobagem para o que realmente interessa: Sul Americana, Copa do Brasil e Brasileiro. A primeira delas, conforme a pedra que cantei aqui na sexta-feira, é a consciência com o anti-jogo e a parcialidade dos juízes. Sem trocadilho, o galo cai sempre como um pato na esparrela. O Otero, se fosse argentino, teria caído rolando e gritando desesperado com o coice que levou no jogo ontem. O apitador não teria como não expulsar (kkkkk) ou amarelar o agressor e o venezuelano continuaria em campo. O goleiro Vítor falhou nos dois gols da final. No Indepa, ao invés de se jogar na bola num chute prá lá de telegrafado, abriu inexplicavelmente as pernas como uma rã bailarina. E ontem…que lástima. Mas, como também já disse aqui, que o trabalho do Larghi, com as inevitáveis correções e aperfeiçoamentos, continue firme e forte. E que venham os quatro ou cinco reforços prometidos. Vamos precisar.

  • Carlos Junqueira disse:

    Cazares ontem fez uma partida primorosa enquanto teve fôlego. Vem jogando muito bem e é um dos motivos do crescimento do Galo. Espero que caso jogue mal algum jogo nem a imprensa ou a torcida peguem no pé dele. Pois o tratamento com outros jogadores como Otero e Luan é bem diferente. Precisamos de todos. Sobre o jogo em si, faltou malandragem para o time,vi que sobrou do lado de lá, com a conivência explícita do juiz.

  • Jose Eduardo Barata disse:

    A gente vai lendo as matérias e o que
    encontramos é a pilhéria por parte dos
    personagens azuis .
    O MMDancinha , não adianta , vai ser
    sempre essa coisa tosca e arrogante .
    A lição dos 4×1 de 14 não foi de todo
    suficiente para ele .
    Não vai aprender nunca .
    É uma sujeito ridículo .
    Quanto ao Edilson , ele sabe que seu
    futebol se presta tão somente àquela
    atitude minúscula de entrar no jogo e
    provocar o atleta adversário .
    Quanta bobagem desses caras !!!!

    • Paulo César disse:

      Torcedor e dirigente provocar, cutucar, faz parte. Afinal, estamos falando de gente movido à emoção. Mas MM é profissional (ou deveria ser). Não é mineiro. Não é belorizontino. Não tem vínculo afetivo com clubes (que o diga, a saída do Flamengo…). Hoje, está aqui. Amanhã, acolá. Não vejo Tite desrespeitando ou provocando torcida e clube adversários. Nem Luxa doidão, nem Felipão no auge da carreira (este, sabia turbinar o grupo do vestiário para dentro).

      Cuca trabalhou lá e cá. Outros trabalharam e trabalharão. Talvez o próprio MM. Mas esta postura não combina com o tão exigido profissionalismo que a categoria profissional deste cidadão propala. Lamentável.

  • Julio Avila (Mariana) disse:

    tem “neguin” sumido ai hein,comemorou antes da hora agora aguentem!

  • Julio Avila (Mariana) disse:

    Campeão com sobras,fomos melhores durante todo o campeonato!
    o galin comemorou antes e esqueceu que não tinha acabado,foram arrogantes e se ferraram!agora fica a choradeira de arbitragem,normallll,qual a novidade?

  • Jose Eduardo Barata disse:

    Uma coisa que me incomoda é a maneira,
    diria irresponsável ,de como parte (grande)
    da imprensa tem pautado seus comentários .
    Li e ouvi muita gente condenando as trocas
    do Larghi , e não é possível que essa turma
    não tenha ouvido a coletiva dele .
    No intervalo ele conversou com todos os
    atletas e ficou decidido que o Oliveira e o
    Luan dariam um último gás nos primeiros
    dez/quinze minutos do segundo tempo e
    então seriam substituídos, com o total
    apoio dos jogadores .
    Quando será que essa imprensa nociva vai
    parar e pensar que sua credibilidade anda
    próxima de zero?

  • Paulo F disse:

    Luiz Flavio de Oliveira prejudica o Galo desde que me entendo por gente, não seria diferente. Mas o Otero não pode fazer uma coisa dessas ganhando uma final. É muita irresponsabilidade. Se sou o técnico fica uns 5 jogos no banco pra aprender. A zaga titular é muito fraca, uma das piores da serie A. Mas minha maior decepção foi o Larghi, quando tomou o segundo gol sabia que o Mano ia segurar la atras, mas não foi essa a leitura que ele fez, precisando fazer gol botou 3 volantes e deixou so cazares e erik d ofensivos, nao faz sentido nenhum essas mexidas, a nao ser mostrar que ele borrou nas calças. Lamentâvel, eu botava fê no tecnico, mas trm muito a perder

    • Renato César disse:

      Meu caro, as duas primeiras mexidas fizeram o Galo ter o controle do jogo. A leitura do Thiago foi corretíssima. O Blanco foi o melhor jogador em campo a partir da sua entrada.

      Luan já estava pregado e não teria a mesma condição dele. E o Ricardo Oliveira já tinha amarelo (após o árbitro chamar o Rafael Sóbis três vezes para conversar porque ele estava reclamando e entrando forte demais nas jogadas, a primeira reclamação do pastor e ele foi advertido com amarelo, bem no começo do jogo) e, pelo andar da carruagem, seria candidato a ser expulso.

      O erro dele para mim foi na quarta-feira. Eu avisei que tinha que ter entrado com time todo reserva e preparado os titulares para o clássico. Acho que venceríamos facilmente caso tivesse feito isto.

