Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Lásaro Cândido da Cunha, vice-presidente, fala do futuro do Galo, da dívida do Fred e de outras situações do clube

Foto: Pedro Souza/Atlético

Graças à tecnologia temos o prazer de ver e ouvir a programação do rádio e TV a qualquer dia e hora. E a soma de um bom personagem com um bom entrevistador sempre resulta em ótimas entrevistas. Está aí uma boa dica pra curtir a “quarentena” em casa. Ouvir o papo do Thiago Reis com o Dr. Lásaro Cândido da Cunha na Rádio Itatiaia.

Nascido em Patos de Minas, onde foi radialista no começo da vida profissional, Lásaro é um advogado brilhante, além de excelente prosa. Foi uma das peças importantes da diretoria montada por Alexandre Kalil para tirar o Atlético do atoleiro no qual se encontrava em fins de 2008. Com ele à frente do departamento jurídico o Galo parou de ser caixa de pancadas nos tribunais comuns e desportivos. “Era uma chacota”, como ele mesmo diz.

Nesta conversa com o Thiago, Dr. Lásaro detalha a batalha jurídica com os advogados do Fred, pelo pagamento da multa de R$ 10 milhões, e dá uma notícia que considero muito ruim: ao término deste mandato do Sérgio Sette Câmara ele vai deixar o Atlético e voltar a se dedicar exclusivamente ao seu concorrido escritório de advocacia. Importante lembrar que se trata de um dos mais respeitados especialistas em Direito Previdenciário do país.

Confira a entrevista:

“Vice do Atlético: caso Fred, dívidas na Fifa, último ano no clube e lançamento de livro”

http://www.itatiaia.com.br/noticia/vice-do-atletico-caso-fred-dividas-na-fifa-ul


Deixe uma resposta para Pedro Vitor Cancelar resposta

Comentários:
15
  • Geraldo Lopes disse:

    Diante de tanta necedade em um texto só, concluo, o Brasil não tem jeito mesmo.

  • Marcão de Varginha disse:

    Se eu tivesse dez ou mais vidas, em todas elas nasceria Atleticano!
    – Galo, um clube de futebol que até hoje não declarou (e jamais declarará)ter literalmente comprado arbitragens: isso não é digno de aplausos, mas uma obrigação! Obrigado, por não nos fazermos de otario, Alvinegro das Alterosas!
    – #benecyeternomito

  • Clóvis Mineiro disse:

    Chico, como anunciado na Itatiaia, ontem às 20 horas e alguns minutos os atleticanos do mundo inteiro entoaram seu hino na impossibilidade de comemorar seu aniversário. Seguindo a emissora que também tocou o hino no mesmo horário, coloquei no som do carro a toda altura o hino mais bonito do futebol. Parabéns Galo!

  • Eduardo Silva disse:

    Chico, bom dia,

    Sobre esse caso da multa do jogador Frederico ainda tenho alguma dúvidas e perguntas que acredito poderiam ter sido feitas ao nobre e competente advogado e vice-presidente do clube:

    Primeira Pergunta: Se o jogador estava rescindindo seu contrato com o clube, não tinha mais serventia, porque colocar uma clausula o impedindo de jogar no Cruzeiro?

    Segunda Pergunta: Qual o prejuízo que o Alt Mineiro teria ou teve com a transferência do jogador se no passado VÁRIOS saíram de um clube e foram para o outro e vice-versa sem essa restrição?

    Terceira Pergunta: essa clausula proibindo a transferência pode ser legal do ponto de vista jurídico comercial mas do ponto de vista trabalhista não estaria restringindo o direito de ir e vir de um trabalhador exercer sua profissão onde melhor lhe convier?

    Quarta Pergunta: No direito trabalhista existe alguma clausula que fala que fica sem efeito caso o trabalhador assine um contrato com alguma condição abusiva contra o mesmo?

    Quinta Pergunta: O Léo Silva mesmo tinha contrato com o Cruzeiro, voltava de um período de contusão e ao invés de renovar seu contrato, saiu diretamente com uma “proposta melhor” do rival, isso não se chama aliciamento no meio esportivo? isso é legal?

    Sexta Pergunta: O goleiro Rafael saiu tem poucos meses do Cruzeiro e foi direto para o Alt Mineiro, será que seria justo o clube colocar uma clausula em sua rescisão de não assinar com o rival?

