Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

De quase vilão a responsável pela classificação do Atlético. Noite foi de Everson contra o Boca

@Atletico

O goleiro não fazia uma boa partida e aos 17 minutos quase comprometeu o Galo ao soltar bola nos pés de Weigandt, que fez o gol. Mas, o VAR anulou, sob o pretexto de que o atacante estava alguns centímetros à frente. Dessa vez, “santo VAR” para o Everson, que seria execrado e para o time todo.

O gramado molhado foi um problemão, desde o início do jogo, quando Nacho e Zaracho andaram escorregando. Na cobrança dos pênaltis, Hyoran sentiu na pele o drama, escorregou e caiu na hora de bater. Mas Everson tem os macetes para incomodar os batedores adversários e os usou bem. Defendeu dois, viu um sendo batido por cima do gol e ainda marcou o seu, escalado que foi para as cobranças pelo Cuca. Se tornou o herói do jogo ao salvar o time e em especial ao Hulk, que raramente erra pênaltis, mas dessa vez errou, chutando no poste esquerdo. Era o primeiro da série pelo Atlético, que poderia ter tudo a perder. Que bom que o Everson estava em noite inspirada. Hulk não merecia ficar marcado como alguém que erra cobrança de pênalti em momento decisivo.

O time não criou tantas oportunidades  e na primeira bem clara, na cara do goleiro, Zaracho desperdiçou. Na cara do goleiro. O time só atacava pelo lado direito, já que Dodô foi muito mal na esquerda, principalmente ao tentar apoiar.

Depois do jogo o pau cantou nos corredores e vestiários do Mineirão. O Boca Juniors queria descontar de alguma forma. A PM agiu bem e tudo resolvido.

Agora é aguardar River Plate ou Argentino Jrs., que definem a vaga entre eles. No Monumental foi 0 x 0.


Deixe uma resposta para Antonio da Silva Cancelar resposta

Comentários:
43
  • Raws disse:

    Vendo as várias manifestações de apoio, de muitos torcedores nossos, sobre Sérgio Coelho, fiquei pensando, será que sou eu o chato que enxergou de outro prisma?
    Sérgio Coelho indignado com a recepção na Argentina, concede uma entrevista ” programada” na TV Galo. Promete troco, não demonstra firmeza e mesmo assim deixa pretexto futuro para ser o culpado por incentivo a problemas que ocorressem( no meu achismo, a galoucura não gastou dinheiro com os fogos”.
    Como falei outro dia, dê o troco calado.
    Aí acontece os problemas e vejo Sérgio jogando garrafas de água mineral nos baderneiros. Pera aí, frasco de água machuca alguém? O pior, serve de prova para mostrar uma suposta postura inadequada do mandante. Se fosse para fazer, jogasse logo um extintor caramba.
    Para piorar paga a fiança dos caras. Pode isso Arnaldo? Todos nós doidos para ver os Argentinos mofando aqui e nosso presidente sendo gentil.
    Ah, neim…

  • Júlio Soares disse:

    Os jogadores do Boca queriam invadir o vestiário dos árbitros.
    O presidente do Boca culpando o Galo pelo acontecido, mas foi o Galo quem pagou a fiança de 9 mil e até este momento parece que não fez o ressarcimento. Será que recebe? O Galo é sempre o vilão do futebol!

    • Fred disse:

      Na verdade a coisa só ficou feia para os hermanos porque jogaram objetos e cuspiram nos poucos policiais que estavam lá. Aquele corporativismo da PM que conhecemos.

      • Eduardo Silva disse:

        Corporativismo da PM que conhecemos? Agora a culpa é da PM? Kkkk Só piada! Só conversa pra boi dormir! Kkk

        É a estória do cachorro abanando o rabo, isso comprova minha tese que tem muita gente que não gosta de policia, de forças armadas, são os esquerdinhas da lacrosfera brasileira, Aff.

        Dá azia em sonrisal.

