Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Cruzeiro tem maioria absoluta no Troféu Guará; América não emplacou ninguém na seleção 2018

Do portal da Rádio Itatiaia:

* “Imprensa mineira elege os melhores do futebol do estado na 56ª edição do Troféu Guará BMG”

Os melhores da temporada de 2018 no futebol mineiro foram escolhidos pela imprensa do estado, na noite desta segunda-feira, na 56ª edição do Troféu Guará BMG. A Seleção Guará foi dominada pelo Cruzeiro, que emplacou sete jogadores. O Atlético completou a formação com quatro atletas. Já o América, que foi rebaixado para a Série B do Brasileirão, não teve representante na lista dos 11 melhores desta temporada.

Destaque para os troféus conquistados por Mano Menezes, do Cruzeiro, eleito por unanimidade o técnico do ano, além de Dedé e Arrascaeta, da Raposa, que também tiveram todos os 30 votos dos veículos de comunicação em Minas para as posições de zagueiro e meia, respectivamente, na Seleção Guará.

A disputa para formar a zaga ao lado de Dedé foi bastante acirrada. Léo, do Cruzeiro, foi eleito com 15 votos, um a mais que Messias, do América. Curiosamente, o voto que ficou faltando para o jogador do Coelho empatar com o atleta celeste foi para outro defensor americano: Matheus Ferraz.

O goleiro Fábio, do Cruzeiro, receberá o Troféu Guará BMG pela oitava vez na carreira. Outros atletas celestes premiados na Seleção Guará são: Egídio, Henrique e Thiago Neves.

Itair Machado, vice-presidente de futebol do Cruzeiro, foi eleito o Dirigente do Ano com 19 votos. Será o terceiro Troféu Guará de Itair, que já tinha sido premiado outras duas vezes quando comandava o Ipatinga.

Pelo hexa da Copa do Brasil, o Cruzeiro foi condecorado com o Troféu Guará BMG. O clube celeste também foi premiado por ter erguido as taças do Campeonato Mineiro e do Estadual Sub-20.

Representando o Atlético, o lateral-direito Emerson foi eleito o Jogador Revelação de 2018. Em sua primeira temporada em Minas, Ricardo Oliveira faturou dois Guarás: atacante da Seleção e o artilheiro da temporada no estado com 22 gols.

O América ficou com o Guará de campeão Mineiro Feminino. Já o Guarani de Divinópolis também faturou por ter conquistado o Módulo II do Estadual. Por fim, o Coimbra levou o Guará pelo título da Segunda Divisão do Mineiro.

O Guará Especial foi concedido à Associação Mineira dos Cronistas Esportivos (AMCE) pelos 80 anos completados em 2018.

Os vencedores foram escolhidos por representantes de 30 veículos de comunicação de Minas, entre emissoras de rádio e televisão, jornais impressos, revistas e portais de internet. Cada órgão de imprensa teve direito a um voto, assim com a Itatiaia.

A entrega do Troféu Guará BMG será feita em um evento especial no mês de fevereiro.

Confira os premiados na 56ª edição do Troféu Guará:

MELHORES DO ANO

Dirigente do Ano: Itair Machado (Cruzeiro) – 19 votos
Jogador Revelação: Emerson (Atlético) – 17 votos
Melhor Árbitro do Ano: Igor Junio Benevenuto – 18 votos
Craque do Ano: Arrascaeta (Cruzeiro) – 24 votos
Técnico do Ano: Mano Menezes (Cruzeiro) – 30 votos (unanimidade)
Preparador Físico do Ano: Eduardo Silva (Cruzeiro) – 26 votos

SELEÇÃO GUARÁ

Goleiro: Fábio (Cruzeiro) – 29 votos

Lateral-direito: Emerson (Atlético) – 23 votos

Zagueiros: Léo (Cruzeiro) – 15 votos
Dedé (Cruzeiro) – 30 votos (unanimidade)

