Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Eduardo Costa no coração do Barça e uma pequena aula de marketing e turismo

Eduardo Costa admirando a grandiosidade do estádio do Barcelona, com capacidade para 99.354 torcedores

Os ouvintes da Itatiaia estão sentindo falta do Eduardo Costa, mas já já terminam as férias dele. Foi curtir a Europa com a família e como amante do futebol que é, visitou o Camp Nou, um dos templos maiores do futebol mundial. Estádio, museu e outras dependências do clube que além de emblemáticas, são respeitáveis fontes de renda a mais para o Barça.

Nos enviou boas fotos e pedi a ele mais informações para repassar às senhoras e senhores. Estive lá em 2005, mas eles se preocupam tanto com o cliente, que hoje parece outro tour, outro museu, outro estádio. Evolução e melhorias sempre!

E perguntei ao Eduardo Costa se ele acha que algum clube brasileiro conseguirá chegar a este nível de organização e faturamento com marketing um dia. Ele respondou:

* “O tour custa 27 euros (R$ 130), mas eles acabam nos tomando 69 (R$ 325) porque acabamos comprando fotos e fatos históricos em álbum maravilhoso. Simplesmente dez! A gente vê as taças, filmes, fotos, homenagens, inclusive aos mortos e o principal deles é Johan Cruijff, o holandês. Sempre cheio. Visitamos vestiário, sala de imprensa, zona mista, cabines e vai à beira do gramado.

Filas e mais filas de turismo que podem chegar de carro, metrô ou ônibus daqueles que rodam a cidade por um preço só. Dentro do estádio, lojas, bares, banheiro e todo o conforto… até uma pista de gelo. Percebe-se respeito a todas as modalidades mas em especial com o futebol. Todos os ídolos são venerados, mas fica clara a mágoa com Neymar que só aparece nas conquistas. Um carinho sem limites com Ronaldinho Gaúcho. A chuteira com que Beletti decidiu a Champions de 2006 está lá, assim como registros de Ronaldo, Rivaldo e Romário, além de outros brasileiros como Dani Alves. Um espetáculo.

Se um clube do Brasil vai chegar lá? Quem sabe o Galo? Se pensar grande, no momento de futebol pequeno?

Eduardo Costa em dois tempos no Tour pelo Camp Nou, do Barcelona: com a filha mais velha, Fernanda . . . e

com Lionel Messi ao lado de uma das bolas de ouro do craque argentino.


Deixe uma resposta para Marcão de Varginha Cancelar resposta

Comentários:
7
  • Luiz Ibirité disse:

    Realmente é pra comemorar mesmo, neste exato momento gols de tn30, arrascaeta, Dedé fazem o cruzeiro vencer parcialmente a Chape e ainda uma sensacional defesa do melhor goleiro do Brasil na atualidade (Fábio) é pra coroar mesmo este hexacampeonato! Time bem tranquilo e leve, ha Cruzeirao cabuloso!

  • João Cavalieri disse:

    O São Paulo tem um memorial muito bacana, da mesma forma Boca e River.Caso realmente o estadio do galo saia do papel, tomate que o projeto contemple um espaço para algo parecido.

  • flavio braga de azevedo disse:

    depois coloca no epaço do América…

    Choque de gestão. senão vejamos. Faltam 45 dias para acabar o calendário de 2018. Chegar ao treinador Adilson e dizer, obrigado, agora vamos tentar um profissional diferente. Alguns jogadores já estão só comendo e dormindo e nada rendem em campo a não ser encher o saco do torcedor, o contrato deles vencem dia 02/12, chamar os caras e antecipar a rescisão contratual..jogadores como David, Aderlan, Wesleys, Ruy, Luan, Magrão, Leal, que não continuarão para 2019, só vão atrapalhar o ambiente que já não deve estar agradavel com os seguidos resultados negativos, mesmos treinos, mesma conversa, mesmo jogadores sendo aproveitados independente da produtividade, Colocar na vaga dos jogadores que so estao treinando os jogadores do sub 23 e sub 20 e toca o barco até o fim da competição..O Guto Ferreira tá de bobeira no mercado, faz um contrato ate o fim da competiçao e bola pra frente…não tem jeito, se continuar com o mesmo grupo de jogadores e com a mesma comissão tecnica, não adianta, seremos série B em 2019…SEM MUDANÇAS, ACABOU O ANO!!! ESTAMOS VIVENDO EM RESULTADOS NEGATIVOS DOS ADVERSÁRIOS A MUITAS RODADAS. Volta Alencar Da Silveira Jr II

  • Marcão de Varginha disse:

    Qualquer clube de futebol sabendo explorar a paixão de seu torcedor, óbvio que vai nadar em dinheiro!
    – Que o Galo aprenda, e rápido!
    – #benecyeternomito

  • Robson Xavier disse:

    – Disparado a melhor cabeça do rádio/imprensa de Minas. Mas se deixarmos a modéstia de lado ele estará entre os grandes da rara e séria imprensa nacional.
    – Gosto sobretudo das suas comparações. Exemplo: – Trabalho não mata… o que mata são as contrariedades!
    – Assim, no país da briga de “seta” direita x esquerda só um bom passeio para aguentar o tranco…

  • Alisson Sol disse:

    O que não foi citado é que este estádio está sendo destruído para se construir outro. No mesmo museu, se visita o projeto do novo estádio (link).

    Só que aí, para variar, se vê o uso político do esporte. O Barcelona, assim como o Real Madrid, tem inúmeros subsídios, e nem vamos entrar nos vários escândalos de não pagamento de impostos por vários jogadores. A tal “La Liga” é vista como um claro esquema de lavagem de dinheiro, onde os “direitos de imagem” são pagos como “ganhos de capital” para evasão dos impostos (link).

    Fácil manter e construir estádio com dinheiro público, e depois renovar com dinheiro árabe, sem se preocupar com as restrições à liberdade e o uso de trabalho escravo nos países de onde vem o dinheiro…

    • Alisson Sol disse:

      Outra coisa importante: não existe suporte ao turismo em geral no Brasil. Não adianta querer crescer o “turismo esportivo”, que é uma fatia da grande pizza do turismo, se a pizza é pequena.

      Vide interessante gráfico mostrando o tamanho proporcional do gasto dos turistas em cada país: link.