Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Benecy Queiroz conta que Maradona foi oferecido ao Cruzeiro, aos 16 anos de idade

Maradona no início da carreira no Argentinos Juniores em 1976

Foi ao repórter Josias Pereira, do Jornal O Tempo. O então presidente Felício Brandi, que tinha “olho clínico” para enxergar futuros craques, teria agradecido a oferta para que Maradona fizesse teste no Cruzeiro durante uma excursão do time pela América do Sul. Uma história que eu nunca tinha ouvido falar. Está nesta reportagem do Super FC:

* “Maradona no Cruzeiro quase aconteceu; veja motivos que impediram ‘final feliz’ – Benecy Queiroz, administrador da Toca II, recorda o dia que acompanhou o ainda garoto Diego ao lado do técnico Ilton Chaves”

“Lembro que em uma dessas oportunidades, nos foi oferecido o Maradona e fomos acompanhar uma partida dele. Estava eu, o massagista Guido e o Ilton Chaves. Me recordo que ventava muito no dia e o campo sequer possuía grama totalmente. Mas nada disso impediu aquele garoto de mostrar seu potencial. Todos que estavam ali e o viram foram unânimes. Não vou dizer que ele era um gênio, mas já dava sinais de que seria um jogador fora da curva”, acrescentou o administrador celeste.

O título da Libertadores de 1976 deixou o Cruzeiro em evidência no cenário do futebol sul-americano e internacional. Com um esquadrão de craques imortalizados na história celeste, como Piazza, Joãozinho, Zé Carlos e Dirceu Lopes, o clube estrelado sempre recebia convites para excursões nos países vizinhos, atraindo também a atenção de jovens jogadores, sedentos por oportunidades. Um desses nomes foi Diego Maradona.

O maior jogador da história do futebol argentino esteve na mira dos observadores do Cruzeiro quando ainda possuía por volta de 16 anos de idade e começava a mostrar toda sua qualidade no Argentinos Juniors. Benecy Queiroz, hoje administrador da Toca da Raposa II, contou ao Super.FC sobre o dia que esteve ao lado do ex-técnico Ilton Chaves e do massagista Guido para acompanhar uma partida do garoto Diego Armado Maradona.

“O mês de agosto era sempre destinado a excursões, com os clubes do futebol brasileiro recebendo convites para viagens. O Cruzeiro teve muitas partidas assim naquele período. Éramos sempre convidados. Esse contato acontecia por meio do empresário Jorge Gutman, que agendava nossas partidas”, recorda Benecy.

Lance do destino

Caberia então ao presidente Felício Brandi a decisão de contar ou não com Maradona na sequência da excursão do Cruzeiro. Mas o dirigente celeste, em um daqueles momentos que definem todo um destino, optou por não contar com o garoto.

“Eu creio que naquela época o Cruzeiro tinha tantos bons jogadores que talvez o Maradona não conseguiria ter grandes oportunidades de mostrar o futebol na excursão. São coisas que acontecem no futebol. Quantas vezes alguns atletas levaram não?”, indaga Benecy.

“Eu, sinceramente, não vejo isso como uma perda pelo Cruzeiro. Na verdade, eu digo que isso era o que tinha que ter acontecido. E para nós, que estivemos lá e o vimos, é um momento marcante, saber que presenciamos o nascimento de um dos maiores nomes da história do futebol mundial. Isso é de um privilégio enorme. Quantos não tiveram a chance de ver isso? Foi uma oportunidade que se mostrou para o Cruzeiro e naquele momento não era favorável. Mas houve contato sim”, reforça o administrador da Toca II.

Uma perda irreparável

Benecy lamentou o falecimento de Maradona, que nos deixou nesta quarta-feira, aos 60 anos, após sofrer uma parada cardiorrespiratória.

