Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Antes da Copa, vice do Atlético previu que absurdos como este contra o Cruzeiro ocorreriam

Se existisse racionalidade no futebol essa expulsão do Dedé serviria como exemplo para uma ampla discussão sobre as arbitragens e fórmulas para se diminuir injustiças. Em tempos de empolgação geral com o VAR, nem ele consegue acabar com as dúvidas, erros graves e evitar resultados com a interferência do apito.

Lembro-me da opinião do Dr. Lásaro Cândido da Cunha aqui no blog, antes da Copa do Mundo, repudiando o poder de interpretação dado pela FIFA aos árbitros também na utilização do VAR. Absurdo dos absurdos, que permite aos apitadores e às entidades controladoras do futebol mundo afora, manipularem resultados. Só que o Dr. Lásaro é vice-presidente do Atlético e tomou todo tipo de porrada, principalmente dos cruzeirenses, nesta postagem sobre o assunto.

Até não percebi má intenção desse paraguaio, Eber Aquino, na maior parte do jogo, mas o lance da expulsão do Dedé foi decisivo, em que ele errou feio e ainda usou o VAR para sacramentar a lambança.

Somado ao futebol abaixo da expectativa do time comandado pelo Mano Menezes, 2 x 0 não é um placar desesperador, já que a decisão da vaga será em Belo Horizonte, dia quatro de outubro.


Deixe uma resposta para Alisson Sol Cancelar resposta

Comentários:
28
  • Guilherme Gonçalves Costa disse:

    Jogador que provoca o afastamento de outro, por jogada inconsequente, deveria ficar afastado dos gramados pelo mesmo período em que o jogador contundido ficar de molho.

  • Julio Cesar disse:

    O arbitro alegou que Dede foi maldoso. E tambem vi assim. Ele pode ate não ser o tempo todo, mas naquele momento foi. Essa celeuma toda foi porque o lance inusitado de cabeça. Se fosse disputa com o pé quem negaria ? Em outros lances parecidos o choque é cabeça com cabeça. Ali ele enfiou a cabeça na cara do goleiro. Estão querendo , forçando a barra pra ele jogar. Mas o goleiro vai ficar 2 meses sem entrar em campo.
    Mas a pressão pra cima da Conmebol começou a surtir efeito para o pais do 7X1. O Colo-Colo ontem, aí sim foi roubado. Imaginem o arbitro apitando penalti naquele lance em que a bola desviou no braço do palmeirense. E ainda houve um outro lance em que o chileno reclamou que foi derrubado dentro da area. Sem contar o segundo gol em que a bola bate na trave e volta pro Dudu ja adiantado.

  • Herminio disse:

    Parece que o jogador do Boca ficará pelo menos 2 meses afastado do futebol e o juiz errou?
    O jogador foi no mínimo imprudente!
    Os comentaristas do eixo gostam muito de dizer:o jogador foi imprudente;entrada temerosa!
    Foi a tal força excessiva!
    Se fosse com o outro goleiro estariam os indignados comentaristas com a mesma sensação de injustiça?

  • joao disse:

    Felipe: Excelente comentário!
    Ainda mais se tratando do Fred!
    Afinal de contas é cunhadinho do comentarista do “Aurélio” Cadu Doné! Você acha que a rádio dele vai descer a lenha?

  • Felipe Victoria disse:

    Que foi roubo, não há que se negar. Porém, não pode ofuscar a lástima que tem sido este time após a copa. Segundo pior ataque do Brasileiro, rei dos empates etc.

    Eu não lembro na história do Cruzeiro uma sequencia de contratações tão ruins e tão caras. É impressionante como a Diretoria tem sido Amadora nestas negociações.

    1) Trouxe um ex jogador a peso de ouro e com uma multa milionária que se lesionou no início do ano e até o momento só tem servido para fazer piadas e palhaçadas na concentração;
    2) Trocou um jogador que, mesmo não sendo um craque, é melhor que os velocistas que aqui estão (a considerar o fraco Rafinha) por um lateral mais caro, velho, que vive lesionado, provocador/indisciplinado e que na melhor das hipóteses, é mediano;
    3) Deixou de renovar com o Hudson, que já tinha tido uma ótima temporada aqui, para investir milhões em um jogador também velho, sem qualquer qualidade técnica e inteligência. Resultado: é o terceiro reserva da posição;
    4) Investiu uma boa quantia num jogador que é medíocre (Deivid) e até o momento (após 9 meses) não conseguiu fazer uma única boa jogada.
    5) o que dizer do Mancuello? Lerdo, lento, sem habilidade, sem força, um verdadeiro fiasco, péssimo!!!
    6) Contratou Hermes e Barcos, que nada acrescentam ao time.

