Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Resultados anteriores e posição na tabela põem time do Atlético sob pressão total contra o Avaí

VALFRED

Em foto do Globoesporte.com, Valdívia e Fred; esperanças de futebol mais convincente do Galo. O jogo começa às 19h30, no Independência.

O Campeonato Brasileiro é isso mesmo. Todo ponto é valiosíssimo, toda partida é decisão e como os próprios atleticanos se acostumaram a dizer, “quando está valendo; está valendo”. E então? Se todo jogo é uma decisão, tem que jogar pra valer, o que não ocorreu nos jogos contra a Ponte Preta e Fluminense, em casa.

A quantidade e qualidade dos desfalques também não serve como desculpa, já que o elenco, um dos mais caros do Brasileirão, foi montado com previsões de contusões e suspensões. Esta noite não terá Adilson, Léo Silva, Marcos Rocha, Luan e Carlos César, machucados. Cazares e Otero nas seleções do Equador e Venezuela.

O também pressionado Roger Machado deve mandar a campo inicialmente: Victor, Alex Silva, Felipe Santana, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca, Yago, Elias e Valdívia; Robinho e Fred.


Com a desistência de Zezé Perrella, eleições no Cruzeiro ganham novos rumos; imprevisíveis

ZZ

A tendência é que haja um confronto entre Bruno Vicintin, apoiado pelo Dr. Gilvan, e Sérgio Rodrigues, apoiado por Zezé e Alvimar. De cara, um primeiro acordo entre essas chapas mais fortes: concordância em alterar o estatuto para que os dois possam ser candidatos, já que ambos não têm 10 anos como conselheiros, exigência atual.

Vicintin tem como um outro trunfo importante o Dr. Francisco Lemos, ex-presidente, considerado o maior estrategista da política interna do clube. Sérgio, tem, além dos irmãos Perrella, que continuam muito fortes, votos próprios entre conselheiros adeptos da atual diretoria.

Uma terceira via não pode ser desprezada e neste campo, concorrem o ex-presidente César Masci e o atual segundo-vice presidente do clube, Márcio Rodrigues.

Uma disputa como há muitos anos não se via no Cruzeiro. Imprevisível.

Mais detalhes e a carta da desistência do Zezé, no Superesportes:

* “Zezé Perrella desiste de candidatura à presidência do Cruzeiro e indica substituto” 

Sérgio Santos Rodrigues será o candidato da chapa ‘Tríplice Coroa’ (mais…)


Como disse o próprio América: “Foi sofrido? Foi. Mas o que importa é que o Coelhão venceu!

AFC
“ACABOU!!! Foi sofrido? Foi. Mas o que importa é que o COELHÃO VENCEU PO#$@!! É pra dar RT, favoritar e curtir essa vitória no Indepa!!!”
***
Diferente da partidaa contra o Paysandu, quando o time martelou o tempo todo e tomou de dois a zero!

Aguardando um pulmão, que não chegou, lá se foi o amigo Henrique Bandeira de Melo, o “Bandeirinha”, da Copasa

BANDEIRAECIA

No dia 10 de fevereiro o Bandeira nos recebeu para um almoço no apartamento em que morava em Belo Horizonte. Estou ao lado dele, entre os publicitários José Luiz Silva (esquerda) e Rômulo Righi Aquino, à direita.

Ser humano fantástico, grande profissional, jornalista dos melhores que Minas já produziu. Foi, durante muitos anos, superintendente de comunicação da Copasa.

Cozinheiro nas horas vagas, porém, caprichoso em tudo que fazia, graduou-se em gastronomia pela excelente escola do Senac/MG.

Acometido por uma rara fibrose pulmonar, lutava contra a doença há cerca de dois anos, na expectativa de receber a doação de um pulmão. Mesmo com todas as limitações de movimentos e usando um respirador artificial, ligado a um equipamento através de uma mangueira, ele não perdeu o bom humor e ficava ligado ao mundo e aos amigos através de todas as redes sociais possíveis.

