Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Fé no “Burro com Sorte” faz acreditar que o Galo será melhor este ano que em 2018

Claro que o título do post é uma referência ao livro autobiográfico do Levir Culpi, que fez do que seria uma ofensa de um torcedor no seu início de carreira, um exemplo da passionalidade e incompreensões do mundo do futebol. (Foto do Bruno Cantini/CAM

Não sei até que ponto irá o Atlético este ano; se vai beliscar algum título ou não, porém, certamente terá um time melhor de se ver jogar; mais confiável. Levir é competente, tem credibilidade e se impõe. Tem controle sobre o grupo e não permite que a diretoria contrate tão mal, como ocorreu ano passado.

Das aquisições até agora, só achei fraca a do atacante Maicon “Bolt”. Se fosse bom de bola como é para dar entrevistas estaria na seleção brasileira, mas o time precisa é de quem jogue e marque gols. Boas apostas, como o lateral Guga, que veio do Avaí. Tem 22 anos e fez um bom Brasileiro na série B. O volante Jair é tido como um ótimo marcador e sabe chegar ao ataque; dos únicos que escapavam do rebaixado Sport Recife. Vinícius, meia que ajudou o Bahia a se manter na A ano passado, chuta bem de longe e é habilidoso. A zaga deve deixar de ser “peneira” com o retorno do Rever e a chegada do Igor Rabello, do Botafogo; para mim, a melhor contratação atleticana.


Deixe uma resposta para humberto Cancelar resposta

Comentários:
15
  • Paulo F disse:

    Não há muito o que comentar, com Ricardo Oliveira de titular nada adianta

  • Geraldo Lopes disse:

    Sempre gostei do Levir como técnico do Galo, mas não concordo quando ele diz que prefere não contratar para ter salários em dias. O Galo já passou por isso certa vez, não contrata, o time não vence, vem pressão da torcida e da mídia, o técnico é demitido e vai formar time no meio da temporada. Todo mundo sabe, time nenhum paga em dias e sempre vai haver dívidas. Estou com inveja do rival que tem M. Gabriel, Rodriguinho e 3 centroavantes na reserva que com certeza seriam titulares no Galo. E olhem que lá como cá, devem pra caramba. Deus queira que não, mas também estou pessimista!

  • Guilherme Gonçalves Costa disse:

    Eu não vou cometer o erro de me encher de esperança com esse elenco para 2019. O nosso Galo não tem jogadores craques que decidem partidas. Tem sim, alguns jogadores rodados e dê certo renome no futebol nacional. Esse grupo ganhará muito em termos de disposição física, se Romero (o do Corinthians) realmente vier pra cá. Mas eu não “viajo” mais. A falta de craques desanima bastante. O jogador que mais se aproxima de um craque no elenco Atleticano é Juan Cazares. Aquele mesmo que nós Atleticanos amamos fazer piadinhas sobre o apreço do rapaz por bebidas alcoólicas. Seguimos confiantes que o filho faça bem ao Cazares e o transforme num homem mais ajuizado. Mas filho não é garantia de maturidade a ninguém. Conheço no mínimo uns 300 pais aloprados aqui em Minas Gerais. Hehehe. Mas daí a sonhar com título de Libertadores com jogadores como Ricardo Matusalém Oliveira, Maicon Bolt, Vinícius, dentre outros, é demais!!! Pra ser sincero, acho que se chegarmos à fase de grupos da Libertadores com esse elenco, dá pra manter a esperança ainda viva. Mas é preciso reforçar esse elenco. Sem dúvida nenhuma. Se formos lembrar dos jogadores que tínhamos no banco de reservas na Libertadores 2013, aí é covardia! Dá vontade de chorar.

  • Horacio Duarte disse:

    Salve Chico Maia. Na ponta do lápis o Galo não tem qualquer chance. O time que começa vai ter algumas trocas importantes e o Levir vai tentar armar do seu jeito. Vai ser outro time, começou tudo de novo.