  • Antonio da Silva disse:

    O Galo está jogando 3 competições, jogos de 3 em 3 dias, jogando com desfalques (Covid-Contusões-convocações) e todo mundo querendo espetáculo. Ontem faltaram Arana e Keno e os reservas Vargas e Marrony. O Boca não é o mesmo de antes, não tem tantos craques, mas ainda é o Boca catimbeiro, bom de mata mata, frio e que sabe se defender. Concordo que o Galo não jogou bem, só não entendo tanta execração. Pior de tudo: o VAR ajudou o Galo!
    Rysek – o futebol do Galo foi constrangedor.
    Band Minas = a comentarista disse que o Galo deixou a desejar.
    Band Minas = o comentarista disse que o futebol do Galo foi abaixo da crítica.
    “Parabéns ao Boca pela classificação…”
    Eu quero, que o Galo jogue mal todas as partidas e vença nos penais até o fim da Libertas. Cansei de jogar bem e perder!

  • Horacio disse:

    Concordo com você Chico, o Everson tem salvado o Galo em muitos jogos, ontem foi apenas mais um, um jogo importante. Mostrou em campo uma coragem, eu não cobraria aquele penalti, que alguns deixaram no vestiário. É imprescindível para esta defesa ruim de bola no chão e sem visão de jogo.

    Fico satisfeito dos zerenses torcerem em jogo do Galo deixando jogos importantes de lado. Tem hora que um futebol de melhor nível tem seu lugar. Torcer contra também é torcer. Mas querer escalar o goleiro, como estes spikes e demais secadores querem, é feio gente. Everson mostrou porque.

    Quanto ao jogo acho que o Boca é um corintias com 3 no ataque. Jogaram do mesmo jeito, zagueiros em linha quase no meio de campo com os outros 6 marcando a saída. Hulk e Savarino com marcação personalizada, sem lado esquerdo, dobrava pro lado que a bola ia.

    A diferença pro jogo do corintias foi o Jair, mais enfiado ele tumultuou. O Borrero e Allan Franco voltaram a entrar bem, mas eles bloquearam melhor o jogo do Galo. O ataque deles era mais efetivo, segurava os laterais e o meio que não subiam puxando a marcação dando mais liberdade pros jogadores de frente.

    Com aquele auê todo, o jogo ia ser truncado. O Galo entrou na onda deles, o time estava nervoso. O Marrony é quem sabe jogar com os caras provocando e sabe tirar proveito disto. Ontem fez mais falta que o Keno nos melhores dias.

    Vitória magnífica e saborosa. Com esta discussão sobre abobrinhas mais gostosa fica.

  • Julio Cesar disse:

    Apartamento em BH pegou fogo devido a quantidade de secador ligado na mesma tomada. Mas quando bombeiros chegaram as chamas já tinham sido debeladas pelo toró de lágrimas.
    Pelos comentários os simpatizantes assistiram GALÃO !
    Ah, também aquela bagaça já foi pro brejo mesmo….kkkkk

    • Eduardo Silva disse:

      Esse e alguns outros aqui são comentaristas de comentários… kkk NÃO escrevem nada sobre o jogo, sobre algum jogador, do juiz, do adversário, da tática, não dão uma opinião de nada, só fazem uma piadinha ou tentam desmerecer algum comentário de preferência de um torcedor de outro time….

      O clube tá disputando uma Libertadores e o cidadão não contribui com um fato da partida, com uma opinião, é só gracinha sem graça…

      Os novos modinhas…

  • Renato César disse:

    Sobre o jogo:
    – Discordo sobre o Everson. Acho que estava bem no jogo até a lambança do gol muito bem anulado pelo VAR. Teve maturidade para se recuperar no jogo e ainda teve peito para fazer a cobrança decisiva. Voltamos a ter goleiro decisivo. O último foi o Victor que, aliás, tem sido decisivo nos últimos jogos também, mas agora como gerente. Outro dia falo sobre isto;
    – Cuca está provando ser o técnico da sorte. Em 2013 ele discursou após a conquista que o azar tinha ido embora e parece que conta com isto. Galo muito mal técnica e taticamente nos dois jogos. Sorte estar nas quartas e vai ter que jogar bola para chegar nas semifinais;
    – Elenco é forte. Mas este negócio de ficar fazendo jogo decisivo desfalcado de 7 jogadores, complica, viu?!
    – O mundo é tão desacostumado a ver o Galo não ser prejudicado pela arbitragem, que quando a tecnologia impede que erros aconteçam, fica parecendo que fomos beneficiados. Não ser prejudicado é diferente de ser beneficiado. Nos dois jogos, os dois gols foram bem anulados. Ganhamos na bola, simples assim. Quando éramos roubados, era choro nosso. Choro é isto do Boca.