“O futebol mundial perde uma referência para todos os jovens que querem ingressar nessa carreira brilhante do futebol. Ele foi um exemplo como jogador de futebol. Fora do campo, ele se enveredou por alguns caminhos não tão felizes. Mas dentro das quatro linhas, ninguém pode questionar seu talento e genialidade”, encerrou Benecy Queiroz.

https://www.otempo.com.br/superfc/cruzeiro/maradona-no-cruzeiro-quase-aconteceu-veja-motivos-que-impediram-final-feliz-1.2417260


Deixe uma resposta para Rodrigo Galodoido Cancelar resposta

Comentários:
22
  • Marcão de Varginha disse:

    Notícia recente, mesmo após longos 60 anos… tem cada uma!
    – #benecyeternomito

  • Luís Cláudio disse:

    Sério isto! Daqui a pouco tem aloprado aí afirmando que Benecy não disse isto.

  • Robinho Ferreira disse:

    Reinaldo não deve estar nem entre os 10 maiores jogadores Brasileiros,mas a forçada de barra só pq jogou no galin é grande!
    Pelé
    Garrincha
    Zico
    Tostão
    Romario
    Ronaldo
    Ronaldinho
    Neymar
    Jairzinho
    vou parar pq se não vai dar é 20…….

  • Germano Brás disse:

    Na época a diretoria do Cru Cru tinha olho clínico, não quiseram contratar Maradona e contrataram Tobe, Bendelack e Jacinto.

  • Márcio Luiz disse:

    Maradona foi disparado o melhor jogador que vi jogar ao vivo.
    Depois do Pelé e do REI.

  • Márcio Luiz disse:

    Esse papo cozido do Benecy é tão verdadeiro quanto o que ele contou no programa Meio de Campo sobre a compra de uma arbitragem. Se ele não conta mentiras, ambas então são verdadeiras. Acredite quem quiser.
    Eu tô fora. Meu assunto é LIDERANÇAAAAAA da série AAAAAAAAAAA !!!!!!

  • Paulo César disse:

    Ok. E Pelé foi oferecido ao Galo.

  • Eduardo Silva disse:

    Chico, boa noite,

    Sobre esse fato contado pelo Benecy eu já tinha lido sobre isso. São as voltas que o mundo dá, mas o Cruzeiro já revelou muito craque de bola para o Brasil e o mundo, o Maradona seria a cereja do bolo…

    Sobre o Maradora, realmente um dos poucos na categoria de gênio do futebol. O cara colava a bola no pé esquerdo e fazia tudo parecer fácil, parecia brincar de jogar bola, uma raridade! E virou um personagem após encerrar sua carreira. Um Deus para os argentinos!

    Tem um dito que quando vc idolatra um artista, um atleta, uma celebridade, procure NÃO a conhecer como pessoa porque vc pode se decepcionar. Infelizmente o Dieguito não levou uma vida muito benta fora dos campos…kkk

    Uma pena que um cara desse não teve ninguém com alguma influência sobre ele, como um amigo, empresário, esposa, um parente para que ele tivesse uma vida longe da bebida, das drogas e confusões.

    Li uma vez que ele até viveu muito pelo fato de tanto de problema de saúde que ele já teve e o tanto que já foi internado, falaram que ele estava fazendo é hora extra ainda aqui na terra.

    Mas na minha lista de melhores do mundo eu colocaria o Pelé em primeiro, depois Maradona, Messi, Ronaldinho Gaucho, depois Cristiano Ronaldo ( mais como atleta) e depois viriam Ronaldo Fenômeno, Romário, Tostão… ai vem um monte de cara que jogou muito…

    Agora esperar nascer outro como esse, impossível é saber quando…
    La mano de dios foi encontrar com Deus…

    • J.B.CRUZ disse:

      GOSTO NÃO SE DISCUTE !!..( OS 10 MELHORES QUE EU VI JOGAR)..
      1-) GARRINCHA.. (Alegria do Povo).
      2- PELÉ ..(ETERNO) (Só teve um).
      3- TOSTÃO.. (MINEIRINHO DE OURO)..
      Até Aqui::(GÊNIOS)..