    Sétima Pergunta: Vários outros atletas do Mineiro foram para o Cruzeiro ao longo do tempo como Mussula, Reinaldo, Cerezo, Procópio, Valdir todinho e outros, será que o jurídico do clube vacilou em não ter colocado essa mesma clausula pra eles?

    Oitava Pergunta: Da mesma forma Eduardo Maluf, Alexandre Matos, Nelinho, Cuca, Léo Silva e outros, tem um site que fala que 33 jogadores ex-cruzeirenses foram para o Mineiro isso foi bom ou ruim pra eles e para o clube?

    Nona Pergunta: Será que os dirigentes do Alt Mineiro não tem inveja do Cruzeiro e medo de seus ex-jogadores não ganharem nada no clube e serem vitoriosos e ganharem títulos no Cruzeiro, seria essa a verdadeira razão?

    Então é a mesma coisa do jornalista Chico Maia trabalha no Jornal O Tempo e ganha 100 mil reais por mês e tem uma proposta pra ganhar 200 mil no Jornal O Globo , mas tem uma clausula que ele tem que pagar uma multa de 10 milhões caso ele assine com o concorrente. Isso é legal ou é imoral?

    Eu somo sou um ignorante nessa área jurídica gostaria de saber de algum ilustrado advogado que esclarecesse essas minhas dúvidas.
    Mas acredito que ficarão essas perguntas SEM respostas…
    Só lamento!

    • Pedro Vitor disse:

      Bora ignorância nisso kkkk

    • Júlio Soares disse:

      Jesus Amado! Olha as consequências do recolhimento do Corona… Escrever um texto deste tamanho pra demonstrar tanta ignorância e ódio contra o Galo. AVC também mata!! Kkk!!

    • Silvio T disse:

      KKKK. Eu mesmo respondo a tantas perguntas infantis e sem base.
      1) O jogador tinha ainda contrato a cumprir e ACEITOU negociar a saída por não estar em boa fase
      2) Numa sociedade de liberdades individuais, cada caso é um caso. Vários jogadores saíram de um lado para o outro ao longo da história. Se não houve cláusula restritiva acordada, toca o bonde.
      3) Começamos a ficar repetitivos. ACORDO entre as partes. Sociedade livre que permite isso. Você deveria se informar melhor e saber que esse tipo de cláusula existe há décadas no esporte, na tv, no cinema, na música, na indústria etc etc
      4) Sim, existe. O ACORDO entre Fred e o galo pode se chamado de várias coisas, menos de abusivo. Um cara milionário, experiente, aceitando uma condição para ir para outro emprego que, aos olhos dele, era melhor.
      5) Quem poderia responder essa é o João Vítor Xavier. Vire e mexe, até hoje, ele cita como exemplo de cagada no futebol a saída do Léo para o galo. O seu amado time perdeu o capitão da Libertadores por míseros dez mil reais mensais de aumento que ele queria. Tudo límpido e certo.
      6) O seu amado time até plantou ameaças na “imprensa atleticana” dizendo que faria isso. Quá, quá, quá. Quebrado e devendo dezenas de milhões para vários atletas, inclusive o Rafael, vai exigir o quê??
      7) Gente, o cara não consegue mesmo entender um ACORDO comercial!
      8) No caso de Leo Silva e Guilherme foi ótimo! Fundamentais nos títulos da Libertadores, Recopa e Copa do Brasil. Acho que o Rafael também foi um ótimo negócio.
      9) Meu amigo, acho que a inveja e preocupação são recíprocas. Ou você perdeu um tempão prá fazer um “questionariozinho” desse porque o galo é nada procê?…kkk
      10) Como já disse antes, existem ene, ene casos parecidos e LEGAIS no Brasil e no Mundo. Alguns chamam mais atenção que outros. O Boni, por exemplo. Quando saiu da Globo assinou uma cláusula de anos sem poder prestar serviço á concorrência. Se você der uma lidinha de vez em quando no jornal Valor Econômico, vai ver o quanto isso é comum na indústria, no setor financeiro e até no varejo, quando se trata de gigantes como Magazine Luiza, Renner etc etc
      Não sou “ilustrado advogado” mas, com vivência, observação, bom senso e honestidade consigo dar umas respostas no lugar do Lásaro.

      • Jeremias disse:

        Ih! Essa foi na canela, coitado do Duduzim.
        T. Neves: Fala Zezé…
        Riascos: não caí com vocês! Que mierda!
        Vai tomar bomba de novo!! Esse mininim num aprende!!!