  • Raul Otávio da Silva Pereira disse:

    Gostei do comentário do Thales Rosa – o valor do Rural é justamente não deixar que o Mineiro ganhe o único título que teriam chance esse ano. Além, é claro, de engrossar o currículo dos jogadores e do técnico. Mas o fato é que foi bom ganhar; já fazia muito tempo. Confesso que andei pela cidade e vi a torcida vibrando como se fosse um Brasileiro ou Copa do Brasil. Legal.

    Mas falando sério, comentei no post anterior que o Tiago Larghi tinha dado um nó tático no Mano, e seria bom que isso acontecesse em sentido contrário – pois aconteceu. O Mineiro simplesmente não jogou.

    Entretanto, uma vitória não pode encobrir falhas e erros, e eu notei algumas coisas para podermos pensar:
    – Dedé, em que pese ser um monstro no desarme, não passa confiança quando tem que sair jogando. Eu estava vendo a hora que ele ia dar uma “dedezada” e entregar a bola no pé de algum adversário. Aí, 2 x 1, seria um sufoco.
    Aliás, essa observação serve para toda a defesa. Em determinado momento do jogo – metade do segundo tempo – quando o Cruzeiro realmente começou a “cozinhar” o adversário, a defesa entregou três bolas seguidas, em nosso campo, ao adversário. E se tivesse tomado um gol ???

    – A outra questão que deve ser resolvida é a eterna dúvida do centroavante – um homem de referência (Raniel, Sassá ou Fred) ou um jogador de mobilidade como o Sóbis ? Nunca é demais lembrar que nossos três centroavantes, juntos, fizeram apenas 3 gols esse ano. É muito pouco.

    No mais, é comemorar e partir para novas conquistas. 2018 promete.

    • Thales Rosa disse:

      Raul vc tem razao, dede é monstro pelo alto mas sair jogando com a bola as vezes da frio na espinha..
      Sobre o centro avante o Fred Chamava a marcação de ao menos dois caras abrindo espaços, Raniel e Sassa nao vao chamar a marcação de dois caras.. nao sei como o mano vai resolver isto.. O sobis chama um pouco a marcação porem nao resolve os problemas..

      Tem que resolver esta questao do ataque para que o time vire uma maquina.. tipo a de 2003..

      2018 vem o bi da triplice coroa.

  • Julio Cesar disse:

    Os dois deveriam ter sido expulsos. Edilson (que parece apreciou muito a culinaria mineira) deu o soco e fez a cena.Mesmo porque quem sentiria mais a expulsão seria o Atletico. Segundo gol de Pirangi, Fabio Santos quis driblar na intermediaria e perdeu a bola.
    Campeonato mineiro voltou a valer ! Antes era so pra compor e o escudo ficar parecendo ” a penteadeira do Rei Momo “.
    Vida que segue.

    Vida que segue.

    • Giácomo disse:

      Concordo que os dois tinham que ter sido expulsos… e se reparar em uma das câmeras que esta no ângulo oposto, no exato momento da falta o 4º árbitro, que estava a meio metro do lance, sinaliza ao assoprador de apito que era para colocar os dois para fora… fica mostrando com os dedos…”os dois, os dois…” mas vida que segue… espero que o Larghi continue no comando…

  • Roger Campos disse:

    O jogo em si foi como todo jogo de final. Perdemos por causa de nossas falhas.
    Otero foi infantil o lance da expulsão. Errou sim, embora a paixão pelo Galo queira buscar outra resposta.
    Mas também não tem que tirar o crédito dele. Nos ajudou demais e se entregou em várias partidas. Se errou foi por excesso de zelo, não por omissão dentro da partida. Acho que não cai mais nesse tipo de pilha. // A outra falha é que o nosso bravo e guerreiro Léo Silva não está mais conseguindo acompanhar atacante. O Tiago Neves escapuliu e Léo chegou atrasado. Basta rever o lance com calma.
    No mais, o C.Mineiro foi ótimo para construir um time. Agora temos padrão de jogo, um formato entendido, aceito e comprado pelos jogadores. O time evoluiu e acredito que vamos crescer mais ainda. Se ficasse 11 x 11 a história seria outra, sem dúvida. O Galo ainda não se preparou para jogar na desvantagem numérica. Mas, essa experiência vai contribuir.
    Como gosta de mencionar o J.E Barata aqui nos comentários: Thiago Larghi, de novo.

    • Jose Eduardo Barata disse:

      ROGER CAMPOS ,
      bom saber que somos muitos .

    • Renato César disse:

      Não é bem uma questão de buscar outra resposta. A arbitragem conduziu a partida com vários erros sempre favoráveis aos celestes. O clube também buscou um empréstimo bancário semana passada de R$ 3 Milhões para pagar premiação do título. São detalhes que ajudam a decidir um clássico.

      Mas, como eu disse e o Barata também, fica a satisfação de ter visto a evolução do time sob o comando do Thiago Larghi. Não temos dúvida que ele construiu um time e agora o Galo vai forte para a temporada.

      Algumas derrotas podem prejudicar um trabalho. Mas algumas vitórias podem atrapalhar muito mais. Do lado de lá eles esquecem que fora de Minas não conseguirão exercer certas influências que mascaram o trabalho. Do lado de cá, a gente sai fortalecido e certo de que o caminho seguido será vitorioso.

      • Helio Antonio Corrêa disse:

        RENATO CESAR
        Nao é meio fantasioso dizer que o emprestimo no banco ajudou ganhar o título nao?
        Vc. nao estaria simplificando demais da conta a disputa.?
        Este emprestimo nao poderia ser para pagamentos de contas diversas?
        Sei não, mas acho muito preciosismo achar que isto por si só, era o bastante para sair vencedor, do outro lado, tinha um gigante, uma tradição, uma camisa.
        Concordo muito com esta ideia não, embora sempre te respeito muito, és sempre talentoso nas ideias, mas esta sei nao.

