Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Rui Costa e Dudamel já eram, mas a conta e o sofrimento ficam com a torcida atleticana

Foto: Bruno Cantini/Atlético

Demorou, já vão tarde. Diretor Rui Costa, Dudamel, Marques e demais da Comissão Técnica, demitidos, mas as multas contratuais e demais contas caríssimas, morais e financeiras ficam em Belo Horizonte.

O futebol é o carro chefe de qualquer clube grande e por conseqüência, depois da presidência, diretor de futebol e treinador são os principais cargos. Têm um poder descomunal, trabalham com fortunas. A competência e correção deles são decisivas para o sucesso ou fracasso da instituição e a sua diretoria. Alexandre Gallo foi muito mal na função e o sucessor dele, Rui Costa, tão ruim quanto, ou pior.

Demitido após o vexame em Afogados da Inghazeira, o Atlético fica com a conta e pagará pelos erros dele em contratações, contratos e renovações, de jogadores, comissão técnica e dirigentes das categorias de base, importados do Sul do país. Aliás, ele também foi importado do Sul do país, com um histórico ruim no Grêmio, como mostra essa reportagem do Globoesporte.com do dia 07 de maio de 2016:

* “Quedas, 48 reforços e nenhuma taça: os 41 meses de Rui Costa no Grêmio –

Executivo foi desligado oficialmente do clube nesta sexta-feira, após a 11ª eliminação em três anos no clube, nas oitavas de final da Libertadores, diante do Rosario Central”

Contratado para substituir Alexandre Gallo, chegou no dia seguinte à goleada que o Atlético tomou do Cerro Porteño e a iminente eliminação na Libertadores do ano passado, em 10 de abril.

Foi mal na sua primeira importante missão, de contratar o sucessor do demitido Levir Culpi. No dia 24 de abril, escrevi aqui no blog: “Rogério Ceni não foi procurado; velho capitão diz que é “tempestadezinha, futuro brilhante” e o novo diretor faz efusivos elogios ao grupo do Atlético

No dia 17 de maio, também do ano passado, estranhei o oba-oba sobre este Rui Costa: “Muito oba-oba sobre um prêmio que o diretor de futebol do Atlético ganhou. E o time? Vai ganhar alguma coisa?

No dia 24 de setembro, no Campeonato Brasileiro, o Eduardo de Ávila, um dos atleticanos mais apaixonados que conheço, abria o verbo no blog dele no Uai:

* “Omissão da diretoria tira o sono do Torcedor”

Depois de tentar dormir e levantar algumas vezes durante a noite, cá estou eu no meio da madrugada, tentando escrever e entender o que se passa com o Galo. Sinceramente, o que dizer depois de seis derrotas seguidas no Brasileiro. Nas dez últimas partidas, são três vitórias e sete derrotas. No campeonato nacional, nenhum ponto em 18 disputados. Isso, zero, nenhum!

Vergonha! Ontem, ao final do jogo, arrisquei algo que raramente faço. Ouvir as entrevistas dos jogadores e do treinador. Confesso ter imaginado, doce ilusão, que o presidente ia dar as caras e tentar colocar ordem nessa bagaça. Nada! Ouvi um dos jogadores dizendo que o time “tentou e criou”. Outro sugerindo que é preciso chegar logo aos 45 pontos para não correr riscos. Desanimador, um e outro. O primeiro, com todo respeito, fora da realidade.

https://blogs.uai.com.br/cantodogalo/omissao-da-diretoria-tira-o-sono-do-torcedor/

E aqui a reportagem completa sobre Rui Costa no Grêmio:

* “Quedas, 48 reforços e nenhuma taça: os 41 meses de Rui Costa no Grêmio”

Envolto em um ambiente de frustração no hotel do Grêmio em Rosário, Rui Costa cedeu ao fardo que carrega desde 20 de novembro de 2012, quando aceitou o convite de Fábio Koff para ser diretor executivo do clube. Ali, frente a frente com o atual mandatário, Romildo Bolzan, o agora ex-dirigente entregou o cargo após a queda para o Rosario Central nas oitavas de final da Libertadores. Encerrou, assim, uma trajetória de 41 meses imerso em pressão no futebol tricolor, com 48 reforços, cinco técnicos e nenhuma taça no armário.

LEIA MAIS
Rui Costa revela ter sofrido ameaças e pede desculpas
> Grêmio chega sob protesto e violência da torcida
> Dirigentes do futebol caem após eliminação

Foram 1263 dias entre o “sim” à convocação de Koff, uma espécie de padrinho pessoal dentro do Tricolor, e o desligamento oficial do clube. Ainda antes de assumir o cargo, Rui já atuava ao lado do mandatário, no final de 2012, para assegurar a renovação de Vanderlei Luxemburgo. De lá para cá, o executivo alternou entre contratações de peso e apostas para reforçar o elenco, ora comandado por técnicos de prestígio junto à torcida, como Felipão e Renato Gaúcho, e por emergentes, como Enderson Moreira. Também passou por uma profunda reformulação no futebol, em meio a diferentes realidades financeiras.

Sem títulos, guarda algumas conquista pessoais, como o histórico 5 a 0 no Gre-Nal, que suplanta seu retrospecto negativo diante do maior rival. Em 2016, chegou a ter seu nome gritado pela torcida e foi chamado de “mito”, no desembarque de Miller Bolaños como reforço de quilate para a Libertadores. Viu a idolatria passageira se dissipar diante de mais cobranças sobre seu trabalho, costumeiras ao longo dos três anos, como o GloboEsporte.com relembra abaixo:

ELIMINAÇÕES EM SÉRIE

A dolorida e traumática eliminação para o Rosario Central, numa atuação apática do Tricolor na derrota por 3 a 0 no Gigante de Arroyito foi o estopim para a saída do executivo, ainda em solo argentino. Mas passa longe de ser um tropeço isolado na carreira de Rui Costa. O dirigente, é bem verdade, teve de lidar com a pressão de mais de uma década anterior sem títulos, mas teve sua parcela de culpa nos concomitantes 15 anos de jejum.

