Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

A minha pior notícia dos últimos anos: lá se foi o nosso Flávio Anselmo o “Comentarista de peito aberto”

Flávio Anselmo com os filhos Alexandre (em pé) e Flavinho no último dia dos pais.

“Alô amigos da bola, um abraço pra você!”.

Assim ele abria os comentários dele.

O filho do “Sô Dico e D. Geralda”, de Caratinga, meu padrinho profissional, padrinho de casamento, que me tratou como filho quando vim de Sete Lagoas para Belo Horizonte, meu chefe na Rádio Capital, quem, junto com o Flávio Carvalho, me levou para o Minas Esporte, da Band.

Grande Flávio Geraldo Anselmo, advogado, jornalista, radialista, poeta, escritor, autêntico, bravo, amigo, dos melhores analistas de futebol que a imprensa mineira e brasileira já tiveram. Marido da D. Neusa, pai do Alexandre, Flavinho e Juliana.

Que pena! Aos 77 anos de idade, nos deixou por volta das 16h15 desta quarta-feira, 15 de setembro, em decorrência de vários problemas acumulados, mas os mais sérios, cardíaco e pulmonar. Infelizmente tudo começou em 2015, em decorrência de um tombo, da escadaria da Clube Social de Inhapim, onde ele autografaria seus últimos livros. Uma semana antes de embarcarmos para o Chile, onde cobriríamos a Copa América daquele ano. Também estaria conosco o irmão dele, Fábio, que mora em Brasília.

Daí foram quatro meses de UTI no Hospital Vila da Serra e uma sequência de tratamentos e cirurgias, sempre muito pelo assistidos pela esposa, filhos e pelo sobrinho, o conceituadíssimo Dr. Frederico Rodrigues Anselmo, endocrinologista, intensivista, filho do Neném Anselmo, irmão dele. Nas últimas meses ele teve novos problemas, foi internado novamente no Vila da Serra e o quadro se agravando. Na segunda-feira, 13, a filha Juliana, descreveu a situação no grupo de whatzapp da família:

“Oi Anselmada,

Hoje estive com o Fred no boletim. A situação do Papai continua uma incógnita. Fizemos todos exames e procedimentos, mas o pulmão direito continua fechado e o esquerdo começando a ficar comprometido.

Ele enviou os exames a um amigo especialista, pneumologista do Madre Tereza, pra ver se ele tem alguma sugestão de tratamento ou se o caso dele pode ser alguma exceção ou algo super específico. Ele deve passar aqui hoje ou amanhã.

A saturação cai muito rápido quando ele tenta tirar a máscara, se tenta fazer qualquer coisa (trocar, comer.. na verdade ele não ta querendo comer, porque sente falta de ar e engasga…  está com medo)

Papai continua irritado, casado.. mas tomando um sedativo (ele não apaga, só fica mais grogue… tá conversando e com consciência… mas muito sonolento)

O estado geral tá bom… quando ele tá acordado, sinto que está bem… mas o pulmão está muito fraco, e muito dependente de oxigênio.

MANDEM VÍDEOS PRA ELE! Ele se sente muito bem quando recebe recados, vídeos… ajuda o psicológico a ficar firme! ?

Beijos a todos!

Juliana”

O corpo será cremado em Belo Horizonte e a urna com as cinzas levadas para Caratinga.

Flávio Geraldo Anselmo começou como repórter na Rádio Inconfidência, passando depois pelas Rádios Guarani e Capital. Tvs Bandeirantes, Record e Sportv. Jornais Diário de Minas, Estado de Minas e foi colunista colaborador de primeira hora no nosso SETE DIAS, de Sete Lagoas. Foi também um dos melhores presidentes da Associação Mineira de Cronistas – AMCE -, período em que me deu a honra de ser diretor pela primeira vez na entidade.

Descanse em paz, caríssimo amigo, eterno chefe e padrinho. A minha eterna gratidão!

Flávio e D. Neuza

Fábio e Flávio Anselmo, nomes e aparência quase idênticos, além da característica comum dos filhos do Seu Dico e D. Geralda, de Caratinga: gente boa toda vida!