        • Renato César disse:

          Não há dinheiro em caixa e os atletas sabem. E o empréstimo foi na modalidade “conta garantida”, tipo um cheque especial para ser usado caso venha a ocorrer a necessidade (conforme explicou o presidente celeste).

          Parte do valor certamente foi oferecido aos jogadores como premiação por um eventual título. Esta forma de motivar é válida, moral e legal. Não há nada de errado nisto. Por isto, não é nada fantasioso afirmar que uma premiação, como acontece em qualquer empresa, ajuda a atingir objetivos.

          Também não disse que foi só isto que ajudou a conquistar o título. Outros fatores também foram decisivos.

    • Amaury disse:

      Roger, Bom Dia! Concordo integralmente com suas palavras. Que jogaço! Meu Cruzeirão foi campeão, com mérito, mas as coisas poderiam ser diferente se Otero, um dos melhores ( senão o melhor ) jogador do Atlético no momento não fosse expulso. Mas para ser campeão temos cuidar de todos os detalhes, como vc mencionou bem e ter uma certa gordura para compensar erros, vacilos dos jogadores e arbitragem. O Edilson cometeu jogo temerário (como diz os entendidos) e foi corretamente amarelado, já o Otero, no calor da jogada, revidou e o árbitro auxiliar olhou exatamente nesse momento para ele agredindo (basta ver a reação dele na TV) e registrou a agressão. Mas se fosse expulso também não seria coisa do outro mundo ou injusto. Penso que, TALVEZ, se meu Cruzeirão tivesse ganhado ou empato o jogo de ida não entraria tão ligado e pilhado como ontem (lembrou o jogo dos 6×1). O time beirou à perfeição na concentração e entrega. Deixo meu aplauso a todos do 1 ao 11 (rsrs) e técnico, apesar daquelas saídas de bola com o pé de Fábio e do Léo (que foram muito bem!). Rapaz, acho que a idade vai chegando e já não sou o mais o mesmo. Aos 40 min deixei de ver o jogo e fui tomar banho para ir à igreja, pois eu estava quase morrendo com medo de levar um gol. Seu Atlético está de parabéns, pois o técnico conseguiu montar um time competitivo.Alguns reforços pontuais e vcs ficarão mais fortes. Abraço! ZEERO!!! (Parabéns pela lucidez mais uma vez!)

  • Thiago disse:

    Campeões com mérito. Hoje o time jogou desde o primeiro minuto até o final.
    Dedé hoje não resta dúvida, tem que ser titular, pq em bola aérea ele é monstro!
    Thiago Neves e o cara das finais, aí ele chama a responsa mesmo, e arrascaeta que é carrasco do galo, regulou mais uma vez.
    Bola pra frente, vamos pro Chile buscar nossa recuperação na libertadores.

  • Luiz Ibirité disse:

    o que vi hj foi um time diferente, se superando, se doou de verdade, como era final hj vou comemorar, acabei de chegar com meu filho e cunhado do estadio, que bela festa fez nossa torcida, que em momento algum deixou de apoiar, se mostrou desconfiada como sempre, aguentamos esta semana inteira os amigos, irmãos, parentes mais proximos e ate os mais distantes falarem que ja estava acabado, que não seriamos campeoes, parabens a todos, e ao dono do blog que “apesar” de ser aleticano, é um grande ex. quando se fala em imparcialidade, e quanto ao que fez ou deixou de fazer o outro time, deixa pra turma do lado escuro da lagoa comentar, hj vão chorar na cama que é lugar quentinho.

  • Marcos disse:

    E a tentativa de soco do Edílson?
    Omissão do blog.

  • Marcos disse:

    Cruzeiro não ganham um rural no campo desde 2011.
    Continuam ínfimas.
    Parabéns Luiz Flávio de Oliveira!

  • Tonho ( Mineiro ) disse:

    Renato Cezar parei de pagar o Galo Na veia de novo !!!! rsrsrsr brincadeira

    • Renato César disse:

      Lembrando Roberto Drummond (aqui teve participação sua, José Eduardo Barata?):

      Se houver uma camisa preta e branca pendurada no varal durante uma tempestade,o atleticano torce contra o vento. Ah, o que é ser atleticano? É uma doença? Doidivana paixão? Uma religião pagã? Bênção dos céus? É a sorte grande? O primeiro e único mandamento do atleticano é ser fiel e amar o Galo sobre todas as coisas. Daí, que a bandeira atleticana cheira a tudo neste mundo.

      Cheira ao suor da mulher amada.
      Cheira a lágrimas.
      Cheira a grito de gol
      Cheira a dor.
      Cheira a festa e a alegria.
      Cheira até mesmo perfume francês.
      Só não cheira a naftalina, pois nunca conhece o fundo do baú, trêmula ao vento.

      A gente muda de tudo na vida. Muda de cidade. Muda de roupa. Muda de partido político. Muda de religião. Muda de costumes. Até de amor a gente muda. A gente só não muda de time, quando ele é uma tatuagem com a iniciais C.A.M., gravada no coração.É um amor cego e têm a cegueira da paixão.

      Já vi o atleticano agir diante do clube amado com o desespero e a fúria dos apaixonados. Já vi atleticano rasgar a carteira de sócio do clube e jurar: Nunca mais torço pelo Galo. Já vi atleticano falar assim, mas, logo em seguida, eu o vi catar os pedaços da carteira rasgada e colar, como os amantes fazer com o retrato da amada.

