Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Imagens que marcaram o clássico fora de campo com o “dumingo tem mais”… e o Galão da Massa saindo do hospital

Gente, passada a euforia e raiva de tantos azuis e alvinegros espalhados pelo mundo, hora de ressaltar uma das razões de ser do esporte, que são as gozações de vencedores e perdedores, que são eventuais, pois, assim como a vida, o futebol é uma gangorra.  Com a internet essas brincadeiras foram turbinadas, com a criação dos tais “memes”, que aproveitam qualquer oportunidade. Os autores, que na maioria ficam no anonimato, são geniais e criam verdadeiras obras de arte visual e de humor, imediatamente a um fato relevante ou a um resultado.

Da final do Mineiro foram milhares, mas para mim, as duas melhores foram essas.

Este rapaz comeu o pão que o diabo amassou durante uma semana por causa da sua imagem na Globo, durante o primeiro jogo, que viralizou, como símbolo dos 3 a 1 do Atlético. Gozação dos atleticanos e ignorância de trogloditas que se dizem cruzeirenses, que o ameaçaram e foram alvo de denúncia da parte dele e registro policial. Virou manchete do Uol, o portal mais acessado do país: “Cruzeirense vira meme após revés, sofre ameaças e tem medo de sair de casa…”

Mas, uma semana depois ele, Rafael Padovani, fora recompensado e a sua alegria proporcional ao sofrimento que passou entre um domingo e outro. Foi profético com a frase “num acabou não; dumingo tem mais!”.

E no fim da tarde de ontem, surgiu essa, do alto do post, do “Galão da Massa” saindo do Mater Dei, com a frase “Acabou de receber alta”. Uma imagem emblemática. Afinal, este hospital é referência de qualidade, além de “atleticanismo”: o fundador (Dr. José Salvador Silva) é um influente conselheiro do Galo, famosos médicos atleticanos trabalham lá, Neymar saiu da Europa para ser operado lá por médicos do Atlético e por aí vai.

Este é o lado bom da internet. O lado podre, deixemos pra lá, e que a polícia e a justiça continuem se aprimorando na captura aos bandidos digitais!


» Comentar

Comentários:
25
  • Alisson Sol disse:

    Senhoras e Senhores,

    Consegui um link para o livro completo online: Macunaíma, de Mário de Andrade.

    Façam bom proveito. E vejam como a literatura resiste: este é um livro de 1928, cada vez mais atual!

    • Renato César disse:

      Eu citei este livro estes dias aqui. Trata-se de uma obra de arte da nossa língua, da época em que se fazia arte aqui.

      Mário de Andrade estudou o brasileiro de todas as regiões para criar este personagem e esta história. E parece que estudou direito, porque, quase um século depois, nossa gente ainda é a mesma!

      A leitura é, sem dúvida alguma, recomendada.

  • Marcão de Varginha disse:

    A tradicional arrogância e egocentrismo de alguns “torcedores” celestes é de até fazer rir… vale tudo quando for pra menosprezar qualquer adversário, inclusive digitar seu nome entre aspas… até para comentar procurando justificar seus absurdos ditos e feitos, alguns celestes se sobrepõe.. daí conseguiram excluir do blog o imparcial e inteligente Alex. Volta, Alex, para que eles leiam seus comentários e aprendam ser pelo menos ser um pouco humilde, o que parece ser uma tarefa impossível!
    – #benecyeternomito

    • Marcos Ribas disse:

      Alguns celestes se sobrepõe? como assim?
      Sobrepõe vem do verbo sobrepor. O mesmo que: acrescenta, antepõe, justapõe, segue.
      O ET que sobrepõe no seu cérebro?

      • Marcão de Varginha disse:

        Xará Ribas, sobrepor tbem é colocar alguma coisa sobre outra para a ocultar ou esconder algo, meu caro! O que acresenta no meu cérebro é a divina certeza de não ter nascido celeste, “abestado”… ademais, não citei seu nome mas a carapuça serviu-lhe muito bem!
        – #benecyeternomito

  • Marco Aurelio Esteves disse:

    Os atleticanos não aceitarem as derrotas é historico! Em 1977, tinham tanta certeza da vitoria que puseram a cilpa no Goleiro Ortiz, até então idolo deles e o mandaram embora.Contra o Flamngo sempre a culpa foi do juiz. Agora de novo! Ao longo do tempo, isto fez o Cruzeiro e o Flamengo ganharem tantos titulos e eles sempre chorando. Nunca aceitam a verdade, nunca valorizam o adversario. E a imprensa é muito culpada por embarcar a torcida nesta onda. Fico com muita pena mas não estou nem ai. A taça está no Barro Preto e o choro é livre!

