Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/blog/www/wordpress/wp-includes/pomo/plural-forms.php on line 210
Galo 2 x 0 Juventude. Mais um capítulo da contagem regressiva de todo atleticano mundo afora! | Blog do Chico Maia

Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Galo 2 x 0 Juventude. Mais um capítulo da contagem regressiva de todo atleticano mundo afora!

Cada atleticano, de todas as idades, de toda parte do mundo, tem uma história para contar sobre a sua relação do Galo. Uma alegria, uma tristeza, um encontro, um desencontro, enfim…

Quem não se lembra aonde estava e com quem estava na conquista da Libertadores? Não será diferente com cada jogo deste Brasileirão de 2021.

Tive o privilégio de estar em Diamantina, na festa comemorativa do dia 8  de dezembro de 2019, promovida pelo Ailton Bonfim…

… terceiro ano consecutivo, no A Baiúca, e assistindo o jogo na casa do Roosevelt, junto com muita gente boa.

O Domêmico Bhering, grande jornalista, excelente diretor de comunicação do Atlético durante muitos anos, registrou a presença do Rafael Miranda no Mineirão, com uma frase muito feliz e verdadeira:

@domenicobhering

“Rafael Miranda com seu filho, ontem, no Mineirão! Que bacana ver um cara que jogou anos com a camisa do Galo na arquibancada. Entra funcionário, sai torcedor. Fato!”

» Comentar

Comentários:
35
  • Márcio Luiz disse:

    E O GALO?

    Segundo o corvo, o Juventude não perdia pra ninguém e era uma ameaça para o Galo.
    Ô “hômi” bobo, gente. Credo!

  • Humberto disse:

    Fico espantado com a opinião de alguns aqui, acham que o Galo tem que golear e trucidar os adversários, calma pessoal, do outro lado tem um outro time defendendo seus interesses. Chegamos num ponto do campeonato que o importante é fazer os 3 pontos e o resto que se dane. Eu quero é poder gritar Campeão. Vai Galo!!! Sempre contra tudo e todos.

  • Marcos disse:

    Quem achava que o futebol mineiro entraria de vez em decadência com a queda e o encolhimento brusco do Cruzeiro, se enganou.
    O fato do Atlético estar em vias de ser campeão brasileiro e o América se consolidando como time emergente são provas de que o futebol mineiro segue forte a nível nacional e não perdeu os primeiros lugares.
    Minas Gerais pode ter perdido o Cruzeiro e dificilmente irá conseguir recuperá-lo. Mas está ganhando um Atlético mais forte e poderoso do que ele já é, com os bônus de estádio próprio e padrinhos fortes. E um América presente em competições internacionais.

  • Silvio Torres disse:

    Pra não decepcionar minha imensa legião de fãs, vai aí o provável “time reserva” do Palmeiras para terça-feira. Quando lembro que o Abel Ferreira sempre põe o Cuca no bolso, faço um único comentário: oremos…
    Weverton, Marcos Rocha, Luan, Kuscevic e Jorge; Matheus Fernandes (Raphael Veiga), Danilo e Patrick de Paula ; Breno Lopes (Gustavo Scarpa), William (Wesley) e Luiz Adriano (Rony)

  • Pedro Ernesto disse:

    As VINGADORAS venceram o ex time em atividade e o time que não tem BI mais uma vez é BI em cima de um freguês. O GALO GANHOU!

  • Carlos Junqueira disse:

    Prezado, Chico Maia, permita-me fazer uma crítica a alguns colegas seus de profissão. Estou indignado com a postura de comentaristas de arbitragem e jornalistas em relação ao pênalti marcado para o Galo no jogo de ontem. Em várias situações semelhantes a favor de times do Rio e São Paulo , todos eles minimizaram dúvidas ao dizer que os lances são interpretativos e o fato do zagueiro tentar o contato( puxão no ombro , camisa , etc) caracterizaria a intenção de fazer falta. Surpreendentemente ontem e hoje estão sendo enfáticos ao dizer que o lance foi de câmera lenta, simulação , etc. Nunca vi o comentarista de arbitragem ser tão enfático ao negar a marcação. Hoje ao ver os sites especializados, o que vejo é pênalti polêmico dá vitória ao Galo, e não um comentário de que um jogo de ataque contra defesa teve um resultado justo a favor do melhor time do campeonato. ( Não o campeão ainda, mas indiscutivelmente o melhor time) . É inacreditável esta postura. Fui ao jogo, vi um juiz irritando o time da casa ao marcar qualquer falta a favor do visitante, deixar a cera começar com dois minutos de jogo, etc. Fora dois lances de possíveis penalidades que não foram sequer avaliados. É um enorme desrespeito com o bom futebol que o Atlético está exercendo este ano. Sinceramente , muito triste isto tudo. Porém não tirará o brilho de uma conquista merecida. Assim espero.

