Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

BHNews TV vai aumentar a programação esportiva em 2017

SALDANHACIA

O empresário Saldanha, dono do restaurante do Porto, entre Marcílio Soares (esquerda), da BHNews TV e o publicitário Helvécio Flores.

No ar desde maio de 2011 a BHNews TV Canal 9 da Net está preparando novidades para a grade de programação para 2017. O esporte voltará a ser um dos focos principais da emissora. Lélio Gustavo poderá retornar à casa. As informações me foram passadas pelo Marcílio Soares, diretor-presidente da emissora, com quem me encontrei hoje no Restaurante do Porto, da Rua Espírito Santo. Com ele estavam o Saldanha (dono do restaurante) e o Helvécio Flores, um dos publicitários mais queridos de Belo Horizonte, diretor comercial da agência 18 Comunicação. Para conhecer melhor a BHNews é só acessar: http://www.bhnews.tv.br/

SALDANHAACYRANTAO

Um dos pratos mais pedidos do Restaurante do Porto é o “Bacalhau a Acyr Antão”, homenagem do Saldanha ao grande radialista da Rádio Itatiaia. Cozido e servido com arroz de Braga.


Corrida de Aventura cresce no país e a “BH 360º” foi um sucesso

CORRIDA1

Obrigado à Cristiane Nobre que enviou ao blog ótimas informações sobre os esportes de aventura:

* “Realizada mais uma edição do BH 360º, que fomenta em Belo Horizonte a prática dos esportes de aventura. Desta vez a Corrida de Aventura foi o esporte escolhido. Para quem não conhece são competições multi esportivas que envolvem várias modalidades de esportes de aventura como canoagem, montain bike, trekking, paintball e atividades verticais, neste evento utilizado o rapel. Geralmente estas provas são realizadas em ambiente natural e o local escolhido foi a Serra do Curral, a Mata do Jambreiro e a Lagoa dos Ingleses, em Nova Lima, ambos pontos já consagrados pelos amantes dos esportes de aventura.

CORRIDA2

Esta prática tem como característica uma logística complexa, tanto na organização dos eventos como na formação e preparação das equipes de atletas. Por envolver muitas atividades esportivas, a quantidade de equipamentos utilizada pelos atletas é grande e a maioria é requerida obrigatoriamente pela organização da prova. (mais…)


Peixe Pintado, Vulcano e Pexim foram os maiores vencedores do Festival Sabor de Bar

VINICIUS1

Vinícius, do bar Peixe Pintado, comemora o troféu de “Melhor Tira Gosto” recebido das mãos do Felipe, diretor de marketing do MartMinas.

Foi um sucesso a festa de encerramento do Festival Sabor de Bar, que há 12 anos apresenta os melhores bares de Sete Lagoas. A promoção é do Sete Dias e as informações estão no site do jornal:

* “Sabor de Bar premia bares no Butecão no Mercado San Pietro”

O Mercado San Pietro conheceu no sábado (12) os vencedores da décima segunda edição do Festival Sabor de Bar, no Butecão, a festa de encerramento do evento de gastronomia mais tradicional de Sete Lagoas. Três bares foram os vencedores das quatro categorias de premiação do festival. (mais…)


Roberto Abras quer só curtir a vida a partir de 2017, mas pode continuar repórter ou se tornar comentarista

ABRAS

Quinta-feira tive a satisfação de tomar um café com o Roberto Abras (esq.) e o Carlos Quintão, no Shopping Anchieta (o da emissão de passaportes da Polícia Federal, na Av. Francisco Deslandes, 900). Lá está a Cia. Dos Vistos, casa de câmbio e outras empresas ligadas ao turismo, do Quintão, uma das maiores autoridades do setor em Minas e no Rio.

