Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Centenário do Geraldo Vieira, um dos grandes beneméritos do Atlético!

Ontem ele completaria 100 anos de idade e certamente estaria furioso com o presente de “grego” que ganhou, com essa derrota para o Cruzeiro. Geraldo Vieira foi um grande dirigente do Galo e uma das pessoas mais gentis e boa prosa que conheci no futebol, quando eu estava começando minha vida de repórter em Belo Horizonte, na Rádio Capital. Foi o Fernando, um dos filhos dele, quem me lembrou do aniversário dele e nos deu o prazer de lembrar a atuação marcante do Geraldo na vida do Atlético: “Geraldo Vieira da Silva, nascido em Peçanha/MG, casado com Eva Martins Vieira e pai de Humberto, Marcelo, Maurício, Fernando, Patrícia e Álvaro.
Após a morte de seu pai, em Peçanha, veio novo para BH, vindo a trabalhar no Banco da Lavoura como contínuo e conheceu nessa mesma época um dos grandes amores da sua vida: o Clube Atlético Mineiro.
Com o passar do tempo, foi crescendo no banco como auxiliar de contabilidade, subgerente, gerente de filial, e ao mesmo tempo, foi se enfronhando e vivendo o Galo no seu dia a dia. Participava como torcedor e depois das atividades do clube.
Foi diretor da base, tesoureiro, Conselheiro, Conselheiro Nato, até que foi convidado pelo Sr. Elias Kalil para ser vice-presidente financeiro, em 1980. Nessa época conseguiu recursos junto a bancos para que o CAM pudesse comprar o terreno onde hoje é a Cidade do Galo.
Nessa mesma época já era Superintendente do Banco Mercantil do Brasil, depois foi diretor do banco até se aposentar em 1993, após mais de 50 anos de trabalho.
Em 1995 foi convidado a ser novamente vice-presidente, do Sr. Paulo Cury. Após o impedimento do mesmo, assumiu a presidência e promoveu a transição para que o Sr. Nélio Brant assumisse a presidência.
Após esse período continuou atuando como Conselheiro e se afastou do dia a dia do clube, pois já estava em idade avançada.
Veio a falecer em 07.05.2006 aos 85 anos bem vividos e dedicados à sua família e ao glorioso Clube Atlético Mineiro.
No dia 11.04.2021 ele completaria 100 anos…”

A homenagem do blog ao saudoso Geraldo Vieira, uma grande figura humana, dos maiores atleticanos que conheci.


Comentários:
1
  • Delza Célia de Magalhães Nogueira Branco disse:

    Meu querido tio Geraldo, sempre lembrado com muito carinho por mim. Ele influenciou a todos da família Vieira a gostar do galo. Meu pai tb , Dion Magalhães, era um atleticano doente, com tb meus irmãos já falecidos : Antônio e Ilma. Nós brincávamos lá em casa, que já nascíamos atleticanos. Outra estória interessante que ouvíamos era sobre a nossa avó Tieta- mãe do tio Geraldo, tio Armando , tio Raul, tia Iolanda e tia Maria: eles moravam perto do Clube do América, na Avenida Francisco Sales , e , quando o Atlético treinava no Clube do América , ela exigia que os filhos a levassem para ver o treino, eles argumentavam que senhoras não iam a campo de futebol, ela respondia que se eles não a levassem, iria sozinha, eles então cediam ao pedido dela. Tio Geraldo , o senhor deixou um legado para todos da família c esse AMOR exacerbado pelo Clube Atlético Mineiro- GALO!!!