    • Paulo César disse:

      Carlos, aproveitando seu gancho: e a postura do tal Mauro César Pereira que não fala com todas as letras, mas não engole o momento do Galo? Falo sempre com meus amigos e parentes: seja você atleticano, cruzeirense ou americano, não dê palanque a otário, não dê audiência a este povo.

      Na semana retrasada, o Galo fazendo um jogo forte e relevante com o América. Após a rodada, a ESPN abre o programa debatendo… SANTOS X PALMEIRAS. Ok. Faz parte. O problema é que, lá no final, citam de passagem GALO x AMÉRICA. Não dá para assistir este povo.

  • Luiz disse:

    Prezados companheiros do Blog.
    Passei para agradecer a todos pela força que me deram na doença do meu irmão. Infelizmente ele partiu na última quinta feira.. Melhor assim , pois o sofrimento era tanto e não havia mais recursos, depois de 22 dias entubado no Biocor.
    Estamos tristes, mas a Providencia Divina, tenho certeza, fez o melhor.
    Me desculpe Chico e amigos por invadir esse espaço tão democrático, num momento de euforia com o Galo, com essa lamentável notícia, mas eu devia uma resposta às pessoas que tanto me apoiaram aqui!
    Obrigado a todos mais uma vez. Fiquem bem!

  • Jerônimo disse:

    É impressionante…o ex-árbitro, Sandro Meira Ricci, palpita TODAS contra o Galo.
    Que sujeito nojento.
    Pior do que ele somente o juiz do jogo, Luiz Flávio de Oliveira…que consegue ser pior que o irmão dele no apito.
    Com os milhões que giram em torno do futebol é incompreensível não se profissionalizar a arbitragem. Na verdade, o único motivo para a não profissionalização é que o amadorismo da arbitragem favorece ganhos financeiros maiores, tanto dentro quanto fora de campo.

    Fora isso, a insistência do burro com sorte, Cuca, em colocar dois centroavantes (Diego Costa e Hulk) em um jogo com o campo pesado e adversário totalmente recuado…só pode ser masoquismo.

    Jogo para o time jogar no 4x3x3, com um ponta aberto de cada lado, para abrir a defesa, mas não…o burro com sorte afunila o jogo no meio com dois centroavantes e tenta fazer tabelas em um campo encharcado.

    Aí…quando a sorte pisca para o Cuca (como sempre) e força a ele fazer uma mudança no esquema errado que ele havia montado, ao invés de corrigir o erro e colocar o Savarino aberto…ele coloca o Nacho e o time continua jogando pelo meio. Depois, quando ficou nítido que o Savarino deveria entrar ele não sabia quem tirar do time.

    A sorte é que os deuses do futebol salvaram ele com um pênalti.

    O Cuca é um técnico tão ruim, mas tão ruim…que ele será campeão sem revelar um único jogador da base, mesmo tendo jogadores habilidosos no elenco.

    Como venho dizendo, há algum tempo, seremos campeões no jogo contra o Palmeiras…apesar do Cuca.

  • Pedro Vitor disse:

    Expectativa é alta, semana que vem sai o grito tão sofrido.

    Nós somos do Clube Atlético Mineiro!

  • Horacio disse:

    É isso aí Chico, ensina pro pessoal o que é ganhar um campeonato. O Cuca, corretíssimo, arma o time buscando o resultado jogo a jogo. A torcida tem que comemorar o campeonato jogo a jogo, simples assim. É isto o que torna um campeonato memorável. Foda-se se o título ainda não chegou! Encher o tanque só com o caneco na mão é coisa pra amador, torcedor de sala de troféus, torcida ibope de depois da novela.

    Mas o jogo foi fácil não. Teve pelo menos uns 3 pênaltis não marcados pelo juizão e o var só “viu” um. Já virou padrão, não se marca pênalti a favor do Galo no começo do jogo, fiquei até surpreso de terem marcado no começo do segundo tempo. Mas ia ganhar com ou sem os pênaltis.