Roberto Abras mora lá perto e sempre vai às compras lá. De volta à Rádio Itatiaia depois das eleições (teve 3,205 votos para vereador, mas não foi eleito), ele disse que fica no ar até o fim do Campeonato Brasileiro, mas não sabe se continuará trabalhando em 2017. Com boas aposentadorias, de bem com a vida, curtindo filhos e netos, Abras quer agora curtir a vida e disse que vai viajar muito, agora apenas a passeio, já que viajou durante a vida toda, mas cobrindo futebol, o Galo especialmente. Também não descarta continuar trabalhando, como comentarista ou mesmo repórter, já que a Itatiaia quer que ele continue em atividade. Por enquanto, passará uma temporada com a esposa Sônia no apartamento que têm na praia do Morro em Guarapari e decidir o futuro, “sem pressa”, como ele diz.


A gratidão do ponteiro Leal ao Sada/Cruzeiro, o prazer de morar em Belo Horizonte e as perseguições enfrentadas por trocar Cuba por Minas Gerais

LEAL

Leal, em foto do jornal O Tempo

* * *

A Folha de S. Paulo enviou o repórter Paulo Roberto Conde a Belo Horizonte para que ele conversasse com o cubano que encantou o país com o vôlei que joga. Depoimento emocionante, que extrapola o esporte:

* “LEAL, 28”

Após naturalização, craque cubano do vôlei sonha com Tóquio-2020

RESUMO Desde que chegou ao Brasil, em 2012, após deixar Cuba, o ponteiro Leal se transformou em um dos melhores jogadores do mundo. Com ele, o Cruzeiro sagrou-se tri mundial.

Os laços com o novo país despertaram em Leal o desejo de obter a cidadania brasileira, que saiu no fim do ano passado, e defender a seleção em Tóquio-2020.

Tenho tatuada no antebraço esquerdo uma frase de Che Guevara: “No se vive celebrando victorias, sino superando derrotas”. Ela tem muito a ver com minha trajetória. Eu lutei muito. Ninguém sabe tudo o que passei.

Tomei a decisão de deixar Cuba de 2010 para 2011, após o Mundial da Itália, em que fomos vice-campeões, derrotados pelo Brasil na final. Voltamos a Cuba com a ideia de que a coisa ia melhorar para os jogadores em termos financeiros e de estrutura, mas não aconteceu nada.

Na época, eu tinha 20 anos e era responsável por sustentar toda a família. Tinha um filho, de outro relacionamento, o que tornou a situação difícil. Ainda assim, decidi deixar a seleção cubana.

Quando você deixa a equipe nacional, impõem limites em muitas coisas enquanto se cumpre um hiato de dois anos até obter liberação para jogar no exterior. Em Cuba, há controle para tudo.

Para se ter uma ideia, um treinador chamou jogadores que haviam renegado a seleção cubana para formar um time, do qual passei a fazer parte. Eram ótimos atletas.

Em uma competição, essa nossa equipe ganhou da própria seleção nacional. No outro dia, não nos deixaram mais treinar. Não treinei mais até chegar ao Brasil. Tive de ficar em casa um ano e meio quase sem fazer atividades.

Fiz contato com o Cruzeiro meses antes de voltar às quadras. Acertamos a transferência e o clube começou a mandar um dinheiro para mim, ainda em Cuba. Com isso, pude ajudar minha família e comprar coisas de que precisava para ir para o Brasil. Comecei a ver horizonte.

Cheguei a Belo Horizonte em 3 de agosto de 2012, sem qualquer ritmo de jogo. Estava com 118 kg, enquanto meu normal é 100 kg. Vim sem a minha mulher, Sheyla, que estava grávida de três meses.

Eu ligava para Cuba o tempo todo. No dia 31 de agosto foi meu aniversário, e passei sozinho pela primeira vez. Tive de pôr na cabeça que estava aqui por minha família. Era a única opção.

Eu tinha de ser o melhor jogador. Falei para o Marcelo [Mendez, técnico do Cruzeiro] no primeiro dia de apresentação que iria emagrecer. Pedi que ele me treinasse para ser o melhor do mundo.

