Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/blog/www/wordpress/wp-includes/pomo/plural-forms.php on line 210
Por mais rigor na escolha dos presidentes dos clubes de futebol | Blog do Chico Maia

Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Por mais rigor na escolha dos presidentes dos clubes de futebol

Imagem: https://www.sintrajud.org.br/

Muito interessante o tema abordado pelo cineasta paulista Ugo Giorgetti, na coluna dele no “Estadão”. Defende que a cobertura da imprensa seja mais investigativa, vasculhando mesmo o passado, o presente e o que pensam realmente os candidatos, assim como nas eleições para prefeito, governador e presidente da república. Assim, seria mais difícil surgirem “paraquedistas”, que aprontam, arruínam os clubes e vão embora sem serem importunados ou pagarem pelo que fizeram.

Confira:

* *Os demitidos*

Ugo Giorgetti – O Estado de S.Paulo

Não vou dar conselhos a ninguém, meus fracassos não permitem isso. Mas, se fosse obrigado a dar, diria aos jovens jornalistas esportivos que procurassem investigar, além dos méritos dos treinadores, também, e em primeiro lugar, os presidentes dos clubes. Mas investigar mesmo, pesquisa séria, de biógrafo profissional. Traçar o perfil completo, para ser divulgado preferencialmente no dia que chegam à presidência.

Não seria uma investigação meramente policialesca, mas informativa da personalidade, do que pensa, do que supomos que possa pensar e do que provavelmente fará na presidência do clube. Seus anos escolares, suas influências de juventude, como ganham a vida e como surgiram no clube e ascenderam à posição de mando.

Só isso já demandaria duas páginas de jornal. Em suma, para dizer a verdade, não recomendo mesmo uma simples reportagem, mas uma alentada biografia. Biografia não autorizada, claro. É imprescindível que os presidentes dos clubes sejam tão conhecidos, tão íntimos dos torcedores e do público, como os jogadores que supostamente contratam e comandam. Talvez mais.

É preciso que sejam conhecidos simplesmente para serem responsabilizados. É preciso atravessar uma rede de proteção bastante grande para chegar a qualquer presidente. As criticas, quando chegam a ele, já enfraquecidas pelo longo trajeto que tiveram que percorrer, chegam atenuadas pelo treinador, que leva a primeira bordoada, pelo resto da comissão técnica, pelos conselheiros e diretores de plantão.

Só quando a crise assume proporções alarmantes esse senhor é incomodado, assim mesmo à distância. Depois da guarda pretoriana ultrapassada e vencida.

Toda essa corte precisa ser também esmiuçada e trazida para a luz, com nomes e sobrenomes. Todos. A minha ideia seria vê-los através da pesquisa como realmente são e visa a que se chegue mais rápido a eles.

Não é possível continuar olimpicamente instalados numa bela sala fechada de reunião, enquanto outros vão levando pancadas em seu lugar. Não é possível que só apareçam nas fotos ao lado do craque que acabaram de contratar e sobre o qual enfiam a camisa do clube, sorridentes. Esse momento alegre é sempre do presidente. Mas se o craque não der certo, se não for o que se esperava dele, jamais se verá o presidente explicando a contratação que deu errado.

Com treinadores, então, é pior ainda, já que são os primeiros a desabar. Gostaria muito de saber o que os presidentes falam para os treinadores segundos antes da fotografia comemorativa. Duvido que hoje em dia alguém tenha coragem de prometer muita coisa, sobretudo clubes cuja reputação e vida recente não oferecem credibilidade alguma quando se trata de segurança do cargo para os treinadores.

Os mais escolados treinadores deveriam dispensar a foto, ou melhor, dispensar a presença do presidente ao seu lado. Esse endosso festivo não significa absolutamente nada. À primeira pressão, que venha de onde vier – muitas vezes ninguém sabe de onde vem –, pode fazer ruir todo o apoio, a solidariedade e a confiança que o sorridente presidente depositou no contratado.

É uma cerimônia macabra essa foto, uma verdadeira cerimônia de adeus. O adeus ronda esse ritual, os dois sabem que ele está presente e sabem ambos que têm pouco tempo de paz. Um sorri porque sabe que nunca será chamado a explicar essa contratação; o outro sorri pensando na multa contratual.

O presidente nunca mais será visto se as coisas correrem mal. O que ele vai fazer é desaparecer e deixar a cargo de seus apoiadores a tarefa de inventar outro nome de treinador que o clube pretende contratar. Esse nome é distribuído à imprensa. Quanto mais incrível e inverossímil ele for, melhor. Ganha-se tempo para crise diminuir. Quando for o caso de uma nova foto com o novo treinador, ai sim, contem com ele e seu melhor sorriso.