    Ontem eu achei, pela primeira vez, que o Diego Costa fez um bom jogo. O juve muito bem trancado deu poucas chances. Em uma delas Diego fez o pivô e segurou a defesa pro Keno bater… bicuda pra fora. No segundo gol, o Givanildo, da mesma posição, enfiou no ângulo. Keno chuta muito mal, mas tem sido fundamental ultimamente.

    Se o Diego não escorrega na cara do gol depois que limpou toda a defesa ia fazer um gol merecido que mudaria o jogo bem no início.

    Zaracho e Mariano não conseguiam ir ao fundo, o lado direito do Galo estava muito marcado, ficamos o jogo todo tentando o Diego no chuveirinho. Esta jogada não tem funcionado, colocaria o Savarino e puxava o Zaracho pra lateral.

    No mais a defesa matou todos os contrataques, só levaram perigo em uma bola roubada no meio. Depois do gol o Galo recuou, nem sabiam o que fazer com a bola, aí entregaram o segundo.

  • Marcão de Varginha disse:

    O velho bordão “Galo é amor, não é simpatia!”, é uma das mais puras e cristalinas verdades.
    – #bebecyeternomito

  • Geraldo Lacerda disse:

    Não se compara a torcida nenhuma. A massa é muito mais que uma torcida, na alegria ou na tristeza. Nunca se abateu pelas roubalheiras em que foi vítima, faz festa como ninguém e é admirada até pelos dirigentes rivais. Ex atletas se rendem a essa “religião” do ser atleticano. Viva a MASSA!

  • Fred disse:

    Irei concordar com o Silvio, corneteiro de plantão do blog, em muitos momentos chato, exagerado, em outros correto. Diante de uma retranca irritante do time gaúcho, o Galo ficou sem repertório nenhum a não ser contar com o talento dos jogadores. Variação tática? Nada. Jogada ensaiada? Nada. Inversão de jogadores? Nada. O esquema era bola no Keno pra ver no que dá e bola na área pra ver no que dá. O Diego Costa, aliás, rodado com treinadores europeus, parecia que tentava por conta própria alguma variação tática… Não fosse o pênalti mandrake, o jogo poderia ter terminado com 90% posse de bola atleticana e um 0X0 no placar. Mas faz parte, no Brasil time também é campeão contando com o acaso e com a ruindade dos árbitros.

  • Renato César disse:

    Todo jogo do Galo será esta dificuldade agora. Todo mundo querendo tirar ponto do campeão. Tão ridícula a postura dos adversários que o Rever saiu machucado no meio do primeiro tempo e o Cuca colocou o Nacho no lugar dele.

    E a arbitragem… 3 pênaltis para marcar 1. É duro!

  • Julio Cesar disse:

    Aguardando o comentarista que está correto e todo mundo errado. “Juventude vem aí….”. “Galo joga 30%…”. Menos 1. E agora? Palmeiras vem aí e blá blá blá.

  • Julio Cesar disse:

    Estive novamente ontem no Mineirão! Cantoria, festa, entre abraços com gente que não conhecemos, mas naquele clima parece que nos conhecíamos faz tempo e só não lembravamos.
    É uma das maravilhas da Terra!
    O árbitro veio por encomenda do tal de Alício.
    O pênalti foi a minha frente, estava atrás do gol, setor laranja inferior.
    Comentei com alguém: uai, não vai marcar o pênalti? E a resposta: “esse árbitro já conhecemos”. E o VAR demorou pra chamar.
    Duas vitórias para confirmar o título, independente dos resultados do flamengo.

  • JESUM LUCIANO DA SILVA disse:

    O que me entristece é está parcialidade dos comentaristas, pisão no Diego Costa não é nada, mão dentro da área o var não faz nada, abraço de tamanduá dentro da área veio o juiz aposentado e fala que não foi nada, tão fazendo tudo para desmerecer o momento espetacular do galo, se esquecem que desmerecendo os outros desvalorizam suas conquistas, vão sofrer muito ainda. Senão tivesse var e o galo com este timaço já tinha sido garfado há muito tempo igual sempre aconteceu durante muito tempo

  • Renato César disse:

    No caso, Rafael já tinha entrado torcedor, né?! Renaldo, falado no outro jogo, entrou funcionário