Marcelo me transformou no jogador que sou agora. É meu pai e me ensinou muito. Acho que sou um dos principais jogadores em atividade. Mas, para confirmar isso, falta jogar uma Olimpíada. Quero voltar a jogar em seleção.

Em uma seleção, o sabor de uma vitória é diferente. Já que não consigo mais fazer por Cuba, busquei a nacionalidade para atuar pelo Brasil.

Espero representar a seleção brasileira nos Jogos de Tóquio. Tenho uma bandeira cubana tatuada no punho direito, mas carrego muito de Brasil no meu sangue. Aqui, aprendi a ser homem, a ser pai, a ser uma pessoa de bem.

Sheyla e meu filho mais novo, Ian Carlos, 4, estão aqui. Eu me sinto muito bem em Belo Horizonte, e confesso que nunca imaginei que faria tanta história no Cruzeiro, que virou minha família e é onde eu me sinto em casa.

Quando comecei a pensar em me tornar brasileiro, falei com Bernardinho antes de correr atrás dos papéis.

Aquela conversa com ele foi a porta de entrada. Ele me disse que eu só tinha de virar brasileiro, e que gostaria de contar comigo. É difícil para um estrangeiro chegar à seleção e jogar, ainda mais um cubano, por toda a rivalidade entre Brasil e Cuba.

Mas outros jogadores me incentivaram. Lucão me escreveu no ano passado, quando ele estava no Modena, perguntando se eu queria jogar mesmo na seleção. Disse que sim. Ele ofereceu apoio.

Na Olimpíada, o Brasil se superou, jogou muito bem a semifinal e a final após começar mal. Foi merecido. Quero fazer parte desse grupo.


Dudu Galomaio convida os atleticanos para grupo exclusivo de interação alvinegra

DUDUCLAYECIA

Em novembro de 2012 turma que se conheceu virtualmente neste blog aproveitou o convite do Clayton Batista Coelho para conhecer o bar dele, no Nova Vista e se conhecer pessoalmente. Da esquerda para a direita, o escritor e poeta Tom Vital, Dudu Galomaio, Clayton e Paulo Araújo.

O Dudu é um dos pioneiros na participação assídua aqui do blog e tomou uma iniciativa muito legal. Confira:

“Caro Chico, tudo bem?

Como já é de seu conhecimento, foi criado um grupo de whats app dos atleticanos frequentadores desse blog.
Peço a gentileza de divulgar, se possível em um post (dependendo de sua disponibilidade de tempo, claro).
A intenção é reforçar ainda mais a amizade constituída aqui nesse espaço e “separar o joio do trigo”, se é que me faço entender… rsrsrs.
Poderemos, nesse grupo, continuar o bate-papo sobre o Galo, sem contanto incomodar aqueles que não torcem para nosso time.

Obs.: O tel para add contatos: (31) 97334-6886

Obrigado pela atenção!
Abraço.”

Dudu Galomaio


Um dos melhores eventos culturais de Minas, Projeto Matriz agita a cidade do Serro de hoje a domingo

Serro1

Obrigado ao João Bosco, Bethânia e Pedrinho da Moreira Lima Produções que enviaram a programação e convite para este projeto que é sensacional.

Serro2

A belíssima cidade do Serro, uma das mais importantes do país do período colonial ao fim do Império. Hoje, das mais importantes em atrações turísticas, envolvendo cultura e ecologia.

ML

Para mais informações, os contatos estão aí!

 


Depois de uma ladainha que não tinha nada a ver, show da seleção no Mineirão

BRASIL

Que ladainha ridícula de grande parte da imprensa, misturando os 7 a 1 da Alemanha de 2014 com este jogo contra a Argentina, como se tivesse uma coisa a ver com a outra. A única explicação que vejo para essa chatice é tentativa de alavancar leitura e audiência. Quase essa mesma turma andava dizendo até outro dia que o Brasil está vivendo uma “geração perdida” em termos de qualidade de futebol.