    Resumo da ópera, o Cruzeiro tem um time velho, totalmente exposto à lesões e não tem qualquer alternativa de banco para mudar um panorama de jogo. Se o Arrascaeta não pode jogar, como aconteceu ontem, entra o limitadíssimo Rafinha, que assim como o Luan do CAM só sabe correr e tomar bola do adversário, com ela nos pés, só fazem lambanças e jogadas bisonhas.

  • Silvio T disse:

    Chico, já dei minha opinião de que achei justa a expulsão e maldade terrível do Dedé. Prá quem não acompanha, no futebol americano, que é porrada o tempo todo, um lance como esse periga até uma suspensão definitiva do jogador. Mas o que estou achando interessante é notar a divisão de opiniões aqui e em todos os sites que naveguei: GE, Uol, o tempo, uai. A única unanimidade é na imprensa! Tem angu nesse caroço…

  • Márcio Luiz disse:

    Hoje pela manhã flagrei um vizinho mariano dizendo aos berros para um outro:

    eu ACREDITOOO!!!

    Quá quá quá!!!

  • Marcos disse:

    Absurdo?
    Dedé agrediu o goleiro. Até esticou o pescoço.
    Goleiro quebrou a mandíbula. Quer mais?

  • Marcão de Varginha disse:

    Achei que o juiz exagerou ao expulsar Dedé.. falo isso porque a própria criação do Dedé ao perceber que o goleiro fora atingido involuntariamente parecendo-lhe bem sério.. tanto que o próprio Dedé ao ver o estado que ficou o goleiro ele mesmo fez sinal chamando o socorro, e além dessa atitude, os próprios atletas argentinos não foram ” pra cima” do Dedé vê nem do juiz “exigindo” providências.. Dedé é bum atleta leal, não fica atiçando rivalidade com o Galo na ânsia de querer aparecer para sua torcida/testemunha..
    – No futebol tudo pode acontecer, desde que a arbitragem não procura aparecer mais que isso atletas e a bola.. realmente o resultado de 2 X 0 não é desesperador, desde que o “necessitado” não se desespere é que seu “estrategista” não congestionar a meia-cancha.. quem joga com medo de perder, poderá não vencer!
    – #benecyeternomito

  • Julio Cesar disse:

    Canso de ver lances com situações “emboladas” (sem trocadilho com a bola) em que jogadores aproveitam o lance “confuso” pra deixar uma sola, um pisão, um bico de chuteira e se justifica que foi acidente.
    Dede não está tão inocente assim no lance. O arbitro reviu o lance varias vezes pra chegar aquela decisão. O Boca venceu então a imprensa argentina esta solidaria. Tivesse perdido…

  • Julio Cesar disse:

    Em relação ao post “Vale a pena ler de novo” o VAR teria que ser usado se houve ou não impedimento num lance que gerou um gol, se a bola saiu antes, se a bola entrou no gol ou não.
    Porque a imagem mostrada pra todos varias vezes não deixaria duvidas. Como no volei. No tenis.
    Comentarios muito pertinentes de Walter Pereira e Gabriel Junior comparando lances em que o beneficiado foi Pirangi.
    Não vi o jogo , muito foco neste lance da expulsão mas o comentarista da Itatizeiro disse que Tiago Neves não jogou nada, Barcos e Rafinha idem e outros que não renderam.
    A proposito, no decorrer do jogo entraram 3 “amigos do Ezequiel ” !!
    Ouvi no metrô :”se o Dede estivesse ali, não sairia o segundo gol”. Ora, ele estava la no primeiro gol.

  • Alisson Sol disse:

    Em verdade, a opinião do Dr. Lásaro Cândido da Cunha nada tinha de novo (link). Apenas dava uma de Nostradamus de bar, prevendo que “No futuro vão ocorrer coisas que ainda não ocorreram“, misturando isto com uma destas “profundas” análises que todo mundo faz hoje: “A Internet está atrapalhando a interação entre as pessoas, então deixe-me ir para a Internet interagir com as pessoas e propagar esta idéia…

    O juiz errou. Os cruzeirenses em unanimidade acham que o time mereceu perder e já moveram a discussão para o próximo jogo. E ainda temos que aguentar esta falsa “solidariedade atleticana”: sequer podem esperar erros contra o Atlético-MG para reclamar de juiz!