Em mais de três anos no cargo, o executivo colecionou eliminações em 11 torneios, dos quais três ainda em 2016 – além da Libertadores, o Tricolor caiu no Gauchão, para o Juventude, e na Primeira Liga, para o Inter (confira na tabela abaixo). Por falar no maior rival, o Grêmio sofreu derrotas marcantes nas finais dos dois últimos Gauchões justamente para o Colorado.

Durante a gestão de Rui Costa, o clube ainda disputou três Brasileiros sem sucesso na briga pelo título, ainda que tenha alcançado a vaga na Libertadores em duas edições. A equipe foi vice em 2013, sétimo colocado, em 2014, e terceiro, no ano passado.

http://globoesporte.globo.com/rs/futebol/times/gremio/noticia/2016/05/quedas-48-reforcos-e-nenhuma-taca-os-41-meses-de-rui-costa-no-gremio.html


Deixe uma resposta para Paulo F Cancelar resposta

Comentários:
53
  • Clóvis Mineiro disse:

    O Sampaoli está mais humilde, já que Jesus não saiu do Fla. Quem sabe ele acerta com 7 Câmara. Tenho certeza que se ele vier, vai fazer um “bota fora” nesse elenco ruim e exigir reforços bons.

  • mauricio disse:

    Poxa estava feliz com gargamel, conseguiuperder para um time com nome de ressaca Acho que devia investir em beisebol ,gargamel entende.

  • Edson Dias disse:

    Além das cagadas do comando técnico e das demissões de treinador dia sim, dia também, este aqui é de fato o preço da AUSTERIDADE da Gestão Sette Câmara:
    Leandrinho, Geuvânio, Zé Wellison, Denilson, Edinho, Erik, Arouca, Tomás Andrade, Juninho, Martin Rea, Galdezani, David Terans, Samuel Xavier, Ricardo Oliveira, Ramon Martínez, Maidana, Vinícius Goes, Lucas Hernández, Papagaio, Maicon Bolt, Wilson, Hyoran, Di Santo…

    E vocês acham que a lista termina por aqui??

  • Tarcísio Amaral disse:

    O presidente do Galo disse em entrevista que o elenco do Galo é muito bom e que a torcida aplaudiu todas. Mentira! A torcida fica calada com um pé atrás até perder a paciência. Por exemplo: Hyoran como jogador de ataque já jogou 10 partidas e fez apenas um gol de pênalti. Eu não vi Borrero nem Savarino aplicar um drible em um defensor, como fez o atacante do Afogados sobre a zaga atleticana no 2º gol. O nobre presidente encheu o time de jogador que sabe apenas tocar para os lados e olhe lá. O presidente disse que não renuncia… Cuidado presidente, veja o que o senhor disse sobre Tardelli e o contratou. A poucos dias atrás o senhor encheu a bola de Dudamel e o dispensou. Mas como acho que todo cidadão merece mais uma chance, faça uma limpa no Galo e contrate bem, quem sabe fujamos da Série B.

  • Carlos Henrique disse:

    Chico você poseria fazer uma live com o Lelio Gustavo.
    o cara conhece futebol, fala a verdade
    e você conhece muito de Atletico
    a minha pergunta para você e outros jornalistas é
    naovou perguntar a Atleticanos aqui.
    que tambem, conhecem muito de futebol.
    no atual momento, com tecnicos empregados,
    e meu preferido sempre foi o Ceni
    Marcelo Oliveira, agora
    nao seria bem vindo.
    rsrsrs

  • Audisio disse:

    Me arrume um treinador bom e terá um gestor de elenco, valorização do elenco, revelação de novos talentos, teme encantando a torcida, atletas querendo vir para o clube, marketing e repercussão, estádios lotados, retorno financeiro, empolgação e títulos. Me arrume treinadores meia boca, milongueiros, retranqueiros, blah blah blah…o resultado é esse ai. Saudações Tele Santana, Mario Travaligne, Airton Moreira e Yustrich.

  • Igor Mendes disse:

    Augusto Inácio técnico português do Avaí foi dispensado com apenas 7 partidas e 33% de aproveitamento. Dudamel foi dispensado com 50% de aproveitamento, mas carrega nos ombros duas desclassificações , somando se a isto só jogou contra times da prateleira de baixo do futebol atual. Jesualdo subiu no telhado, a imprensa paulista afirma que ele está com os dias contados no Santos. Dizem que o ambiente no Flamengo não é bom, mas o time só vence, ganha títulos adoidado e tem elenco bom. Portanto Sette Câmara, se não tiver elenco bom e as vitórias não vierem, vai mudar técnicos a cada 3 meses e olhe lá.

  • Ciro Cabral Bilac Guimarães de Azevêdo disse:

    Eu tu tô vendo gente pedindo o Marcelo Oliveira que nunca deu certo no Galo nem nas divisões de base. Sempre fui fã do Marcelo como atleta e como comentarista de futebol, mas como técnico, pelo menos no Galo não deu certo.
    O ideal seria o Cuca, é só acertar a pendência com ele e no mais é fazer acertos com alguns atletas e arrumar clubes para outros. Toda tentativa de concertar os erros do 7 Câmara passa por desinchar o elenco e fazer contratações pontuais. Chega de contratar anônimos como bem disse alguém ai anteriormente. O Galo precisa de um zagueiro bom pra ser titular (Jemerson/Otamendi), o goleiro Rafael seria uma boa, um camisa 10 (Cazares ou outro do futebol brasileiro, lá no palmeiras tem um monte no banco), Róger Guedes pra jogar com Tardelli e um centroavante bom. Se o Guedes vier, talvez nem precise de centroavante.

