Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Na seleção brasileira mulheres repetem a incompetência dos homens nas cobranças de pênaltis

Muito pouco tempo para se falar do trabalho da técnica sueca Pia Sundhage na seleção feminina brasileira. Mas ela já está tendo o que o antecessor Vadão não teve: amistosos contra bons adversários para testar o time. Este torneio em São Paulo foi uma boa oportunidade para avaliar jogadoras e sentir a concorrência latina. De cara vimos que é preciso trabalhar muito a cobrança de pênaltis, assim como no futebol dos homens. Péssima performance nas cobranças na decisão contra o Chile. Por outro lado a goleira Aline é ótima defensora: defendeu três, mas não foi o suficiente e as chilenas venceram por 5 a 4.
Outro fato positivo foi o público presente em mais de 16 mil pessoas no Pacaembu.


Galo x Corinthians em SP; Ceni x Luxa no Mineirão e a esperança americana de returno promissor

A rodada do Brasileiro para os maiores de Minas começa esta noite no Independência, com o América recebendo o Operário-PR, por quem foi derrotado na primeira rodada da competição, 1 a 0. É a chance do Coelho iniciar a arrancada em busca da vaga na Série A e afastar em definitivo o risco de rebaixamento. No primeiro turno a campanha foi decepcionante até a nomeação do Felipe Conceição como treinador e a recuperação foi sensacional. O time teve cinco vitórias e dois empates nos últimos sete jogos. Está 24 pontos, na 13ª colocação. O Operário tem 28 pontos e está em sexto lugar. Ou seja, adversário perigosíssimo.

Técnico Rodrigo Santana em foto do www.atletico.com.br

Atlético e Cruzeiro jogarão no mesmo horário amanhã, 19 horas. O Galo contra o Corinthians, contra quem poderá decidir a Copa Sul-Americana, caso passe pelo Colon, da Argentina e os paulistas passem pelo Independiente Del Valle, do Equador. Tecnicamente os dois times são parecidos, razoáveis. O resultado vai depende de qual Galo estará em campo: o da raça que se espera sempre ou aquele lerdo que costuma matar a torcida de raiva.

Dedé, de história vitoriosa no Vasco e no Cruzeiro, em foto do twitter.com/Cruzeiro

Cruzeiro e Vasco apresentarão uma atração à parte: o confronto de estilos dos treinadores. O emergente Rogério Ceni contra o experiente Vanderlei Luxemburgo, que, ao que tudo indica, recomeçando a sua trajetória vitoriosa da carreira. Está tirando água de pedra no Vasco, contra todas as dificuldades imagináveis. Um clássico que por si só atrai a atenção.

***

Sócio Onda Verde Russlan Michailovitch Guimarães Chquiloff é surpreendido pelo Coelhão no dia em que comemora 89 anos de vida (Foto: João Zebral / América)

https://www.americamineiro.com.br/club/news/2019/8/30/coelhao-surpreende-socio-onda-verde-em-seu-aniversario/


Gal Costa, Juarez Moreira e muito mais. Imperdível em Conceição do Mato Dentro: Projeto Matriz-30 Anos

Dias, seis, sete e oito de setembro, em praça pública, nos bares e restaurantes. Quem já teve o privilégio de ir sabe que se trata de um dos melhores eventos culturais de Minas, com a programação sempre intensa e diversificada, com exposições de fotografias, teatro, oficinas, circo e muita música. Atrações confirmadas especiais como Gal Costa, Juarez Moreira, Nação Zumbi, Abre a Roda, Mulheres no Choro, Circo Marimbondo, Mamutte, e muito mais. O Projeto Matriz é uma realização da M Lima Produções, com o Patrocínio da Prefeitura Municipal de Conceição do Mato Dentro.
A cidade tem ótimas pousadas e hotéis e um povo receptivo como poucos no mundo.

Em 2011 Gilberto Gil foi a principal atração do Projeto Matriz. Na foto, ele na Pousada Alto do Baú, entre o casal Geraldo Afonso e Leila (esquerda, proprietários da pousada) e o professor Tonzé. Aliás, ainda deve haver vagas na pousada, cujos contatos são: www.pousadaaltodobau.com.br ou  (31) 98819-0359.  (mais…)


Felipe Conceição é mais uma demonstração de que técnico faz diferença, sim!

