Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Erros, desatenções e as mesmas reclamações que se repetem enquanto o Galo empaca na tabela

Foto: Bruno Cantini/Atlético

Duas twittadas de dois jornalistas da nova safra da imprensa mineira definiram bem a segunda derrota consecutiva do Atlético no Brasileiro. Vinicius Grissi‏, da 98FM escreveu no twitter: @ViniciusGrissi

“Vitória justa do Sport que jogou melhor por mais tempo na Ilha. Atlético não pode virar um jogo duro como esse e ceder a virada como fez. Faltou concentração.”

E Frederico Ribeiro, do Hoje em Dia apresentou alguns números da desantenção‏: @Fredfrm

“20’/2ºT – Sport 1×2 Atlético

22’/2ºT – Sport 2×2 Atlético

26’/2ºT – Sport 3×2 Atlético”

A ciranda continua. Uma falha individual aqui, uma desatenção ali, jogador dá entrevista depois da derrota dizendo que o time está de “parabéns” pela luta e assim vai.

Aí vem o diretor de futebol com mais reclamações contra a arbitragem.


Deixe uma resposta para Ronaldo Luiz Cancelar resposta

Comentários:
32
  • Carlos Almeida disse:

    Em pouquíssimo tempo a ficha da torcida caiu com essa diretoria e agora com o time.

    O time é fraco sim, embora tenhamos um campeonato nivelado por baixo, com os favoritos atualmente se poupando diante da necessidade de administrar outras competições.

    Ou seja, o panorama ficará ainda pior, a medida que os clubes forem saindo e focarem somente o Brasileiro.

    Porém qdo vemos o Grêmio, com Bebezão (fazendo até gol a la Ronaldinho, anulado), Jael, Leo Moura (mais velho que o RO e ainda jogando na lateral), dentre outros “refugos”, praticando um bom futebol, a ruindade que predomina no Atlético não pode ser aceita.

    O Sport tem um elenco pior…
    A Chape tbm…
    O Flamengo jogou “pedrinha” naquele dia…
    E o San Lorenzo idem…

    Ou seja, os times não estão precisando jogar mt coisa pra ganharem do Atlético.

    E a mediocridade, o conformismo, a letargia continua sendo a tônica dessa gestão.

    Contrata-se não por critério, planejamento ou “visão” de negócio.
    Contrata-se simplesmente por ser de “graça”.

    Larghi e elenco não tem culpa.

    Saudades do tempo em que quem lá estava realmente gostava de ser o presidente do CAM.

    • José Eduardo Barata disse:

      CARLOS ALMEIDA ,
      o Corinthians também tem um elenco pior.
      O São Paulo , o time azul , o Paranaense…
      O Vitória ?
      E todo mundo se poupando , o Palmeiras
      então nem se fala . Nem entra em campo.
      Que tragèdia estamos a viver !……………..

      • Carlos Almeida disse:

        Se pra vc está bom… seja feliz.

        Talvez seus grandes momentos de alegria com o Atlético tenham sido na década passada, só pode.
        Eu prefiro a época das conquistas de 2013-2014, a década de 80…

        Torcer para o clube é uma coisa.
        Mentalidade pequena e medíocre, outra.

        Fico única e exclusivamente com o CAM.

        Mas há quem prefira o dirigente, o treinador, um zagueiro… sendo bons ou não para o clube.
        E isso aí não consigo enxergar como torcedor…
        Lamento.

        • Márcio Luiz disse:

          Carlos Almeida,
          APLAUSOS pra você. A Massa NÃO pode permitir que o conformismo que o KALIL tanto lutou para extirpar do CAM volte a ter vez na nossa história. Embora eu reconheça que esses que lá estão teriam sido “apoiados” pelo nosso maior presidente.

        • Horacio V Duarte disse:

          Acho que os melhores times do Galo foram da década de 70, quando Dario, Reinaldo e cia apareceram. Tivemos outros bons times. Só em 2012, 2013 o Galo teve um time, que ganhou alguma coisa, em que os principais jogadores não vieram da base ou que não foram criados no clube. É um processo que vem ocorrendo já a algum tempo, mas depois disso o Galo depende apenas de empresário de futebol.
          Como não temos do nosso lado os proprietários do futebol brasileiro, e não temos patrocinadores fortes, o clube não é uma lavanderia, vamos sempre comprar refugo e jogador em fim de carreira, e mesmo assim ficamos devendo os tubos.
          Enfiar a cara neste esquema, neste imediatismo, é aceitar o jogo de cartas marcadas, é se condenar a ser sempre figurante.
          Messi na seleção argentina não foi quem garantiu a classificação. Quase ficou fora. Futebol é conjunto, tem que treinar, tem que ter esquema de jogo.