  • Juca da Floresta disse:

    Bom dia Chico e pessoal do blog,
    O nível dos cartolas do futebol mineiro é péssimo. Eles são os piores do Brasil. Quando não roubam são incompetentes ao extremo, as vezes são incompetentes e desonestos ao mesmo tempo. Não sabem contratar e dilapidam o patrimônio do clube com indenizações milionárias para aqueles que tem seus contratos rescindidos. Os clubes tem que virar empresas com ações na bolsa já. Só com administração profissional, com uma legislação severa e regras da CVM – Comissão de Valores Mobiliários – esses picaretas vão desaparecer do futebol.

  • Horacio disse:

    Agora recomeçamos a fase do cata-técnico, por enquanto os renomados são citados, mas um após um todos vão dispensar os convites. Não vão vir para se queimar nesta roubada que é dirigir o Galo onde spike, e seus cornetas, querem escalar o time.
    Descobri que o Atlético ainda tem pendências com o Cuca, isto depois de 5 anos, fico imaginando a quem o Galo está pagando sua dívida, que aliás ninguém sabe de onde veio e nem com quem.
    As chances de um técnico provisório definitivo, até daqui a três meses, é bem grande. A história toda se repetir é praticamente certa com a já tradicional queda de rendimento da velharia já para o fim da temporada. Com o elenco curto, já que os spikes proibiram de fazer uma rotação entre atletlas, as substituições nunca estão à altura e daí a queda de desempenho.
    O melhor seria trocar toda a Diretoria para aumentar as chances de contratação de um bom técnico, com esta atual é impossível, administrar futebol que movimenta milhões com regra de spike não dá mais. A diretoria está é rasgando dinheiro.
    Definição de maluco é o sujeito sempre faz as mesmas coisas, do mesmo jeito, esperando por resultados diferentes. Resultados que nunca virão, porque é preciso ter muita sorte para isto acontecer.

  • Paulo F disse:

    Qual tecnico com currículo aceitaria assumir esta nau naufragando…. tempos sombrios nos aguardam.
    Sette Câmara deveria convocar eleições, mas seu ego super inflado não permitirá.

  • Audisio disse:

    Rogerio Ceni seria um bom nome. Não e uma questao de perder é uma questao de evoulir no trabalho.. Se eu fosse diretor do Corinthians, por exemplo, insistiria com Thiago Nunes. Com Dudamell teria demitido no segundo jogo.
    Endersom Moreira e até mesmo Lisca do América. É observar o trabalho e o perfil do treinador.
    Esse Rui Costa havia prometido um perfil que reformularia o tipo de jogo. O Brasil estava vendo a revolução conceitual que Jorge Jesus havia proposto e Rui Costa na sua imensa incompetência contratou exatamente o inverso para o Clube. A burrice é muita. Agora, depois do leite derramado despedem os burros. Burros espertos, saem com burros cheios de ouro.
    Acho que desta vez as contratações foram boas. Nas maos de um treinador bom esses limoes viram limonada! Não me falem de Carrilli e Mano por favor.

  • Audisio disse:

    O ovo de Colombo para se colocar de pé é invista num tecnico bom. Não retranqueiro. Que tenha experiência, que não seja medroso. O resto vem. Mas insistem em continuar erramdo…Burrice.

  • Eduardo Silva disse:

    Chico, bom dia,

    O pessoal tá pedindo pra contratar o Cuca. Estão falando que a diretoria já procurou o Mano Menezes e o Fábio Carille e eles recusaram treinar o Alt Mineiro.

    O Cuca foi campeão da Libertadores e fica na cabeça dos torcedores que de repente ele pode reviver esses tempos de vitórias e conquistas e pode ser o “salvador da pátria”. Ocorre que esquecem que tinha um cara diferenciado chamado Ronaldinho que NUNCA MAIS vai aparecer um igual, é pior que um cometa, só vai aparecer de novo daqui a outros 100 anos.

    Também aquela época o clube tinha um elenco de melhor qualidade. Imagina hoje o Cuca olhar para o banco e ver Zé Wellison, Di Funto, Ricardo Oliveira, Patrique, Severino, Borrero? Alguém acha que ele vai ser bem sucedido novamente?

    Uma coisa que eu acredito é que você nunca deve voltar a um lugar ou atividade que você foi extremamente feliz e bem sucedido, porque é mais provável que NÃO vai repetir aquele resultado e vai ser muito frustante e decepcionante para todos!

    Jogador de futebol é a mesma coisa, ganham títulos, jogam muito determinada época e depois querem voltar achando que vão se dar bem como na passagem anterior. Vejam o caso do Fred que saiu do América, se projetou no Cruzeiro, foi até para o exterior, voltou para o Fluminense onde foi bem sucedido, foi mal na seleção e depois foi para o Alt Mineiro e agora sai brigado do Cruzeiro e o clube devendo milhões pra ele.

    Agora o cara tá voltando pro Fluminense e saiu daqui de Minas como uma unanimidade: conseguiu desagradar a atleticanos e cruzeirenses! Fora a lambança da briga da multa que colocaram em seu contrato, ele não cumpriu e estão brigando na justiça o valor devido! Haja esculhambação! Vamos ver a volta do Tandelli e do Marcelo Moreno e o Santos quer trazer de volta o Robinho…kkkk esse povo num aprende!

    Então, esqueçam o Cuca, na minha opinião tragam o Marcelo Oliveira, o próprio Wagner Mancini não seria uma má escolha. Fora esses não vejo muitas opções no mercado.

