Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Cruzeiro x Atlético: toda arrogância será castigada

Saudade dos estádios cheios, principalmente em um clássico, como o destas fotos do Rodrigo Clemente/EM/D.A Press e Juarez Rodrigues/EM/D.A Press, publicadas hoje pelo Superesportes 

Sou fã do Nelson Rodrigues. Décadas atrás, parafraseei o nome de uma das mais famosas peças dele, “Toda nudez será castigada”, para cobrar do Flávio Carvalho, durante o programa Minas Esporte (Band), respeito ao Atlético, que passava por um péssimo momento, dentro e fora de campo, e que jogaria o clássico contra o Cruzeiro, muito superior em tudo, no domingo. Um domingo como este, em que os papéis estão invertidos. A Raposa passando o que o Galo vivia naqueles tristes tempos, mas sempre merecendo respeito, dentro e fora de campo. “Humildade e caldo de galinha nunca fizeram mal a ninguém”, muitíssimo pelo contrário.

Nunca gostei de zombaria sobre o adversário antes do jogo; não só quando se trata de Atlético e Cruzeiro, mas em qualquer disputa, em qualquer circunstância. Desfazer do adversário mexe com os brios dele, que normalmente se agiganta com isso e busca forças onde nem tem. Zoação é pra depois da vitória, aí sim. Antes, é arrogância, desrespeito e burrice!

O Atlético tem mais time e mais banco, mas o Cruzeiro é o maior rival e isso pesa quando os jogadores estão dentro do gramado, olho no olho, com a sua qualidade técnica e principalmente emocional sendo julgada por milhões mundo afora.

Querer nem sempre é poder, porém, o Cruzeiro entrará em campo consciente que ali estará a sua chance de iniciar uma volta por cima em sua história. Ganhar este clássico, especificamente, valeria o campeonato. Aliás, este jogo é um campeonato à parte, que costuma obrigar o perdedor a debelar crise ou acabar de mergulhá-lo nela. E vice versa, quem está por baixo, costuma sair gigante depois de uma vitória.

Uma partida em que prevalece o controle emocional. Quem errar menos, se dará melhor.


Deixe uma resposta para Marcão de Varginha Cancelar resposta

Comentários:
14
  • Paulogalodoido13@gmail.com disse:

    Eu quero no mínimo 5 a 0

  • Luiz Roberto Simões disse:

    Lembro bem de você falar isso para o Flávio, bons tempos de Minas Esporte, gostava muito do programa. Mas nunca a diferença entre os times foi tão grande. Apesar de ser clássico, derrota do Galo amanhã é zebra. Nem os cruzeirenses acreditam na vitória, irão jogar como um time do interior enfrentando da capital.

  • Raws disse:

    No caso dos jogadores, concordo que as falácias e arrogância acabam por dar “milho pra bode”, porém entre os torcedores o problema é encarar essa diversão(futebol), como algo primordial em nossas vidas.
    Lembro quando eu era mais chato, exemplo 1996, zuei e apostei com amigos cruzeirenses na decisão da copa do Brasil contra o Palmeiras. Apostei muitas cervejas e que vestiria a camisa azul se eu perdesse. O resultado vocês lembram, a zebra se fez presente e eu perdi. Fim de noite, todo mundo me esperando para pagar a aposta, cheguei gritando, tá, dancei. Pode descer as geladas, porém o país está em crise e está difícil de cumprir todos os compromissos, a cerveja estou pagando, agora com relação a esse negócio da camisa, me chamem de pilantra, de mau pagador e o que quiserem hoje, mas isso não faço não. Kkkk
    Temos de levar sempre no bom humor tudo.

  • William Santos disse:

    Análise perfeita, caro Chico Maia. Sensatez e serenidade, em suas avaliações.

  • Silvio T disse:

    Exato, Chico. Lembro da falação do Cerezzo em 77 que levou o medíocre Revetria a dar o título para o Raja Esporte Clube. E do Lucas Prato fazendo a mariada engolir a empáfia em 2015. Os exemplos são muitos ao longo da história de um time inferior se superar em campo. Agora um detalhe. O zagueiro Manoel pediu pra não jogar amanhã. Tá explicado porque a “justiça atleticana” tentou de todas as maneiras evitar a realização do clássico.

  • Luiz Ibirité disse:

    Sem susto, se o atletico nao ganhar é pq p Cruzeiro comprou o juiz.

  • Rodrigo Leão de Oliveira. disse:

    Chico, apesar de nunca ter escrito um comentário aqui, eu te acompanho a anos, desde a época do Minas Esporte da Banda. Esta frase dita ao Flávio Carvalho por você, lembro como se fosse hoje, eu assistia o programa todos os dias e foi uma época de muito sofrimento nosso devido as circunstâncias da época que nem preciso repetir. Quanto a sua opinião a respeito do clássico, concordo plenamente com tudo que você escreveu. Comemorar é só após o apito final do árbitro. Um abraço!

  • Paulo Celso disse:

    Perfeita a sua análise. E as lições do passado em circunstâncias iguais às que os dois times vivem hoje. Quantas vezes um deles foi para o clássico como Favorito e perdeu…

    • Chico Maia disse:

      Meu querido e grande amigo Paulo Celso, uma das minhas grandes inspirações para me tornar repórter! Que honra ter a sua leitura e, mais ainda, um comentário seu aqui.
      Abração, falemos! Saudade da sua dupla com Walter Luiz na Rádio Guarani, na reportagem de campo, e o saudoso Dirceu Pereira como repórter “volante”, o que ficava livre para entrevistar os dois times, os árbitros e cuidar das demais informações do ambiente do gramado. Jota Junior narrando. Eu, menino, ouvindo-os, sentado ao lado do meu pai, na Fazenda Experimental, hoje Embrapa, entre Prudente de Morais e Sete Lagoas.
      Como se diz hoje, “rádio raiz”, jornalismo de verdade! Você foi um dos maiores do Brasil, e fez escola.

  • Amaury Alkimim - Montes Claros disse:

    Chico, mais uma publicação irretocável sua. O Atlético Mineiro tem um elenco de 220 milhões; um dos 4 melhores do pais,. Meu Cruzeirão está cspengando em todas as áreas. Amanhã um empate é um grande resultado, pois vcs têm mais time. Simples assim.

  • J.B.CRUZ disse:

    ANTES DO JOGO SEM COMENTÁRIOS :
    Parabéns para os dois Clubes pelo centésimo Aniversário( dos quais; assisti (in loco) 49 jogos); e ao CHICO MAIA pela Excelente Resenha ….
    CRUZEIRO SEMPRE !!!!…

  • Marcio Borges disse:

    É Chico….mas acho que jamais vi uma diferença tão grande como hoje. Antes a camisa pesava. Hoje manda o dinheiro. E quem tem dinheiro hoje é o galo e está fazendo bom uso. Contratou bem e quem quis. Então amanhã só vai ter um time em campo, infelizmente. O Cruzeiro ainda tem que melhorar muito pra ficar competitivo….
    #tiburcioeternomito

    • Marcão de Varginha disse:

      Você, um eterno conivente e arrogante, se posando de humilde? E desde quando humildade faz parte do dicionário celeste? Na teoria vc quis se “esconder”, mas na prática sua realidade é outra!
      – #benecyeternomito