Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/blog/www/wordpress/wp-includes/pomo/plural-forms.php on line 210
10 a 1 em jogo oficial no país da Copa 2018: vergonha para o futebol, que a FIFA e demais entidades fingem não ver | Blog do Chico Maia

Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

10 a 1 em jogo oficial no país da Copa 2018: vergonha para o futebol, que a FIFA e demais entidades fingem não ver

A Covid-19 está mostrando a falta que fazem lideranças competentes e de pulso forte em todas as atividades humanas. No futebol, por exemplo, estamos vivendo no mundo a mesma desorientação social e política do Brasil, onde o governo federal bate cabeça com governos dos estados e prefeituras. Devido à falta de um programa e determinações únicas, cada um faz à sua maneira e o número de mortos se acumula, com recordes diários.

No futebol, o Flamengo forçou a barra, fez a Federação do Rio recomeçar o campeonato, na marra, e negociou com o governo federal, isoladamente, mudança importante na legislação dos direitos de transmissão pela TV. Aqui, a Federação quer recomeçar o campeonato, mas a maioria dos clubes do interior não tem mais time e nem dinheiro para remontá-los. Todos estamos cansados de saber que a maioria absoluta tem o dinheiro contado, a “conta do chá”, para três meses de temporada. Período que já se expirou em 2020, e fim de papo.

Mas essa loucura não está acontecendo só aqui e quem deveria ter agido com antecedência para evitar tanta confusão é a FIFA, entidade que tem o poder absoluto do futebol no planeta. Com executivos competentes e muito bem pagos para isso. Mas, parece que continuam seguindo a fórmula Blatter e Havelange, de manter a entidade como máquina de ganhar dinheiro, sem se aprofundar nos problemas do futebol como um todo. Pensam que só existem os grandes clubes, das Séries A e B de cada país. Mesma linha de pensamento da CONMEBOL, CBF e demais federações Sul-americanas e as federações estaduais do Brasil. E corremos o risco de ver aqui, nas próximas semanas e meses, o que ocorreu agora há pouco no campeonato russo da primeira divisão. O Thiago Reis, da Itatiaia, retwittou o jornalista brasileiro Fábio Aleixo, que mora na Rússia, e ele conta resumidamente a história:

Fábio Aleixo: @fabiopaleixo “Fim do jogo da VERGONHA. Sochi 10 x 1 Rostov. Com seis casos de covid e time principal todo em quarentena, Rostov mandou a campo time com média de 17,2 anos. Garotos que não treinavam há 3 meses. Jogo só ocorreu porque Sochi não aceitou adiar.

@thiagoreisbh* “Tem algo próximo disso a acontecer em MG. Fazer o futebol voltar na marra. As equipes da capital estão prontas e as do interior destruídas! Mas só se pensa no poder econômico… #Snsb

Fábio Aleixo: @fabiopaleixo “E o goleiro de 18 anos, que pegou um pênalti, fez lindas defesas levou DEZ gols foi eleito o melhor em campo.”

“Para quem não acompanha a Liga Russa. O Rostov é quarto e briga por vaga na Champions. O Sochi luta para não cair. Apesar de ser nono, está a quatro pontos do penúltimo apenas.”

“Jogadores do Rostov voltam à casa e torcida canta: “Adiante time, estamos com vocês”

Fábio Aleixo: @fabiopaleixo “Aqui o Rostov explicando toda a situação (em inglês). Vale a pena ler. fc-rostov.ru/press/news/135

***

Pois é! Se a FIFA tivesse editado normas básicas, para serem seguidas pelas federações em todo o mundo, clube nenhum atropelaria outro, nem fora, nem dentro de campo.


» Comentar

Comentários:
5
  • Walter J Pereira disse:

    Chico, bom dia!
    É muito simples, quando a Pandemia passar e vai passar. É só as federações, CBF, nos casos dos campeonatos e copas estaduais. Deixar que os respectivos torneios, seja equivalentes as duas temporadas, 2020/2021. Se possível, negociando com a TV e patrocinadores os pagamentos em 50% dos direitos da temporada 2020. Afinal, quase todos já foram disputados mais da metade. Se na educação, a gente pode fazer 03 anos em 01 (EJA). Porque o futebol seria mais importante?

  • Silvio T disse:

    No meio do pandemônio (sem trocadilho) e corrupção desenfreada do governo Collor, algumas coisas ficaram de bom. A modernização a jato dos carros nacionais, que eram mesmo verdadeiras carroças, foi uma bênção. A história se repete agora com a atual turma do Planalto. Essa mudança na regra de transmissão, mexendo um pouco com o maldito monopólio da globo, é também uma bênção para os clubes e os torcedores.

    • Guilherme Leôncio disse:

      Concordo que o governo Collor desenvolveu nossa indústria automobilística sim, mas outros governos não investiu o necessário em tecnologia e conforme um analista de economia, nossa indústria de automóveis hoje está 20 anos atrás dos países desenvolvido. Nossa aversão à Rede Globo é porque ela só denuncia corrupção de quem não lhe paga o $$cala a boca$$. Pressionou a derrocada de Collor, Dilma e a prisão de Lula para não disputar as eleições 2018 e deu no que deu. A Globo deveria cobrar dos governos uma política que beneficie ao povo e a nação e não aos seus bolsos.

    • Alisson Sol disse:

      Silvio,

      Desculpe-me, mas os carros vendidos no Brasil ainda são carroças a preços absurdos. E a estranha aversão à Rede Globo, que adiantou dinheiro a clubes por anos, é inexplicável. Se os clubes foram roubados, é problema interno. O que estão querendo agora é trocar uma empresa da qual o governo atual não gosta, mas que dá uma visibilidade enorme ao futebol, por opções que vão ter interesse passageiro. Em alguns anos verão que isto é uma péssima idéia. É só ver o que ocorreu com o basquete…

      • Silvio T disse:

        Alisson, concordo que os preços dos carros aqui são fora da realidade mas a indústria nacional deu um pulo em qualidade e segurança a partir do governo Collor. A própria abertura aos importados que aconteceu na época forçou isso. Rapidinho sumiram do mapa mostrengos como chevette, corcel, opala, Fiat 147, Kombi, brasilia, fusca etc Quanto à MP, saiu matéria interessante com o Márcio Braga, ex presidente do Flamengo. Ele relembrou que, em 1977, quis cobrar pela transmissão de um flaflu. Levou pancadas de tudo quanto é jeito, especialmente de quem? Claro, da globo, que fez até editoriais falando que isso seria a falência do futebol brasileiro. Pausa pra rir. Exatamente como ela faz agora e tenta incutir os interesses dela na cabeça dos outros. A incompetência e o medo de dirigentes e empresários do poder que a maldita globo tem criou o atual e absurdo cenário. Parece que os clubes e seus milhões de torcedores é que precisam e não vivem sem a globo e não o contrário. Há pouquíssimo tempo ela pagava uma mixaria pelo rural e ainda dizia que fazia um favor aos clubes mineiros. Pois bastou a Record entrar na parada que o valor pulou de 45 para 500 milhões de reais! O Flamengo está certo e está fazendo um favor ao futebol brasileiro como um todo.