    Vamos ver o que o JÊNIO do 7C vai aprontar dessa vez…

    • Juliano Salvador disse:

      Você quer ver o Atlético Cruzeirar, mas desta vez não será possível. Ruim até pra indicar técnico Kkkk!!!

    • Audisio disse:

      Só para refrescar a memória, quem convenceu Ronaldinho vir para o Atletico foi Cuca, quem salvou o Clube da queda em 2011, foi o Cuca, quem montou o elenco de 2012 sem muito dinheiro foi Cuca, quem buscou o menino da reserva da lateral esquerda na qual o burro com sorte havia colocado e valorizou como a maior venda, foi o Cuca.
      Cuca jogou pra ganhar. Levir ganhou a copa do Brasil com o time pronto mesmo assim quase perdeu.

      • Eduardo Silva disse:

        e foi ele que antes do jogo contra o Raja Casa Shopping falou que não ia ficar no clube e ainda devem dinheiro pra ele…. de qualquer forma estão falando em Sampaoli, mais uma aventura do 6+1 Camara…

  • Rafael disse:

    Vendo desempenhos de Larghi, Rodrigo Santana e Dudamel, técnicos inexperientes e sem histórico de campanhas vencedoras, lembro o massacre injusto que boa parte da imprensa mineira e aí, consequentemente, dos torcedores do Galo, fizeram ao Levir – tanto em 2015 quanto em 2018. Ainda bem que, para o bem dele, Levir decidiu deixar a carreira de treinador, parar de aguentar encheção de saco de muitos jornalistas e comentaristas que acham que entendem de futebol.

    E tem gente agora que pede Marcelo Oliveira – este sim nos fez passar vexame perdendo em casa a Copa do Brasil para o Grêmio do Renato Gaúcho, em uma partida ridícula.

    Assim como foi ridícula essa passagem de Dudamel pelo Galo. Qual o critério para contratá-lo? Ele tinha treinado quais times e quais foram suas campanhas antes de vir para o Galo?
    E ele e Rui Costa, em entrevista após o jogo de quarta, foram de um cinismo muito grande. Nessas horas não tem que ter essa de “ah, mas o clube troca de treinador a toda hora”. Se os profissionais que la estão não têm condições de estarem no Galo, que sejam demitidos sim.

    O presidente do Galo parece ser muito orgulhoso para não querer procurar o Cuca – que conhece o clube, a torcida, tem experiência e histórico de campanhas vitoriosas – e sabe trabalhar tanto com medalhões quanto com jovens e revelações.

    Não consigo entender os investidores do Galo – provavelmente BMG e MRV – quererem investir uma fábula para trazerem Carille e Mattos, dois profissionais muito bons, mas que estão vinculados a outros clubes – e para tirá-los de onde estão, custa muito mais. Cuca está livre no mercado.

    Se não for Cuca, que seja Mano Menezes, apesar dele já ter descartado a princípio – pois não vê – o que é óbvio, pois não temos – planejamento e projeto do clube.

    O Atlético está sem direção, sem norte. O presidente atual já está entre os piores da nossa história, entre Ricardo Guimarães (o pior de todos os tempos), Paulo Cury, Afonso Paulino (esses dois pelo menos conquistaram a Copa Conmebol), Nepomuceno e Ziza.

    Se vierem Carille ou Sampaoli e até Mattos, OK – só espero que não endividem o clube mais ainda e que montem um time competitivo.

    Um técnico muito bom para ótimo tem no elenco do Galo material para um time competitivo. Com todos à disposição, não é time para brigar contra rebaixamento.

    Victor, Guga, Rabello, Gabriel e Arana;
    Jair, Allan, Blanco e Cazares;
    Tardelli e Bruno Silva.

    Reforçar com mais um armador, um centroavante e um atacante velocista seria o ideal – para chegarem e serem titulares, como Roger Guedes.

    E quem vier precisa dispensar, no mínimo, Di Santo, Zé Welison, Patric e Ricardo Oliveira.
    Ver o que fazer com Otero, com Fábio Santos – e até mesmo o Cazares, dependeno de quem trouxerem como armador .
    Precisam liberar de vez Hyuri, Clayton, Lucas Cândido e Mansur.

    E me impressiona e deixa triste como um trabalho ruim ao longo de vários anos deixou a base do Galo infrutífera, sem preparar alguns que teriam condições de subirem e jogarem pelo profissional. E não tivemos um planejamento e algum diretor ou gerente de futebol para fazer essa transição. O trabalho de André Figueiredo foi muito ruim – Como é que na base não tem um lateral melhor que Patric? Que, jogando o feijão com arroz, não comprometa e possa assumir a vaga de Fábio Santos no elenco de cima? Que não jogue mais que Zé Welison (não é jogador). Que não saiba fazer gol, dominar uma bola, para entrar nos lugares de Di Santo e Ricardo Oliveira.
    Quem tinha condição – poucos – acabou não sendo lançado corretamente, não souberam aproveitá-los no profissional.

