Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

As restrições da Folha de São Paulo à turma dela na internet

O jornal Folha de S.Paulo anunciou em comunicado interno, que os jornalistas e colunistas do veículo devem seguir algumas regras ao usar redes sociais, como Twitter e blogs. A recomendação, assinada pela editoria executiva, é que os profissionais não assumam opiniões partidárias, sobre qualquer candidato ou campanha, e também veda a publicação de conteúdo exclusivo, acessível apenas para assinantes do jornal.

Os jornalistas que quiserem citar alguma matéria exclusiva poderão fazer referência ao material, publicando o link para o acesso do conteúdo na íntegra. “Não devem colocar na rede os conteúdos de colunas e reportagens exclusivas. Esses são reservados apenas para os leitores da Folha e assinantes do UOL. Eventualmente blogs podem fazer rápida menção para texto publicado no jornal, com remissão para a versão eletrônica da Folha”, explica o texto.

Um dos jornalistas da Folha aguardava pela decisão. “Já sabia que iriam fazer isso. Tinha muita gente abusando. Você não pode emitir opinião de uma matéria que você cobriu”, declarou.

Outro profissional do veículo também esperava esse tipo de orientação do jornal. “Esperava que adotassem uma medida nesse sentido, principalmente pelo direito autoral. A decisão não mudou em nada meu procedimento no Twitter. Eu não faço nada no Twitter que eu não faria na Folha”, revelou o jornalista, que acredita que o conteúdo exclusivo deveria ser liberado. “Seria bem mais proveitoso, mas essa é outra questão”.

Apesar de defender as orientações do jornal, o profissional afirmou que o veículo é rigoroso em relação à imagem dos jornalistas do grupo. “Excedem no rigor, tudo tem que pedir autorização, para entrevistas, palestras, enfim…”.


Globo e Folha restringem uso de blogs, Twitter e outras redes sociais

Os grandes veículos de comunicação começam a fechar o cerco em torno dos seus contratados em suas atividades particulares nas redes de relacionamento pela internet. Ontem a Folha de São Paulo divulgou em sua edição que não vai admitir que seus profissionais misturem suas atividades com blogs, sites e Twitter. Semana passada a Globo já havia se manifestado a respeito. Veja essa notícia publicada pelo www.comunique-se.com.br :

“A TV Globo divulgou um comunicado interno na quinta-feira, em que restringe o uso de blogs e redes sociais pelos seus contratados. A medida atinge tanto artistas, como jornalistas e outros profissionais da emissora.

“A divulgação e ou comentários sobre temas/informações direta ou indiretamente relacionados às atividades ligadas à Rede Globo; ao mercado de mídia e ao nosso ambiente regulatório, ou qualquer outra informação/conteúdo obtidos em razão do relacionamento com a Rede Globo são vedados, independentemente da plataforma adotada, salvo expressamente autorizada pela empresa”, informa o comunicado. A Globo também exige autorização prévia para que os contratados possam ter blogs, Twitter e outras redes sociais vinculados a outros veículos de comunicação. “A hospedagem em Portais ou outros sites, bem como a associação do nome, imagem ou voz dos contratados da Rede Globo a quaisquer veículos de comunicação que explorem as mídias sociais, ainda que o conteúdo disponibilizado seja pessoal, só poderá acontecer com prévia autorização formal da empresa”.

A decisão gerou repercussão, mas até o momento somente artistas da emissora se manifestaram. A atriz Fernanda Paes Leme reclamou.“Não existe Arte sem liberdade de expressão!!”. “Blog, twitter ajudam o público a conhecer o artista por trás do personagem… eu vou continuar por AQUI!”. Jornalistas procurados pelo Comunique-se informaram que ainda não haviam recebido o comunicado. Apesar das restrições citadas, a Central Globo de Comunicação informou que não veda qualquer plataforma para o uso pessoal, mas que as ferramentas devem se limitar a isso. “A presença individual e particular dos nossos contratados deve se restringir, se desejada, exatamente a este universo, estando totalmente desvinculada da atuação na Rede Globo, nem tampouco associados a outros veículos de comunicação. Se essa separação clara não puder ser estabelecida, o uso dessas mídias fica inviabilizado”.