Flávio Anselmo entre a esposa Neusa, Flavinho e o José Lino Souza Barros, comandante do programa Rádio Vivo, da Itatiaia, companheiros de muitos anos na TV Bandeirantes

Flávio Anselmo em evento com Marcelo Oliveira e o velho companheiro do saudoso “Minas Esporte”, na Band, Flávio Carvalho, à direita.


Deixe uma resposta para Anderson José Duarte Cancelar resposta

Comentários:
23
  • Hygino Felipe de Carvalho disse:

    Irmão do meu colega e amigo Fábio.Meus sentimentos a ele,demais familiares e amigos.

  • Julio Firmino disse:

    Sábio, humano e sincero. De peito aberto! Siga em paz na nova jornada, Flávio. Obrigado por nos informar e alegrar por tantos anos.

  • Fabio Paceli Anselmo disse:

    Amigo Chico, linda himenagem que você faz ao meu irmão. Toda familília agradece a gentileza e o carinho que sempre tratou Flávio. Ele, pelo lado dele, sempre teve grande admiração pelo seu trabalho e carinho. Pena não termos contado com a oresença dele na Copa América do Chile, em razão da queda que ele sofreu em Inhapim e que foi o começo de todos os problemas que acabaram afastando-o do nosso convivio. Um grande abrsço e muito obrigado mais uma vez.

  • mauricio souza - bairro serrano disse:

    Chico, um dia encontrei com ele no hall do Mineirão e ele carinhosamente me vendeu um livro de sua autoria (Marias Chuteiras) fiado, pois não tinha dinheiro na hora, e ele disse depois você me paga, e me passou o numero da conta dele, para mim depositar. Que Deus a receba de braços abertos e de peito aberto.

  • Hermes disse:

    O comentarista de peito aberto!

  • Juliana disse:

    Obrigada pelo carinho, Chico! Nosso coração está partido… mas na certeza de que convivemos com um super homem e super pai! ❤️

  • Márcio Luiz disse:

    Pois é, Chico. É a tal da “certeza” que todos temos, né.
    Mas uma coisa é certa: O Flávio vai chegar na “emissora lá de cima” onde já estão o Oswaldo, o Vilibaldo, Willy Gonser, Paulo Roberto, Pinguim e tantos outros NOTÁVEIS, de “PEITO ABERTO”.

    Vida que segue…

  • Marcão de Varginha disse:

    “As pessoas não morrem, ficam encantadas… a gente morre é para provar que viveu.” (João Guimarães Rosa);
    – Meus sinceros sentimentos!

  • Luiz disse:

    Chico,
    Recebo com profunda tristeza o passamento do Flávio Anselmo.
    Gostava muito das suas observações e comentários sobre futebol e a sobre a vida, Foi um bravo guerreiro nessa reta final de sua existência.
    Cruzeirense que era, não faltava com o respeito ao Galo, pelo contrário, sempre imparcial.
    Homem bom, honestíssimo e de família muito honrada. Cumpriu com dignidade sua jornada.
    Transmita meu abraço à família . Meu abraço a você já que ele foi seu guia e amigo. Sei da sua dor.

  • Marcio Borges disse:

    Dizem que os bons morrem jovens. Mas os idosos e bons infelizmente se vão. Notícia triste pra quem acompanhou o Minas esportes e o futebol em Minas nesta época. Eu digo que os bons estão indo embora e os novos parecem não ter o mesmo pique, o mesmo amor e paixão. Meus sentimentos a todos os familiares e a você Chico.

  • Edivaldo Santos disse:

    Uma dos melhores qui saldade dos bo. Tempos do minas esporte farca para todos da família

  • Paulo F disse:

    Uma perda inestimável, pra mim um dos melhores comentaristas que já passaram pelas alterosas. Desde criança me lembro do meu pai assistir o programa da Band com você Chico, Flavio e Jumara. Sempre achei os comentários dele muito parecidos com aquilo que eu entendia dos jogos e de futebol!! E sempre ponderado, vale dizer. Mesmo atleticano era um jornalista impecável que se atinha à realidade, raramente deixando seus sentimentos ou opiniões transparecerem com facilidade.