    Quando você diz que são boas apostas, até concordo, mas é porque todos dizem, não tenho como avaliar. E este é o problema, as contratações, na maioria das vezes, ficam nas mãos dessas coisas que chamamos de ‘dirigentes’. E sabemos que não passam de torcedores, criados a todinho, em busca da subcelebridade de holofote de ‘crack’. Devem ser bons em outras áreas e por lá deveriam ficar.

    Algumas contratações mostram que o Galo virou um time de passagem em direção à china. Mas vou contar pra vocês um segredo, chinês não é bobo. Se o Galo perder este bonde de ter um eficiente departamento de avaliação e desempenho físico, técnico, esportivo, tático e disciplinar, ao longo da carreira de todos atletas em diferentes continentes não ganha mais nada. Nem como vitrine.

    Quem não tem dinheiro não pode fazer aposta de dezenas de milhões e perder. Tem que ter 95% de acerto. Se não fica parecendo time pequeno, só com massagista e bons titulares, querer ganhar um campeonato longo e disputado. Vai perder para o departamento médicina e fisiologia de um outro time qualquer. Que vai ganhar sem entrar em campo, não há mais espaço para apostas. E as apostas do futebol do Galo têm sido de burro sem sorte.

    Basta ver que é só mudar o técnico que tudo muda e isto tem sido feito a cada 3 ou 4 meses todo ano. É muito amadorismo. E incentivado por gente que não entede absolutamente nada de futebol, Nada. Certamente há outros interesses, depois que o Kalil foi eleito… o Galo não pode ganhar mais nada. Bons tempos em que a torcida era só contra o vento.

    Mas o bom de ainda poder ir ao campo é esquecer, lápis e papel ficam em casa.

  • Silvio T disse:

    Só falta agora o grupo de “jênios” que dirige o Atlético topar a troca de Luan pelo Romero. Na orêia, como se diz lá na minha cidade natal. Pensando bem, como são de uma inteligência surpreendente, vão até pagar um troco ao Corinthians nessa troca né? Afinal, o Romero é muito valorizado e o galo é que estava louco prá fazer esse negócio, né? Então, tem que pagar…

  • audisio disse:

    Quantos titulos brasileiros o burro com sorte ganhou? Em compração simples com Murici Ramalho por exemplo? Vamos comparar o Burro com sorte com um Luxemburgo por exemplo. Luxa é cinco vezes campeão brasileiro! Levir nunca foi campeão brasileiro. Mais próximo de nós comparemos o burro com sorte campararemos o Levir Culpi com Marcelo Oliveira, bem mais jovem,, Marcelo é bi campeão brasileiro contra zero vezes do Levir. Não é por acaso que Levir nunca foi campeão brasileiro. Teve chance de treinar quase todas as grandes equipes do Brasil, Por suas prórias características Levir é um perdedor no futebol brasileiro. Inseguro, fraco nas decisões, inconstante com suas equipes e descompromissado com o espírito de competição os atleticanos verão mais uma vez mais do mesmo! Vamos torcer para que de certo! Como torcedoreres. Como analista e velho observador do futebol vejo mais um ano de fracassos do Atlético. Mias uma vez repito Ricardo Oliveira com 40 anos é uma piada no elenco do clube.
    Vamos aguardar a construção do estádio, esse sim poderá ser um marco na história do clube. Apesar de Rubem Menin estar mais preocuipado com a implantação do seu canal de notícias com viés de esquerda, o CNN Brasil.

  • Silvio T disse:

    Chico, peço desculpas pela grosseria, mas é difícil aguentar. Parece que para trabalhar no Atlético o requisito básico é ter quatro patas e usar ferraduras! Só isso prá explicar a perda de uma chance de ouro de passar o bonde Ricardo Oliveira pra frente. Meu Deus do céu!! O que esse ancião ex-jogador em atividade vai ficar fazendo aqui em 2019? Atrapalhando o time de novo, com certeza. Depois é aquela choradeira de sempre contra as arbitragens, a cbf, os gramados, a chuva etc etc

  • Carlos Henrique disse:

    Igor Rabello pelo que mostrou no ano passado, foi uma ótima aquisiçao
    junto com Rever, APOSTA É O Papagaio eo Guga.
    Vinicius terminou bem o ano no Bahia com 13 gols
    para um meia é bom o numero de gols.
    ja tem 28 anos e nao é aposta.
    assim como Maicon Bolt que ficou 7 anos
    no Lokomotiv da Russia, nao é aposta
    juntando Russia e Egito sao quase dez anos fora do BrASIL
    NAO É APOSTA, APOSTA FOI QUANDO ELE SAIU DO FLUMINENSE COM 19 OU 20 ANOS
    PARA O FUTEBOL EUROPEU
    HOJE NAO, JA TEM 28 ANOS.ESTA NO AUGE.
    O que tem é a adaptaçao ao futebol brasileiro.
    Quanto ao Levir, vai ter mais trabalho
    e vai ter um elenco melhor com mais opçoes
    e pode o Galo
    fazer um belo campeonato, se encaixar
    vai longe esse time.
    tem que encaixar, o grupo querer, a sinergia com a torcida.
    salarios em dia, e como se diz sorte ,tambem entra
    apara o encaixa as vezes, a competencia sem sorte, nao vale nada

  • Pedro Vítor disse:

    Só de trazer reforços pontuais na defesa já é sinal de melhora, agora do time que terminou o Brasileiro, todo remendado, salva ali, o Emerson, lateral que fecha bem o lado direito e é rápido no avanço ao ataque, o Elias que decide muitos jogos individualmente, tem uma chegada boa ao ataque pois finaliza bem, e o Cazares, que não é muito confiável. O resto do time são jogadores vão alterar titularidade e banco de reservas, salvo engano o Gustavo Blanco que ate junho era destaque positivo junto com o Roger Guedes.

    Hoje temos uma base mais forte.

    Victor.. Se o Emerson sair, tem que ver o Guga jogar primeiro. Rever e Rabello. Fábio Santos não é destaque mas não compromete. Adilson ou Zé Welison também são ótimos volantes. Elias e Cazares precisam de sombra, é aguardar se Jair e Vinicius serão realidades no Galo.

    No ataque, temos apenas o Pastor, que é um atacante que faz seus gols mas não é muito eficiente como pivô, pra segurar a bola na chegada dos meias. Chará e Luan pra mim ajudam mais quando entram no segundo tempo. Terrans ainda não me passa segurança alguma, mas pode jogar como atacante, o gol que fez no Inter foi importante e mostrou que sabe fazer gol dentro da área.

    A diretoria terá que fazer um apanhado nos primeiros seis meses, e trazer dois jogadores pra deixar o time forte. Um ponta esquerda e um centro avante. Se fosse pra indicar, traria, o Keno e Tevez!

  • Nivaldo Santos disse:

    Reforçou pouco no ataque, RO só marca gols mastigados, o Bolt não fez sucesso na Europa, alem de um camisa 10 eficiente, Cazares só joga quando quer. Nas divisões de base não há esperança, o time que disputou a copinha é muito ruim. Gostei das contratações do Igor Rabelo, Jair, Guga e Vinicius pode render bem, mas é pouco. Pressão de torcida é muito forte!

  • Silvio T disse:

    Chico, concordo que o Levir é um técnico muito bom e ótimo gestor de grupos. Mas ele tem alguns problemas que precisa superar para conseguir mais conquistas. E acho que essa melhora passa também por uma comissão técnica que realmente ajude o treinador nos momentos difíceis. O Levir, por exemplo, tem um problema crônico de não saber mexer durante as partidas. Outro é não saber lidar bem com jogadores estrelas. Se resolver essas questões será ótimo prá ele pro galo. Quanto ao desemprenho do time esse ano, também acho que será melhor, mas não tenho nenhuma esperança de título. O elenco montado até agora é prá chegar á final do rural, oitavas ou quartas de Libertadores, quartas ou semi de Copa do Brasil e G6 do Brasileiro. Sinceramente, qualquer resultado além disso será surpresa prá mim.

  • Alexandre Silva disse:

    Vc e quase sempre perfeito em seus comentários sou seu fã