» Comentar

Comentários:
25
  • Marcão de Varginha disse:

    Márcio Borges, eterno conivente: por suas palavras posso afirmar que vc é simpatizante do time certo! Parabéns!
    – #benecyeternomito

    • Marcio Borges disse:

      Vou te copiar mais uma vez…kkkkk
      Conivente, o pior é você insistir que o errado é só o bene. #tiburcioeternomito confessou. Ele contou quem pediu. Contra fatos não existem argumentos….conivente (ops)…kkk

  • João Brás disse:

    Só não entendo o porquê de as dívidas azulinas estar sendo quitadas sem desembolsar nenhum tostão. Muitos descontos e perdões via esfera da politicagem e agora um senador diz estar em acordo com os 150 milhões de débito com a justiça do trabalho. É calote e mais calote!

    • Eduardo Silva disse:

      É isso mesmo Jão Brás, o Cruzerão Cabuloso domina tudo mesmo! TODAS as dívidas foram perdoadas! Vc tem razão! Tem outro rapaz aí que é INtendido em finanças do cru cru, mas ele falou que todo mundo tá mentindo….kkkk

      Esses caras se superam….kkkk

  • Eduardo Silva disse:

    Chico, boa tarde,

    Eu acredito que depois do que aconteceu no Cruzeiro tem muito dirigente de clube com a barba de molho, porque podem responder criminalmente os desvios de dinheiro e outras falcatruas praticadas em seus cubes,

    O Senador Rodrigo Pacheco já está se movimentando para aprovar a nova lei que pode transformar o clube em uma SA, ou seja, projeto de Clube-Empresa. O Botafogo está agonizando e falam que seria a única salvação, assim como muitos outros clubes que estão em estado falimentar, atolados em dívidas.

    No caso do Cruzeiro eu fico impressionado como que os caras metem a mão nos cofres do clube, são descobertos, processos em andamento e ainda “acham” que podem sair as ruas livremente, frequentar barzinhos, ir ao shopping, sem serem interpelados e molestados pelos torcedores.

    Tem um vídeo que saiu na internet no mês passado, um rapaz jogando uma pedra no carro (uma BMW) do Itair que estava estacionado com ele dentro e tem outro vídeo dele em uma sala de espera do aeroporto de óculos escuros e boné pra não ser reconhecido.

    A conclusão é que suas vidas também viraram um inferno, estão com dinheiro desviado em contas de terceiros, mas não podem sair as ruas, ir em um cinema, um bar, ir no supermercado, frequentar um clube, NADA! Na minha opinião vão acabar mudando de estado ou até de país porque aqui em Bhte definitivamente não terão sossego.

    Mas se não criar alguns mecanismos e leis externas os dirigentes continuarão quebrando e metendo a mão nos cofres dos clubes, que são verdadeiras caixas pretas.

    Só posso esperar uma coisa: CADEIA NOS LADRÕES!

    • Juliano Salvador disse:

      Calma sofredor! Que discurso de ódio é esse?? Quem pune é a justiça e Deus!

      • Eduardo Silva disse:

        Falar cadeia para ladrões é discurso de ódio? V6ce fugiu das aulas de português onde tinha uma matéria chamada interpretação de texto?

        Rapaz, arruma algo pra fazer ao invés de ficar enchendo a paciência dos outros… qual a sua opiniao sobre o post?

        • Juliano Salvador disse:

          A verdade dói! E você é muito sensível! Só que dá cada resposta sem nexo. Sua ignorância é visível! “Cê nun entendi” nada do que escrevemos!

        • Juliano Salvador disse:

          E esse incitamento à torcida contra o cara? Você que tá doido com tanto vexame de seu time. Falar nisso, Jean comentou a decepção com gente do seu clube. É a torcida BI polar que um dia carregou Itair nos braços!

          • Eduardo Silva disse:

            Pede alguém com algum estudo para ler o que eu escrevi aí no texto… Eu só narrei um fato ACONTECIDO e depois dei uma opinião…

            Rapaz, para de passar vergonha! Vai lavar uma trouxa de roupa, vai gritar eu acredito lá em Vespasiano….

  • jeremias disse:

    A Chipre Azul compareceu em peso, estava lá todinha e parou BH ontem!

  • Alisson Sol disse:

    O que seria diferente no futebol da politica em geral?
    Na política, às vezes alguns orgãos de imprensa até tentam ser sérios e apresentar perfil de candidatos. Adianta?

