Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/blog/www/wordpress/wp-includes/pomo/plural-forms.php on line 210
Razões alvinegras para ter certeza de que todo cuidado é pouco | Blog do Chico Maia

Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Razões alvinegras para ter certeza de que todo cuidado é pouco

Ilustração: pt.dreamstime.com

Os atleticanos mais contidos têm toda a razão em não cantar vitória antes que a matemática garanta isso. E Cuca está conseguido manter o espírito guerreiro e pés no chão do time. Contra o Juventude, novamente valeu o talento individual para quebrar um sistema defensivo super eficiente montado pelo técnico Jair Ventura. E o principal concorrente está fazendo a parte dele, como mostrou novamente, contra o Internacional, em pleno Beira Rio e venceu por 2 a 1. O Flamengo tem ótimo time e um banco à altura. Contra o Corinthians, quando parecia que o empate estava garantido, Rodinei dá uma caneta no marcador, faz um cruzamento perfeito e encontra Bruno Henrique na área, que se antecipa ao zagueiro e faz um golaço.

Atlético e Flamengo se equivalem dentro das quatro linhas e o Galo não pode perder essa boa gordura que lhe mantém na liderança, pois fora de campo, não há equivalência. Os cariocas têm mais força, na cartolagem e na mídia nacional e sabem pressionar com competência.

Veja essa análise muito interessante do Carlos Junqueira, que escreveu hoje aqui no blog. É sobre um tipo de pressão que costuma fazer muita diferença, principalmente pra cima da arbitragem: a da mídia.

* “Prezado, Chico Maia, permita-me fazer uma crítica a alguns colegas seus de profissão. Estou indignado com a postura de comentaristas de arbitragem e jornalistas em relação ao pênalti marcado para o Galo no jogo de ontem. Em várias situações semelhantes a favor de times do Rio e São Paulo , todos eles minimizaram dúvidas ao dizer que os lances são interpretativos e o fato do zagueiro tentar o contato( puxão no ombro , camisa , etc) caracterizaria a intenção de fazer falta. Surpreendentemente ontem e hoje estão sendo enfáticos ao dizer que o lance foi de câmera lenta, simulação , etc. Nunca vi o comentarista de arbitragem ser tão enfático ao negar a marcação. Hoje ao ver os sites especializados, o que vejo é pênalti polêmico dá vitória ao Galo, e não um comentário de que um jogo de ataque contra defesa teve um resultado justo a favor do melhor time do campeonato. ( Não o campeão ainda, mas indiscutivelmente o melhor time) . É inacreditável esta postura. Fui ao jogo, vi um juiz irritando o time da casa ao marcar qualquer falta a favor do visitante, deixar a cera começar com dois minutos de jogo, etc. Fora dois lances de possíveis penalidades que não foram sequer avaliados. É um enorme desrespeito com o bom futebol que o Atlético está exercendo este ano. Sinceramente , muito triste isto tudo. Porém não tirará o brilho de uma conquista merecida. Assim espero.”

Carlos Junqueira


» Comentar

Comentários:
18
  • Paulo F disse:

    Eu sou um dos que não está comemorando ainda, além dos roubos, o Cuca é um medroso e todos sabemos. Estamos com 30 min do primeiro tempo, ele simplesmente tirou o melhor jogador dos últimos jogos do time! pra colocar o Nacho, e retrancar seu meio campo com 4 volantes (nenhum dos 4 do meio são meia-atacantes ou camisa 10 ofensivo), 2 centroavantes e 0 pontas, sendo que todo mundo sabe que o Palmeiras ia se defender aqui e jogar por 1 bola!!!

    Agora tomou o gol e não tem ninguém pra criar, atacar, furar a defesa com lances de habilidade e velocidade…. aí perde 20 minutos assim porque é proibido substituir no primeiro tempo…

    Não se mexe em esquema que está ganhando. O time não criava nada com essa formação, foi Nacho sair que passou a criar bem mais com o Keno. A formação ideal pra mim é Allan Zaracho Nacho Keno DIego e Hulk;

    tomara que eu queime a língua, foi gol do Zaracho agora, mas a gente precisa entrar pra ganhar todos os jogos.

  • Jerônimo disse:

    Se alguém puder esfregar esse vídeo na cara do Renato Gaúcho, por favor…
    Obrigado!