      Que mistério tem o Atlético que, às vezes, parece que ele é gente? Que a gente associa às pessoas da família (pai, mãe, irmão, tio, prima)? Que a gente o confunde com a alegria que vem da mulher amada?
      Que mistério tem o Atlético que a gente confunde com uma religião?
      Que a gente sente vontade de rezar “Ave Atlético, cheio de graça?”
      Que a gente o invoca como só invoca um santo de fé? Que mistério tem o Atlético que, à simples presença de sua camisa branca e preta, um milagre se opera?Que tudo se transfigura num mar branco e preto?

      Ser atleticano é um querer bem. É uma ideologia. Não me perguntem se eu sou de esquerda ou de direita. Acima de tudo, sou atleticano e, nesse amor, pertenço ao maior partido político que existe:
      O Partido do Clube Atlético Mineiro, o PCAM, onde cabem homens, mulheres, jovens, crianças. Diante do Atlético todos são iguais: o bancário pode tanto quanto o banqueiro, o operário vale tanto quanto o industrial. Toda manhã, quando acordo, eu rezo: Obrigado, Senhor, por me ter dado a sorte de torcer pelo Atlético.

      • Tonho ( Mineiro ) disse:

        chega a arrepiar !!!! bonito demais !!!

      • Jose Eduardo Barata disse:

        RENATO CÉSAR ,
        há sempre uma discussão por aqui ,
        que não entro , sobre as torcidas .
        Mas , não há como deixar de dizer
        que um texto como esse a turma
        de lá jamais terá em seu acervo .

      • Jose Eduardo Barata disse:

        RENATO CÉSAR ,
        tenho um livro dele que está na
        minha cabeceira , ao lado da
        Sagrada Bíblia .

        • Renato César disse:

          “Já vi atleticano rasgar a carteira de sócio do clube e jurar: Nunca mais torço pelo Galo. Já vi atleticano falar assim, mas, logo em seguida, eu o vi catar os pedaços da carteira rasgada e colar, como os amantes fazer com o retrato da amada.” Bem como o nobre Tonho descreveu seu comportamento.

          Podemos citar do primeiro ao último texto dele, todos brilhantes. Tem um que conta a experiência de um cego no jogo do Galo.

          Saudades daquela imprensa, viu?!

          • Jose Eduardo Barata disse:

            RENATO CÉSAR ,
            e o cego sabia quando era ataque do
            Atlético pela algazarra da torcida .
            Sabia até quem marcava um goal …..

  • Tonho ( Mineiro ) disse:

    eu se estivesse no lugar do Chico como bom Atleticano falava que esta de ferias e nao postava nada esta semana nem comentarios rsrsrsrrssr

  • Thales rosa disse:

    Campeão.
    Não vale nada pra nos. Só vaLe para não deixar o atlético mg ganhar o único titulo possível para elss este ano.
    Este ano temos aspirações maiores.
    Cruzeiro o maior de minas..

    • J.B.CRUZ disse:

      CARO THALES ROSA:
      Seu Comentário Retrata Fielmente o que Vem Acontecendo ao longo dos Anos depois da Inauguração do Mineirão…
      O CRUZEIRO Todos os Anos montou; e monta, Times para Ganhar Títulos; e o galo Todo Ano Monta Time Para Ganhar do CRUZEIRO….Daí o Time AZUL sempre Beliscando quase que Todos Anos, Um ou Mais Títulos..E o Nosso Nobre Adversário; Títulos Temporões com Intervalos de anos ou Décadas..
      CRUZEIRO SEMPRE !!

    • Marcos disse:

      … depois do Galo.
      Marias ínfimas não ganham nem Mineiro desde 2011.

      • Thales Rosa disse:

        Nem mineiro desde 2011? Uai vc esteve em coma de 2011 ate hoje?? De 2011 o Cruzeiro ganhou mais titulos que atletico Mineiro em toda sua historia, vamos a contagem amigão!:

        2013 – Brasileiro
        2014 – Brasileiro
        2017 – Copra do Brasil

        Fica bao assim?? Mineiro nem entra na minha conta..

  • Guilherme Gonçalves Costa disse:

    Entrada violentíssima de jogador cruzeirense na barriga de Otero, e só o venezuelano foi expulso. Lance capital e decisivo do jogo. Pra mim, um erro grotesco da arbitragem, como tantas outras inversões de falta durante o jogo, ou o chute do Ricardo Oliveira, onde o tão religioso Fofão, goleiro do cruzeiro, viu que a bola saiu e fingiu que não aconteceu nada. Uai, irmão!!!???? Tu não és um homem de Deus???? kkkkkk. Brincadeiras a parte, o Atlético, acomodado pelo resultado do primeiro jogo, achou que estava com a fatura liquidada e não entrou em campo. Assim como em São Paulo, deu zebra também em Minas Gerais. Sendo assim, só me resta parabenizar o Corinthians.

  • jorgemoreira disse:

    O planejamento do time do Galo é pra isto, e só, jogadores com falhas infantis, experiencia ganha titulos , jogadores as vezes voluntariosos ganham jogos, eu por recomendação ate´tentei não ver o jogo (o primeiro tempo eu não assisti) no segundo desde o inicio a previsão é queo outro time faria o gol a qualquer momento e assim o fez, com total dominio do jogo, e digo mais se precisace fazer mais um teriam plenas condições de fazer, dominaram o jogo, tiveram mais posse de bola, ai é que entra a experiencia, fizeram o segundo e recuaram se fecharam, o que era pro Galo ter feito lá no indepa, mas experiencia não se adquire nos livros, o dancinha aprendeu direitinho e matou o jogo, agora pqp até quando o luan, c..lho chega, ele produz muito pouco, e insistir em jogar no meio campo, não eu cansei deste as vezes voluntarioso jogador, enfim eu penso que ganhou quem mereceu, só não sei se a lição destas finais serviram pra alguma coisa porque o planejamento feito é pra ficar em segundo no rural e entre os dez primeiros no brasileirão, eu sou otimista, mas não vejo futuro melhor pro time com este diretor de futebol e este elenco