Lateral-esquerdo: Egídio (Cruzeiro) – 25 votos

Volantes: Henrique (Cruzeiro) – 24 votos
Adilson (Atlético) – 12 votos

Meias: Thiago Neves (Cruzeiro) – 24 votos
Cazares (Atlético) – 15 votos
Arrascaeta (Cruzeiro) – 30 votos (unanimidade)

Atacante: Ricardo Oliveira (Atlético) – 25 votos

TROFÉU GUARÁ POR TÍTULOS CONQUISTADOS E ARTILHARIA EM 2018

Cruzeiro – campeão da Copa do Brasil, campeão mineiro e campeão mineiro Sub-20
Guarani de Divinópolis – campeão do Módulo II do Mineiro
Coimbra – campeão da Segunda Divisão do Mineiro
América – campeão mineiro feminino
Ricardo Oliveira (Atlético) – artilheiro da temporada em Minas com 22 gols

GUARÁ ESPECIAL

Associação Mineira dos Cronistas Esportivos (AMCE) – pelos 80 anos

http://www.itatiaia.com.br/noticia/imprensa-mineira-elege-os-melhores-do-futebol5


Deixe uma resposta para Igor Mendes Cancelar resposta

Comentários:
16
  • Rafael disse:

    Faltaram Luan – Galo, Messias, Gustavo Blanco e Roger Guedes.

    Ricardo Oliveira é brincadeira! Perde gol demais!

  • Rodrigo Assis disse:

    Itair troféu Guará manchou o nome do perigo louro. Como disse o próprio Vicintim, o cara é um gângster

  • Carlos Henrique disse:

    Messias poderia estar ao lado do DeDÉ, NO trofeu GuarÁ
    JOGA MUITO, poderia o America fazer negocio com o Atletico.
    mas o Coelho, vender jogador para o Galo é complicado

  • Renato César disse:

    No “Guará Especial”, deveriam dar o troféu “Calote do Ano” para um certo clube aí… Como eu disse em outro post, o acordo que a diretoria do Galo tem que fazer é dar um desconto nos juros para receber o valor do cone à vista. Se pagarem até dia 15/12/2018, aceitamos só R $11.500.000,00 e abrimos mão do restante dos juros.

    Um negócio de quase R$ 60 milhões por um cone de 34 anos e tem gente achando que amadores são os dirigentes alvinegros…

    • Robinho Ferreira disse:

      Nada pode ser mais hipócrita do que atleticano falar em calote! mas eu entendo o desespero deles esse ano! o campeão da sexta rodada esta comemorando até vitoria em tribunal,cuidado para o dinheiro nao ficar retido para pagar outras contas hein!

  • Igor Mendes disse:

    No Brasil, estratégia de advogados cria situação dúbia. É muito estranho o caso Atlético e Fred. Quando Fred e Atlético assinaram a rescisão, Fred concordou com tudo e muito bem assessorado pelo seu empresário. Se é certo ou errado o que o Galo fez, Fred assinou. Neste momento, não existe a figura do Cru Cru no evento, então quem deve o Galo é Fred e seu empresário. Ai Fred assina contrato com o Cru Cru desfazendo daquilo que havia concordado e o Cru Cru assume a dívida de Fred concordando em pagar a multa, depois muda de ideia e gera toda esta polêmica. Parece coisa de quem sabe os meios de bastidores para ganhar uma causa. Não tem polêmica nenhuma é só Fred pagar o que deve e boas.

  • audisio disse:

    Vi duas grandes renovações que foram verdadeiras revoluções na história co Atlético.A primeira em 1966, quando apareceu a geração de Lacy, Lola. A segunda em 1973 quando Barbatana era o grande responsável pelos juvenis. Uma geração de Toninho Cerezo, Paulo Isidoro, Reinaldo, Marcelo.
    O que quero dizer é que com todas essas mudanças está mais do que na hora de serem lançados os juvenis. Vejo alguns por aí despontando. Daniel, Bruninho. Está na hora de coragem e lançar esses jovens. O Atlético tem que parar com essa mania de buscar contratações de medalhões caros.
    Vemos o Santos se renovar ano após ano dando oportunidade aos jovens talentos. O Que precisa é realmente dar oportunidade a jovens talentos e não a filhos de diretores e conhecidos!
    O Atlético campeão de 1971 tinha sua base praticamente toda no juvenil. O Atlético de 80 era um time que subiu praticamente todo do Juvel. As melhores equipes que vi foram com jogadores jovens e alguns experientes para segurar a barra.