  • Paulinho Dacaixa disse:

    Bom dia Chico ! Eu e imagino que grande parte de seus fiéis leitores tenho uma grande curiosidade e gostaria que você, enquanto advogado e com acesso aos grandes advogados atuantes na área trabalhista do esporte nos informasse mesmo que superficialmente, o funcionamento dos contratos dos atletas profissionais com os clubes, especialmente a rescisão.
    Vamos pegar como exemplo o Maicon Bolt: o atleta fez um contrato longo com o Galo e por notória deficiência técnica não foi utilizado pelo clube que agora deseja rescindir seu contrato de trabalho. Neste caso a multa a ser paga é até o final do contrato ? Se a multa for baseada no tempo total do contrato e for paga e este atleta rapidamente voltar a atuar para outro clube, ele não estará, pelo menos em tese, se enriquecendo ilicitamente ? Não é previsto, assim como a outros trabalhadores, um estágio probatório a fim de mensurar sua capacidade ?
    Essa dúvida é em vista de que hoje vemos os clubes tendo que apostar em atletas cada vez mais jovens e normalmente apostas não dão certo, o que leva a situação atual de penúrias dos clubes contrastando com muitos atletas descompromissados e cada vez mais ricos.
    Bom dia Chico ! Eu e imagino que grande parte de seus fiéis leitores tenho uma grande curiosidade e gostaria que você, enquanto advogado e com acesso aos grandes advogados atuantes na área trabalhista do esporte nos informasse mesmo que superficialmente, o funcionamento dos contratos dos atletas profissionais com os clubes, especialmente a rescisão.
    Vamos pegar como exemplo o Maicon Bolt: o atleta fez um contrato longo com o Galo e por notória deficiência técnica não foi utilizado pelo clube que agora deseja rescindir seu contrato de trabalho. Neste caso a multa a ser paga é até o final do contrato ? Se a multa for baseada no tempo total do contrato e for paga e este atleta rapidamente voltar a atuar para outro clube, ele não estará, pelo menos em tese, se enriquecendo ilicitamente ? Não é previsto, assim como a outros trabalhadores, um estágio probatório a fim de mensurar sua capacidade ?
    Essa dúvida é em vista de que hoje vemos os clubes tendo que apostar em atletas cada vez mais jovens e normalmente apostas não dão certo, o que leva a situação atual de penúrias dos clubes contrastando com muitos atletas descompromissados e cada vez mais ricos.

  • Carlos Henrique disse:

    Bertozzi jornalista da ESPN detona 7 Camara
    O PRESIDENTE DAS POSTAS.
    nun clube grande, você nao pode apostar em tecnicos
    um tecnico que nunca tinha sido tecnico
    outro novo, com futuro.mas
    que tinha dirigido a URT
    E Cen,i Cuca e outros eram caros.
    mas Marquez contratar Bolt nao é caro.
    ou Rui Costa trazer gringos e caros
    Di Santo foi piada.
    A gora que o presidente, nao pnse em reeleiçao
    que traga um bom treinador
    agora o Galo , trazendo um tecnico competente.
    e o Brasileiro nem começou ainda tem jeito.

  • Julio Cesar disse:

    Sette Câmara ainda procurou Carille! Ainda não está satisfeito!?!?

  • Julio Cesar disse:

    Quem vai demitir Sette Câmara ? Não chegamos ao fim de fevereiro e o ano do Atletico acabou! Ainda falta escapar da série B.

  • Geraldo Lopes disse:

    Percebam o tanto que 7 Câmara apequenou o Galo. Esses times que estão tirando o Galo em torneios continentais vinham aqui perder de 5 ou 6 gols. Times mineiros e da prateleira debaixo dão sufoco no Galo. Rui Costa é diretor de 2ª divisão, tinha que estar no rival. Ele só contrata jogador de 2ª divisão. Outro dia o Bahia fez um bota fora de seus piores, o Galo foi lá e buscou Vina e Zé Wellison. Jogadores e dirigentes de Santa Catarina e Paraná infestaram o Galo. Pior de tudo, invasão do futebol venezuelano, um dos piores do continente. O Galo sempre se deu bem contratando argentinos e uruguaios top de linha do futebol de lá. Eu não sei que choque é esse perdendo arrecadações de torneios em troca de contratações pífias, com salários superfaturados e longos de foguetes queimados. Antigamente tínhamos Evérton, Zenon e Paulo Isidoro disputando posição. Éder, Edivaldo e Edu lima disputando a ponta e esquerda. O Atlético tinha sempre um dos melhores elencos do país, perdíamos poucas partidas no ano e tínhamos os artilheiros das competições, embora sempre fomos vítimas de arbitragens escusas. 7 Câmara é pior do que os presidentes que renunciaram em tempos passados.

    • Marcello disse:

      Perfeito o comentário! O PIOR PRESIDENTE DA HISTORIA DO GALO! O grande culpado por infestar o time de jogadores e tecnicos incompetentes é o Presidente e mais ninguem! Fora Sette Camara, o seu desserviço ao Clube Atletico mineiro deu resultado e o sr. já pode ir embora! Vá com Deus e não volte mais!

    • Fabiano disse:

      Galera por favor parem de racismo contra Venezuelanos. O único que está salvando o Galo é Otero, que é o que?

      • Audisio disse:

        Não interprete mal. Ele só está mencionando o ranking de competência. Pare com essa idiotice de querer dizer que o futebol venezuelano é de ponta. Jamais os comentaristas aca mencionaram quaisquer atributos fora o futebol. Seria o mesmo que dizer que não convocar jogadores de baseball brasileiros para as equipes de baseball Venezuelanas seria preconceito. Simplesmente eles tem que evoluir muito ainda. Provavelmente irao alcançar, mas atualmente não possuem quesitos técnicos
        Só isso!

      • Geraldo Lopes disse:

        Analfabeto, aprenda a ler; eu falei do futebol venezuelano. Maria Disfarçada!

      • Germano Brás disse:

        Neste momento não tem ninguém salvando o Atlético, você não sabe o que é “racismo”. Só tenho certeza de uma coisa, o blog do Chico está infestado de “virus”, principalmente azulino.

