Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

De parada em parada de Copa, o América vai correndo risco de novo descenso

Em foto de Mourão Panda/América, Neto Berola, o melhor do time neste 1 a 1 com o Coritiba

TV ligada pra ver o Coelhão, na esperança de vê-lo reagindo, em  casa, contra o Coritiba, joguei no piloto automático quando vi a escalação com três volantes e o Matheusinho no banco. Preferi acionar a Netflix e continuar assistindo Versalhes, série da melhor qualidade sobre a França sob Luiz XIV, o “Rei Sol”. Mais tarde ouvi na Itatiaia o comentarista Leo Figueiredo dizer que foi 1 a 1, com Felipe Azevedo abrindo para o América aos 43 e Rodrigão, empatando para o Coxa aos 20 do segundo tempo. Ele disse também que os novos contratados (que toda diretoria de todo clube chama de “reforços” e a maioria da imprensa repete que são reforços) não jogaram nada, assim como não têm jogado. E que Neto Berola foi o melhor jogador do time.

É de assustar. O América continua na lanterna, com dois pontos em 18 disputados. E o mesmo discurso do ano passado, de que “na parada da Copa, o novo treinador vai consertar as coisas”. Era a Copa do Mundo, na Rússia, e o técnico, Ricardo Drubsky, o diretor improvisado no lugar do Enderson Moreira que fora para o Bahia. O campeonato recomeçou, o time continuou mal, Drubsky foi substituído por Adilson Batista, e o rebaixamento.

Agora é Maurício Barbieri, que vai aproveitar a parada de nova Copa, a América, para tentar consertar as coisas. Até agora não justificou a substituição do Givanildo. Tomara que o Coelho não faça a torcida sofrer com um novo rebaixamento. Caso a campanha não fosse tão frustrante, certamente o público de ontem no Independência seria bem maior que os 1.496 presentes, e a renda muito superior aos R$ 8.886,00.


Deixe uma resposta para J. B. CRUZ Cancelar resposta

Comentários:
12
  • Ed Diogo disse:

    E o que me deixa mais boquiaberto nesta história e que muitos viram que o Professor Pardal teria que ser demitido antes, mas quem tinha o poder de fazê-lo não viu ou não quis fazer . Será este é mais um mistério do futebol ou incompetência mesmo da direção americana

  • audisio disse:

    Não se esqueçam que o parafuso começou com o extraordinário Adilson Batista! O problema do América foi que o Adilson começou seu trabalho com duas vitórias, uma delas contra o Santos na Vila Belmiro, naquela base! 22 chances perdidas pelos santistas contra aquela bola e o crédito e a confiança ao Adilson foram dados além da sua capacidade. Quando descobriram o clube já estava praticamente rebaixado!
    Assisto ao jogo do Coelho contra o Corinthians e comentei com participantes do corpo esportivo do clube na época. Se não demitirem imediatamente o treinador poder se preparar para a segunda divisão.
    Isso quando Adilson ainda desfrutava de um meio de tabela bastante inusual para o clube!

  • Guilherme Gonçalves Costa disse:

    A verdade é uma só: demitiram Givanildo mais uma vez injustamente. América é ridículo!

  • Ed Diogo disse:

    Como vamos escapar da Série C se contrataram o William Maranhão num dia e no outro o nosso volante Ze Ricardo que veio da base foi para-a reserva e o famoso Juninho continua de titular. Porque o Cristian nunca teve uma sequência de jogos?
    Se cairmos aí sim acabou!
    Por favor Capitão América Salum não deixe isto acontecer .Todo ano temos um sofrimento novo .
    Acredita América

  • J. B. CRUZ disse:

    VOLTA GIVANILDO A ALMA DO AMÉRICA…

  • Julio Cesar disse:

    Vi até os 30 min do primeiro tempo. Logo no inicio Neto Berola fez grande jogada e rolou na entrada da pequena area e Juninho mandou pro alto e longe do gol. Daria mais tranquilidade ao time. Tranquilidade que faltou ao Juninho pra finalizar.