        • José Eduardo Barata disse:

          CARLOS ALMEIDA ,
          sejamos discordantes , mas educados .
          “Mentalidade pequena e medíocre” ….
          Ora , ora ! , por quem me tomas ?
          Deixa pra lá , não merece atenção .
          Ah! , momentos de alegria ?
          Quantos e quão satisfatórios os tive !
          E ainda tenho , claro ,basta estar de
          olhos e ouvidos ligados no Atlético .
          Esteja bem , meu caro , e monte sua
          seleção alvinegra com recursos que
          não existem , pois estamos a viver a
          época do escambo , porque dinheiro
          não há disponível .
          Um abraço cordial,em respeito à sua
          polidez .

  • Marcão de Varginha disse:

    O Galo perdeu por duas falhas gigantescas da defesa, e por um erro de arbitragem, não fazendo por merecer a vitória. Ressalta-se, porem, que quando perdemos com erros da arbitragem é mi-mi-mi… o outro lado quando perde nessa situação raramente reclama, pois, sabe que em outras rodadas será literalmente “beneficiado”: isso os coniventes negam e sempre negarão, mas são fatos!
    – #benecyeternomito

  • Roger Campos disse:

    Contra o Sport eu vi o Blanco fazendo o papel que o Cazares tinha que fazer. Se é para ficar dando toquinho de lado e segurando bola no meio, para quê Cazares? Infelizmente, com tristeza, aceito que é um foguete molhado. Não vai render mais do que já rendeu. Manda para a Arábia. Nessa situação, melhor colocar o Tomas Andrade. Pelo menos corre mais.

  • José Eduardo Barata disse:

    O time é passivo .
    Não temos diretor de futebol .
    O presidente é ausente .
    Cazares já era .
    Fábio Santos está cansado .
    Gabriel ? Ora , Gabriel !
    Não temos cabeceador .
    O Atlético não tem um que
    bata faltas .
    A saída de bola é lenta.
    Cadê os chutões ?
    Os juízes NÃO ERRAM , só são
    ruins mesmo .
    O time é um fiasco.
    Nem Sulamericana vai dar.
    O Larghi é bom , mas ………
    O CUCA VIRÁ ! Sem R10000 .
    Isso com apenas 18 comentários.
    De “torcedores” .
    Com tudo isto , o líder tem 300
    vitórias e nós apenas 04 .
    A diferença está em 980 pontos,
    vai ser dificílimo reverter .
    p.s.
    O elenco é a conta do chá .
    E não é que é mesmo ?

  • Márcio Luiz disse:

    Eu vou te falar uma coisa, Chico.

    Como sabe PERDER bonito esse nosso time. Toca pra lá, toca pra cá, cria N chances, mas não faz, _afinal o gol é só um detalhe não é mesmo?_ NINGUÉM dá UMA porrada sequer no adversário, enfim dá uma AULA de futebol como disse o nosso conversador de fiado “Luan’el Messi” após a derrota para o carniceiro em pleno Independência no último sábado.

    Que lindo, que romântico! Parabéns, presidente, diretor(?) de futebol, comissão técnica e seus arautos por esse time que exerce a essência do fair play neste brasileirão.

  • Marcos disse:

    Árbitro frouxo e mau intencionado.
    Viu o lance, não marcou o pênalti. Aí veio o bandeirinha e o árbitro frouxo cedeu a pressão da torcida local.

    Sou a favor do time treinar cruzamentos nas mãos dos zagueiros.

  • Rodrigo Assis disse:

    Fora Alexandre Gallo. Nunca vi uma temporada onde a falta de planejamento e falta de assertividade nas decisões fosse tão grande. Estamos a deriva.