    Pra completar o carinho por este comentarista, fui aluno do “Santelmo” seu filho, excelente professor de educação física e basquete.

    Parece que suas últimas semanas foram de sofrimento, que Deus o guarde e que traga conforto para os familiares e amigos que ficam aqui sofrendo nesta vida difícil. Sei da admiração pessoal e profissional que tinha por ele Chico, então ficam aqui meus sentimentos especialmente pra você.

    Tenho certeza que deixou um legado, pois é lembrado com carinho e sentimentos positivos por todos que falam sobre ele.

  • Bruno Lacerda disse:

    Sobre o Flávio Anselmo, lembro que em 2013 eu tinha muito medo do Galo entregar a paçoca e perder a Libertadores. Os traumas do passado não me permitiam curtir o momento. Mas ele, em seu blog, dizia com tanta convicção que o time seria campeão, que estava escrito nas estrelas e tal, que me deixou menos apreensivo. Cedi à voz da experiência e simplesmente acreditei. Que Deus o tenha em ótimo lugar.

  • Antônio disse:

    Acompanho o Flávio desde o início na Band no começo dos anos e na rádio guarani Chico, depois do acidente dele muita gente aqui na sua página sempre perguntava por ele que tinha sumido da mídia. Lamentável Chico.

  • J.B.CRUZ disse:

    Para Mim :Um dos três Melhores Comentaristas Esportivos dos últimos 50 Anos do MINEIRÃO..
    **DE PEITO ABERTO ***,FLÁVIO ANSELMO, ***CORAGEM PARA FALAR A VERDADE***: OSVALDO FARIA : E O **COMENTARISTA QUE O TORCEDOR GOSTA DE OUVIR**: SÉRGIO MÁRIO FERRARA, Deixaram e deixam SAUDADES dos Bons Tempos; não só do futebol , mas, de todas atividades HUMANAS..
    CUMPRIRAM MUITO BEM SUAS MISSÕES:
    MORTES SENTIDAS; DESCANSEM EM PAZ !!!..:
    **********************************************************

  • João Cavalieri disse:

    Um pena, lembro do programa com saudoso Carlos Valadares, ‘Ora Ora Ora’!
    Que Deus conforte amigos e familiares.

  • Raws disse:

    Já tinha sido uma grande perda para a crônica esportiva quando se afastou dos holofotes, agora a perda se eterniza. É a velha guarda indo embora sem substituição a altura. Descanse em paz e que Deus conforte a família.

  • Silvio Torres disse:

    Uma grande perda não só para os familiares, a quem deixo meus sentimentos, mas para todos os fãs de um dos grandes nomes do jornalismo esportivo mineiro. Gente que eu, criança ainda no interior, via, ouvia e admirava. Por toda a sua história com o Flávio Anselmo, deixo também meus sentimentos pra você, Chico. Abraços.

  • Luiz Ibirité disse:

    Boa noite, Deus conforte a familia, os amigos e em especial a vc Chico, sempre (desde q acompanho blog) tratou da pessoa dele com um carinho muito alem de uma simples amizade, fica aqui meu abraço.

  • Paulo Celso disse:

    Lá se vai mais um.parceiro querido. Amigo, Companheiro e afilhaode casamento – fui um dos padrinhos dele e de Neusa -, Flávio foi reporter, comentarista e chefe da equipe de esportes da Rádio Guarani, durante os muitos anos de convivência profissional. Baita profissional, diga-se. Mas principalmente um grande coração. Que Deus conforte a família pela perda.

  • Moura Miranda disse:

    Faço das suas as minhas palavras e agradecimento e gratidão à Flávio Anselmo. Devo muito do que sou a ele. Que descanse em paz o nosso eterno chefe.

  • Anderson José Duarte disse:

    Sempre acompanhei os comentários de vcs na Band. Vai descansar em paz Flávio, Deus conforte o coração de todos familiares e amigos. Uma perda irreparável!!

  • Marco Antonio Caetano de Andrade disse:

    Meus sentimentos a familia e aos amigos do Flavio Anselmo.