Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Radialistas perdem emprego por uso de expressões racistas durante transmissão de Goiás x Londrina

Celsinho (esquerda),  Vinícius Silva e Romes Xavier em foto/montagem do diariodocentrodomundo.com.br

Foi sábado, em Goiânia, jogo ruim, zero a zero no placar. Mas o locutor Romes Xavier e o comentarista Vinícius Silva, da Radio Band local, quiseram fazer piada com assunto sério e se deram mal. Apesar da falta de graça, a “gracinha” ia normal até o momento em que um deles chamou o cabelo do Celsinho, do Londrina, de “imundo”. Opa! O que os levaram a achar que o cabelo do jogador era “imundo”? Dormiram ou acordaram com ele? Claro que foi pela aparência e aí, danou. Racismo, preconceito, discriminação.

Em princípio cheguei a pensar que uma advertência dura ou até uma suspensão, além do pedido de desculpas, seriam punições satisfatórias, porém, os tempos mudaram. Conversando com o amigo Renato Alves, jornalista de prestígio em Brasília, que me enviou a notícia, ele lembrou bem: “O problema é que em tempos de redes sociais a pressão é muito forte. Se a rádio espera, perde todos os patrocinadores. Por isso, todos os comunicadores devem redobrar a atenção, o cuidado com o que falam. Já houve muitos exemplos para aprenderem.”

Concordei plenamente com o Renato. Poucos minutos depois da nossa conversa dei uma olhada na internet para ver a repercussão do assunto. De cara, essa manchete: “Comentaristas racistas chamam cabelo black de jogador negro de ‘imundo’; veja vídeo”

Vi o vídeo e aí dei mais razão ainda ao Renato. Os senhores da rádio pegaram pesado demais, foram muito infelizes. Não dá para contemporizar com agressões racistas.

https://www.hypeness.com.br/2021/07/comentaristas-racistas-chamam-cabelo-black-de-jogador-negro-de-imundo-veja-video/

A notícia completa no site da CNN Brasil:

* “Radialistas são demitidos após comentários racistas sobre cabelo de jogador”

‘Não é porque eu estou perdendo os cabelos que eu vou achar um negócio imundo desses bonito’, disse o comentarista na transmissão

Radialistas que teceram comentários racistas contra jogador Celsinho Foto: Reprodução

Dois radialistas foram demitidos da Rádio Bandeirantes de Goiânia por tecerem comentários racistas a respeito do meia Celsinho, do Londrina, em transmissão da partida contra o Goiás no sábado (17).

Após o jogador cair em campo, o narrador Romes Xavier comenta: “Tomou uma pancada no tornozelo, tá levantando, mas o cabelo dele deve pesar demais, né, Vinícius?”.

Em resposta, o comentarista Vinícius Silva afirma que o cabelo de Celsinho “parece mais uma bandeira de feijão” do que um cabelo. “Não é porque eu estou perdendo os cabelos que eu vou achar um negócio imundo desses bonito”, complementa. A transmissão reproduz então o som de risadas. O Londrina posicionou-se sobre o caso ainda no sábado com uma nota de repúdio entitulada “racismo não!“:

“É inadmissível e lamentável, veemente, que tais comunicadores, formadores de opinião, propaguem atos de racismo! Em verdade, o racismo é inadmissível em qualquer situação, lugar, fala e deve ser lutado diariamente, por todos!”, diz trecho da nota emitida pelo clube, que também afirmou que tomará medidas legais sobre o caso.

No domingo (18), a Rádio Bandeirantes anunciou que o narrador e o comentarista tiveram o contrato rescindido. “A transmissão do jogo Goiás x Londrina foi realizada pela Equipe Feras do Esporte, que trabalha em regime de parceria com a Rádio Bandeirantes Goiânia”, diz o texto após afirmar que as expressões não refletem “sob nenhuma hipótese” a opinião da empresa.

“É nosso dever, enquanto veículo propagador da informação, trabalhar para que atos preconceituosos sejam cada vez mais banidos da sociedade, e possamos contribuir para a construção de uma sociedade justa para todos”, complementou a Bandeirantes.

Após a repercussão do caso, o narrador Romes Xavier publicou um pedido de desculpas nas redes e afirmou que foram “colocações erradas que jamais deveriam ter sido ditas”, escreveu pouco antes do anúncio que estava demitido.

Já Vinícius Silva afirmou que demonstrou “todo arrependimento pelo comentário infeliz referente ao atleta Celsinho”, escreveu também nas redes. Ele afirma que ligou para o jogador para desculpar-se.

Outros clubes de futebol também emitiram notas sobre o caso. O Vasco da Gama afirmou que “racismo é crime e não deve ser tolerado”, enquanto o Corinthians solidarizou-se com Celsinho.

https://www.cnnbrasil.com.br/esporte/2021/07/19/radialistas-sao-demitidos-apos-comentarios-racistas-sobre-cabelo-de-jogador


Deixe uma resposta para Raws Cancelar resposta

Comentários:
3
  • Luciano Marques disse:

    Chico, estou ouvindo comentarios da formação de uma liga no futebol Brasileiro!
    Estão falando que podera ser convidado o Botafogo, vasco e cruzeiro que estão na serie B e com possibilidade de alguns desses times ir para serie C.
    Sempre fui a favor criação da liga no futebol Brasileiro. Colocando esses times de convidados caso nenhum desses times nao consiga acesso para serie A. A liga ja nasceria sem credibilidade na minha opinião1 O que você pensa sobre isso?

  • J.B.CRUZ disse:

    ””’ eles””” venceram????…”””..

  • Raws disse:

    Tinha visto o vídeo e também achei que passaram do ponto.
    Sou contra tanta frescuragem nos tempos atuais, pois tudo é racismo, homofobia e buling, mas os termos usados e principalmente em uma transmissão esportiva foram dignos de punição.