Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/blog/www/wordpress/wp-includes/pomo/plural-forms.php on line 210
E lá se foi Marquinhos, de Uberaba, ex-zagueiro do Cruzeiro nos anos 1980, vítima da Covid-19 | Blog do Chico Maia

Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

E lá se foi Marquinhos, de Uberaba, ex-zagueiro do Cruzeiro nos anos 1980, vítima da Covid-19

Da esquerda para a direita, Luiz Antônio, Nelinho, Nélio, Zezinho Figueroa, Marquinhos e Mariano; Eduardo Amorim, Mauro Madureira, Roberto César, Alexandre e Joãozinho.

Que triste notícia me enviou o Alex Elian, da morte do Marquinhos, que se revelou no grande time do Uberaba dos anos 1970 e foi contratado pelo Felício Brandi, para o Cruzeiro, em 1980. Cobri a Raposa por uns seis meses e tive o prazer de conviver com ele, uma grande figura humana, querido pelos colegas de time, funcionários da Toca da Raposa, imprensa, enfim…

Contraiu a Covid e lamentavelmente não conseguiu escapar, aos 65 anos de idade. Mais detalhes no portal Terceiro Tempo, do Milton Neves: * “Marquinhos, o Marcos José Ferreira, quarto-zagueiro do Uberaba Esporte, Cruzeiro e Palmeiras durante os anos 70 e 80, morreu aos 65 anos, vítima de covid-19, em 16 de outubro de 2020, em Uberaba, no Triângulo Mineiro, cidade em que residia e trabalhava revelando garotos para o futebol. Nascido em 5 de junho de 1955, em Uberaba (MG).

Marquinhos vivia feliz em sua Uberaba e dizia que jamais se esqueceria de Darinta, seu companheiro de zaga no Palmeiras, em 1981: “Ele me deu tanto susto que até hoje sonho que ainda estamos em campo”, brincava, às gargalhadas…

No Cruzeiro, onde atuou entre 1978 e 1980, transferindo-se para o Palmeiras em 1981. Neste mesmo ano defendeu o Bahia e novamente o Cruzeiro. Em seguida atuou pelo Mixto (MT) e Orlândia (SP), este o seu último clube, em 1986.

 

O Uberaba prestou essa homenagem ao Marquinhos em seu site

Da esquerda para a direita, em Uberaba-MG, no dia 11 de novembro de 2005, quando Milton Neves recebeu o Título de Cidadão Uberabense: Djalma Santos, Zandonaide, Diron, Milton Neves, Marquinhos e Toinzinho

Marquinhos atuou em oito partidas como titular do Palmeiras (três vitórias, um empate, quatro derrotas), e não marcou nenhum gol, segundo o Almanaque do Palmeira, de Mário Sérgio Venditti e Celso Unzelte.

Em pé, da esquerda para a direita, estão Benazzi, Vitor Hugo, Jaime Boni, Marquinhos, Darinta e o goleiro João Marcos; Osni, Paulinho, Sena, Celio e Baroninho. A foto foi tirada no dia 25 de fevereiro de 1981, quando o Verdão bateu o Guarani por 2 a 0 pela Taça de Prata e conquistou o direito de disputar, no mesmo ano, a Taça de Ouro. O jogo foi disputado no Parque Antárctica e acompanhado por mais de 33 mil pagantes. O atacante Sena marcou os dois gols do encontro

https://terceirotempo.uol.com.br/que-fim-levou/marquinhos-2850


» Comentar

Comentários:
2
  • J.B.CRUZ disse:

    Me Lembro do Marquinhos em um Episódio de um entrevero entre NELINHO e o Técnico HILTON CHAVES em 1.979, que resultou da ida do NELINHO para o GRÊMIO, QUANDO FOI Campeão Gaúcho de 1.980..FELICIO BRANDI Presidente na Época foi a favor do Técnico: E o CRUZEIRO amargou 6 anos sem ganhar títulos..
    Marquinhos era um bom Quarto-zagueiro, mas o HILTON gostava mais de escalar o OZÍRES..
    Descanse em PAZ..

  • Marcão de Varginha disse:

    Meus sinceros sentimentos…