  • audisio disse:

    Levir Culpi nunca gostou de contratações! Existe uma razão lógica oara isso. Isentar sua responsabilidade. Sem grandes contratações fica sempre mais fácil justificar suas campanhas médiocres.
    Podem olhar e conferir os dados e o histórico.
    Gostaria muito de ser surpreendido esse próximo ano. Será uma grande surpresa.

  • Claytinho do Nova Vista - BH ( Hexa CVampeão !!! ) disse:

    Nenhuma eleição dessas será unanimidade nunca. E está até certo já que dizem que toda unanimidade é burra. A considerar o ano dos times Mineiros ficou mais ou menos dentro do previsível mesmo.

    Agora vem os “se”… Os “porém”… Os “mi…mi…mi” que fazem parte de todos os lados. Cada qual defendendo a sua opinião ou preferência.

    Mas o que importa mesmo para nós Cruzeirenses, não é se temos mais ou menos jogadores nessa lista, se achamos que faltou esse ou aquele jogador. O que importa pra nós mesmo, é que em 2018 escrevemos mais uma página heróica e imortal, com a conquista do Hexa da Copa do Brasil ( Que continua fazendo muita gente ranger os dentes de raiva… rs ) !! Sim, Hexa !!

    Desde que participo do Blog ( Se não me engano, de 2010 pra cá… ), já comemorei aqui mesmo nesse espaço, 02 Títulos da Copa do Brasil e 02 Títulos do Brasileirão !!! Vocês têm noção do que é isso ?? Da dimensão disso em tão pouco tempo ?? Vi também o Atlético Mineiro ser Campeão da Libertadores e Campeão da Copa do Brasil contra o Cruzeiro e tive que aguentar as justas zoações… rs
    E olha que estou falando só do período do Blog pra cá…
    Então, podem invejar, podem aumentar a raiva cada vez mais, mas tem que respeitar o Cruzeiro, porque ele é cabuloso mesmo !!! rs

  • Gabriel Júnior disse:

    Melhor jogador do ano em Minas: Róger Guedes. Foi prejudicado no Mineiro devido sua pendenga com o Larghi, que erroneamente o colocou no banco. É tanto que se valorizou e foi vendido. Se o Blanco não tivesse contundido seria titular nesta seleção brincando. Não concordo com a escolha do Itair. Messias é melhor que Léo. Se não fosse os gols em times ruins Ricardo Oliveira também não merecia. Minas está péssima de arbitragem, o restante está de bom tamanho.

  • Ed Diogo disse:

    Esta “Radio de Minas” não é fácil…..

  • J.B.CRUZ disse:

    Pelo que fizeram este Ano; CRUZEIRO e ‘galo’, ficou de bom tamanho a Seleção Guará….
    Quanto ao AMÉRICA,,,há o America,,,,,,,,

  • Marcelo disse:

    Melhor árbitro do ano: Igor Junio. O mesmo que fez as lambanças nas semi finais do Mineiro e que aprontou outras no Brasileirão. Para citar apenas duas delas: São Paulo x Vitória e Vasco x Inter. Quem tiver interesse, pesquise sobre esse jogos.O cidadão é premiado pela incompetência. É uma piada esse troféu guará. Sem credibilidade alguma.

  • Alisson Sol disse:

    O “Dirigente do Ano” contratou o cone!
    O cone é “artilheiro do ano”?
    Não: perde para outro trintão, quase chegando aos 40.
    Isto é sério??

    • Helio Antonio Corrêa disse:

      ALISSOM
      É, pela eleição do cara que nos deu de presente, as pérolas
      MANCEULO, BRUNO SILVA, HERMES , e DAVID
      pode se ter uma noção da pobreza de dirigente que temos
      E ainda tenho que ler ou ouvir de alguns que o chamam de ITAIRMITO, pode?.