  • Mauro Lopes disse:

    São esses selvagens aí que o presidente de lá disse que são descendentes de “raça pura européia”? Hahahahahaha

  • Jose Alves disse:

    Antes tínhamos o São Vitor!
    Hoje temos o São Everson!
    Bi da Libertadores!

  • Cauê Caco disse:

    Parabéns, time de Vespasiano, eliminaram o VAR nos pênaltis. Parabéns, BOCA, ganharam do time de Vespasiano 2 vezes. Comemorem , o VAR é preto e branco.

  • Eduardo Silva disse:

    Chico, bom dia,

    Sobre o jogo jogado ontem, o Boca foi melhor no segundo tempo, como sempre tem acontecido com os times que jogam contra o Mineiro. O gol anulado foi daquelas diferenças na ponta da unha do jogador e os Boquenses estão muito Ps da vida falando que foram roubados nas duas partidas.

    Como são as coisas, hein? SE tivesse sido eliminado nos penaltis, o goleiro Éverson estaria sendo execrado nesse momento pela fanática torcida, por isso que chorou muito, mas no meu modo de vista sua batata continua assando. Na hora H já sabemos que não é confiável e vai entregar a rapadura, isso é fato!

    Acho difícil ele chegar a categoria de santo igual o São Victor e sobre o time Xeneize partir para a briga após o jogo, nada de anormal vindo de argentinos, sempre mal perdedores e foi engraçado o “presidente” com uma garrafinha de água na mão defendendo o vestiário do clube.. Esse é brabo! kkk

    Mas o pessoal não gosta que fala do Time de Vespasiano e já vou respondendo: E o Crucru? O Cabuloso MORREU! Acabou! Foi saqueado, roubado por seus próprios dirigentes, a gula foi grande! Cuidado porque tem gente sentado em uma dívida de 1,2 BI e como dizem os iluministas:

    …uma hora a conta chega!

    • Germano Brás disse:

      Só que o Galo deve, mas paga. Hoje acertou com Ricardo Oliveira. Galôôôôôôô!

      • Eduardo Silva disse:

        Ô comentarista de comentário, deixa eu te ensinar!

        Parcelou em 30 vezes com a primeira em setembro. E quem vai pagar é a MRV, o CAM assina a promissória e a dívida troca de dono. E os 1,2 Bi só cresce…

        • Germano Brás disse:

          Ô analfa. O Ricardo Oliveira não foi contratado pela MRV. É o Galo quem paga sim. Para tal, já vendemos 5 atletas este ano e arrecadamos parte. Estamos faturando com CB e Libertas, além da venda de imagens e publicidades. Foi parcelado em 30 vezes sim, mas começa a ser pago em setembro, não daqui a dois anos como seu time faz e não paga. Volta pro fundo da lagoa oferenda!

          • Eduardo Silva disse:

            Parei de ler nessa parte: “…já vendemos 5 atletas este ano e arrecadamos parte…”

            Fonte: profundezas de minha mente…kkkk

            Desculpa, ai, esqueci que vc trabalha na área financeira do CAM e está jorrando dinheiro lá…kkkk

            Eu me divirto muito! kkkk Só piada! kkkk

    • Fred disse:

      Sobre a “unha”, são 2 situações que a Fifa, comissão de arbritagem etc precisam rever: impedimento e mão dentro da área. O primeiro caso deve ter como referência o tronco dos jogadores, não o bico da chuteira; o segundo caso, é preciso marcar apenas quando há clara intenção ou clara interferência (e não aquelas bolas na mão que definem uma partida). A forma como está ainda vai gerar muita polêmica.

  • Pedro Vitor disse:

    Everson foi frio e calculista, falhou e o VAR funcionou a favor, e foi o herói do Galo.

    Jogo tenso, o Atlético não jogou bem, travado, segurou e passou.

    Parabéns Everson.

    O presidente do Atlético também merece destaque, para mim, a postura dele em dar declarações sobre o que aconteceu na Argentina e dizendo que o Boca sofreria aqui.

    Respeito a opinião de quem acha que tem de tratar com educação o Boca, mas eu penso que não pode ficar calado de ante essasfalcatruas.

    Não pode fazer foguetório. Para com isso, até parece que isso é alguma novidade no futebol.