    • jorgemoreira disse:

      Olha Rodrigo penso que ninguem em sã conciencia teria duvidas da eleição do setecamara para presidencia do clube e ele por ter sido vice do nepomusono claro que já deveria estar sabendo da situação do clube e até teria obrigação de impedir ao nepomusono de fazer as besteiras que ele o nepomusono fez, mas não ele sabedor da situação contrata o pior diretor pra futebol em novembro para fazer o tal planejamento,pô que planejamento é este que só pegou refugo do Palmeiras(pra isto) não precisava de diretor e muito menos planejamento, era só ligar pro diretor do Palmeiras e pedir que fosse feita a barcae tem jogador(refugo) o tal Juninho zagueiro do Palmeiras que esta no come e dorme e que com certeza sera mais um jogador que só vai servir pra honerar a folha de pagamento e as dividas do clube, que presidente,que diretor e que planejamento É ESTE

  • Marcos DF disse:

    De fora é difícil falar, mas será que no Galo não tem ninguém que dá murro na mesa?
    A passividad do time é gritante, ganhou normal, empatou normal, perdeu normal!
    Não vejo indignação na derrota, não vejo sangue nos olhos, só resignação.
    Chega, alguém tem que dar um basta nessa situação. Se de dentro não vem, que a torcida vá pra rua, sem violência, e cobre.
    Temos um diretor de me…, um presidente que, na minha opinião, quer usar o Galo para promover seu filho e ter contatos.
    Onde vamos parar?
    O Galo é grande, a mentalidade da direção é pequena.

  • Horacio V Duarte disse:

    Caro Chico, hoje com os recursos que se tem, falar sobre futebol, para quem quer trabalhar sério, está muito fácil. Mas muito do que se lê ouve e vê, quase tudo, são meros desejos, trazer o messi, não esquecer de combinar com os russos, etc. Correr 90 minutos é muito mais difícil, mais ainda quando se tem um adversário( as vezes parece que o Galo perdeu sozinho). As análises que vejo quase nunca consideram que o adversário joga (aliás nunca têm mérito) como marcou, quem marcou, muitas vezes jogando nas falhas do Galo.

    E o Atlético apresentou muitas falhas, em todos os gols que sofreu pelo menos duas, achei a defesa desatenta. Bola aérea ainda causa calafrios. Tomar gol com bola quicando na frente da área, com todo mundo olhando, já virou um clássico, já deve ser o terceiro ou quarto este ano.

    Mas o ataque do Galo ainda não tem uma forma de jogar e vem errando muito. Ontem o esquema foi mais ofensivo, praticamente só o Adilson mais atrás, e teve mais variações de posição na frente. Luan pela direita criou outras alternativas, mas não se entendeu com o Emerson. A saída de bola ainda está lenta e não aproveita a velocidade dos jogadores de frente. Com Luan mais a frente a defesa sofreu. De qualquer forma não dá para ficar na dependência de 1 jogador, que inclusive deve ir embora.

    O sport é um time também em arrumação, também cometeu muitos erros, mas, empurrado pela torcida, foi mais determinado e teve defesa mais bem posicionada, foi o ponto forte deles. Vem de uma boa vitória contra o palmeiras, os jogadores de frente mais efetivos conseguiram aproveitar, com um pouco de sorte, os muitos erros do Galo.

    Está na hora do ataque começar a mostrar serviço, tem que aparecer um mínimo de entrosamento. Das opções que tínhamos para times trancados a mais forte era a bola parada, a outra era uma variação, o gol de zagueiro. Já não temos nenhuma das duas opções. Treinar finalização também seria bastante desejável, treinar e botar a cabeça no lugar, a falta de tranquilidade está atrapalhando.

    Vamos ver se o Galo no indepa consegue superar o o esquema Caldense de jogo que resultou na derrota para o flamengo, eliminação da copa brasil pela Chape, sulamericana e todo aquele vexame do ano passado. Adversário com defesa trancada esperando o vacilo da defesa do Galo para, em uma bola, na bola parada ou no contra ataque sair com o resultado. E já tem uns bons 3 anos que é assim.

    A chave é dar a bola para o adversário jogar, a maioria destes zagueiros é de jogador grosso, não conseguem dar dois passos com a bola, fazer eles tocarem a bola lá atrás, passes longos diante dos jogadores rápidos do Galo é chance real de gol. Mas não vi isto no jogo de ontem. O goleiro da Caldense chutava quase todos tiros de meta para lateral para devolver a bola para o Atlético, a defesa nem saia de posição, e ganharam. Este é o esquema Caldense que fez enorme estrago por aqui, santos, bahia, palmeiras, vaixco, sport etc etc, times com ‘elencos milionários’ jogaram assim. A torcida pedir para ir para cima deles é só forma de dar apoio ao time. Espero.

