Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/blog/www/wordpress/wp-includes/pomo/plural-forms.php on line 210
Em janeiro, Vittorio Medioli antecipou o que a Kroll Consultoria oficializou agora. Inclusive a dívida, na faixa de R$ 1 Bi | Blog do Chico Maia

Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Em janeiro, Vittorio Medioli antecipou o que a Kroll Consultoria oficializou agora. Inclusive a dívida, na faixa de R$ 1 Bi

Vitttorio Medioli em foto do Fred Magno/O Tempo

A leitora Walquíria Walls estranhou que no post anterior aparecem apenas R$ 8,6 milhões, como dívidas do Cruzeiro, em reportagem que transcrevi do Alexandre Simões. Claro que não é só isso, prezada Walquiria. Esta quantia foi apenas em uma das reportagens do Hoje em Dia, de uma das transações, em que 52 pessoas com alguma ligação com o Cruzeiro receberam do clube em 2018/19.

O total passa de R$ 1 bilhão e o Vittorio Medioli, criador e mantenedor do super time de vôlei, Sada/Cruzeiro abriu este jogo no início do ano. Ele ficou apenas 15 dias no comando do Conselho Gestor que assumiu o clube no lugar do Wagner Pires de Sá, mas tempo suficiente para manjar tudo e, deixar o cargo, no dia 5 de janeiro, dando o seu veredicto: “… o Cruzeiro precisa de um interventor amparado pela Justiça e com autoridade para executar o que for preciso. Doa a quem doer…” O Globoesporte.com publicou:

* “Medioli fala em dívida de R$ 1 bilhão do Cruzeiro, detecta falta de profissionalismo e “cabidão de emprego”

Ex-diretor executivo explica o porquê de deixar o clube e dificuldades em lidar com os desmandos das últimas administrações da Raposa

– O torcedor tem que ser informado, tem que ter transparência. Uma gestão transparente ou uma gestão para parente? Lá é para parente! Cabidão de emprego, nepotismo para os amigos. Tem que moralizar.

– Mandaram embora 100, eu ‘canetei’ 83 porque eram parentes de conselheiro, cabide de emprego, super-salário. Esse corte foi de dois milhões e trezentos, metade da folha mensal foi reduzida com (a demissão) dessas 83 pessoas. A folha do Cruzeiro era de R$ 4,5 milhões, só esse corte foi quase metade. Tem muito mais a fazer. A folha dos atletas é R$ 16 milhões por mês. Com R$ 16 milhões por ano o Coritiba subiu da B para A. Nós, com 16 milhões por mês, caímos da A para B.

“Hoje as pessoas ficam tão distraídas em ganhar dinheiro com trambique lá dentro, que não cuida do atleta, não cuida do clube (…) no futebol tem dirigente que vai na gandaia junto com atleta. É um caso de polícia, tem que entrar lá dentro, despoluir e reconstruir, não é muito difícil”.

– Os atletas não tem uma regra como nós temos no vôlei. Tem que se abster de bebida alcoólica, tem que fazer análise de sangue, tem que ter nutricionista, não nutricionista de araque, nutricionista de verdade. Tem que ter todo um sistema para levar os atletas ao máximo desempenho. Eles tomam cachaça, ficam na gandaia e fica por isso mesmo, ninguém toma providência (…) – afirmou.

– Numa situação catastrofista, como é o Cruzeiro, a cada dia aparece mais dívidas. A última conta vai chegar a R$ 800 milhões. Toda hora aparece um contrato (…). A maioria é fiscal. Lá, foi feito um Refis (Programa de Recuperação Fiscal) que chama Profut e tem três anos que não paga (…) para renovar precisa gastar mais R$ 200 milhões, dentro dos 800 milhões que estão falando como não tem esses 200 milhões e a dívida (do Cruzeiro) vai para R$ 1 bilhão.

– Eu bato na necessidade de uma intervenção judicial porque recuperaria um prazo para renegociar essa situação. E como renegociar? Afinal, não é muito difícil. Nós já deixamos, nesse relatório, daqui alguns dias vão publicar, estão apenas esperando o que o Conselho vai fazer, entretanto tem que dar as vias de saída. Tem que fazer o dever de casa, doa a quem doer (…) agora, o Cruzeiro tem jeito. Precisa passar pelas vias legais, você não vai lá na porrada para consertar o Cruzeiro. Você tem que ter amparo legal. Hoje a lei não ampara as associações fechadas, não tem como ter falência, nem recuperação judicial. O Cruzeiro, falido do jeito que está, como é que vai renegociar? A associação não tem essa possibilidade. Se o governo federal agora aprovar uma lei que permite a recuperação judicial das associações, porque até então é proibido, se abre uma luz.

https://globoesporte.globo.com/futebol/times/cruzeiro/noticia/medioli-fala-em-divida-de-r-1-bilhao-falta-de-profissionalismo-e-diz-que-cruzeiro-virou-cabide-de-emprego.ghtml


» Comentar

Comentários:
6
  • Marcão de Varginha disse:

    Até aqui a instituição se acha intocável.. resta saber até quando!
    – #benecyeternomito

  • Marcão de Varginha disse:

    Uai.. o “garganta mais que profunda” ainda não deu o seu pitaco nesta matéria?
    – “Só” 1 bilhão de dívidas? Como não tem como pagar, o montante vai aumentar.. e não pagando, qual será a penalidade, se é que haverá? Tomara que alguém acione a FIFA!
    – #benecyeternomito

  • Germano Brás disse:

    Enquanto não pagar o macumbeiro o Crucru não sai de$$a inhaca. Pega fogo cabaré!!!

  • Silvio T disse:

    Dívida impagável. E todo mundo está vendo! TODAS as instituições envolvidas nisso estão se desmoralizando de uma maneira irreversível perante o país e o mundo por permitirem que esse clube continue como se nada estivesse acontecendo. A imprensa mineira, então, nem é bom falar..

  • STEFANO VENUTO BARBOSA disse:

    Uai, vende as taças.

  • Juliano Salvador disse:

    O Cru Cru é uma demonstração clara da impunidade no Brasil, pode dever 100 Bi; não paga e a justiça não obriga.