    Outro dia vi a torcida da Inglaterra bater na da Itália na Europa. Europa só tem educadinho né

    Quero ver na próxima rodada da Libertadores se river ou argentino Jr vai querer tratar o Atlético com indiferença na Argentina

  • Luís Cláudio disse:

    Muito estranho a PM não poder entrar no Mineirão, vetada pela CONMEBOL. Parece até que sabiam que o Boca ia aprontar!

  • Pedro Ernesto disse:

    Para quem já ganhou Copa do Mundo com gol de mão, envenenando água do adversário ou comprando a seleção do Peru; normal eles não aceitarem a derrota e culpando o VAR. O Atlético já foi hostilizado pelo Lanús e Rosário perdendo ou ganhando. Nunca souberam vencer ou perder, sempre arranjam confusões.

  • STEFANO VENUTO BARBOSA disse:

    Não foi um jogo bonito, mas foi um jogo de Libertadores, como todos as cenas dramáticas desse tipo de jogo, muitas faltas, catimba, gol anulado, jogador falhando e virando herói. Eu não sei até que ponto Cuca controla isso, a impressão que tenho é que ele ainda não descobriu o posicionamento correto de alguns jogadores. Ontem o Galo sentiu a falta de uma opção de ataque pela esquerda, Keno de 2020. Seria com certeza outro jogo. O Everson tem defeitos graves, sai muito mal em cruzamentos, tem um posicionamento muito adiantado, que não me agrada, mas tem qualidades, reconhece os erros, sai muito bem com os pés e me parece um cara humilde, que se esforça para melhorar. O time do Galo precisa trabalhar a cabeça, vai ter outro jogo contra argentinos e precisa aprender a jogar contra esse estilo. Como disseram aí, não podemos esquecer que do outro lado tem um time de camisa pesada, que sabe jogar copas, nascem pro futebol com esse espírito. Espero que Cuca treine opções e sobretudo, treine finalizações, ontem era pro Zaracho ter transformado uma partida tensa, num jogo fácil, não se erra um gol daqueles.

  • Bernardo Montalvão disse:

    Novamente a imprensa ante atleticana: o VAR foi determinante para a classificação do Galo. No outro jogo, o lance foi polêmico, porque foi lance interpretativo; neste não. O VAR provou o impedimento milimetricamente, mas houve. Toda vez que o Galo desclassifica um time argentino, eles depredam o Mineirão ou o Independência.

  • Geraldo Lopes disse:

    Em 1978, fui ao Mineirão assistir Galo X Boca pela Libertadores de 78, mesmo sabendo que Reinaldo não jogaria. O Boca venceu por 2 X 1 com dois frangos de João Leite. Todo goleiro, por melhor que seja, vai falhar um dia, por isso nunca critiquei o Éverson. E tenho certeza, que a maioria dos que criticam são fakes fracassados incomodados e desafogando suas mágoas em cima do Galo. Os atleticanos insatisfeitos com goleiros, normalmente ficam calados ou sem essa enxurrada de críticas. Como o brasileiro, normalmente, tem memória fraca e só enxerga o ser humano por seus erros, amanhã, Éverson poderá ser execrado novamente.

  • mauricio souza - bairro serrano disse:

    Vamos ver se agora os atleticanos que não gostam do Everson, vão dá uma trégua. Tudo bem que ele falhou, mas pergunto uma coisa, no lugar que ele soltou a bola, teria que ter um zagueiro para cabecear a bola. No meu modo de ver ele errou na hora que deixou o gol e foi de encontro com a bola, que deveria ser rebatida pelos zagueiros. Está na hora de alguns torcedores que não gostam do Everson dá uma trégua. Não vejo porque um goleiro que foi reserva a vida toda no crucru, ter que ser titular no Galo. Com todo respeito que o Rafael merece, mas ele não tem estofo para ser tão preferido assim pelos “atleticanos”

  • Renato César disse:

    Chico, acredito que a tensão do jogo de ontem o fez cometer alguns deslizes na postagem:
    – Hulk cobrou no canto direito (e não esquerdo) do goleiro. 5cm menos aberto e a bola entraria;
    – No Monumental o jogo foi 1 x 1 na verdade. River começa o jogo desclassificado, mas não sei se termina também.