  • Fabiano disse:

    Na verdade o que acontece com o Atlético, não chamarei mas de Galo até encontrar suas esporas, é reflexo do país neo liberal de administração pífia que cobra do pobre e protege os ricos. Os cubles têm dívidas milionárias e o estado deveria intervir para criar leis de responsabilidade fiscal e pronto, tudo mudaria da água pro vinho. A anis o futebol tá descendo a ladeira, os jogadores fazem o que querem. Outra regulamentação que tem que ser mudada porque o poder de rescindir no futebol tem que ser encarado pela produção do funcionário da bola e se o time caiu, foi eliminado de competições já é justa causa para quem estiver envolvido se caso o clube decida. O Atlético saiu de duas competições importantes em um mês. Justa causa pra todos, principalmente jogadores. O sistema facilita a vida do come dorme e isso é fato. Quem manda no Atlético são os patrocinadores e esses não lucram com vitórias, só o time lucra com vitórias. Os patrocinadores usam o futebol pra lavar dinheiro e os torcedores esquecem disso. Não adianta mudar técnico, comissão, diretor e dirigente… a estrutura é falha. Pra montar time obreiro o Atlético terá que romper com um monte de sangue suga.

  • Pedro Bozzolla Vieira disse:

    Quem ganha título e quem rebaixa time não é nem jogador, nem técnico, nem diretor de futebol. Quem ergue e afunda time é presidente. Essa crise rotunda tem nome e sobrenome: Sérgio Sette Câmara. Enquanto a torcida atleticana não entender isso continuaremos de crise em crise.

  • MARCIO LUIZ disse:

    Tem um doido varrido por aí que parece que de vez em quando consegue fugir do hospício e vem comentar por aqui. Esse maluco dizia que o dudamel era perseguido pela imprensa por não deixá-la assistir aos seus treinos. Eu pergunto: que treinos???
    Esse mesmo “porta voz” do “1sette1” apostava numa classificação do Atlético contra o Unión Santa fé vencendo fácil por 5 a 1. Hein???

  • LEONARDO PIRES disse:

    Pois é…E lá se vai mais um técnico. Esse com uma parcela maior de culpa que outros que passaram pelo Galo, mas não é possível que o problema é comissão técnica, apenas. O maior problema está lá dentro a décadas e o Kalil conteve por um tempo e o Galo ganhou alguma coisa. Mas a filosofia não mudou. Ali só tem cara preocupado com a sua pecuniária e ganhos pessoais. Eu até imaginei que o Marques daria algum retorno, mas não. Rui Costa, Marques, Edgar, Éder Aleixo, etc. Isso é cabide de emprego pra ex jogador ? O quê esses caras fizeram ou fazem dentro do Galo. Sete Câmara é pior que Paulo Cury !

  • Humberto disse:

    Onde esta o conselho deliberativo do galo? Não faz nada, não toma atitude alguma. A torcida do galo precisa pressiona-los pra que exijam a saida dessa desgraça de presidente. Alias, obrigado kalil pelas merdas do seu grupo que estão destruindo o meu Galo.

  • Antonio da Silva disse:

    O time era tão mal treinado, que levava contra ataque jogando com 3 volantes e 3 zagueiros. Ontem quando o Arana falhou no 2º gol, não tinha um volante na cobertura e num campo pequeno daquele o cara achou uma avenida pra trabalhar a bola. Meu Deus e o goleiro no último penal, jogou a bola pra dentro do gol. E Dudamel escalou o Allan para bater sendo que já tinha errado um pênalti anteriormente. Pode contratar qualquer treinador, se não fazer um time competitivo, vão derrubá-lo. Estão insistindo com Cazares que não quer mais jogar no Galo. Aliás, que casa da “mãe joana” se transformou o Galo, jogador pede pra não jogar, muito chinelinho, pirraças por não ter sido vendido e por ai afora. Esse elenco é horroroso!

  • Carlos Henrique disse:

    A cordou o presidente ou gente do Atletico pressionou
    Rui costa vai tarde assim com o Marquez e Dudamel

  • Roger campos disse:

    Em algum post deste blog, após o meio de dezembro do ano passado, eu comentei que a demora na contratação do técnico e jogadores já havia comprometido todo o 1º semestre de 2020. Agora, com esse rompante do 7C, comprometeu o restante do ano. O Galo é, já no inicio do ano, uma batata quente para qualquer treinador. Quem vai querer vir para um clube que é moedor de técnicos, com um presidente sem convicção, que elogia num dia e demite no outro. Um presidente que promete reforços de peso para o treinador e entrega Nathan, Hyoran, Di Santo, Allan (não sei quem falou que esse cara joga)? Alguém dirá, mas o Tardelli… Está fora de forma, chegou tarde e não vai resolver.
    Não culpo o Dudamel, embora pense que ele deveria ter conseguido “jogo” depois desse tempo, curto, mas suficiente para aparecer algo. Quero ver qual o tecnico que vai assumir essa bronca. Conhecendo 7C e sua “velocidade” já espero o comando dos auxiliares até o fim do mineiro.

  • Paulo F disse:

    Tudo que envolve esse presidente é muito obscuro… A sucessão de erros leva a crer que há um esquema por trás. É surreal o prejuízo com contratações equivocadas de técnicos, jogadores e diretores, fora as vendas de ativos a preço de banana, como Diamond Mall, Cleiton, Alerrandro… Depois vem falar em recuperação financeira, é mole…
    Não faz nenhum sentido a contratação do Dudamel e toda sua comissão, POR DOIS ANOS! Ele nunca montou um time competitivo, ou sequer treinou um clube com 1/5 da grandeza e pressão que existe no Galo. Ele não sabia simplesmente nada do futebol brasileiro, ou do futebol em si, vide cada dia com uma formação mais bizarra que a outra.
    Torço pra que a torcida faça uma pressão tão grande que o conselho não ouse reeleger este crápula.
    Agora tem que contratar um técnico experiente, senão não adianta. Minha ordem de escolha seria: Sampaoli, Cuca, Marcelo Oliveira, Felipão. Mano Menezes nem pensar!!!