Foto do twitter.com/AmericaMG mostra o ambiente descontraído do América no vestiário após o jogo em Sorocaba

Que beleza de jogo e de vitória do América, a segunda consecutiva, em Sorocaba, contra o São Bento. Da luta contra o rebaixamento, agora já dá pra começar pensar mais seriamente em briga por entrada no grupo que ficará com uma das quatro vagas da Série A 2020. Importante demais a recuperação em campo do Marcelo Toscano, que voltou a marcar gols e jogar bem. Mais um ponto nos muitos créditos que o Felipe Conceição vem acumulando desde o dia em que foi transformado em treinador. Mostrando mais uma vez que técnico faz diferença, sim senhor!

Próximo jogo, sábado, 19 horas, no Independência, contra o Operário-PR, concorrente direto à parte de cima da tabela, já que tem 28 pontos, quatro a mais que o Coelhão e está em sexto lugar.

P

J

V

E

D

G

GC

SG

%

1 Bragantino

38

19

11

5

3

29

9

20

66,7

2 Coritiba

34

19

9

7

3

27

16

11

59,6

3 Atlético-GO

31

19

8

7

4

22

15

7

54,4

4 Sport

31

19

7

10

2

26

17

9

54,4

5 Cuiabá

30

19

8

6

5

23

18

5

52,6

6 Operário

28

19

8

4

7

17

20

-3

49,1

7 Paraná

28

19

7

7

5

15

17

-2

49,1

8 CRB

27

19

8

3

8

21

21

0

47,4

9 Botafogo-SP

27

19

8

3

8

20

22

-2

47,4

10 Ponte Preta

27

19

7

6

6

21

18

3

47,4

11 Londrina

25

19

7

4

8

24

25

-1

43,9

12 Brasil de Pelotas

25

19

7

4

8

14

18

-4

43,9

13 América-MG

24

19

6

6

7

19

22

-3

42,1

14 Criciúma

21

19

5

6

8

14

20

-6

36,8

15 Figueirense

21

19

4

9

6

15

18

-3

36,8

16 Vitória

20

19

5

5

9

18

27

-9

35,1

17 Vila Nova

20

19

4

8

7

12

16

-4

35,1

18 São Bento

19

19

5

4

10

23

29

-6

33,3

19 Oeste

19

19

3

10

6

17

20

-3

33,3

20 Guarani

16

19

4

4

11

12

21

-9

28,1


Galo cumpriu bem com o roteiro e mostrou em Bogotá que não deveria usar time reserva no Brasileiro

Elias falhou na marcação do gol do La Equidad mas depois de redimiu, inclusive com um gol.

Uma vitória surpreendentemente fácil do Atlético sobre o La Equidad em Bogotá, porém, dentro de um roteiro que pode ser simplificado: um grande, confortável e seguro estádio, gramado impecável, nenhuma pressão das arquibancadas e a obrigação do adversário de sair para o jogo e tentar vencer. O time colombiano entrou de peito aberto e pagou pelo risco. Situação totalmente diferente do jogo no Independência, quando era franco atirador. Agora o Galo enfrentará o argentino Colón, de Santa Fé, na semifinal da Sul-Americana. Jogo de volta no Mineirão, atendendo ao regulamento que exige capacidade mínima de 30 mil pessoas a partir dessa fase da disputa.

À exceção do gol de empate que tomou, quando deixou os jogadores do La Equidad trocarem passes à vontade em frente à grande área, o time foi bem na maior parte do jogo. Essa vitória mostra que o Galo respeitou demais o time colombiano, principalmente na partida em Belo Horizonte e confirma o erro cometido pela comissão técnica de escalar o time reserva contra o Bahia, domingo, pelo Brasileiro.