Aquele vexame da Copa é inapagável, mas só aconteceu porque a direção corrupta e incompetente da CBF trocou a comissão técnica na hora errada, interrompendo um trabalho promissor do Mano Menezes por dois dinossauros do futebol, Felipão e Parreira: o “anteontem futebol clube” para comandar a seleção numa Copa do Mundo para enfrentar o que havia de mais moderno em preparação de um time de futebol no planeta. Os alemães tiveram dó, tiraram o pé, e sete foi pouco!

Não satisfeita, a mesma cartolagem incompetente e corrupta, chamou de volta Dunga, que não é treinador, para dar continuidade ao show de horrores do time. Depois de uma campanha ridícula na Copa América nos Estados Unidos e diante da ameaça real de ficar fora de uma Copa pela primeira vez na história, os sujeitos foram obrigados a colocar no comando alguém do ramo e atualizado. Com Tite, a seleção que estava fora da zona de classificação das eliminatórias, passou a convocar os jogadores certos, jogar futebol e o resultado está aí: 100% de aproveitamento, líder absoluta da competição, se dando ao luxo de atropelar uma Argentina de Messi e Cia.

Tudo bem que eles vivem hoje um dos piores momentos da história, dentro e principalmente fora de campo. A AFA (a CBF deles) em crise de comando e sem saber o que fazer, depois da morte do presidente Júlio Grondona, assim como os seus colegas brasileiros, um dos dirigentes mais nefastos da história do futebol mundial.

Sobre o jogo, Neymar, Gabriel Jesus, Philipe Coutinho, Marcelo, Renato Augusto e Paulinho fizeram diferença demais. O time do Edgardo Bauza foi um amontoado, com a defesa batendo cabeça, o meio perdido e o ataque inoperante. Assim, nem Messi salva!

O 3 x 0 foi pouco; a Argentina estava torcendo para o jogo acabar lçogo. E como disse o jornalista Maurício Miranda ‏@reporterMM :

“7 a 1 já deu. Vamos ter mais criatividade nas pautas. Citar uma vez tudo bem, mas ficar fritando não dá.”


Cerco vai se fechando: Supremo Tribunal autoriza abertura de inquérito contra ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanches

andres

Do jornal Zero Hora:

* “Andrés Sanchez é alvo de inquérito da Lava-Jato por corrupção passiva”

Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, autorizou abertura de inquérito sobre o deputado federal (PT-SP)

O ex-presidente do Corinthians Andrés Sanchez é investigado pela Operação Lava Jato. Nesta quinta-feira, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, autorizou abertura de inquérito sobre o deputado federal (PT-SP) por corrupção passiva.

Não há detalhes sobre a apuração, que tramita em segredo de Justiça, mas a tendência é que ela esteja relacionada à Arena Corinthians, construída pela construtora Odebrecht.

Recentemente, mais de 80 executivos da Odebrecht assinaram acordo de delação premiada. Já em março deste ano, André Luiz de Oliveira, vice-presidente do Timão, foi conduzido coercitivamente para depor na Polícia Federal depois que o nome e o endereço dele apareceram em uma planilha da construtora ao lado de uma anotação para pagamento de R$ 500 mil. (mais…)


Terminada a enquete do IgorTep da 98FM: Lucas Pratto e Otamendi terão 71% da torcida alvinegra no jogo de daqui a pouco

IGORTAFFA

Igor Tep Assunção entrevistou o preparador de goleiros da seleção, Taffarel, ex-goleiro do Galo e campeão do mundo nos Estados Unidos em 1994

* Igor Assunção ‏@Igortep 

Para quem você vai torcer hoje à noite?

20%Seleção Brasileira

71%Pratto e Otamendi

09%Vou pro bar só farrear


Página 20 de 975« Primeira...10...1819202122...304050...Última »