Ainda prestou um último grande serviço público, especificamente à medicina, se prontificando a ter sua rara doença estudada por professores e alunos da Escola de Medicina da UFMG, sempre bem com o astral alto, brincalhão.

Seu texto era brilhante e até sexta-feira, dia dois, conversamos. Ele numa UTI do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, estava empolgado com a virada do junior do Galo sobre o Vasco na semifinal da Copa do Brasil sub-20. Sábado de manhã, postou no whatsapp os gols e em caixa alta escreveu:

“NÃO É MILAGRE… É ATLÉTICO MINEIRO!!!
GALINHO PERDEU DE 1X2 PARA O VASCO EM SETE LAGOAS NO PRIMEIRO JOGO DA SEMI FINAL DA COPA BRASIL SUB-20.
TINHA QUE GANHAR DE 3 NO RIO… ESTAVA PERDENDO DE 2X1 ATÉ AO 46″38”’ MIN….
AÍ  NÃO ESQUEÇA,  É GALO!!!!
2 GOLS EM 1 MINUTO KKKKKK”

Foi a sua última postagem. Desde o dia 1º a situação dele piorou bastante e ele reclamou, via facebook, mas sem perder a esperança em dias melhores. Escreveu:

BANDEIRAFACE

Domingo, o coração do Bandeira parou de bater, por volta das 16 horas. O nosso amigo comum, publicitário Zé Luiz, da Agência Populus, foi quem me comunicou. Velado desde ontem à tarde no Parque da Colina, terá seu corpo cremado, daqui a pouco.

Descanse em paz amigo, obrigado por tudo e até um dia!


Galo x Botafogo; Cruzeiro x Palmeiras em 28 de junho e 5 de julho nos jogos de ida das quartas de final da Copa do Brasil

COPA

Depois do sorteio, a CBF informou que os jogos de ida das quartas de final da Copa do Brasil serão nos dias 28 de junho e cinco de julho. Os da volta nos dias 26 de julho e nove de agosto. As semifinais, em 16 a 24, e as finais nos dias sete de setembro e 12 de outubro.

Jogos que prometem muito. O Botafogo eliminou o Atlético em 2007, 2008 e 2013. Cruzeiro e Palmeiras já fizeram algumas das decisões mais lembradas do futebol brasileiro, assim como Flamengo e Santos. Teoricamente o Grêmio foi o único que pegou filet: o Atlético-PR, porém, a teoria nem sempre funciona na prática no futebol.

Atlético, Flamengo, Grêmio e Palmeiras fazem a partida de ida.


As bases não são mais aquelas, mas vale a pena dar uma chegada no Horto para assistir a final entre Atlético e Flamengo

GALINHO

A virada do Galinho sobre o Vasco no jogo da volta, no Rio, foi sensacional. Em dois minutos, a partir dos 45 do segundo tempo. O time merece um grande público apoiando-o contra o Flamengo e a diretoria tirou o jogo da Arena do Jacaré para o Independência.

Lamentável é que os grandes clubes mudaram tanto a sua política de aproveitamento de jogadores da base, que tirou a motivação que cercava estas disputas entre os garotos. Até os anos 1980 era comum quatro, cinco e até mais jogadores do juvenil e juniores serem lançados no profissional no ano seguinte a finais como esta ou dos campeonatos estaduais. O índice de aproveitamento e revelação de craques era enorme.

Em função de muitos interesses escusos, tudo mudou. Os clubes se encheram de empresários e atravessadores, ficaram pouco acessíveis a gente comum e a fonte quase secou. Em Minas, Belo Horizonte e o interior do estado que abasteciam Atlético, Cruzeiro e América, passamos a viver a mesma coisa, os clubes passaram a gastar fortunas em suas bases, revelando muito abaixo do esperado, e outras fortunas para contratar “reforços”, que na maioria das vezes são reforçam coisa nenhuma.

