Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Noite em que os jovens da base resolveram para o Galo contra o Goiás

Em foto do twitter.com/Atletico Marquinhos emocionado após abrir o placar para o Atlético contra o Goiás. 

O Atlético dominou amplamente o jogo, principalmente no primeiro tempo. Desperdiçou oportunidades e esbarrou em pelo menos quatro grandes defesas do goleiro Tadeu. No segundo tempo o técnico Wagner Mancini viu que o cansaço bateu mais forte em Elias e o substituiu pelo Marquinhos, que entrou com fome de bola e fez 1 a 0 aos nove minutos, além de ter melhorado o time com a sua velocidade e habilidade. Cazares também mostrou que não aguentava mais correr e foi substituído pelo Bruninho, que aos 49 liquidou a fatura, fazendo o segundo gol.

Público de 38.937 torcedores para uma arrecadação de R$ 230.750,00. Vitória que leva o time aos 39 pontos, nessa corrida para os 45 que o livre definitivamente do risco da degola.

Bruninho comemora o segundo gol do Galo, em foto do twitter.com/Atletico


Deixe uma resposta para Carlos Henrique Cancelar resposta

Comentários:
3
  • edson dias disse:

    Pois é… E vejam a grana que gastamos com porqueiras improdutivas como Geuvanio e Vinicius. Com Chará… Com Zé Welisson (jogou bem ontem? E a quantidade de rapaduras que entregou ??), com Pastor… Não me conformo do Alerrandro ser preterido ao pastor. Longe de ser craque, ainda assim estaria guardando seus golzinhos e visibilidade para uma boa venda. Mas é melhor pagar 400 mil por mês para Ricardo Oliveira. E ainda renovar seu contrato para 2020. Assim nunca vai ter dinheiro para trazer dois ou três reforços que realmente cheguem pra encorpar o time.

    Parece que escapa da degola, mas a campanha chega a ser humilhante!

  • Horacio disse:

    È achei que o Otero deveria ter saído antes também, depois dos 20 estava se arrastando, correu muito, ajudou na marcação e perdeu gol de tudo quanto foi jeito. O Zé Welison jogou muito, não tem lá muita velocidade para uma defesa pesada e velha, mas ontem marcou bem os armadores, o Luan ficou mais plantado no segundo tempo e ajudou. Defesa continua vacilando em algumas bolas aéreas.
    Di Santo foi monstro, jogou muito, se o Galo não tomou muita pressão ou sofreu ataques rápidos também foi por conta dele, marcou muito as saídas de bola, dava tempo da defesa se arrumar, dificultava o passe. Metade do gol do Brunin foi dele, movimentou muito.
    Também foi bom ver os meninos entrando e se impondo, poderiam, e deveriam, ter feito outros jogos, talves não tivéssemos nesta situação. O Terans também faz muita pressão na saída de bola, gostaria de ver jogando mais com o Di Santo. Jogador jovem no Galo não tem muita vez, pessoal gosta é de idoso, jogador que “decide”.
    O Goiás é um time médio, bem arrumado na defesa explorando jogadas rápidas, goleiro, em excelente fase, segurou o placar. Mas o Galo é mais time, mesmo com defesa e meio que começou o brasileirão. Alguém deve ter soprado isto pro Mancine.
    Mas agora começa outra sequência de jogos difíceis, vão vê se com esta vitória apruma de vez. Espero que o Mancine rode este elenco. Sem jogar ninguém entra em ritmo e mostra futebol. Alguns jogadores foram obrigados a jogar, mesmo fora de posição, e se destacaram. Tem jogadores visivelmente desgastados, tem que descansar e botar os que estão de fora pra jogar, tem que dar sequência de jogos. Já não disputamos mais nada.

  • Carlos Henrique disse:

    Chico torcedor conhce futebol, sim.
    Ha quanto tempo muitos pedem a base, inclusive eu.
    so olhar meus posts.
    pedia Bruninho e Alerrandro esse desisti
    mas Bruninho , sempre pedia.
    e depois Marquinhos, nao conhecia
    mas nos jogos ainda com o e xtecnico
    gostei do muleke, jogo que entrou
    contra o Flamengo.
    Tai 3 jogadores da base.
    Cleiton, tem que melhorar muito.
    mas é muito bom goleiro.
    Falta experiência.
    tem hora que é afoito na saida de bola.
    se corrigirem será um grande goleiro.
    Marquinhos é aquele jogador de D.N.A. alvinegro
    a cara do Galo, como Sergio Araujo, nao no stilo de jogo.
    na entrega vai pra cima.
    tecnico e habilidoso.
    Bruninho é outro estilo bom tambem.
    mas é mais de toque.toca rapido.
    é bom ver o Galo voltando as origens.
    a base voltando.revelando.
    e que partida fez o Ze Welisson neste jogo.
    limitado tecnicamente.
    mas marcou bem Michael.
    que nao apareceu.
    cobriu Patrik.
    mais uma vitoria e um empate
    tira o perigo, agora é lutar por vaga
    na sul americana.
    vi agora que o jornalista.
    Juka Kfouri cravando Carile no galo em 2020
    e tome retranca, 1×0 2×1 mas é futebol né
    se ganhar alguma coisa , que seja assim.
    eu gosto de futebol ofensivo, por que sou oriundo do salao
    hoje futsal