  • Carlos Henrique disse:

    Chico, primeiramente nada contra o post
    Mas a verdade quero chegar na cidade logo
    para ver o jogo San Lorenzo X Atletico
    e logo o Cruzeiro vai ao Chile
    ai minimiza essas discussoes aqui.
    Nada contra ninguem aqui, seja atleticano ou maria
    Mas acho engraçado, você como um grande
    jornalista que é.
    coloca post por ex,vitoria do time azul.
    tem no maximo 15 comentarios.
    mas quando o espaço é do Galo
    os cruzeirenses se manifestam.
    e so falam do Galo
    os caras nao falam de futebol
    so falam do Atletico
    nao comentam, por que nao conhecem futebol
    agora tentam, menosprezar, o companheiro (nao sou petista)
    Dudu Galo Maio
    frases curtas e sempre os mesmo
    recalcados
    tem horror ao Atletico
    nao conseguem, fazer um comentario
    sobre futebol
    por que nao sabem oque é uma bola
    nunca, devem ter jogado bola na vida
    e vivem a agredir verbalmente as pessoas
    a a instituiçao Clube Atletico Mineiro
    sempre os mesmos
    Thales, Mariana, e outros
    que nao conseguem debater
    sobre futebol

  • Amaury disse:

    Chico, pra variar, belo texto. O futebol é bom também por isso. Pena que muitos torcedores não se dão conta de que no futebol, assim como na vida, vc sorrir e chora, perde e ganha e por isso, devemos procurar estar preparado tanto para um como para outro resultado. Quantas vezes já repeti aqui neste espaço que nunca assisti a um clássico confiando plenamente na vitória do meu Cruzeirão, pois sempre depende de vários fatores: aplicação e talento dos jogadores, dia bom, desempenho da arbitragem, etc. Nesse último, embora o Cruzeiro jogou impecavelmente quanto a entrega, marcação e concentração no jogo, a expulsão do Otero nos ajudou sobremaneira; assim como o Atlético já foi beneficiado por situações parecidas no passado (América e Caldense). Claro que tem torcedor que vai a loucura e não consegue administrar suas emoções e agir com o mínimo de serenidade. Olha só o “post” anterior aqui onde “o pau tá comendo na arquibancada”. Olha, sábado começa o Brasileirão/18 e quem quiser realmente conquistar o título tem que estar ligado desde a primeira rodada, procurando ganhar dentro de casa e pelo menos empatar fora, salvo os grandes clássicos; é preciso já guardar gordura para queimar nesses erros de juiz e demais infortúnios, sob pena de terminar o ano com aquele chororô. Isso vale para todos nós torcedores de todos os times: Cruzeiro, Atlético e América. O juiz sempre vai errar porque ele é humano e também porque sempre existe o Eixo (corinthians!!!). Abraço! Zerro!

    • Marcão de Varginha disse:

      Falando em “beneficiamento no passado…”, vale citar àquela partida da CB 20107, quando o time celeste garfou o Chapecoense, e com isso prosseguiu naquela competição e foi campeão e classificado para a atual TLA, onde no momento é o lanterna de seu grupo.. que continue assim que vcs mais que merecem, obrigado!
      – #benecyeternomito

      • Amaury disse:

        Isso, Marcão, está registrado. Houve falha sim; e falha crucial, ressalte-se.Como na vida há sempre mais de um lado, dependendo do prisma e interesse em questão, permita-me ater ao lado que mostra que aquele time campeão referido por vc também teve seus méritos e qualidades, além da sorte e ventos favoráveis. A sorte costuma dá suas caras quando há talento, trabalho e competência. Abraço e Saudações Celestes!