Detalhes da venda de ingressos para a final entre Galo e Fla, no site do Atlético:

“Venda de ingressos para a final da Copa do Brasil sub-20” (mais…)


Em meio a mais denúncias, hoje tem novo capítulo das eleições no Cruzeiro deste ano

ZEZE

O jornalista Vinícius Dias‏ twittou hoje: @dias_vinicius_

* “Grupo de Perrella deve definir chapa de eleição do Cruzeiro nesta 3ª. Alguns aliados creem que apresentará novo nome”.

Ontem, a Folha de S. Paulo publicou reportagem sobre os Alvimar e Zezé Perrela, que foi reproduzida pelo portal da ESPN: “

* Ex-presidente do Cruzeiro ofereceu ingressos e brindes do clube em esquema de corrupção, diz Ministério Público” 

Presidente do Cruzeiro entre 2003 e 2008, Alvimar Perrella é acusado pelo Ministério Público de Minas Gerais de usar benesses do clube em esquema de corrupção para fraudar licitações de alimentação a presos, revela a Folha de S.Paulo nesta segunda-feira.

De acordo com a reportagem, Alvimar de Oliveira Costa – irmão de Zezé Perrella, outro ex-mandatário celeste e hoje senador – seria o chefe de um cartel. “A investigação aponta que a Stillus Alimentação Ltda, de propriedade de Alvimar, e outras cinco empresas do setor combinaram preços para dividir entre si 32 licitações no valor de R$ 81 milhões entre janeiro de 2009 e agosto de 2011. O irmão de Zezé venceu concorrências que somavam R$ 32,4 milhões”, explica a Folha. Para que o cartel funcionasse, o ex-presidente do Cruzeiro ofereceu ingressos e brindes do clube a “duas servidoras estaduais que fiscalizavam as licitações e os contratos”, de acordo com o MP-MG. Em troca, elas deixavam passar irregularidades, como entrega de refeições em menor quantidade ou de pior qualidade.

Em 2014, Alvimar já havia sido denunciado por formação de cartel, fraude à licitação, corrupção, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e fraude processual. (mais…)


Chapecoense jogou demais e poderia ter saído do Mineirão com placar maior

CRUCHAPE

Não é à toa que a Chapecoense lidera o Brasileiro. Time acertado este do Wagner Mancini, sem nenhuma estrela e de futebol totalmente coletivo. Jogou como time grande contra o Cruzeiro no Mineirão, que parece ter se assustado com a “ousadia” do time catarinense, que foi melhor durante quase todo o jogo. Parecia que a Chapecoense era quem jogava em casa.

Mesmo depois que fez 1 a 0 não mudou a forma de jogar e continuou fustigando a Raposa. Aos 46 do segundo tempo chutou uma bola na trave do Fábio, que seria o terceiro gol, com todos os méritos.

No Cruzeiro, ninguém se destacou, e também não faltou vontade, como cobrou a torcida. A realidade foi que a Chapecoense jogou muito, sem dar brechas para o adversário que era franco favorito nesta partida.


Em jogo de qualidade abaixo do esperado, resultado foi pior para o Atlético contra o Palmeiras

CAMPAL

Jogo de razoável para fraco este 0 a 0 entre Atlético e Palmeiras. Dois times sem inspiração, futebol feio de ambos os lados, embolado no meio de campo, numa demonstração que o medo de perder falou mais alto na cabeça de Roger Machado e Cuca.

Resultado pior para o Atlético que chega a três empates, três míseros pontos e uma derrota, que lhe valeu, nesta rodada, a inclusão na zona do rebaixamento. Francamente, com um elenco cheio de figurões como este, folha de pagamento nas alturas, é inadmissível.