  • humberto disse:

    Parece que este problema do galo não conseguir segurar resultados certos de vitória fora é antigo. Só nesse br. j á foram 3 jogos, vasco, bambis e o poderoso sport. Todo time jogando fora de casa quando esta vencendo o que faz? segura o jogo, diminui o ritmo, as vezes faz alguma alteração pra se resguardar mais e sair na boa, no contra ataque e matar o jogo. O nosso time o que faz? tudo ao contrário, rifa a bola, acelera o jogo, não mexe no time, sai pro ataque feito louco, tudo o que o adversário quer, o resultado todo mundo já sabe, eu até já me acostumei, não me assusto mais. Enquanto o clube não tiver um treinador, pode ser até esse mesmo, jogadores mais inteligentes e cascudos vai ser assim. É osso!!!!!

  • Ronaldo Luiz disse:

    Quando se fala em Sport Recife eu SEMPRE me lembro do Diego Souza chorando pitangas, após vários jogos, reclamando que foram garfados pelas arbitragens, que são prejudicados quando jogam contra os times do eixo rio-s.paulo, não sei porque me lembro disso… hahaha
    Ontem, ganharam do mineiro e quem saiu esbravejando foi o Gallo, daqui mais 50 anos os atleticanos do blog vão lembrar que foi bola na mão do zagueiro, mais um lance pra coleção de chororô…
    Estão perdendo jogadores e trocando os pneus com o trem em movimento, é técnico interino, diretor de futebol contestado, presidente…presidente….presidente…(num vou escrever nada, senão ele me processa)…ele é gente boa! #fica7camera! sei não viu? treim tá feio!
    Alguém falou em CRISE NO GALO?

  • Audisio disse:

    Larguih é um treinador que prepara myiti bem suas equipes. O time tem jogado bem. O problema e sua inexperiencia nas substituições, no comando e a falta de qualidade de Gabriel que tem insistentemente erradona zaga e a falta de qualidade na conclysao das jogadas.

  • Sergio Ricardo de Azevedo Cassiano disse:

    Prestem atenção no Fábio Santos. Segundo tempo dos jogos Ele cansa e perde na saída de bola. Contra o Flamengo Ele que gerou o contra ataque do gol e a jogada do pênalti Ele que perdeu a bola. É cavalo cansado , finde carreira. Falo precisa de lateral esquerdo mãos novo. A marcação do time tv está frouxa. Casares já era. Não termos camisa 10.

  • Carlos Henrique disse:

    Eudisse que com 4 reforços
    poderiamos brigar pelo titulo
    mas nao tem jogadores
    para mudar o jogo
    Erik,Alerrandro, Galdezani
    entram quando outros
    estao cansados
    se continuar assim
    vamos comemorar de novo
    vaga na sul americana

  • Carlos Henrique disse:

    Nao tem jeito, Thiago Larghi , caiu no colo
    da diretoria, e deu certo
    fazendo bom trabalho
    pode colocar Cuca Guardiola
    o elenco é fraco
    o treinador muda, quando os jogadores
    estao cansados
    Galdezani, Erik que tem so velocidade
    Alerrandro verde ainda
    nao muda o jogo
    temos “onze”
    e smente isso
    por incrivel que pareça
    eu que sempre
    critiquei Elias no time
    e desde a contrataçao do Blanco
    pedia Blanco no lugar de Elias
    agora, e acho que a maioria
    vai concordar comigo
    quero Elias no Lugar de Cazares

    com Elias preechendo o meio campo
    marcando e chegando a frente
    saiu Otero
    Alexandre Tadeu prometeu reposiçao a altura
    estao falando em Denilson
    do vitoria
    que fez um gol pelo Sao Paulo
    quando foi contratado
    e no vitoria
    fez gols na copa nordeste
    jogador alto, forte
    sem intimidade com a bola
    pode até dar certo
    mas dar errado é mais provavel
    esta dificil a situaçao do Atletico
    desse jeito vai ficar
    no meio da tabela
    e nos torcedores apaixonados
    que somos
    teremos mais um ano jogado no lixo
    quando terminar o ano
    pelo menos que essa
    diretoria cumpra a promessa
    de sanar um pouco as dividas

  • Renato César disse:

    Sobre as reclamações contra a arbitragem são justas sim. Gabriel estava com o braço junto ao corpo e o Michel Bastos chutou a bola nele. Lance que só é pênalti contra o Galo, como o Gallo disse.

    Os erros do time são esperados. Este ano está sendo de reconstrução. Faltam jogadores e experiência em determinados momentos. Problema é ver o time em primeiro por alguns instantes e depois voltar à realidade.

  • Thales Rosa disse:

    Campeão da 6 rodada…

  • Thales Rosa disse:

    Ta começando a voltar ao normal…
    Ja não é Não ainda ta rolando o desmanche.. Pensa..