    Erros de arbitragem contra o Galo. Pênaltis não marcados:
    https://m.youtube.com/watch?v=ZsNMS4Otok4&feature=youtu.be

  • Jerônimo disse:

    O chilique desse influencer e torcedor fanático do Flamídia é de causar náusea.
    É ótimo ter os registros desses esbirros.
    Isso fica para os anais do mídia…

    https://m.facebook.com/massadogalobh/videos/discurso-vitimista-mauro-cezar-da-chilique-e-critica-imprensa-mineira/634587097711859/?_rdr

  • Pedro Vitor disse:

    Perfeito comentário Perfeito nada a acrescentar

  • Humberto disse:

    A grande questão é: será que o renato gaúcho vai rebaixar o seu grêmio amanhã?

  • Horacio disse:

    Queria falar três coisas. Em campo, o Galo tem tratorado os erros de arbitragem, só no ultimo jogo foram 3 erros absurdos. Tem que ter time para superar esses “erros”, mais do que isto , tem que ter tranquilidade.

    Não pode desarrumar e subir na louca porque o resultado não está vindo, acaba tomando gol de contrataque. Essa deve ser a resposta no campo, que até agora, o Galão tem dado.

    O questionamento às arbitragens tem que ser por intermédio dos clubes. Questionamento pela direção de um clube, ninguém leva a sério. Enquanto os clube não se unirem e questionar determinadas posturas vai sempre ter essa conversa de choro de perdedor.

    O Galo tem um tal de Ciga, que analisa uns mil jogos por ano, ou deveria. Tem que sair daí os dados sobre as arbitragens, não precisa de ser de todos os jogos. Será que não vai ter uma tendência? Onde estão as jogadas mais violentas não punidas, cartões amarelos, expulsões, gols de penalti, erros pró e contra e o período onde se erra mais… Tem que botar isto no papel, só diretor falar não resolve, tem que mostrar fatos, tem muita conversa, muito achismo, isto precisa acabar.

    O outro ponto são estes analistas de arbitragens tratados como “isentos”. São ex árbitros e é só, dão palpites, não são a palavra final e nunca foram bons árbitros.

    A assessoria de imprensa dos clubes está se omitindo diante de seguidos absurdos desses “analistas”. Tem que contrapor ao vivo, o que vale para um clube um dia tem que valer pro outro no dia seguinte.

    As emissoras têm interesses comerciais e a elas não interessa jogo limpo no futebol, ou que o melhor vença, o interesse deles é ganhar dinheiro com o futebol, o interesse deles é no ibope. Nunca foram isentos em nada, só vendem essa imagem pra que querem comprar.

    • Renato César disse:

      O CIGA tem 04 departamentos, nenhum deles voltado para atuação de arbitragem e as suas consequências. Aparentemente seria uma opção interessante e que poderia ficar neste setor sim.

      • Horacio disse:

        Prezado Renato César, não sabia estes detalhes do CIGA, mas está passado da hora de tomarmos alguma medida. Ficar engolindo estes sapos e tendo prejuízo com esta falta de profissionalismo não é correto.

        O melhor seria se alguns clubes se reunirem e investirem neste tipo de levantamento, não me parece que um único clube deva arcar com mais esta despesa. Mas se puder usar a estrutura do CiGa melhor.

        • Renato César disse:

          CIGA é a sigla para Centro de Informação do Galo. Logo, se for usar a sua estrutura, ficará dentro do clube.

          Acho até melhor que fique assim. O trabalho subsidiaria o Diretor de Futebol na hora de fazer reclamações junto aos órgãos (CBF, FMF, STJD, etc.). E também serviria para adequar conduta dos próprios jogadores e comissão técnica.

          Vejo até que seria válido fazer reuniões eventuais com os chefes das comissões de arbitragem e apresentar o trabalho. Isto talvez colocaria o clube mais próximo da arbitragem no sentido de inibir a tomada de decisões equivocadas por parte dos árbitros, motivadas sabemos bem por quais razões.

  • Raws disse:

    https://twitter.com/otavioditoledo/status/1462541657857937413?t=bcmQHfeZk9hc1bx2uirBaQ&s=19
    Fazendo a ressalva que há anos não assisto esse programa, pode ser que tenha sido na brincadeira com o representante atleticano, porém se não foi, que comentário ridículo para um jornalista mineiro, que sabe da história do Flamengo.
    Hoje está muito difícil. Muitos querem polemizar para ganhar like. Mesmo que defecando pela boca.