      • Amaury disse:

        Força, Marcão! Espero que um dia vc consiga superar esses sentimentos que só fazem mal ao fígado e promovem o detratado face a importância implícita nos recorrentes comentários (Ninguém fala tanto no/do Coritiba, Goiás, América, etc). Meu Cruzeirão e seus dirigentes cometeram inúmeros erros e falhas (Menos mal se formos apenas nós). Peço perdão na parte que me toca e aceno a bandeira branca para vc e todos os valorosos atleticanos e torcedores dos demais times para uma convivência pacífica, respeitosa, amena, sem amargura, recalque e qualquer tipo de agressão, aqui no Blog e alhures. Sabe, o melhor remédio para calar a boca dos adversários não é o verbo e sim a competência, ou seja, devemos procurar montar nosso time cada vez mais forte em todas os setores que aí passaremos por cima de todas as barreiras (arbitragem, “Eixo”, Globo, os “benés da vida” etc). e os títulos aparecem. Saudações Celestes!!!

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Bom, o que eu havia comentado e que não sei por qual motivo não foi publicado nesse post, uma vez que não havia nenhum palavrão ou ofensa pessoal, basicamente foi o seguinte…

    Que após o primeiro jogo das finais, quando o Atlético Mineiro goleou o Cruzeiro, Torcedores e Jogadores tiveram que aguentar as justas zoações. O “tá valendo, tá valendo”… Teve até a questão do “cheirinho”… E depois veio o jogo água de salsicha contra o Vasco no meio da semana, aquele mesmo onde a carga de zoação aumentou mais ainda, não só pelo Cruzeiro não ter vencido um adversário fraco, mas também pela questão dos escudos de papelão. Enquanto o Atlético Mineiro goleava no Independência o “poderoso” Ferroviário… Aí, dá-lhe mais provocação e zoação… Faz parte…
    Aí o Cruzeiro parte para o segundo e decisivo jogo, com a obrigação de vencer seu rival numa final, por uma diferença de 02 dois, consegue este feito, sagra-se Campeão, a Torcida e os Jogadores estravazam, comemoram e devolvem as zoações e provocações, que, com exceção do que o Edilson falou extra-campo sobre a Seleção da Venezuela, todas as zoações e provocações dos Torcedores e Jogadores, são igualmente justas… Mas além de estarmos errados em fazermos isso, somos obrigados a ler e ouvir coisas do tipo: “O Cruzeiro ganhou na sorte… O Atlético Mineiro entregou o jogo… A culpa é da arbitragem… O Cruzeiro não mereceu… Chamam de Rural mas comemoram como Champions League”… E por aí vai…
    Não pedimos para jogarem confetes e baterem palmas para o Cruzeiro, claro que não. Mas daí a não aceitarem o revide das zoações, provocações dentro dos parâmetros normais de zoação e retrucarem com coisas dos tipos das citadas acima, é o que nos faz crer realmente que a parcela da Torcida Atleticana que sabe reconhecer o mérito de algum adversário, é mínima, quase que imperceptível.
    E é possível sim fazer isso. Reconhecer o mérito do rival, mesmo que coloquemos algum “porém” mínimo que seja.
    Mas, destacar muito mais os “porém” em detrimento ao mérito do rival, é isso que observamos e salientamos como característica preponderante da maior parte da Torcida Atleticana.
    Não questionamos o sagrado direito da livre zoação. Apegar somente a isso, ou tapar o sol com a peneira, aí é direito e escolha de cada um.
    E como eu sempre digo… Hoje a gente zoa, amanhã é zoado e assim caminha a eterna rivalidade futebolística.
    Mas aquele que sempre zoa e não sabe assimilar quando é zoado, perde duas vezes !!