    • Helio Antonio Corrêa disse:

      JORJAO
      Amigo, vc. está ácido demais da conta com o seu time.
      O Rural caro amigo, serve é para isto mesmo, preparar o time para competiçoes mais importantes.
      Veja vc., no inicio do campeonato vcs. nao tinham um time, agora ja ha , precisa de ajustes é certo, mas isto virá, pois ja sabem do que precisam.
      Vc. observou como ´é o humor de torcedor? na semana passada , tudo era alegria,festa,comemoraçoes, somente os mais pés no chao, diziam que o time precisava de alguma coisa, hoje, quase todos estão dizendo que o time é ruim, nem tanto uma coisa nem outra.
      Calma amigo Jorjao

    • Jose Eduardo Barata disse:

      JORGE MOREIRA ,
      você tem sido um crítico contumaz
      do time e da direção .
      Até parece que o que aconteceu na
      final de hoje não tenha acontecido
      em outras finais,de um lado e outro,
      ao longo da história .
      Quer dizer que a experiência azul
      foi decisiva ?
      Que nosso time é infantil ?
      Então ‘tá !

  • Rafael disse:

    Título justo para o melhor elenco.

    Juiz errou ao não expulsar o Edilson também. Ofero foi burro, caiu na pilha do lateral e foi merecidamente expulso.

    Meu Galo precisa se conformar, olhar pra denfro e reconhecer que precisa melhorar, inclusive com reforços: uma dupla de zaga titular, um lateral direito titular, segundo volante titular e alguém para disputar posição com o Ricardo Oliveira.

  • Márcio Luiz disse:

    Há males que vêm para o bem.
    Creio que este jogo “fora de casa” tenha escancarado as nossas deficiências, sobretudo no miolo de zaga e na armação. Por incrível que pareça nosso melhor zagueiro tem quase 39 anos. Gabriel é um Werley com grife.
    Torço do fundo do coração para uma campanha vitoriosa no brasileiro, mas não creio não.

  • Flávio Azevedo disse:

    Vou so avisar pro Salum que a serie A, vai começar…parar de trazer jogador machucado e barcas de serie b e c…sobre a final, vou so ler os comentários de quem chamavam os Americanos de chorões…segue o baile…

  • tom vital disse:

    É sempre triste perder para o Cruzeiro.Mas o lado bom desse resultado foi mostrar que o time do Galo precisamelhorar, e muito para fazer uma boa campanha no Brasileirão.Abraços para o Chico,o Dudu,e o Cleytinho.

  • José Eduardo Barata disse:

    OTERO,
    várias opiniões , desde “juvenil” a “burro” .
    O Edilson entrou em campo só para tirá-lo
    do jogo .
    Naquela falta na entrada da área , na hora
    do tumulto , ele coloca a mão na boca para
    disparar alguma provocação pra cima do
    Gringo e ali mesmo toma um tapa na cara .
    Lance de covardia explícita , pois a não ser
    os dois ninguém sabe o que foi dito .
    Mas, para aquela reação do Otero, foi coisa
    pesada .
    E na expulsão parcial , acabou o jogo .
    Fica , apenas , a sensação ruim de perder a
    partida para um time horrível , como o atual
    dos azuis .

    • Renato César disse:

      O que fica do jogo é que temos um técnico que fez um time. O resto viu quem quis. Vou tranquilo para as próximas competições.

      Tem gente que vai na onda do que os outros dizem, principalmente na onda dos que só criticam. Mas ainda bem que não estamos sozinhos nesta nossa análise. Uma rodada nas redes sociais e vi muita gente percebendo o caminho que estamos trilhando.

    • Helio Antonio Corrêa disse:

      JOSE EDUARDO BARATA
      Via de regra, nao gosto muito de embate com vc.
      Mas se o time azul é horrivel, o que dizer dos alvi-negros?
      Deve ser horroroso comemorar o titulo por uma semana inteira e perdê-lo no domingo, ah isto deve ser mesmo muito ruim.

      • Jose Eduardo Barata disse:

        HÉLIO ANTÔNIO ,
        eu não comemoro nada , a não ser
        o jogo em curso e em tela .
        Se for campeão , ótimo .
        Já passei de fase , meu caro .
        Eu não disse nada em relação a ser
        o Atlético um grande time,mas antes
        um time em formação e que espero
        muito dele .
        Quanto ao SEU time eu sempre,nas
        minhas participações por aqui,deixei
        claro o reconhecimento das muitas e
        vitoriosas formações que tiveram .
        Agora , me desculpe , vai ser preciso
        mais um monte de 7 a 1 para que a
        torcida no Brasil reconheça o nível
        horroroso em que se encontra nosso
        futebol .
        Um abraço .

        • Helio Antonio Corrêa disse:

          BARATA
          Mas a ressalva, foi a frase ; “um time horrivel os azuis” e não ter colocado nenhum adjetivo ao pavoroso time branco e preto, logo vc. tão cioso nas palavras.
          Eu até concordo que o time azul não seja mesmo uma Brastemp, até porque, neste momento não ha um só time no Brasil , que esteja jogando bem, mas dizer que o time azul é sofrível e não adjetivar nada em relação ao seu time, me pareceu meio de mais, mesmo partindo de vc. Foi esta a observação. apenas isto, no mais, meu time ainda precisa caminhar muito para ser uma equipe confiável.