  • Fred disse:

    Uma partida de futebol existe com duas equipes. O Galo não fez boa partida? Não, mas tem que olhar o outro lado. O Boca Juniors fez ótima partida, dentro daquilo que sempre os argentinos fazem quando jogam fora: dominam o meio, ficam cozinhando o jogo, até acharem uma bola e saírem com a classificação. Ontem o treinador argentino fez isso, além de posicionar sua defesa claramente pra anular o Hulk.
    Vai ser assim nas quartas também: jogo feio, com sustos, decidido em detalhes, mas se classificar pra semifinais é o que interessa.

    • Paulo F disse:

      A resposta pra vencer times com essa postura é colocar jogadores ofensivos! rápidos, habilidosos e criativos, mas o Cuca prefere encher o time de volantes, falta poder ofensivo, a criação cai demais nesses esquemas defensivos do Cuca, que parece ser o preferido dele… o 4-3-3 / 4-2-3-1 sempre foi nosso esquema

  • Welinton disse:

    O espírito do Joãozinho Paulista ( Hyoran ) ainda permanece, lembrei de 1977 contra o São Paulo na descisåo por pênaltis quando perdemos o segundo pênalti na quarta cobrança que poderia ser decisivo naquela altura.

  • Flaviano disse:

    Por que molhar o gramado antes do jogo? Essa é “ideia magnifica” prejudicou o Atlético, pq atrapalhou os jogadores do Atlético, inclusive Hyoran na cobrança de Pênaltis. Durantes o jogo Hulk escorregou várias vezes.
    PALHAÇADA DESSA IMPRESA QUE ADMINISTRA O MINEIRÃO.

    • Alexandre (de Curitiba) disse:

      A irrigação do gramado do campo de jogo antes, no intervalo e após as partidas tem a ver com questões fisiológicas da própria grama. O pisoteio durante uma partida de futebol provoca um estresse muito grande à planta e mantê-la bem hidratada é uma estratégia para que consiga resistir por mais tempo. O problema maior, no meu entendimento para esse caso específico, é que o gramado do Mineirão está com sérios problemas já há algum tempo. Repare que a área do gol que o Everson defendeu no segundo tempo está cheio de placas de “remendo”. Assisti ao último jogo do Cruzeiro no Mineirão (ô trem bão….) e cheguei a comentar com o meu filho que teríamos problemas no jogo de ontem.

      • Fred disse:

        Sim, a grama do novo Mineirão sempre teve problemas. Está havendo excesso de jogos no campo, com Galo e Cruzeiro jogando 2x por semana. Provavelmente, terão que levar algumas partidas pro Horto.

  • Ferreira disse:

    Você iniciou redação dizendo: “O goleiro não fazia uma boa partida e aos 17 minutos”.
    Como Everson não fazia boa partida se o Boca não havia chutado nenhuma bola perigosa à meta de Goleiro?
    Sim, o Goleiro falhou em um lance totalmente isolado , que poderia ter desclassificado o Galo.

  • Julio Cesar disse:

    Quem ainda pensava que o Boca tava meia boca se surpreendeu. Encaixotou o Atlético pelo menos em 60% da partida. Marcou muito, e abusou das faltas sob o olhar condescendente do árbitro. Everson bizarro na falha no gol anulado. Assim como em outras”l “oportunidades”. Ainda não é o goleiro decisivo. Decisivo com defesas. Não aquelas que a bola vai nele. Gol marcado no pênalti claro que vale mas não me convence como diferenciado. Wilson do Coritiba faz gol de pênalti.
    Mas foi uma festa onde eu estava com tres simpatizantes de Pirangi presentes sem nem importar com a “remada” que estavam levando.
    E conformados esperando a pá de cal. Ainda falta ?
    Vamo Galo !

  • Rodrigo Assis disse:

    O futebol do atlético precisa evoluir, Fato!