  • joao disse:

    Tudo que o Kalil construiu, essas pragas chamadas: Nepomusono e 7 Covas destruíram.

  • Pedro Vitor disse:

    É uma sucessão de erros, o Rafael Dudamel demitiram rápido assim como foi o Oswaldo de Oliveira. Não deu liga.

    Agora a questão do diretor de futebol é mais grave, Alexandre Gallo saiu não deixou saudades, já este Rui Costa mexeu na estrutura da base toda que já era ruim pode ter ficado ainda pior só daqui uns anos saberemos se vamos colher algo dessas mudanças feita pelo Rui Costa e apoiada pelo Sette Câmara.

    Pelo que tô vendo os nomes são os mesmos, a maioria quer o Cuca, normal, tem quem acha melhor o Mano Menezes pois costuma ser xarope amargo, e tem uma minoria que prefere buscar nome desconhecido estrangeiros, aí o Jorge Sampaioli é opção mais comentada.

    Penso que o Atlético não vai fazer loucura ainda mais que estas saídas vão gerar enorme contas a pagar.

    Eu tenho uma teoria comigo de que o Thiago Larghi foi técnico do Atlético muito por conta das várias rescisões que o Atlético teve que pagar ao Oswaldo de Oliveira, Roger Machado, sem entrar no mérito se era estagiário, assim também aconteceu com o Rodrigo Santana que menos badalado assumiu após a queda do Levir que o Atlético provavelmente teve que arcar com a rescisão contratual.

    Seguindo essa linha de raciocínio, tudo leva a crer que assumi o Leandro Zago técnico do sub 20. Se o presidente realmente tiver focado em manter o planejamento já que iniciou uma reformulação vai precisar de um técnico que saiba fazer este tipo de coisa, no Brasil são poucos.

    Não acho o Mano Menezes uma boa por causa do passado no rival sem contar que foi com ele que encaminhou o rebaixamento lá, ou seja 3 ou 4 derrotas seguidas já irá voltar o burburinho novamente é daí pra frente todo mundo já sabe o enredo ou contexto.

    Jorge Sampaioli seria bom negócio lá em dezembro quando veio em BH conversar, agora pra chegar aqui o Atlético já tendo iniciado a temporada e feito contratações milionárias acho muito arriscado até pelo que falam dele em São Paulo.

    Já o Cuca gostaria sim de ver novamente no Atlético, até pra se for mal ter como prerrogativa no futuro de não citar mais o nome dele, que ganhou Libertadores, montou aquele timaço que vamos lembrar durante séculos, mas faltou respeito na sua saída ao Atlético, grupo de jogadores e torcida.

    Corre por fora o Marcelo Oliveira, que conhece o Atlético não deve ser caro pra trazer é ofensivo, não é estagiário, também não é mais medalhão, também não está em fim de carreira igual ao Levir que já se mostrava sem tesão quando veio para o Atlético.

    Façam suas apostas, eu diria que foi feita boas contratações que ainda vão entrar no time, e com 2 meses aí treinando no mineiro pra não deixar o time cair novamente, e aí em dezembro o Sette Câmara pega seu boné volta ao escritório de advocacia vai torcer pro filho na fórmula e passa o bastão.

  • Paulo Rodrigues disse:

    Chico Maia, Bom dia, Sinceramente não tem como comentar sobre esse time do GALO, Sérgio Sette Câmara é disparado o pior presidente da história do Atlético, importador de futebol venezuelano pra Cidade do Galo, ê mais fácil destruir, acabou com um time bom e que lutava. Se permanecermos na série A será lucro, 2020 acabou em Fevereiro para nós Atléticanos, eu estou desanimado, esse vexame de ser eliminado por time amador foi um banho de ducha com água gelada como o saudoso Fernando Sasso dizia.

  • Lucas H. Nobre disse:

    Dudamel vai ficar no Brasil por 2 anos mamando as custas do Galo. Se duvidar morando em Vespasiano… Maduro não quer vê-lo nem pintado de petróleo, digo de ouro.
    É difícil imaginar imaginar o porquê de um cara vestir um terno, no calor do nordeste, num estádio acanhado daquele e dar um vexame histórico ao Galo. O terno é somente para aparecer, porque de futebol não entende nada. Deveria ter aprendido na Venezuela, ensinar misses andar na passarela, expandir o beisebol ou praticar o boxe, futebol jamais.

  • Severino Bezerra disse:

    Oxente, se o presida do Atlético fosse um caboclo de culhão, colocava o time B no Mineiro e fazia esses cabras voltar a pé de Afogados da Ingazeira.

  • Bernardo Montalvão disse:

    A torcida do Galo foi sim ao aeroporto buscar Dudamel o que não quer dizer que ele daria certo.. Brasileiro vive de festas – não quer nem saber se o cartão está estourado – e a torcida do Galo não é diferente. O torcedor azulino endeusou Fred, T. Neves, Rodriguinho, Dedé, Mano e tantos outros e deu no que deu. O problema é que o Galo é vítima de um “mauricinho” que o usa como um brinquedinho para se popularizar. Por outro lado, vítima também de capitalistas que usam o futebol para se locupletar. E de paraquedista em paraquedista nosso time amarga fracassos e nosso Conselho inerte, parado com cara de viado que viu caxinguelê.