A emissora carioca alega que a medida tem o objetivo proteger seus “conteúdos da exploração indevida por terceiros, assim como preservar seus princípios e valores”.


O Duke não perdoa nem a ele mesmo

A charge do Duke no Super Notícia de hoje mostra que ele não perdoa nem a ele mesmo. Boa demais da conta!


Recuperação

Muito cobrado por causa da escassez de gols, Thiago Ribeiro dá mostras que está recuperando a velha forma. Contra o Internacional sofreu o pênalti que originou o primeiro gol do Cruzeiro, e fez o segundo, em lance de oportunismo e ótima presença na área. É outro que fica mais à vontade sem o Kléber em campo.

Essa e outras notas estarão em minha coluna de amanhã, no jornal O Tempo, nas bancas!


Um domingo da melhor qualidade

Foi uma tarde de domingo com grandes emoções para os três grandes mineiros, com destaque especial para o Cruzeiro que venceu o Inter em Porto Alegre, de forma convincente. Lá, é sempre difícil, ainda mais o colorado, brigando pelo título.

No Mineirão o Galo teve dificuldades para passar pelo xará do Paraná, mas este é o campeonato brasileiro, onde todo jogo é complicado, especialmente na reta de chegada. Que o diga o líder Palmeiras, que dançou feio contra o Vitória em Salvador.

O América voltou a dar alegria, agora fora de casa e está com uma mão na Taça da Série C.

O Ipatinga é que surpreendeu negativamente na sexta feira: levou de 5 x 1, de virada, do Campinense em Campina Grande-PB, quando todos esperávamos uma reação na luta pela volta à Série A . Agora ficou quase impossível e tem que se cuidar para não beirar o rebaixamento para C. Está há cinco pontos do primeiro da zona da degola.

Essa e outras notas estarão em minha coluna de amanhã, no jornal Super Notícia, nas bancas!


Assassinos do volante contam com a impunidade

Mais um grave acidente ontem à tarde no anel rodoviário, perto do Bairro Betânia, onde seis pessoas morreram e várias estão feridas. Foram 14 veículos envolvidos, arrebentados por um caminhão dirigido por um irresponsável. Aí o sujeito diz que o freio não funcionou ou inventa outra desculpa. Comparece a uma delegacia, é liberado, e daí a pouco ninguém mais vai se lembrar dele, nem de mais essa tragédia. As famílias das vítimas vão amargar sua dor e seus prejuizos pelo resto da vida.

Hoje ou amanhã teremos outra tragédia, maior, menor ou nas mesmas proporções. Lá mesmo ou em outro local, mas certamente provocada por excesso de velocidade. E as autoridades, de forma demagógica, amaciando as leis, as punições e as pessoas de pagarem pelos seus delitos.


E o Ipatinga, hein!?

 

Levou de 5 x 1, de virada, do Campinense ontem, em Campina Grande-PB, quando todos esperávamos uma reação na luta pela volta à Série A . Agora ficou quase impossível e tem que se cuidar para não beirar o rebaixamento para C. Está há cinco pontos do primeiro da zona da degola.

 


A opinião de um Global do Rio sobre o Carini

Além de muitíssimo bem informado, Lédio Carmona é um dos melhores jornalistas que conheço. Nome importante das transmissões e veículos digitais do Sistema Globo, ele deu a opinião dele sobre o goleiro Carini, recém contratado pelo Atlético, que li na coluna do Fernando Rocha no www.jvaonline.com.br