  • Silvio Torres disse:

    Essa pressão da “imprensa atleticana”, incluindo alguns ridículos veículos mineiros que rastejam atrás dos chefes cariocas e paulistas, tem um bom motivo. E partiu daqui. Desviar o foco da entregada indigna de são paulo e curíntia pro mengão. Quem viu o modo como o Inter, com uma equipe bem inferior, jogou e encarou o queridão percebeu o que fizeram nos jogos anteriores. Esse povo é profissa. Armaram logo uma desviada de foco monstruosa. É a famosa história do cara que bate sua carteira e começa a gritar: pega ladrão, pega ladrão!

  • Carlos Junqueira disse:

    Boa tarde, obrigado pela lembrança. Uma honra! Sigamos em frente.

  • Félix Batista disse:

    O ataque do Galo é muito intenso, muito ofensivo e que cria muitas oportunidades de gols, portanto, passiveis de penalidades tal o desespero dos adversários. Inclusive, se fossem marcados os penais corretos, seriam muitos mais. Normalmente, o campeão sempre tem mais penais a favor por atacar mais.

  • Renan Rodrigues disse:

    O Galo já foi prejudicado e é odiado por comentaristas de arbitragens se passando por honestos. Ver uma pessoa pública dizer que o penal no Diego Costa não existiu e o do Flu penal claro. É a cara de nossas autoridades atuais. Um tambor de óleo de peroba é pouco.

  • Marcão de Varginha disse:

    Além dessa tradicional proteção a favor dos times do eixo, mais ainda para o Flamengo e Corinthians, também é estarrecedor alguns acusarem os Atleticanos de “chorões” quando o assunto é arbitragem, se esses ainda não sabem vai meu recado: o futebol é o esporte mais manipulado, corrupto e político que há, uns forçam a barra nos bastidores agindo com extrema “eficiência” adotando o bordão para quem não quer e nem deseja ouvir “pimenta nos olhos dos outros é refresco”, e são abraçados pela emissora do plim-plim, CBF e sua “omissão de arbitragem”, e parte de uma mídia tendenciosa, anti-ética, anti-democrática, semi-profissional, amador, manipuladora, sem escrúpulos, sem vergonha na cara! E assim são também àqueles que nos caracterizam como “chorões”!
    – Abra mais os olhos, Galo: essa turma citada acima e o falastrão Renato Gaúcho já estão gritando que o urubu foi prejudicado pela arbitragem.. o poderoso Flamengo reclamar de arbitragem é insano, doentio, desnecessário, dispensável…
    – #benecyeternomito

  • Renato César disse:

    Chico, nesta aí eu discordo. Sou muito realista e não gosto de nenhuma postura arrogante. Mas o caso atual é de título sim.

    Falei há várias rodadas que o Galo venceria o campeonato. Isto não é arrogância, é conhecimento de futebol, da história do Galo e de matemática.

    Para não ser campeão, nas condições atuais, o Galo precisa perder 2 jogos e empatar 1 dos seus 5 jogos restantes, combinando com aproveitamento de 100% do segundo colocado.Qualquer tropeço carioca, tem que ser retirada uma vitória do Galo e repetido o tropeço deles. Analisando futebol (momento e considerando ser um campeonato de pontos corridos) e matemática, isto a diferença final será superior a 8 pontos na verdade.

    E, falando de história do Galo, tem gente que fica nesta de que “Ah!, mas já perdeu quando compramos faixa antes da hora”. Quando conseguimos fazer uma campanha regular, disparando na ponta com muita vantagem para o segundo colocado na era dos pontos corridos? Nunca! Quem tem “medo” de não ser campeão, não conhece de futebol, de matemática e na da história do Galo.

    Relaxem e curtam o momento. O título está acontecendo e quem deixar de comemorar vai perder o bonde da história!

  • Luís Cláudio disse:

    É importante ressaltar que, ano passado, o Inter liderava a reta final do Brasileirão; nas últimas rodadas as arbitragens o prejudicou e o Mengão beneficiado como sempre, levou o caneco. Se não me engano o Galo ficou como vice. Este negócio de grito de campeão antes da hora é furada. Já assisti este filme!