  • Horacio disse:

    Pois é, eu acho o Sette Camâra de futebol não entende nada, pior não sustenta as próprias escolhas e esta história de trocar técnico como quem troca de cueca tem que acabar. 10 técnicos em 3 anos é coisa de clube pequeno de várzea.
    -Não era previsível que o treinador ia dar muita cabeçada?
    Desconhecia por completo o batidão do futebol brasileiro;
    pegou um time em transição;
    desconhecia o elenco;
    -Perdemos quase 2 meses de treino e preparação e o cara saiu sem ver alguns jogadores em campo;
    -O que fazer com as contratações que foram feitas?
    Gostaria de saber os prejuízos do Galo com multas pelas rescisões,
    isto cabe dentro de um plano de recuperação financeira? Quanto de multa se pagou nestas 10-11 demissões?
    Acho que este tipo de prejuízo deveria ser bancado pela diretoria.
    A diretoria toda deveria pensar seriamente em se demitir em benefício do Atlético. Inaceitável um técnico durar 2 meses!! Inaceitáve, e ainda tem a coragem de falar em pré temporada de 20 dias, para que mesmo?l!! Clube amador!! Diretoria deveria era organizar hora dançante como se faz no interior, pelo menos o prejuízo seria menor.

  • José Sana disse:

    Desde o início venho reafirmando o óbvio: que Rafael Dudamel não entende de futebol. Aqui mesmo fui desdenhado: “Onde já se viu demitir treinador em início de temporada?” — era a resposta que tive. Mas reafirmei: a Venezuela é um país sugado pelo socialismo bolivariano, que repercute em todas as área.
    Agora ocorre o inesperado por uns e totalmente claro diante dos olhos de quem entende minimamente de futebol: demissões em massa.
    A derrubada não está feita ainda. Sette Câmara precisa sair galhardamente. A torcida do Atlético precisa reagir com mais objetividade. Vamos disputar agora o resto de Campeonato Mineiro e, provavelmente, não seremos campeões.
    Quanto ao Brasileirão, será um mar de vexames. Somos candidatos a levar goleadas históricas, e candidatos à Série B. O Galo nas mãos de incompetentes dá é nisso.
    Só os deuses do futebol poderiam nos salvar. E não é aconselhável acreditar em nenhum deus da bola. O Deus verdadeiro está cuidando de atos e fatos mais importantes.

  • Rodrigo Assis disse:

    Minha opinião, tem que trazer técnico com culhão porque o elenco é fraco, Felipão seria um bom nome, pois um técnico meia boca não aguenta pressão de um sequência ruim.

    • José Sana disse:

      Quer treinador com culhão? O Galo já recebeu três “NÃO” contundentes: de Mano Menezes, Cuca e Carrile. Quer mais? Cada um desses sabe que sem elenco eles se queimam.

  • Edvaldo Pinheiro disse:

    O Rui costa e Muito fraco e Dudamel não tem categoria para comandar um time como o GALO, já foram tarde espero que o Galo se erga ou vamos fazer classico com o cruzeiro na segundona em 2021!!

  • Nivaldo Santos disse:

    Esse cara é louco, não pode ser chamado de técnico de futebol. Hora jogando com 2 postes, noutra com 3 volantes ou 3 zagueiros, tô vendo a hora dele escalar o gandula. Em tantas partidas fracassadas não consegue delinear um time, como escala mal, como mexe mal e seu lero lero durante as entrevistas não convence ninguém. Concordo com sua demissão, mas sempre quando isso acontece, penso que o presidente vai tirar alguma lição e ele vem com cada contratação esdrúxula. Pelo amor de Deus, até quando insistir com Zé Welisson, Maidana, Otero, Di Santo e RO, devolve o Gabriel ao Botafogo, esse goleiro mão de alface que só sabe rebolar não é para o Galo, agora vem esses tal de Savarino e Borrero, que ninguém nunca ouviu falar. O Galo é uma farra nas mãos de quem não entende de futebol.

  • Bernardo Montalvão disse:

    Tem Cuca, Felipão e Mano… Dispensem 90% deste elenco, contrate melhor que um destes técnicos dará retorno. Não é o técnico que é ofensivo, todo time que tem craques é ofensivo e se o técnico não inventar colocando cada um no seu quadrado, pagamento em dias e amor ao clube as vitórias virão.

  • Geraldo Magalhães disse:

    Já são 54 anos, ainda criança comecei a torcer para o Galo e posso afirmar categoricamente; é o pior time da história do Galo. A maioria desses 11 titulares não estariam na 3ª suplência de outras formações do Galo. O time está inchado, tem uns 40 jogadores que não fede nem cheira. As divisões de bases contratando baciadas de atletas que não vingam em outros clubes, é tanto que nossas divisões de bases não ganham praticamente nada. Os dois últimos presidentes (péssimos) do Galo contrataram dois diretores de futebol que devem estar ganhando alguma coisa com tantas contratações infrutíferas. Tem que fazer uma limpa neste elenco e contratar melhor. Um time é feito de 6 operários e 4 craques, nosso time só tem come e dorme e perna de pau. Presidente, o melhor presente que você pode dar ao Galo é não se candidatar nas próximas eleições.

  • Flaviano disse:

    Só há uma palavra para descrever as duas eliminações, Vergonha!
    Técnico Dudamel escalou três zagueiros para enfrentar um time pegueno como Afogados.
    Maques demitido, antes tarde do que nunca ,porque foi ele quem trouxe o Sanguessuga do Maicon Bolt e o fraco David Terans. Alias, Maicon Bolt, o Sanguessuga, acionou o Galo na Justiça do Trabalho, cobrando mais de 11 milhões de Reais.
    CHEGA de INCOMPETÊNCIA !

  • Orlando Rodrigues de Araujo disse:

    Chico ,faltou o principal para ser demitido,o mané do sete câmara,dudamel era pedra cantada por todos aqueles que entendem de futebol,agora é catar os cacos e ir atras do cuca,tomar outro não,contratar qualquer um,perder mais um ano,atolar mais ainda em dividas,e só não vai cair pra série b,porque tem um grupo melhor que uns dez clubezda série a.sugestao para treinador,Leonardo conde.