Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

América esbarra em suas limitações técnicas

Muito ruim o futebol jogado pelo América neste 1 a 0 para o Corinthians. Só aos 35 minutos do segundo tempo acertou um chute no gol do Cássio, na quinta tentativa.

Semana passada questionei os motivos da queda de rendimento do América nos últimos jogos, tanto no Campeonato Mineiro quanto na estreia do Brasileiro, quando perdeu para o Athletico/PR em Curitiba. O Thiago Reis, da Itatiaia, respondeu numa frase curta: “falta jogador”. Fiquei na dúvida, mas ao ver a derrota, em casa, para o fraco time do Corinthians, e ouvir o técnico Lisca, depois do jogo, tenho que concordar: “Obviamente é uma situação que não estou conseguindo resolver dentro daquilo que a gente tem treinado para buscar os gols. Os jogadores estão tentando ao máximo, não é falta de vontade. Muitas vezes a gente tem um limite e esbarra nele”, disse Lisca.

Ou seja: com este elenco, chegou ao limite. Para permanecer na Série A, terá que investir em jogadores de mais qualidade e secar bravamente os concorrentes do mesmo nível.

Teoricamente, o Fortaleza seria um desses, porém, o time cearense começou arrasando, ao vencer o Atlético no Mineirão e na segunda rodada, golear o Internacional por 5 a 1.

Apostou num treinador argentino emergente, desconhecido no Brasil, que parece ser muito bom de serviço. E montou um grupo, que está rendendo dentro das quatro linhas.

Sobre os números deslocando das camisas durante a partida, o América soltou um comunicado oficial, tentando justificar:

“O América esclarece, nesta nota, que os problemas ocorridos com alguns algarismos dos uniformes de jogo da partida contra o Corinthians-SP, na tarde deste domingo, não têm nenhuma relação com a Volt Sport, sua nova fornecedora de material esportivo, e nem tampouco com seus novos uniformes lançados na última quinta feira.

O Clube recebeu os algarismos diretamente da CBF, dentro de um novo protocolo de numeração que a confederação estabeleceu para as partidas do Campeonato Brasileiro da Série A. Ressaltamos que foi mantida a mesma qualidade no processo de aplicação de números utilizado pelo Clube nos últimos anos. Contudo, alguns algarismos não apresentaram uma fixagem adequada.

Informamos que já estão sendo apuradas as causas para o problema ocorrido e as soluções para a aplicação dos algarismos nos próximos jogos.”


Deixe uma resposta para Marcos Cancelar resposta

Comentários:
7
  • Ed Diogo disse:

    Mais uma vez fomos iludidos pelo nosso Capitão Salum que disse que tem dinheiro para contratar 2 ou 3 reforços e para variar a mesma balela de sempre e para piorar a situação temos um presidente fantoche que não sabe o que está fazendo lá .
    Acredita Coelhão mas tá difícil e estamos começando a ficar cansado desta mesmice

  • Alexis disse:

    Eu até admirava o Lisca, mas fui perdendo essa admiração por conta da capacidade que ele tem de transferir responsabilidades, pressionando todo mundo envolvido nos jogos do América, desde a arbitragem, passando por gandulas e repórteres até chegar na equipe adversária. Ele deixa todo mundo estressado, como se houvesse uma conspiração contra o América. Aliás, postura que ele parece ter copiado da Diretoria do Coelhão, que de tão arrogante só consegue fazer do time um iôiô, que nunca se mantém na primeira divisão. Confesso que, apesar de atleticano, torcia para o América permanecer na Série A todas as vezes em que conseguia o acesso. Com as posturas do treinador e da Diretoria, em 2021 espero que seja rebaixado em último lugar.

  • Marcos disse:

    América volta pra série B, não tem jeito, só vai pra série A pra se f… e descer de novo.
    Com honrosa exceção ao Atlético, o futebol de Minas Gerais é a cara do estado: falido, decadente e no fundo do poço…

  • Humberto disse:

    Nada de novo, mormal, vai cair de novo. Sem mimimi.

  • Júlio Soares disse:

    Jogou contra o Galo cansado de tantas longas viagens e pensou que o time era de Série A. O jogo América X Curingão foi horroroso! Maltrataram demais a redonda!

  • Roberto Fonseca disse:

    A historia se repete. Entra ano sai ano a diretoria abusa da nossa sofrida torcida.
    Falta profissionalismo e visao. A decisoes sao equivocadas, da fornecedora de materias esportivos as contratacoes de jogadores que nao resolvem.
    Serie A nao perdoa. O America esta perdendo uma oportunidade unica de crescer com a atual situacao do Cruzeiro.Tecnico nao faz milagre. Nao conheco os bastidores do clube, mas o desanimo do Lisca e visivel. Especulo que sejao promssas nao cumpridas. Triste muito triste, entretanto sem surpresas presidente falastrao e politico.
    Continuarei torcendo para uma possivel recuperecao mas do jeito que esta candidato serio a ser o primeiro time rebaixado.

  • Pedro Vitor disse:

    Preocupante, mas não mais, do que a realidade americana, sempre foi essa, na primeira divisão do futebol brasileiro.

    Imagina se que seria diferente, até pelos jogos feitos contra o Atlético, foram muito iguais, apenas em um, o Atlético teve superioridade técnica sentida.

    Agora a derrota na primeira rodada, foi circunstancial, no apagar das luzes, já essa para o Corinthians, num pênalti maroto pra não dizer “bobo” .

    E o que realmente preocupou foi que em 90 minutos, duas chances claras de gol com Ribamar e uma bela defesa do Cássio. E Fábio Santos, em pênalti é impressionante, em 2019, salvou o Atlético acertou todos os pênaltis 100%.

    Se o América não reagir, daqui a pouco na décima rodada já será o patinho feio do Campeonato brasileiro.