    • Márcio Luiz disse:

      Meu comentário:
      QUÁ QUÁ QUÁ!!!!!!!!!!

    • Marcão de Varginha disse:

      Garganta, se fosse qualquer um de seus dirigentes que tivesse sido o autor das profecias, vc o consideraria o Einstein da mídia.. mas a autoria dessa bola de cristal é dirigente alvinegro, que não procura manipular resultados, né?
      – #benecyeternomito

      • Alisson Sol disse:

        Macunaíma de Varginha: não se mancou que eu já sei porque você esconde seu nome?
        Estou sendo gentil em não divulgar, mas paciência tem limite. Continue mostrando sua estupidez com outros frequentadores do blog…

        • Helio Antonio Corrêa disse:

          ALISSOM
          Por favor, nao conte o segredo do BOBAO DE VARGINHA nao.
          Ja pensou, vc. conta, ele some, e nós? vamos rir de quem?
          Deixe-o na página, será que vc. não percebeu que em todo circo tem que haver um palhaço?

  • cauê caco disse:

    Roubo nas alturas . Tudo está definido pela roubebol. Tiraram o Dedé do jogo para facilitar para o boca. Tudo arranjado. Coitado do Palmeiras. E o Grêmio que se cuide. Campeonato fajuto, arranjado. O boca teve um jogador irregular e não foi punido e o Santos, sim. Alguém duvida dessa armação?

  • Rafael disse:

    Uai, não era só atleticano que reclamava de arbitragem?

    Algumas interpretações vão na linha de que houve uso excessivo da força por parte do zagueiro, que ele foi imprudente.

    Mas, mais uma vez, não é por conta de lances na Copa, outros campeonatos e esse aí é que devemos condenar o VAR.

  • J.B.CRUZ disse:

    O HOMEM Avançou em seus CONHECIMENTOS , mas, não percorreu um metro em seus SENTIMENTOS…( Primeiro OS MEUS (”Direitos”), Depois OS SEUS)..
    Asim caminha a Humanidade !!!…,

  • Claytinho do Nova Vista - BH disse:

    Só pude assistir o primeiro tempo. Antes de levar o gol, o Cruzeiro ia até bem. Sem atacar praticamente nada, mas com boa posse de bola e sem correr muitos riscos. Até onde eu vi, achei o Barcos ontem totalmente inoperante. Aí depois fico sabendo que levou o segundo gol e que o Dedé foi expulso injustamente pelo VAR. Agora vai ser dirigente com choradeira, jogador com choradeira, Torcedor com choradeira, mas a verdade é que nada disso vai mudar o placar e nem anular o cartão do Dedé. Ou vcs acham que a Conmebol iria abrir esse precedente ?? Óbvio que não…
    Não nos esqueçamos que o VAR teve sua influência, mas não podemos ficar culpando só o VAR sem olhar para nossas próprias falhas ou incompetência… Poucos jogadores conseguiram apresentar um bom futebol ( Pelo menos no primeiro tempo que eu assisti ) e o Mano também acreditou errado no Barcos, sendo que o Raniel tá pedindo passagem tem muito tempo…
    Agora, no jogo de volta, precisando fazer 3 x 0 pra classificar direto ou 2 x 0 pra ir para os pênaltis, sem poder levar gol dentro de casa e ainda sem o Dedé ?? Só milagre !!! Mesmo assim, minha parte farei como sempre, estarei lá e vamos ver se o milagre acontece…

  • Leonardo disse:

    Expulsão normal, parabéns ao árbitro!