“Com 1,90, ele jogou quatro anos no Defensor. No clube uruguaio se destacou. Até que, em 2000, aceitou proposta da Juventus, de Turim. Lá ficou até 2004, com um empréstimo ao Standard, da Bélgica, no meio do período. Sempre esquentando o banco (e às vezes nem isso) para Gianluigi Buffon. Jogou algumas partidas da Copa da Itália e mais nada. Pediu para sair. E foi para a Internazionale. Em Milão, virou reserva de Toldo e, depois, reserva do reserva de Julio César. A Inter o emprestou ao Cagliari. Foi muito bem. Mas preferiu aceitar uma proposta do Real Múrcia, da Espanha. Lá, começou como titular, virou reserva e depois se enrolou com uma série de lesões. Até na Seleção uruguaia perdeu a posição de titular para Muslera.(agora o titular é Castillo, do Botafogo, péssimo dos péssimos). Que ele se reencontre em BH, pois bom ele sempre foi. O problema da sua carreira foram as escolhas e o tempo que elas lhe fizeram perder. Aos 29 anos, Carini chega ao Galo para iniciar a carreira de verdade”.


Feras do humor na Pampulha

Esta charge do Duke está no Super Notícia de hoje, mas quem quiser ver alguns dos melhores trabalhos dele e de outras feras do humor de vários países do mundo, é só dar uma chegada na Casa do Baile, na Pampulha. Foi aberto lá, ontem, o I BH Humor – Salão Internacional de Humor de Belo Horizonte. Bom demais da conta, até o dia 16 de outubro, com entrada franca. Mais detalhes pelo www.bhhumor.com.br


A importância das parcerias

Em contraponto à opinião do Leonardo Moura, o também cruzeirense, Alisson Sol, escreveu::

“Respeito a opinião do torcedor Leonardo Moura, mas creio que ele se equivocou em relação às parcerias. Concordo inteiramente com a frase: “Raça, vontade de vencer, respeito à camisa, respeito à torcida, respeito ao salário, isto meus amigos, não se compra com dinheiro nenhum no mundo”. Mas nenhum dos argumentos apresentados tem qualquer relação lógica com esta frase.

A parceria com a MSI foi muito lucrativa para o Cruzeiro. Em verdade, a MSI é que teve um prejuízo enorme, tanto no Corinthians quanto no Cruzeiro. A empresa foi para o Brasil pensando em fazer uma liga séria, e teve de sair minimizando os prejuízos ao ver ser impossível levar uma administração profissional ao futebol brasileiro. O problema no Corinthians já existia antes, continuou durante, e agora se mostra depois da MSI (vide o absurdo contrato com o Ronaldo). O problema é que nem todo “parceiro” também ajuda, e alguns até atrapalham (vide o caso do Fluminense).

De qualquer forma, para fazer uma parceria com uma empresa privada séria, o clube precisa provar que tem uma administração ao menos que “passa por profissional”. É fácil dirigente de clube se promover dizendo que “está tudo em dia”, quando em verdade o clube não está pagando impostos em dia, esquece dívidas das administrações passadas, e força credores privados e renegociar suas dívidas, ou ameaça não pagar. Assim, até eu publico um balanço com lucro. Vá ver o resultado de fazer isto no Vasco da Gama!

Acho também que se está misturando o lado administrativo com os resultados do futebol. Isto são coisa completamente diferentes. Não fosse assim, campeonatos e copas eram decididos pelos balanços dos clubes, e não pelos jogadores dentro de campo. Uma coisa certamente influi a outra, mas a correlação não é direta. Há clubes muito lucrativos, como o Arsenal de Londres, que já não ganham títulos há algum tempo.

Por fim, creio que o exemplo também foi infeliz. Não me lembro de ninguém reclamando da contratação de Felipão. Em verdade, o treinador era praticamente unanimidade à época, e só saiu do Cruzeiro para a seleção. Contratado um técnico da estatura de Felipão (hoje, conforme já publicado no próprio blog do Chico, o mais bem pago técnico do mundo!) o clube iria fazer o que: não contratar jogadores indicados por ele?

Certamente é patético tanto a diretoria do Cruzeiro quanto a de outros clubes começarem agora, em Setembro, a fazerem anúncios que desviam a atenção do fato de que os resultados em campo não estão aparecendo. Não dou um mês para voltar a novela do “estádio” para o clube. Mas o discurso contra parcerias não fez sentido.”