  • Horacio disse:

    Prezado Chico, ontem assisti a um compacto do jogo Galo x sport, falar a verdade só a parte correspondente a uns 30 minutos finais. O Galo teve amplo domínio, o sport sequer atacou, perdemos gols incríveis. Mas o que eu queria dizer é que só no finalzinho o sport conseguiu fazer dois ou três contrataques perigosos, só não marcaram pela falta de intimidade deles com a bola. Destes contrataques conseguiram duas faltas.

    Sabe porque? porque o thiago neves saiu! enquanto esteve em campo o sport não conseguiu um único ataque, no padrão atual de jogo contra o Galo, contrataques só no segundo tempo. E este jogador, já aposentado a uns 5 anos, quase foi contratado pelo Galo.

    E meu ponto é este, qual o critério o depto de futebol do Galo tem para contratar um jogador deste? Enquanto não tivermos um setor responsável por avaliação de desempenho dos atletas, vamos contratas estes jogadores que “vêm para jogar”(robins, cones… etc) empurrados por “empresários”, a peso de ouro, e bancados por “mecenas” que se não derem certo empurram as dívidas para os clubes. Há sim conivência da imprensa que chama estas imbecilidades de “investimento”. Certamente é para alguém.

    Pouco interessa quem é o presidente ou cartola, o futebol brasileiro vem sendo sistematicamente destroçado pela interferência da televisão(futebol sábado às 21:00 e domingo às 11:00, ^~&*#`!!, royalties ridículos), “empresãrios” empurrando tranqueiras, conivência da imprensa, que adora uma crise, e pela boçalidade carnavalesca das cúpulas dos clubes. Na atual estrutura do futebol pouco influem.

    Investigar quem serão os rei momos não vai resolver nada, sempre será uma subcelebridade da bunda caída. Convido os senhores a acompanhar a próxima eleição no flamengo o time que a dona do futebol no Brasil inventou. Será muito instrutivo. Muito!

  • MÁRCIO BORGES disse:

    Eu sempre tive a ideia de que o futebol é um esporte onde os torcedores só sabem do que eles querem que nos saibamos. Tem muito jornalistas que conta vantagem falando que saia com jogadores na noite. Como um cara destes vai falar alguma coisa. Provavelmente era bancado pelo jogador…..
    TEM imprensa seria? Lógico que tem. Mas tem os que só querem bajular. E diretor é a mesma coisa. Viram amigos de jogadores quando na verdade deveriam tratar como funcionários. Mas só lembram que são funcionários quando saem e pedem absurdos em ações trabalhistas. Os dirigentes deveriam ser responsabilizados pelos gastos e administração dos clubes. Aí sim teriam responsabilidades .
    #tiburcioeternomito
    Aquele que FEZ a pedido da diretoria do galo…ET fica bravo não. Você pode continuar postando aqui no blog sobre o único assunto que você tem pra falar

    • Marcão de Varginha disse:

      Márcio Borges, eterno conivente: mostre a carteira assinada de Tibúrcio como funcionário do Galo.. a de seu dirigente preferido está dispensada, pois, é figura carimbada de seu clube há quase meio século, viu? Vc continua plagiando.. e pajeando esse seu dirigente!
      – Empresário de futebol que teve negociação frustrada de seu cliente e por não receber
      sua porcentagem pecuniária por esse mesmo motivo, pode falar o que quiser na hora da raiva.. já o seu dirigente afirmou em alto e bom tom, de forma espontânea.. quanta diferença, né?
      – #benecyeternomito

      • Marcio BORGES disse:

        Kkķkkk, caro ET. Não tenho bandido de estimação. Pra mim, benecy e tiburcio são iguais. Você insiste em dizer que o #tiburcioeternomito não era funcionário. Mas estava a mando dos seus dirigentes. Ele confessou assim como o bene. Vc, como bom conivente….ops, copiei, nega. E normal. Mas ele comprou jogadores a mando do presidente. Simples.
        #tiburcioeternomito

        • Marcão de Varginha disse:

          Márcio Borges, eterno conivente…continua plagiando como bom azulino que é… Vc finge não entender a real diferença de seu dirigente preferido e Tibúrcio.. é por isso que seu clube está eternamente na lama e na merda: vcs não assimilam onde está o erro, a diferença.. desça do scarpim e encare a dura realidade que lhes cercam, rapaz!
          – #benecyeternomito

          • Márcio borges disse:

            Será mesmo ET que eu e que nao sei? Se eu te pagar pra cometer um ato ilícito eu estou livre? Se me responder que sim eu entendo o seu desespero.
            Fica triste não que vc pode continuar falando do bene. Seu assunto preferido no blog. Mas cita o #tiburcioeternomito porque senão vou achar que você tem bandido de estimação.

