Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

As instituições precisam se entender, respeitar o cidadão e se dar ao respeito

Sempre que vou pegar estrada consulto os órgãos oficiais, responsáveis pelas vias que percorrerei, além do rádio ligado nas emissoras que falam de trânsito. Mas, o que fazer quando a Polícia Rodoviária Federal e a concessionária da BR-040, a Via 040, dão informações no twitter, que só confundem ao usuário, com dois minutos de diferença?

PRF MINAS GERAIS

@PRF191MG

4 min

“6h50 – [Ribeirão das Neves] BR 040 com fila desde Ribeirão das Neves até proximidades com Ceasa. Sem interdições. Grande quantidade de veículos.”

Via 040

@via040

6 min

“06h48 –Tráfego normal em todo trecho da concessão.”

***

Como confio mais na PRF, vou ver se a MG-424, um lixo de estrada, que alguns insistem em chamar de “rodovia”, está pelo menos, sem interrupções neste horário, no sentido Sete Lagoas/Belo Horizonte.

Brasil!!!


Deixe uma resposta para Raws Cancelar resposta

Comentários:
4
  • Alisson Sol disse:

    Às vezes me perguntam qual é o “grande problema do Brasil”, e eu aponto exatamente este aí: o transporte. Na Europa, você entra em um trem em Cambridge, e 45 minutos depois está em Londres. Se quiser, pega outro trem na estação anexa, e está em Paris em mais uma hora e meia. Tem gente no Brasil que gasta este tempo em ônibus. Nem vou falar das empresas aéreas de “baixo custo”, pois há enormes controvérsias em relação às mesmas. Mesmo assim, o custo da viagem de avião ainda é consistentemente mais baixo do que se vê no Brasil.

    Os EUA, exatamente por motivos políticos, abandonaram os trens. Já assisti vários documentários e debates mostrando que os trens nos EUA jamais serão viáveis fora de uma região como Nova York. Toda vez que tentam criar uma linha mais longa, todos os políticos do meio do caminho querem que o trem para na estação da cidade. O resultado: uma viagem que de avião dura 1 hora entre Seattle e Chicago, dura 45 horas de trem. Tem de ter muito medo de avião para aguentar isto! Mas pode-se ir de carro em umas 24 horas, em excelentes estradas.

  • Marcão de Varginha disse:

    As concessionárias estão mais preocupadas com arrecadação (pedágios) para pagamento de suas despesas e conservação de rodovias, e como cabe as responsabilidades de controle do trânsito aos agentes da PRF e Polícia Militar Rodoviária, depósito minha confiança e credibilidade nesses, que são bem fiscalizados por suas corporações, e preocupados em desenvolver seus deveres para com a segurança física e patrimonial dos usuários das vias.
    – #benecyeternomito

  • Raws disse:

    Chico, pegando carona no tema, fui na minha roça(Morro do Pilar), aproveitando o feriado para ver minha mãe depois de 5 meses.
    Você conhece bem o suplício da volta por aquela estrada, saí 19:00hs de lá e peguei ainda 20km de engarrafamento até Lagoa Santa e sem acidentes.
    Não sei se você ou os amigos conhecem uma estrada perto da gruta da Lapinha, que contorna Lagoa Santa e são 10um de terra, basta um mínimo de respeito ao cidadão, para alargar um pouco e asfaltar. Resolveria 80% do problema que judia de todos que gostam da Serra do Cipó e as cidades que rodeiam. Dizem que é lobby do comércio de Lagoa Santa que impede, mas e o benefício imensamente maior dos turistas e moradores das outras cidades? Nada significa?
    Passar dentro de Lagoa Santa e seus 50 quebra molas, é um calvário.

  • Marcos disse:

    A verdade é que Minas continuará sendo um estado abandonado pelo governo federal.
    Seja com “luladrão”, ” temeroso” ou “bozo”.
    Vemos as coisas caminhando em estados como Paraíba, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Bahia…. e nós mineiros chupando o dedo, pq os políticos daqui só querem uma rede bem preguiçosa pra deitarem.