  • Rafael disse:

    O time e Larghi continuam cumprindo à risca o planejamento da diretoria amadora do Galo: resultados ruins até a Copa para, depois dela, trazerem o Cuca como salvador da pátria.

    Desde a saída de Donizete falta um líder na linha para chamar a atenção dos colegas, para deixar os caras ligados no jogo. Luan se esforça para isso com exemplo pessoal. Victor dá bronca lá atrás. Mas falta alguém para pilhar os caras. O time perde pegada.

    Ainda faltam 32 pontos.

  • Paulo F disse:

    Poxa, difícil demais pro Galo ser campeão assim, o time oscila demais.
    Agora, reclamar contra a arbitragem jamais pode ser considerado como desculpa, somos prejudicados em 80% dos lances polêmicos que ocorrem. Ontem os jogadores do sport estavam mirando na mão e chutando toda vez que tinha alguém do galo parado na frente. Nas duas primeiras não houve infração mas a terceira foi pênalti. Totalmente sem critério! Não errou e não esteve mal intencionado, é muito ruim mesmo

  • Victor Maia disse:

    Já tivemos mão na área em favor do nosso ataque muito mais escandalosa que a de ontem e não foi marcado penal. Até temos atleticanos nas federações, mas que trabalha pro outro lado. Time sem representatividade nenhuma no judiciário e na cúpula do futebol Ô instituição apedrejada, quero ver que dia vai haver uma penal pro galo neste campeonato, “erros”, só em desfavor.

  • Wallison Silva disse:

    América e Atlético farão, sábado, um duelo muito interessante. Ambos estão muito parecidos neste campeonato. São times muito bem treinados, mas limitados. Não possuem peças de reposição de qualidade. O Atlético leva uma ligeira vantagem por ter alguns valores individuais que se destacam. Entretanto, não estão sobressaindo nestas últimas partidas. Só que, deixo bem claro, O América quer a permanência na série A, uma vez que conhece bem suas limitações. Já o Galo almeja o tão sonhado título. Naquele vejo o objetivo mais palpável, nesse, noto que cada dia está mais distante.

  • Antonio da Silva disse:

    O Galo continua um fiasco, e a imprensa mineira também. Quando América e Crucru perdem por causa de más arbitragens todos soltam os cachorros, para o Galo, só críticas e ironias. É por isso que o Brasil não muda, a mídia comprada!

  • Alex Souza disse:

    Olá Chico Maia,

    Jogo dificílimo para o Cruzeiro diante do Palmeiras no Mineirão, nesta quarta, dia 30maio2018, pela 8ª Rodada do Campeonato Brasileiro. Difícil por causa da responsabilidade de fazer o resultado em casa para buscar os líderes; difícil por se tratar de uma equipe qualificada, badalada e considerada favorita ao título; difícil pela postura retraída do bom adversário, que veio para tentar aproveitar um erro ou surpreender num contra-ataque.

    Cruzeiro 1 a 0 na raça. Como foi difícil abrir a vantagem; e com gol de Rafael Sóbis, a quem tanto tenho criticado. Muita correria, marcação alta na saída de bola e tranquilidade para perseguir o gol sem se expor desnecessariamente. O espírito de luta, a competitividade e o bom equilíbrio para atacar e defender com intensidade estão se fortalecendo no Cruzeiro e, tomara, sejam a marca do time no resto do ano.

    Era o típico de adversário que precisava ser batido e o Cruzeiro o fez com competência. O milionário elenco palmeirense foi dominado e não teve chances claras na partida, salvo num chute de Dudu, de fora da área. Cruzeiro procurou o jogo ofensivo, não deixou o adversário jogar e foi atrás do necessário resultado; é essa a postura que a China Azul deseja.

    As chances e as pretensões no campeonato só permanecerão reais na medida em que resultados assim forem acontecendo. Vi, ouvi e li muita coisa sobre poucos gols marcados pelo Cruzeiro no Brasileirão. E daí? Faz parte. O campeonato é tenso, a caminhada é longa e a regularidade, ainda que a custa de “vitórias diet” como esta, precisa ser buscada e mantida.

    O desafio é manter o foco e continuar pontuando. Há muito que ser feito, a batalha só está no início e o time precisa ser guerreiro. Na prova de hoje passamos. É reconhecer as virtudes e limitações, ser objetivo para decidir os jogos ou se resguardar, quando necessário: espada, escudo, lança, couraça e muita luta.