Cruzeiro castigado aos 48 por não ter matado o jogo no primeiro tempo

Nos primeiros minutos de jogo o Cruzeiro passou a impressão que golearia o CSA. Aos 10, fez 1 a 0, com Fred, e a expectativa era que aproveitasse a natural ofensiva dos donos da casa e tirasse proveito  dos contra ataques. Mas não. O ritmo foi desacelerado, o CSA apertava mas sem nenhuma força ofensiva e o jogo ficou lento. O segundo tempo foi parecido e aos 48 veio o castigo ao pouco apetite cruzeirense. Num chute despretensioso do Apodi, sem força, a bola bateu na zaga e entrou.

Próximo adversário do Cruzeiro será o Vasco, novamente no domingo às 19 horas, porém Mineirão.


As opções e estratégias erradas que comprometem a campanha do Galo

Imagem: twitter.com/Cariogalo

Ao empatar com o Fortaleza naquela displicência irritante o Atlético dava sinais de que não tinha time para brigar pelo título. Antes já  havia empatado com o Goiás uma partida em que se recusou a atacar e vencer. Nem citarei a derrota para o Grêmio, que estava em péssimo momento. O jogo foi em Porto Alegre e o adversário, da prateleira de cima. Essa derrota para o Bahia põe em cheque a força do time para brigar por uma vaga na Libertadores. A opção por um time todo reserva, em casa, foi absurda. Como bem lembrou o comentarista Cadú Doné, na Itatiaia, o treinador poderia ao menos ter deixado uns três titulares no banco para uma necessidade extrema, como nessa derrota. O time que começou jogando, horrível, sem nenhum entrosamento e no banco, jogadores piores ainda.

No fim do primeiro tempo o Caixa entrou em desespero com o lateral Hernandez. Propôs “apresentá-lo” à bola no intervalo. O Bahia descobre e contrata um Gilberto, artilheiro, e o Galo esses que estão aí. A turma dos “panos quentes” diz que o goleiro Douglas não deixou a bola entrar. Uai, todo goleiro adversário está lá para isso, ou não?

Na situação em que se encontra o Atlético não tem que priorizar nenhuma disputa. Brasileiro e Sul-Americana são importantes. Com o elenco limitado que tem o Galo tem boas chances de brigar por um dos quatro primeiros lugares. Com reservas, esqueça. Na Sul-Americana, vale o título, difícil de ser conquistado, porém, possível. Tem que usar a força máxima nas duas disputas para ter chance de beliscar alguma coisa.

Depois do jogo contra o Fortaleza o técnico Rodrigo Santana disse que time tentaria “recuperar” aqueles pontos fora de casa. Como se pontos perdidos nesta fórmula de campeonato fossem recuperáveis. Depois da derrota para o Bahia, o veterano Leonardo Silva falou a mesma coisa. Durma-se com essas.

Nessa toada, tenho que discordar até do

Igor Assunção da 98FM

, dos poucos que não são de amaciar e aceitar desculpas enganadoras. Com o empate do Santos com o Fortaleza e derrota do Inter para o Goiás ele twittou: @Igortep “E o

@FortalezaEC, hein??? Ah, mas o Galo misto é lixo… imagina o Santos completo?”

“E o Goiás contra o Inter, hein????

Tive que contestá-lo também no twitter: “Meu caro Igor, obrigação do Galo era ganhar. Estaria no topo da tabela se não tivesse empatado aquele jogo e também contra o Goiás. Santos e Inter, problema deles. Cada um com os seus!”

Os campeonatos nem sempre são vencidos pelos melhores times ou que têm mais craques. A determinação do grupo e boas estratégias operam milagres e o futebol está cheio de exemplos aqui e no exterior.

O Atlético campeão de 1971 não tinha craques como tinham o Santos, Botafogo, São Paulo e Cruzeiro, mas tinha aquilo que virou tradição do Galo: garra, vontade de ganhar, sangue nos olhos!


Terceira vitória consecutiva do América, com gol da prata da casa, mas a pauleira continua

Foto: Mourão Panda – www.americamineiro.com.br

A Série B se acirra a cada rodada, nas partes de cima e de baixo da classificação. Além dos 3 a 2 sobre o Guarani o América teve bons resultados a seu favor nesta rodada, com muitos empates, equilibrando a disputa também na corrida por uma das quatro vagas do acesso 2020. O Coelho subiu para o 13º lugar com 21 pontos, mas com muita gente nos calcanhares. O Vila Nova-GO, primeiro da degola tem 19.