      • Eduardo Silva disse:

        Liguei pro Faustão e ele mandou lhe falar: eeerrrrrooouuuu….kkk

        Até que vc tentou dar um triplo mortal carpado pra ser convincente, mas sinto lhe informar que NÃO CONSEGUIU! Somente pelo seu esforço daria uma nota 2,5 com louvor! Pode voltar ao Telecurso 2o. Grau do Curso de Direito!

        1o.) Essa relação não é comercial e sim trabalhista e o artigo 468 da CLT diz que só é lícita a alteração das condições nos contratos individuais de trabalho, por mútuo consentimento, desde que NÃO resultem direta ou indiretamente em prejuízos ao empregado, sob pena de nulidade da cláusula infringente desta garantia.

        2o.) É o que se chama de contrato draconiano onde o empregador obriga o funcionário a cumprir determinada situação em seu desfavor! É inválida ou nula, mesmo com o aceite do trabalhador! E o atleta tem vínculo com um contrato de trabalho regido pela CLT e até muitos clubes fazem um contrato de imagem, para fugir de impostos e esse sim é comercial.

        3o) Esse caso foi para o conselho Arbitral do Esporte, o Cruzeiro teve um despacho favorável, depois foi desfavorável e está na área trabalhista para ser julgado, se fosse tão simples como vc “imagina” , seu clube já tinha embolsado a grana com juros e correção monetária e seus advogados fodões já estavam cantando vitória pelas redes sociais.

        4o.) Você está confundindo funcionário público que ao se desligar do cargo tem um tempo de quarentena até poder trabalhar no setor privado por causa de informações privilegiadas que possa ter, se é tão cristalino assim porque está sendo discutido até hoje, mesmo com a lentidão da justiça, isso é prova que a razão não está somente de um lado.

        Agora vc que é muito sabichão sabe quem foi o JÊNIO de seu clube que INVENTOU essa nova regra de colocar uma multa para o jogador não ir para o Cruzeiro? Fiquei sabendo que fizeram a mesma coisa quando o fundador Ronaldim saiu…

        Quando esses advogados vem a público falar sobre esse caso é tudo muito bonito e tudo muito correto, só que eu sentiria VERGONHA se meu clube quisesse proibir um jogador de ir para um rival!
        Mas vc não explicou: Que medo é esse? Não confiam no seu time? Que clube do mundo faz isso?Futebol até ontem era jogado 11 contra 11 e dentro de campo, fora isso é treme treme de quem não se garante!

        Mas eu até entendo que o Cruzeiro é um clube vencedor e com muitos profissionais capacitados e valorizados e é até correto que queiram contrata-los mesmo nessa fase negra que se encontra!

        Estão tentando levar o Raposão também, vc acha que vão conseguir?

        Eita vontade ser grande….kkkk

        • Silvio T disse:

          É verdade, esqueci a diferença do contrato do Boni com o do Fred. O Fred e o funcionário do supermercado BH são regidos pela mesma legislação. Os dois recebem direitos de imagem, né? Ou vc vai dizer que todos aqueles funcionários usam o logotipo do BH sem ganhar nada???!!!..kkkk

        • Silvio T disse:

          Coitado, gente, chamou o José Bonifácio Sobrinho – o Boni – de funcionário público!!

          • Eduardo Silva disse:

            SE você não sabe a Globo MANDA os funcionários de maior salário abrir uma empresa, pessoa JURÍDICA e paga eles através de suas empresa. Nesses contratos sim, podem escrever e impor o que quiserem.

        • Juliano Salvador disse:

          Ouvi dizer que o símbolo seus vai mudar para um helicóptero. Logo vocês, tietes de Benecy e Perrelas falando de vergonha e honestidade. Um tambor de óleo de peroba “pro cê”!

  • Pedro Vitor disse:

    Hoje seria a tradicional vigília na sede em comemoração ao dia do nascimento do Atlético, infelizmente não tem jeito de ir, com essa pandemia de covid 19 temos que ficar em casa e agradecer a Deus por estar vivo em boa saúde pra curtir nossa família quando esse momento passar.

    Mas Viva o Galo o maior clube dessas terras indígenas brasileira

  • Bruno Silva disse:

    Pode ser um excelente advogado.

    Quando participou do futebol, um desastre. Péssimo.