  • carlos henrique disse:

    Sempre vo qualidades no Everson, quando muitos aqui e midia em geral pediam Rafael.
    sabe sair jogando faz belas defesas,erra tambem
    Um grende goleiro, que eta marcando sua Historia no Atletico
    futebol é assim no começo Hulk, nao estava em forma
    e nem tinha sequencia
    Até um comentarista(amigo de todo mundo) pediu sua rcissao
    fecho a boca, e Cuca se perde o jogo, ninguem ia lembrar
    do no´ que deu no treinador do Corinthians e quando entrou
    com 3 zagueiros seria execrado
    Cuca para min é o melhor tecnico em atividade
    Pena que muitos nao enxergam isso
    futebol é momento e num momento ruim
    crucificam como tentaram crucificar Everson
    Cuca tambem fica esperto, a primeira derrota ou erro
    pessoas como esse comentarista, vai detonar o cara
    como uma boa parte da torcida

  • Fernando Chaves disse:

    Os argentinos arrumaram maior confusão após a eliminação… Para a imprensa mineira, a culpa é do Galo.
    O vandalismo do Boca não incomoda ninguém.
    Os CruCrus não pagaram a energia, não puderam usar a secadora.
    Galôôôôôôôô!!!!

  • Raws disse:

    Boca taticamente jogou muito.
    Marcaram Nacho e Hulk muito bem.
    Alguns jogadores foram muito abaixo do que jogam, Savarino e Zaracho foram dois deles.
    Tchê Tchê, pra mim é “chover no molhado”, no setor primordial e aonde os Argentinos se sobressaíram, o “afilhado” de Cuca é o que menos rouba a bola e menos aparece. Jogador sem raça! Omisso! Franco em dois minutos fez mais do que ele todo tempo que jogou.
    Allan que no início de sua chegada tanto critiquei, queima minha língua todo dia com raça única no meio campo.
    Com relação a atitude dos argentinos, já passou da hora da polícia descer o bambu nesses caras. Qual a diferença de torcedor baderneiro e jogador baderneiro?

  • Paulo F disse:

    Espero estar errado, mas dificilmente ganharemos essa Libertadores. Que desânimo me deu a entrevista do Cuca… satisfeito com essa lástima que foi o futebol apresentado pelo Galo. Não concordo e nunca concordarei com uma retranca de 3 volantes em um jogo que precisa ganhar pra classificar, dentro de casa ainda. O cuca admitiu o medo, borra nas calças contra qualquer adversário marromenos, principalmente fora de casa. Agora nosso esquema oficial é com 3 volantes, Allan Tchatchau e Zaracho… que desânimo

    Parabéns ao Everson por propiciar um misto de sentimentos de raiva ansiedade euforia e incredulidade, que defesas e que batida. E que frango.

  • Raws disse:

    Everson falhou? Lógico !
    Alguém que estiver lendo meu comentário nunca falhou em sua profissão?
    No momento da falha sofri por ser atleticano e também por ele.
    Pensei os canhões “carregados” agora dispararão um bombardeio sobre o goleiro.
    Quando veio os pênaltis, falei com meu filho e esposa, Everson receberá duas graças. Recebeu três!
    Amigos, percebi hoje na partida uma bela lição de vida. Quem trabalha honestamente, com humildade e fé, sempre receberá o que merece.

  • Silvio T disse:

    Histórica classificação! Doeu especialmente na mariada que, ao lado da “imprensa atleticana” torcia desesperadamente pela eliminação do time que incomoda. Derrubamos o Mito Boca! Cry For Me Argentina! Mas não gostei do futebol e da postura de muita gente em campo. Foi nítido pra mim que alguns tremeram. O “sorteio” camarada (esse não teve VAR) colocou no nosso caminho Boca, River e Palmeiras pra chegar à final. Com essa bolinha é pouco provável passar pelos próximos.

    • Luiz disse:

      Silvio, vai passar sim..cada jogo tem uma história ou não?

      • Silvio T disse:

        Luiz, é até possível que se classifique num dia inspirado dos melhores jogadores ou num dia de muita sorte. Mas o que levo em conta pra dizer isso é o atraso tático dos técnicos brasileiros frente aos europeus e argentinos. Não há como negar. Libertadores 2018 Marcelo Gallardo – 2019 Jorge Jesus – 2020 – Abel Ferreira. Renato Gaúcho e Tite que tinham entrado no time dos melhores, caíram muito nos últimos anos. E o Cuca, mesmo com resultados expressivos nos últimos anos com Palmeira, Santos e agora no Atlético, mostra em muitos momentos que não sabe muito bem o que está fazendo. Fica apegado demais a superstições que envolvem amuletos da sorte, atitudes que deram certo antes e jogadores favoritos que o salvaram em alguma situação. Com isso suas equipes costumam ser engolidas por treinadores mais qualificados ou mais espertos.