O próximo será quarta-feira contra o São Bento, que está em 15º, porém, também com 19 pontos e hoje goleou o Londrinas por 4 a 2, com quatro gols do baiano Zé Roberto, de 25 anos de idade. Jogo em Sorocaba, 19h15.

Tão legal quanto a virada foi a comemoração e a entrevista do Flávio, autor do terceiro gol do Coelho na vitória sobre o Guarani. A diferença entre um jogador feito em casa e um desses decadentes que os clubes buscam nos catadões de todo ano. Aos 19 anos de idade, o meia mostra personalidade, vontade de vencer na vida e a determinação de ajudar o clube que o formou. Vale a pena ler e rever a entrevista ao Globoesporte.com: * “Estou emocionado porque é meu primeiro gol de muitos, se Deus quiser. Não sei nem o que falar. A gente já vinha treinando esses chutes, e quando entrei eu senti que uma bola ia sobrar. E quando sai comemorando, me deu vontade de chorar. Veio um filme na minha cabeça por estar fazendo o gol da vitória. Mandar um beijo para a minha família e só agradecer”

https://globoesporte.globo.com/mg/futebol/brasileirao-serie-b/jogo/25-08-2019/america-mg-guarani.ghtml


Atlético 0 x 1 Bahia: aprendi a duras penas que “quando beber não digite; postar, jamais”.

Gilberto comemora o gol da vitória baiana no Independência em bela fotos do twitter.com/ECBahia, que aliás recomendo. O tricolor da boa terra tem comunicação e marketing excelentes.

Erros estratégicos que complicam o Atlético no Brasileiro e na Sul-Americana

Prezados e prezadas do blog, há tempos eu não passava tanta raiva na vida como nessa derrota para o Bahia no Independência lotado com uma força gigante da torcida. Acabou o jogo, deixei para escrever mais tarde para não passar da conta. Fui ao aniversário de uma amiga em Cachoeira da Prata, tomei muitos “chás com torradas” (Ave Flávio Anselmo!), a raiva passou, mas só agora deu pra acionar computador e internet. Aprendi a duras penas que “quando beber não digite; postar, jamais”.

A primeira coisa que fiz foi ler os comentários aqui do blog. Todos sensatos, absolutamente lúcidos e bem informados. Faço deles as minhas palavras, até mais lúcidos do que eu escreveria logo depois do jogo. Erros estratégicos que complicam o Atlético no Brasileiro e na Sul-AmericanaUm resumo aqui, e mais tarde volto para escrever a minha opinião sobre o jogo e as opções da comissão técnica e diretoria do Galo:

 

Roger Campos

O nosso Galo, com tristeza, não tem fome de títulos. Só oba oba.

 

Antônio Silva

Planejamento de amador, encheram o time de jogadores sem ritmo e deu no que que deu. Perder pontos para o Bahia em casa é osso. Continua a falta de atacantes que empurrem a bola para a casinha.

 

Audisio

Quando começaram a forçar a barra para colocar na cabeça dos jogadores que o Atlético não disputava o título quando o time estava a quatro pontos dos lideres e de repente começaram a dar uma total ênfase a tal da Sul americana, o roteiro que já vimos nos últimos filmes passa a se repetir.
Parafuso no brasileiro e eliminado da Copa. … Sabe o que vai ocorrer se o time simplesmente aceitar derrotas naturalmente? A torcida perderá sua motivação, simplesmente não aparecerá e então a diretoria perceberá a série de erros cometidos. Tarde demais! Espero que não precise depois de conclamar e chamar a torcida para ajudar! A decepção de um independência com 22.000 espectadores poderá custar muito caro, O desempenho foi horrível. O Rodrigo fez uma salada no segundo tempo. Se for eliminado na Colombia ficará desamparado e numa situação que não precisaria estar. Enquanto isso o Atlético viu o time do Cuca ultrapassar-lo, o São Paulo, e ficou comendo poeira.