Um estranho cansaço muscular tirou Elias do jogo. Estranho em função da hora em que foi detectado, minutos antes do jogo, já no estádio. Mas o substituto, Yago, não comprometeu; ao contrário, já que em termos de marcação ele até acrescentou ao meio atleticano. Otero, Robinho e Fred não foram bem e deram lugar a Valdívia, Maicosuel e Rafael Moura.

Valdívia entrou muito bem e mostrou que breve deverá se tornar titular. Maicosuel desperdiçou duas boas oportunidades. Victor defendeu pênalti cometido pelo Fred no Edu Dracena, cobrado pelo William, e Fernando Prass, que entregou a rapadura para o São Paulo, neste jogo fez uma defesa espetacular de um chute do Cazares.  

 


Sonho do estádio do Galo está próximo, mas há conselheiros que são contra

CAMESTADIO

A maquete do futuro estádio do Galo está exposta no primeiro andar da sede do clube, na Avenida Olegário Maciel

O presidente Daniel Nepomuceno concedeu ótima entrevista ao João Vitor Xavier, ontem, repetindo o que tem dito às pessoas que convivem com ele no dia a dia: o Atlético já tem parceiros que garantem a construção do estádio próprio e sem comprometer as finanças do clube.

O mesmo que foi dito aos conselheiros na última reunião do ano passado, na Sede de Lourdes. Mas, por incrível que pareça, há gente contra, talvez por desconhecimento pleno dos acordos que estão acertados com os futuros parceiros, ou em defesa de outros interesses. Pelo que ouço de integrantes do Conselho e de quem conhece bem os bastidores do Atlético, a diretoria executiva terá o projeto aprovado pela maioria, mas certamente haverá muito bate-boca nas próximas reuniões.

CAMESTADIO2

Última reunião do Conselho Deliberativo do Atlético ano passado, quando alguns conselheiros questionaram as negociações com os futuros parceiros na construção do estádio

Mais detalhes e a entrevista completa do presidente atleticano no portal da Itatiaia:

*“Atlético vai apresentar a conselho projeto financeiro para construção de estádio”

O estádio do Atlético está mais perto de sair do papel. O presidente do clube, Daniel Nepomuceno, confirmou na noite deste sábado que deve apresentar na próxima semana, ao presidente do conselho deliberativo, Rodolfo Gropen, o projeto financeiro para a construção da arena.

Conforme apurou o repórter da Itatiaia João Vitor Xavier, o Galo conseguiu parceiros que viabilizarão a ideia. Nepomuceno afirma que o Atlético não gastará com a obra. “Com esse fundo que foi criado, a gente consegue garantir para o conselheiro que o Atlético não perderá nenhum ativo nos próximos 30 anos. Nós vamos ter um estádio sem ter perda.” O mandatário destacou que não “levantará um tijolo antes que esse dinheiro esteja garantido para fazer o estádio.”

Após apresentar a proposta a Gropen, o conselho do clube será convocado para votar a questão, que, se aprovada, ainda passará por avaliação da prefeitura e da Câmara Municipal de Belo Horizonte, já que a arena deverá ser construída no Bairro Califórnia, na Região Oeste da capital.

Alguns dos parceiros no projeto são a MRV Engenharia, que vai doar o terreno e garantiu ao clube a compra do naming rights, caso nenhuma proposta melhor seja apresentada. O banco BMG deu as garantias bancárias para a construção.

O clube negocia com uma cervejaria a exclusividade na venda de bebidas alcoólicas no estádio, e pensa também em vender cadeiras cativas.

O estádio deve custar cerca de R$ 400 milhões e ter capacidade para aproximadamente 40 mil torcedores. Todas as cadeiras pertencerão ao clube, garante o presidente. A previsão é que a obre dure quatro anos.

Ouça acima a entrevista do presidente Daniel Nepomuceno ao jornalista João Vitor Xavier.

http://www.itatiaia.com.br/noticia/atletico-vai-apresentar-a-conselho-projeto-fi


Página 30 de 1.011« Primeira...1020...2829303132...405060...Última »