  • Guilherme Gonçalves Costa disse:

    Depois de ouvir e ler tanta choradeira Mariana, tenho a impressão que esses caras não têm memória ou são simplesmente hipócritas de carteirinha. Eu não vi ninguém reclamar na copa do Brasil de 2017 quando o juiz anulou 2 gols legítimos da Chapecoense. Também não ouvi reclamação nenhuma quando o árbitro acabou a partida antes da hora definida por ele, no momento em que Gabigol iria sair na cara do gol pra eliminar o time azulino. Tampouco ouvi reclamação nenhuma no lance capital no jogo contra o Palmeiras semana passada. É muito estranho! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Sem arbitragem da CBF é mais difícil vencer, né??? Vão chorar na cama que é mais quente. Agora faltam só mais duas semanas pra eu terminar o ano futebolístico rindo até o maxilar doer. Quarta feira será a vez do time do Felipe Mello fazer o serviço. E na outra quarta, vamos ver um monte de “BOCA” arreganhada de tanto chorar no Mineirão. Hahaha

    • Marcão de Varginha disse:

      Guilherme, boa tarde! Respeito sua opinião, não possuo procuração pra defender o time celeste ( e nem quero!), mas como apreciador de um bom futebol, um erro não justifica o outro.. desde que acompanho futebol escolhi o Galo para amar e o time celeste para ter nojo (como tenho), mas fico triste por esse absurdo porque Dedé é um atleta leal e sempre joga visando a bola.. sou solidário ao Dedé pelo respeito que ele demonstra em suas entrevistas para com qualquer adversário.. nunca o ouvi provocar o Galo, como alguns atletas celestes ávidos pra aparecer pra torcida/testemunha..
      – #benecyeternomito

      • Guilherme Gonçalves Costa disse:

        Concordo que o Dedé seja leal, Marcão. Mas discordo que ele não merecia ser expulso. Ele foi muito imprudente. Futebol não é MMA. Ele não pode passar por cima do que vier pela frente, se utilizando da força física pra fazer o gol na marra. Foi muito infantil. Assumiu o risco e foi bem expulso. Pior pro Andrada que vai ficar dois meses sem jogar por causa da cretinice do Dedé. Um abraço!

  • Walter Pereira Galo disse:

    Chico,
    para início de conversa, acho que a expulsão do Dedé, foi injusta. Acidente de jogo.
    Mas como diz o Heverton Guimarães da Band: A “banca paga e também recebe” Qual a diferença entre este lance e o lance do Edu Dracena com o Fábio na Copa do Brasil? Aliás, o lance do “mito”, foi pra cartão amarelo por imprudência e o do Edu, não foi nada. O apito nervoso e medroso do arbitro, invalidou o lance e excluiu o VAR. Ainda, na final do Mineiro deste ano, o Otero foi expulso, merecidamente e o Edilson permaneceu em campo, injustamente. Doi, mais desde que existe o futebol, existirá erros e acertos.

  • Gabriel Júnior disse:

    Se o VAR prejudica quem é amiguinho da cbf/globo, imagina os desafetos. Contra o Palmeiras, não teve VAR, Fábio cavou uma falta inexistente e ficou por isso mesmo, não vi galvão ficar valente daquele jeito. Aliás, nunca vi um narrador ficar tão indignado com um erro de um árbitro, seria Galvão um acionista do Cru Cru? Contra o Santos cortaram um lance onde Gabigol sairia na cara do Fábio com amplas chances de marcar, não se viu tanto alarde. Ontem Róger Flores mencionou o fasto do Boca ter colocado Ábila irregularmente, só que ele esqueceu que o Cru Cru também lançou o Ábila irregular na Copa Sul americana 2017, menos mal que o Cru Cru foi desclassificado na 1ª rodada. Isso ai é briga de “imperialismo”, quiçá dos protegidos que logo logo serão ressarcidos. Ninguém comentou que o placar deveria ser maior, um time que no 1º tempo teve 30 % de posse de bola, classificou contra o Palmeiras sem chutar uma bola no 2° tempo. Tomou o 2º gol contra o Boca numa falha clamorosa da defensiva azulina e vem por a culpa no árbitro. Fica nossa imprensa hipócrita aplaudindo esse futebolzinho de matar a jogada e o juiz faz vista grossa e o treinador fica com a pecha de estrategista.

    • MANOEL disse:

      Sou atleticano de berço. Mas ontem achei que erraram feio contra o Cruzeiro. Não vou analisar aqui fatos passados e nem dizer se o Cruzeiro merecia este ou aquele resultado. Especificamente no lance do Dedé, o árbitro viu e reviu o lance a beira do campo e na minha opinião, não viu a realidade que foi um “acidente de trabalho”. E pra não deixar dúvidas, assisto pois gosto de assistir grandes jogos e pra secar mesmo. Como todos nesta rivalidade secam mesmo um ao outro.