Foto também do twitter.com/ECBahia

Juliano Salvador

Isto já foi dito por aqui e eu concordo, o Galo não tem jogador insubstituível. Esse negócio de poupar boleiro preguiçoso vai tirar o Galo do brasileirão e da Sula. Planejamento mal feito, jogo vai ser na terça ainda.

 

Paulo F

Não tenho esperanças, não com esses medalhões pipoqueiros, não com esse técnico covarde, denovo vindo com esse papo de que o resultado não foi justo. Foi justíssimo, colheu os frutos de escalar time reserva contra um time em Ascenção, dentro de casa. Não se pode arriscar pontos dentro de casa, a mensagem que isso passa é que estão cagando pro brasileirão.
Não vamos ganhar p. Nenhuma esse ano, Deja Vu do ano passado.

Além da farra dos empresários que não permite que os verdadeiros craques venham pro Galo, aqueles que demonstram alguma qualidade simplesmente não jogam. O Galo está entre os 4 times que menos utilizaram jogadores formados na base, dentre os 20 do brasileirão. Os times de rio e sp utilizaram 8-10 pratas da casa.
Veja que Cleiton só teve chances pq Victor machucou. Alerrandro só pq RO ficou 15 jogos sem gol, mas mesmo assim bastou 2 jogos sem gol pra tirarem are do banco e sentarem a ripa

 

João Nunes

Mauricio Souza: Acrescentando em seu ótimo comentário o seguinte: O grande problema da base do Galo para mim é o famoso jogo de interesse. Pegue um menino bom de bola e leve lá para fazer um teste. Vai ter 99% de chance de nem chegar a fazer, agora se for indicação de algum empresário ou diretor, certamente fará. Exemplo: o filho do Ricardo Oliveira treina no Galo e o filho do ex lateral Bruno o tal de Bruninho já faz parte do profissional. Pergunto: Joga alguma coisa? Muita coincidência né?


Em Maceió, o Cruzeiro de Rogério Ceni depois de mais uma semana de trabalho

Thiago Neves e Rogério Ceni em foto do Vinnicius Silva/Cruzeiro

Será o segundo jogo do Rogério Ceni, ainda cercado de expectativas. Teoricamente o time deverá se comportar melhor ainda que na estreia, quando ele tinha trabalhado apenas cinco dias com o grupo e mesmo assim mudou a formação e posicionamento de jogadores. Foi uma vitória maiúscula contra o líder do campeonato, num momento tenso do Cruzeiro. A motivação do grupo também continua em alta, conforme as declarações do Thiago Neves, que fez uma grande média com o novo treinador, assim como fez o Mano Menezes, quando eles começaram trabalhar juntos na Toca da Raposa. O futebol sempre foi assim e o comportamento de alguns jogadores idem; nada de anormal. Em época de vacas gordas a história é uma, quando a coisa vai mal, “um cão danado, todos a eles”.

O horário do jogo é diferente, 19 horas de domingo, mas, melhor que assistir Faustão. O CSA está na luta para se manter na Série A, em penúltimo lugar, 11 pontos, cinco a mais que o lanterna Avaí, três a menos que o Cruzeiro, o primeiro fora dos quatro da degola. Com elenco muito melhor, motivado e em um bom gramado que terá para jogar as chances da Raposa retornar a Belo Horizonte com mais uma vitória são grandes.

Acho interessante quando a imprensa dá grande destaque e manifesta surpresa com a possibilidade de jogadores jovens ou da base serem aproveitados no profissional. Caso da dupla Cacá e Fabrício Bruno que poderá formar a zaga neste jogo, em função de contusões de Dedé e Léo. Até os anos 1980 era a coisa mais normal do mundo. Antes dos empresários tomarem conta de tudo e a Lei Pelé entrar em campo. Somado ao fato de que o trabalho na base era muito melhor que hoje e muito mais simples, com gastos muito menores. O departamentos de base hoje funcionam como clubes à parte, com estruturas enormes, muitos funcionários e muito mistério.


Página 10 de 1.120« Primeira...89101112...203040...Última »