          • Jose Eduardo Barata disse:

            HÉLIO ANTÔNIO ,
            vamos lá , de novo e novamente :
            fui claro o bastante ao dizer que
            ESPERO muito do time que o
            Larghi está a montar .
            Porque temos esperança de vir
            A SER uma boa equipe , mas o
            que os azuis têm não passa de
            uma boa dose de boa vontade
            em transformá-lo de mediano a
            uma equipe estelar .
            Mas , faz parte , é do torcedor .

  • Alex Souza disse:

    Olá Chico,

    O Cruzeiro fez o que faltou no Dia da Mentira. Jogou com raça e intensidade. Começou perdendo a batalha de forma incontestável; terminou vencendo o jogo e o título de forma incontestável.
    Ficaram lições que devem marcar a postura azul em campo sempre que houver este jogo: perder acontece, contudo, perder como aconteceu no Clássico do Dia da Mentira não.
    Mas vamos aguardar; pode ser que o Presidente da FMF, com assessoria dos Adoradores do Benecy, arrume alguma das suas para fz valer o falido bordão que alguns adoram: “Quando tá valendo, tá valendo”.
    Importante o Cruzeiro retribuir o Chocolate de Páscoa; essa final vai para a história do Clássico como a final do Chocolate & Mentira contra Ferro & Fogo.
    Abraços ao Duke Chargista, que tanto brincou com a torcida azul com negócio de tremedeira, papelão… Faz parte. Não lhe faltará inspiração para as brincadeiras dessa semana.
    Alô Cruzeiro: Tem que ser assim em cada jogo. Na raça: Sufocando, achando, esfolando o adversário. Desconstruindo os mitos e fantasias que a turma gosta de construir. Foi sempre assim que a força do clube, da camisa e da torcida foram construídos.

  • Verona disse:

    Olá Chico!
    Você acredita que o grande NOME das finais foi do time vice-campeão? (pela presença e pela falta dele?)
    Acho uma análise interessante.
    Cordialmente.

  • José Eduardo Barata disse:

    THIAGO LARGHI ,
    de novo !
    Enfim , temos um time .

  • J.B.CRUZ disse:

    Resultado Normal…
    Em se Tratando de CRUZEIRO X ATLÉTICO; é Sempre aquela Agonia…
    Espero que seja o Primeiro de uma Série de Títulos a conquistar nessa Temporada…
    Agora; que Jogador Diferenciado é o THIAGO NEVES… Sem Sombra de Dúvidas é o melhor Jogador de MINAS , Quiçá do BRASIL…
    a A Imprensa Paulista com a Derrota do PALMEIRAS Para o CORINTHIANS, já Está alardeando o CRUZEIRO Como Candidato Seríssimo a Mais Títulos este Ano…Realmente as Perspectivas Sõ as Melhores Possíveis….

    CRUZEIRO SEMPRE !!..

  • Carlos Henrique disse:

    Otero foi muito importante, para o Atletico chegar a final
    o Cruzeiro saiu na frente, a expulsao, atrapalhou o time.
    foi juvenil a expulsao, nada contra Otero
    se nao fosse ele , tinhamos saido do Horto perdendo
    ficou Claro, que Gustavo Blanco, pede passagem
    entrou o time melhorou
    mas com um a a menos
    e já 2×0,nao tiinha muito oque fazer.
    Agora é bola pra frente
    vou falar uma coisa, nao é uma derrota dessa
    que vai ter terrra arrasada
    juntar os cacos, contratar um zagueiro e um lateral
    Fabio Santos nao foi bem no jogo, quis dar caneta
    na intermediaria perdendo o jogo
    mas tem muito credito ainda
    O time do Cruzeiro entrou mais pilhado
    mas tem ainda o Brasileiro
    E outro classico
    com torcida dividida

    • José Eduardo Barata disse:

      CARLOS HENRIQUE ,
      gosto muito de sua observações , mas
      em algumas situações de campo será
      sempre preciso um pouco de cuidado
      na hora de explodirmos .
      Tenho certeza absoluta , pela reação
      do Otero , que o que o lateral azul
      disse pra ele foi coisa grossa .
      E aí , meu caro , não dá para julgá-lo.
      p.s
      Duas cenas : entrevero entre Nelinho
      e Éder no meio-campo , o ponta diz
      alguma coisa no ouvido do lateral e
      os dois saem correndo,Nelinho atrás
      do Éder .
      Ninguém até hoje sabe o que foi dito
      Outra : Atlético e Vasco , a gente no
      ataque , de repente o Márcio Paulada
      sai correndo atrás do Palhinha , lá de
      nossa intermediária .
      Até hoje não se sabe o que foi dito.
      Então , meu caro , não foi reação do
      “juvenil” Otero .
      Teve coisa ali .

      • Carlos Henrique disse:

        Marcio Paulada dev ser o mesmo Marcio GuGu
        Como é o futebol, nao é Barata
        Nelinho atrás do Eder
        logo depois os dois juntos
        com a camisa do Atletico
        sabe Barata, é complicado
        nada contra o Larghi
        mas deveria, quando viu a pilha do Edilson
        ter trocado jogador de lado
        Otero deveria ter caido na direita
        e Luan mais a esquerda
        isso confundiria a marcaçao
        e o lateral esquerdo deles , é mais fraco
        na marcaçao
        eles desestabilizaram Otero
        estvama com medo do venezuelano

  • Renato César disse:

    Desculpe discordar, mas não creio que o título tenha ficado com quem realmente mereceu. Considerando as regras da competição, que ignoravam a campanha das fases anteriores, vejo que o time do Galo foi melhor na decisão. Tanto que fico muito tranquilo em relação à campanha para o Brasileirão.

    Hoje tivemos uma participação tendenciosa da arbitragem, que teve três oportunidades para amarelar o Edilson e, na vez de expulsá-lo, preferiu expulsar somente o Otelo.

    O jogo foi todo conduzido pro equipe celeste.