    Eu recebi além destas imagens de zoaçõs do post, outras trocentas entre memes, fotos, vídeos, piadinhas, zoações de todos os tipos e só não explorei muito isso por aqui, porque eu tento ter uma linha de zoação dentro daquilo que eu acredito como pertinente e mais saudável para a boa rivalidade. Mas esta é apenas a minha linha de postura e pensamento. Porque, se eu fosse entrar na onda de zoar por zoar, a qualquer custo e seja como for, Nuuuuuuuuuuuuu !!! rsrs Não ia prestar… rs

    Um colega meu publicou um comentário no Facebook dele, que eu tô sendo quase que obrigado a concordar… Ele disse, que o mi…mi…mi… da Torcida Atleticana desde o apito final do jogo de domingo tá tanto, mas tanto, que o Cruzeiro poderia devolver a Taça pra FMF, falar que o Atlético Mineiro é o verdadeiro e autêntico Campeão, falar pro Tribunal dar uns 10 jogos de suspensão para o Edilson e vida que segue… Pelo menos a preguiça seria menor, do que aguentar as lamúrias de sempre…

  • Flaviano disse:

    O Atlético está se a apequenando jogando no Independência.
    O cruzeiro colocou 40 mil torcedores, imagine o Atlético!

  • Renato César disse:

    Só para não perder a piada, o Galo Doido deve ter sofrido lesões corporais no assalto de domingo.

  • Nivaldo Santos disse:

    O General Donizete está acertando com o América… Agora ele vira santo!

  • Clóvis Mineiro disse:

    É triste ver órgãos da imprensa trabalhando em prol do Cru Cru e em desfavor do Galo. Um é usado para Edilson pedir desculpas ao povo venezuelano… Edilson desfaz do Otero, que foi necessário a ajuda do árbitro para marcá-lo… O distinto também esquece que ele foi preterido do Grêmio, perdendo espaço para o velho Léo Moura. Outro traz uma manchete hoje onde o Galo inicia caminhada para buscar um título inédito se referindo a Sul americana, esquecendo que o galo já venceu duas vezes e foi vice de outro, do torneio correlato a Sul americana, a Conmebol. Aliás, a Conmebol era mais difícil, disputada somente pelos 3º e 4º colocados dos campeonatos nacionais. Galão garfado mais uma vez!

  • Luiz ibirite disse:

    Opa tb recebi está aqui, Boston Medical Group: pra vc q goza antes da hora, achei muito boa tb!

  • jorgemoreira disse:

    Lado bom até concordo mas menos, eu tenho alguns amigos la na Pompeia que eu só consigo ter noticias deles quando o Atlético perde alguma partida, caso não fosse isto só em Agosto e Setembro, quem participa do ECC sabe , esta do post mesmo mandaram em diversos grupos, que alegria saber que voçês estão bem e felizes afinal só aparecem nestes momentos né, agora talvés em Setembro né

  • Pedro Vítor disse:

    Esse Campeonato Mineiro os cruzeirenses acharam que era Libertadores, estão comemorando ate hoje…

    MInha nossa senhora, foi o Itair ou o Fubá que deu aquela declaração depois do jogo, jesus maria josé aquilo ali é dirigente?

    Passou despercebido, mas aquele empurrão no Luan era caso de polícia, e o Sette Câmara ficou caladinho???

    Esse negócio de comemorar Mineiro é coisa de cruzeirense que tomou taca em LIbertadores!

  • DUDU GALOMAIO BH disse:

    Chico, sem dúvida alguma pra esse rapaz valeu o ditado “quem ri por último, ri melhor”.
    Eu também curti muito os memes, ficaram muito engraçados. Lamentável foi vê-lo na Record MG chorando por ter recebido ameaça de bandidos que se dizem cruzeirenses, sendo que ele não tinha feito absolutamente nada de errado, a não ser pintar a cara e ir ao estádio. Como ele já apareceu algumas vezes na TV, virou uma espécie de “torcedor símbolo” do time azul e consequentemente causou a inveja de alguns “cabeças cozidas”, como você diz.
    Vale lembrar que ele tem todo direito de “ir à forra”, mas não deve se esquecer de pendurar um quadro com a foto do Luiz Flávio de Oliveira na parede hehehe…

  • Raul Otávio da Silva Pereira disse:

    O tal Galão deve ter sido acometido de uma enxaqueca gigantesca e também de dor de cotovelo crônica logo após o jogo de domingo. Tinha que ir para o hospital mesmo.
    Mas haja médico para curar isso !
    Fiquei sabendo também que essas “doenças” não tem cura; o máximo que se consegue é aliviar a dor e o incômodo, mas logo logo voltarão…kkkk