  • Marlon Brant disse:

    Chico, o rebaixamento do Cruzeiro, passou também pela imprensa. Jornalistas que cobrem o clube sabiam de todas as maracutaias. Tem uma historia que o TN10 chegou na TOCA vindo da gandaia, junto com o Robinho que tinha acabado de se separar da esposa e os dois chegaram quase que arrastando de tanta cachaça. os seguranças deixaram eles entrarem e foram diretos pros apartamentos dormirem, pois o treino era as 11:00hs. Porque ninguém disse nada? Porque Mano Menezes não barrou? Porque os plantonistas da Imprensa não falaram? Sabe porque, duas coisas: Todos tem rabo preso com todo mundo e era uma dia depois da classificação em cima do Santos, quando o Fábio pegou 03 penaltys. Porque os outros atletas não falaram nada? Porque no fundo, jogador de futebol é tudo a mesma raça, uns cobrem os outros. Não adianta o Fábio falar nada agora, pois ele também como todos os outros sabiam de tudo de errado. Como diz o Vampeta no programa que ele participa na Jovem PAN de SP. Jogador canguete, X9, dedo duro não tem carreira no meio dos boleiros. Então nunca teremos nem jogador e nem Jornalistas falando a verdade. E dane-se as torcidas, em especial a do Cruzeiro.

    • Luiz Ibirité disse:

      Fala Marlon, eu ja levantei esta bo por aqui a um tempo atras, estou com vc, me lembro q la em fortaleza no vestiario o Ceni ainda nao tinha dado nem a entrevista pos jogo e o Samuel Venancio ja estava Dano a noticia de sua demissão, apontando q os caras haviam pedido a palavra e que o treinador na ocasiao havia discordado do Dede e qua seria demitido assim q chegasse em BH, pq nao fez o mesmo quando estava tudo indo pro brejo, pra mim a maioria se vende por dar a noticia em primeira mao, se é q me entende.

  • Fernando Chaves disse:

    Uma coisa eu tenho em mente, o Galo precisa aprender a contratar nos moldes do Flamengo. Lá contrataram E. Ribeiro, B, Henrique, De Arrascaeta, Gerson, Rafinha, D. Alves, Felipe Luís e outros; a maioria com idade mediana e já haviam mostrado bom futebol. Acrescenta-se a isso, lançar jogadores da base aos poucos, muitos jovens no mesmo time não é produtivo, a não ser em caso de necessidade. Já os investidores do Galo e os últimos diretores de futebol, preferem gastar milhões com promessas, prova disso é o tanto de foguete molhado vindo para o Galo nos últimos tempos.

  • Victor Maia disse:

    Cuidado Mequinha… A Copa do Brasil hoje é utilizada para socorrer “queridinhos” em crises financeiras. Vide o gesto do Róger Flores no sorteio.

  • jeremias disse:

    A maioria dos órgãos de imprensa são de politiqueiros e a imprensa não pode falar a verdade, senão o caboclo é demitido. Mas é fato que os clubes viraram trampolim para cargos públicos. E tem politiqueiros que consegue tudo no judiciário e no legislativo. Já vi fatos cabeludos levantados por jornalistas que perderam seus empregos e ficou por isso mesmo. Pronto falei!

  • Ed Diogo disse:

    Acho que os repórteres da Itatiaia deveriam ler está sua coluna e repensarem sobre as notícias que dão pois só para ficar em um exemplo vamos relembrar o Itair Machado que um dia era amigo o cara o melhor dirigente do ano e agora e crucificado como um demônio não quero dizer que o Itair agiu corretamente estou falando somente como os repórteres são isto para ficar em um só exemplo

  • Raws disse:

    Chico, para essa divagação se tornar realidade, deveria ter também o “detetive” atrás de quem investigará, pois sabemos como muitos da imprensa levam vantagens. Para citar um só exemplo, aqui na nossa terrinha, teve um açougueiro que virou senador numa ascenção meteórica.
    Essa mudança de patamar não seria o problema, mas a mudança na conta bancária nesse intervalo, parece coisa de Midas.
    Houve um início de investigação, lembro até de um valor citado, mixaria, coisa de 60 milhões. Só que como ele já não era pobre, nem preto e nem puta, em nada deu. Poucos contrariavam o “homi”. Lembro de um caso que um jornalista, acho que Francisco, chamou o sujeito de cartola. Num é que o “santinho” ficou bravo. Ninguém o contrariava aqui nas alterosas. Tenho quase certeza que naquele dia ele deixou de ser simpático a Francisco. Kkkk