      A Seguir: CRAQUES.
      4-) ZICO..
      5-) DIRCEU LOPES..
      6 ) NILTON SANTOS.
      7-) RIVELINO..
      😎 NELINHO..
      9-) RONALDINHO GAÚCHO…
      10) REINALDO..
      *** MARADONA, CRUIFF, BECKENBAUER, RONALDO FÊNÔMENO, RENATO GAÚCHO, Acima da média; e mais uns 90 Jogadores que podem ser Considerados BONS…..
      Mais uma vez: GOSTO NÃO SE DISCUTE !!!..
      E CLUBE: CRUZEIRO SEMPRE !!!..

  • Fred disse:

    Não deveria ter jogo algum hoje. De nenhum campeonato.

  • Pedro Vitor disse:

    Vindo desse poeta kkkkk quem sou eu para discordar

    Tem uma foto do Maradona com a camisa 10 de Ronaldinho, foi um craque da bola, só não foi maior do que o Pelé

    Messi, Ronaldinho também se aproximaram do Pelé mas também não foram melhores o top 5 dos mais habilidosos, inteligente na minha opinião é claro

    5 Reinaldo
    4 Messi
    3 Ronaldinho
    2 Maradona
    1 Pelé

  • Cauê Caco disse:

    Inesquecível craque Diego Armando Maradona. Dentro de campo, um gênio. Fora, um desastre, literalmente. Aplausos para sua carreira como jogador. E para ser rejeitado pelo presidente do Cruzeiro na época, mostra como a diretoria sempre foi atabalhoada.

  • Raws disse:

    Chico, nem você e mais ninguém viu falar dessa história. Claro que pode ser verdade, mas por se tratar de Maradona e o auge no futebol mundial que ele alcançou, acho estranho esse caso não aparecer antes.
    Benecy está parecendo um contador de “causos”.

  • Raws disse:

    Pelé só vi no final. Por isso Maradona pra mim é insuperável!
    O grande problema é que muitos analisam por números e penso que o futebol pela arte que representa, jamais poderia ser analisado somente pela matemática.
    Para não estender faço um paralelo somente com dois ídolos, Zico e Messi.
    O primeiro assisti toda a sua carreira, foi atleta e profissional ímpar. Deu tudo ao Flamengo, mas pra mim na escala comparativa dos dois, de 1 a 10, Maradona seria 10 e Zico 5. Frisando que sempre fui um admirador do galinho.
    Messi na mesma comparação, seria 7 .
    Só vi um jogador que poderia subir nessa escala mas “ele não quis”, Ronaldinho Gaúcho. O talento e arte se assemelhavam.
    Agora se quiserem ir pela matemática, vários chegarão perto de Maradona e Messi o ultrapassará.

  • Rodrigo Assis disse:

    Ele finge que é verdade eu finjo que acredito.

  • José Catão disse:

    O que, não quiseram o Maradona? Agora tá explicado o real motivo porque os argentinos chamam o Crucru de A BESTA NEGRA!

  • Julio Cesar disse:

    Por falar em jogadas e dribles desconcertantes em primeiro meu ídolo eterno e maior de todos Rei, Rei, Rei, Reinaldo é nosso Rei ! Depois desculpem tietes de Pelé mas Maradona no Napoli e o que fez na copa do mundo, insuperável. Driblar meio time da seleção inglesa e marcar o gol, qualquer coisa. Então vem o Gaúcho (que deu sua camisa , do GALÃO, pra ele no Mineirão) monstro. Daí vcs fiquem a vontade, podem seguir com Pelé.

    • Edson disse:

      Concordo plenamente!!!! Reinaldo foi o melhor de todos. Se o critério, como muitos argumentam, é a conquista de títulos, então se pode concluir que um punhado de *pernas de pau” foram superiores ao Rei.(Até o Leleu foi campeão da copa do Brasil, no Galo). Agora, em se tratando de jogar futebol, ninguém o fez tão espetacularmente quanto o Reinaldo.