    Fim de campeonato, tenho que parabenizar o excelente técnico Thiago Larghi. Estamos em boas mãos. Cazares cresceu demais com ele. Até o Patrick jogou bola. E o Gustavo Blanco, que também estava sendo encostado, jogou demais quando entrou.

    Que venha o resto da temporada. Está prometendo muito.

    • Helio Antonio Corrêa disse:

      RENATO CESAR
      Reclamar e colocar a culpa no árbitro já faz parte do show.
      Ja esperávamos por isso.
      Ambos receberam cartão amarelo pela entrada maldoso o gringo recebe o vermelho pela cotovelada.
      Mas como sempre, vcs. irão colocar a culpa no coitado do apito, QQUAL A NOVIDADE?

      • Renato César disse:

        Ambos quem? Não ver que houve erro de arbitragem é tapar sol com peneira.

        • Helio Antonio Corrêa disse:

          RENATO CESAR
          Será sempre assim, nunca foi pq. jogaram mal, sempre será debitado na conta do juiz, eu vejo isto ha meio século.
          Me diga um grande jogo, uma semi final, final, que vcs. perderam e não culparam o juiz.?
          Estou dizendo isto aqui , pq. vc. ao lado do Barata e de alguns poucos, sempre foram lúcidos nas analises , culpar somente o árbitro pelo o que não jogaram é meio de mais, acha não?
          O Otero, provocou a semana toda, então todos , até as pulgas, ja sabiam que o clima naquele lado estaria quente, pq. a direção e os mais experientes nao alertaram o jogador sobre o que poderia acontecer,? o jogador faz bobagem e a culpa é do juiz, ?
          Nao acho justo não, isto é simplificar demais as coisas.

          • Jose Eduardo Barata disse:

            HÉLIO ANTÔNIO ,
            pelas notícias que li , em São Paulo o
            árbitro ouviu o auxiliar e reconsiderou
            a sua decisão em um penal .
            Aqui , o Paulo não quis nem saber a
            opinião de quem estava a um metro
            do lance e sinalizou de forma clara
            que os dois jogadores deveriam ser
            punidos .
            Explicação ?
            Deixo a critério de cada um .

      • Marcos disse:

        E a tentativa de soco do Edilson?
        Novidade é querer uma maria ser honesta.
        Time do pó.

        • Helio Antonio Corrêa disse:

          JOSE EDUARDO BARATA
          Como disse voce;
          “Deixo para interpretação de cada um”
          Na minha interpretação, o bandeira sinaliza que é a segunda falta do Otero, este é o sinal com os dois dedos.
          A falta é para cartão amarelo .,
          O Otero recebe o vermelho por agressão, onde o juiz errou?
          Como ja disse, todos sabiam , pelas provocaçoes do Otero durante a semana, que os jogadores estariam pilhados em cima dele, pq. o técnico não o colocou na direita, invertendo o jogador?
          Ou melhor, pq. será que tem que se passar a mao na cabeça de um profissional que recebe muito bem para saber lidar com esta situação?
          Sabe porque caro amigo? pq. é mais fácil atribuir a derrota ao juiz, sempre é assim, quando os mais lúcidos sabem que nao é esta a medida da régua.

          • José Eduardo Barata disse:

            HELIO ANTONIO ,
            quer dizer que você conseguiu interpretar
            até a cor do cartão naquela sinalização do
            auxiliar ?
            Que bom !!!

  • Márcio Luiz disse:

    Atuação VERGONHOSA do GALO, independemente da merda que o Otero fez.
    NENHUM chute ao gol do adversário. Essa postura de time pequeno NÃO condiz com a nossa história , sr. INTERINO.
    Mas tudo bem. Disseram por aqui que o TELÊ também começou assim.

    Então, seremos bi campeões brasileiros este ano. VIVA!

    • Helio Antonio Corrêa disse:

      Tá vendo RENATO CESAR.
      Nao culpou o juiz, disse que o time nao chutou uma só bola a gol.
      Vc. que é sempre lúcido, deveria olhar por este lado também.
      Mas colocar nas costas do juizão é mais fácil né?

      • Renato César disse:

        Pera aí, jogamos com três a menos a partir dos 20 minutos do PRIMEIRO TEMPO. Vocês queriam mais posse de bola e finalizações?

        Claro que não! Prefiro ver o bom jogo que fizemos, apesar de tudo contra. Sei que o que vem pela frente é muito maior do que o que aconteceu no Mineirão.

    • José Eduardo Barata disse:

      MARCIO LUIZ
      “…disseram por aqui que Telê começou assim…”
      Como fui um dos que disseram isto , repito :
      Telê começou assim .
      Para os que querem time pronto , repito também:
      ligue pro ifood , e peça uma equipe “ao ponto” .
      Eles entregam em casa .
      Ah! , o refri é de graça .

      • Márcio Luiz disse:

        BARATA,
        na sua singela opinião, esse time vai estar PRONTO pra DISPUTAR TÍTULOS quando???
        Me desculpe, mas sou um atleticano diferente tipo nosso prefeito; quero ver o GALO lá em CIMA, sempre.
        Não responda com sofismas, por favor.

        • Jose Eduardo Barata disse:

          MÁRCIO LUIZ ,
          não uso esse tipo de figura de linguagem ,
          meu caro , pois a falsidade e a mentira não
          fazem parte de minha personalidade , se é
          que me faço entender .
          Quanto a time “pronto para disputar” títulos
          o teremos quando ele estiver …. pronto !
          A base de 71 começou a ser criada em 69 ,
          com Yustrich .
          A base do time azul de 66 começou em 64.
          Nosso timaço dos anos 70 começou com o
          Seu Zé das Camisas em 74 , para explodir
          em 76 e ter uma sequência até 82 .
          O Atlético pós 13/14 foi detonado por uma
          diretoria incompetente e inconsequente e
          que nos deixou uma sensação de alegria
          fugaz , tendo pois que ser reerguido .
          Não ver , ou não querer enxergar que se
          trilha um caminho de reestruturação que
          poderá nos trazer grandes alegrias que
          sejam um pouco mais duradouras revela
          que , ou você é um torcedor de alegrias
          ou você não entende nada de futebol .
          Um abraço .