  • TONICO disse:

    Demissão do Givanildo foi caso pensado. Ele caiu na segunda rodada porque é o nome preferido da diretoria para substituir o técnico que vai cair entre Julho e Agosto. Podem apostar, quando o Barbieri for demitido, vai ser anunciada a contratação do Mestre Giva, o Salvador da Pátria! Só que a vaca já terá ido para o brejo. Este clube minúsculo acha que é grande. Não conseguiram colocar 10% de ocupação no Independência, que eles também acham que são donos. Outra série C será mais uma oportunidade deles se colocarem nos trilhos, entenderem que são minúsculos e que dependem da “esmola” dos outros para seguirem em frente. Ao invés de irem lá no Rio e buscaram 58 “reforços”, poderiam ter batido na porta do Galo e pedido uns 5 jogadores oferecendo o Zé Ricardo: Uilson, Carlos César, Mateus Mancini, Lucas Cândido, David Terans (único que tem contrato muito longo com o Galo, os demais poderiam rescindir amigavelmente para assinar com o coelho). Time mais ou menos assim: Uilson; Carlos César, Paulão, Mateus Mancini, João Paulo; Lucas Cândido, Juninho; Neto Berola, Matheusinho, David Terans; Marcelo Toscano. Tenho certeza que disputariam o título da série B. E se quisessem poderiam levar o Matheusinho lá no Cruzeiro e arrumar mais uns 3 reforços. Mas o nanico é o maior do mundo na cabeça do Alencar, do Salum. Quando fechar as portas de vez vocês acordam.

  • Pedro Vitor disse:

    O peixe morre pela boca, esse é o projeto Libertadores que o Alencar um dia com toda sua arrogância falou aos microfones ..

    Canja de galinha e humildade não faz mal a ninguém, isso cabe a vários dirigentes que se acham os picas da galáxia, inclusive o Sette Cámara que conversou fiado a respeito das conquistas do Atlético, Clube esse que ele tem a honra em ser presidente talvez não saiba aonde esteja ou não foi preparado para tanto!

    Atlético é no Independência junto ao Corinthians na sua Arena de Itaquera, os maiores mandantes do futebol brasileiro, tem que saber pelo menos respeitar os dados os números.

    E ao América, eu tenho apenas que lamentar, os pensamentos pequeno no tratamento ao visitante Atlético todas as vezes que foi ao time americano, faltou respeito então que vá para série C.

  • Flávio Azevedo disse:

    O temporal de ontem atrapalhou a presença de mais torcida…troca o disco…givanildo é ex treinador em atividade e não fez nada na série A e neste ano formou este time de serie d…o novo treinador caiu na arapuca chamada salum/empresário de jogador, que empresta os caras desde que eles sejam escalados, independente de sua qualidade técnica, fisica, tática..faça uma entrevista com treinadores mineiros e vai saber porque muitos se recusam a trabalhar no AMÉRICA do salum…o treinador está sendo juvenil e perdendo o grupo de quem já estava na barca e escalando jogadores sem ritmo de jogo em partidas que exigem no minimo, boa preparação fisica…tirou o promissor goleiro Jori que precisava de sequência e estava se afirmando profissionalmente e colocou o 4° reserva que veio do Flamengo e que estava sem entrar em campo a 2 anos, desde aquele presente dado ao Arrascaeta no Maracanã! Futebol não tem mágica, precisa qualidade, de seus comandantes e principalmente dos jogadores..óbvio que o comentarista da atletiaia vai elogiar ex jogador de Vespasiano, sempre fizeram isto…ainda bem que tenho premiere…Dá uma lida e me diga qual bom elenco o Givanildo já montou.. Nenhum, só sabe distribuir camisa pra jogadores e só se dá bem em estaduais qdo chega com a competição rolando e sobrenaturais como os gols do lateral danilo, dá conquistas…com salum na direção, a serie c é logo ali…e nao adianta protestar contra jogadores, cobrem que quem contrata jogadores nivel série c e d…..COM SALUM, NEM DEUS SALVA O AMÉRICA!

  • Marcão de Varginha disse:

    Infelizmente tá difícil, mas não impossível e muito menos tarde: ainda tem tempo pra arrumar a casa! Rreaja, deca-campeao!

  • Thales Maciel disse:

    Caro Chico,
    Quando o melhor do time é um jogador que só joga 30 minutos, algo está muito errado e preocupante.
    Abraços.