          • Jose Eduardo Barata disse:

            Quando escrevi “torcedor de alegrias” na
            verdade quis dizer “torcedor de momento”.

  • Horacio V Duarte disse:

    Caro Chico, foi um bom jogo, apesar das falhas habituais do Galo e da arbitragem o Galo parecia que jogava com 11. Foi burrice do Grande Otero, expulsão de pelada, entrou na pilha deles, no mínimo foi ingênuo. Mas já está perdoado Otero, precisamos de você. No caso do Patric foi cansaço. A arbitragem não foi das melhores, mas o Galo tem que superar isto também é só ver o que aconteceu na final do ruralzão de sp.
    Bola pra frente Largui, o time um pouco mais ajustado levaria esta.

  • Carlos Henrique disse:

    Otero foi muito importante, para o Atletico chegar a final
    o Cruzeiro saiu na frente, a expulsao, atrapalhou o time.
    foi juvenil a expulsao, nada contra Otero
    se nao fosse ele , tinhamos saido do Horto perdendo
    ficou Claro, que Gustavo Blanco, pede passagem
    entrou o time melhorou
    mas com um a amenos
    e já 2×0,nao tiinha muito oque fazer.
    Agora é bola pra frente
    vou falar uma coisa, nao é uma derrota dessa
    que vai ter terrra arrasada
    juntar os cacos, contratar um zagueiro e um lateral
    Fabio Santos nao foi bem no jogo
    ao meu ver
    assim como Otero tem credito
    esse time do Cruzeiro entrou mais pilhado
    mas tem ainda o Brasileiro
    E outro classico
    com torcida dividida

  • Regi.Galo/BH disse:

    – Parabéns ao Cruzeiro e aos Cruzeirenses, pois souberam sofrer em ambos os jogos e conseguiram montar uma estratégia que finalmente prevaleceu!!!

    E a nós Atleticanos cabe agora priorizar uma melhor reflexão do momento. E assim, quem sabe, a partir daqui, buscar privilegiar o fortalecimento da equipe e do elenco como um todo.

    Apenas emitindo uma opinião fria e sincera, não daria mesmo para conquistar o campeonato com um lateral, um volante e um técnico. É muito pouco para as nossas pretensões. Precisamos de mais ação, mais atitude, mais raça, o tempo todo…

    Quero frisar que a perda das partidas, ou do campeonato em si, não foi causada por setorista, por notícia plantada, por fake news, por morte do Malluf ou do Bebeto, ou de outrem, ou pelos ‘haters’ do twitter que não apoiam a atual diretoria. Enfim, foi tudo causado, de novo, por imaturidade; por falta de malandragem; por falta de estabilidade e por falta de experiência.

    Para mim, é momento de dar a cara a tapa, aceitar e procurar uma forma de se levantar mais forte e melhor para os próximos compromissos. Esta foi só uma das batalhas que teríamos. A guerra mesmo ainda está por vir; e que venha!!!!!!

    Próximo Campeonato!

  • Juca da Floresta disse:

    Como dizia o filósofo: quando tá valendo tá valendo….

    • Marcos disse:

      Exatamente.
      Por isso, o Galo tem mais títulos.
      Por isso, o Cruzeiro não ganha estadual no campo desde 2011.

      • Juca da Floresta disse:

        mais títulos aonde.?????? 5 copas do brasil, 4 brasileiros, 2 libertadores….ou você tá falando do rural???

        • jorgemoreira disse:

          Falta um TITULO ESTE VOÇÊ NÃO TEM UM TITULO COPA DO BRASIL E M C I M A DO S E U T I M E,

          KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK QUER TROCAR KKKKKKKKKK N Ã O, agora este copa do Brasil é pra engolir do jeito que voçês gostamkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

          • Juca da Floresta disse:

            Cruzeiro e Atlético fizeram a 21a final de campeonato mineiro:

            13 títulos do Cruzeiro
            8 títulos do Atlético

            Se você concebe que sua Copa do Brasil vale mais que 5 do Cruzeiro, imagine 13 títulos a 8? Aprenda, o Cruzeiro jamais tremeu pra isso aí.

  • Marcos disse:

    E em Minas Gerais a imagem do Cruzeiro resplandece! O palestra mineiro foi no embalo da torcida no Mineirão e conseguiu tomar o título mineiro que era certo que seria do Atlético, um 2×0, exatamente a conta do chá.
    E m SP o Corinthians tomou o título paulista que seria do Palmeiras, e no RJ o Botafogo virou a sorte ao seu favor, ganhando mais um campeonato carioca. Houve reviravolta no Paraná tb, onde o Atlético de lá desbancou o favoritismo do Coritiba! Esse domingo irá entrar pra história, apesar da pouca importância dada aos campeonatos estaduais.

  • Alisson Sol disse:

    Pessoalmente, acho que no lance da primeira expulsão do Atlético-MG os dois jogadores tinham de ser expulsos. O Cruzeiro deu uma sorte danada que o tal Otero, burro que é, ao invés de se deixar atingir, entrou dando soco. Jogador de futebol não tem jeito mesmo…

    Agora é comemorar por mais 5 minutos e voltar a focar na Libertadores, onde a situação está difícil!