Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

A caminho do bi-olímpico

Vi esta manhã a seleção feminina detonando a Alemanha por 3 x 0 (25/12, 25/19 e 25/16) pelo Grand Prix, no Maracananzinho. O time do José Roberto Guimarães está sendo renovado para buscar a segunda medalha de ouro consecutiva, em Londres2012. Tem quatro mineiras: Sassá, Fabiana, Sheila e Camila Brait e três reveladas por clubes mineiros: Ana Tieme, Thaíssa e Joicinha.

José Roberto é uma grande figura, além de excelente treinador. Conviveu muito conosco da imprensa ligada ao futebol, nos tempos da parceria do Cruzeiro e Corinthians, com a Hicks Muse Tate e Furst. Ele era o gerente geral do grupo norte-americano no relacionamento com os clubes.


Antecipação de viagem adia pregação de Fábio

O goleiro Fábio faria pregação em uma igreja evangélica de Sete Lagoas hoje, mas em função da antecipação da viagem do Cruzeiro, que já está em Porto Alegre, o evento foi adiado para quinta feira da semana que vem.

Enquanto isso o carro de som anunciando a sua presença continua rodando pelas ruas da cidade, agora anunciando a nova data.


Cruzeiro e Grêmio na história

CRUZEIRO X GRÊMIO

 

 

RESUMO ESTATÍSTICO

 

TOTAL DE JOGOS: 51

Vitórias do Cruzeiro: 25

Empates: 14

Vitórias do Grêmio: 12

 

TOTAL DE GOLS: 114

 

Gols do Cruzeiro: 70

Gols do Grêmio: 44

 

COPA LIBERTADORES

Cruzeiro e Grêmio se enfrentaram 29 vezes pelo Campeonato Brasileiro. Foram 15 vitórias do Cruzeiro, oito empates e seis vitórias do Grêmio. O ataque cruzeirense marcou 43 gols e a defesa sofreu 24.

Primeiro confronto pelo Campeonato Brasileiro:

30/10/1971 – Cruzeiro 2 a 1 (em Belo Horizonte)

Recordes do Campeonato Brasileiro

– Maior número de pontos ganhos (100) – Brasileirão 2003.

– Maior número de vitórias (31) – Brasileirão 2003.

 

PRIMEIRO JOGO

26/5/1960 – Cruzeiro 2 a 1 (amistoso em Belo Horizonte)

 

ÚLTIMO JOGO

2/7/2009 – Empate 2 x 2 (No Olímpico, em Porto Alegre, pela Copa Libertadores)

 

MAIOR RESULTADO

10/10/1990 – Cruzeiro 4 a 0 (No Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro)

18/11/1970 – Grêmio 3 x 1 (Em Porto Alegre, pela Taça de Prata)

 

ESTÁDIO OLÍMPICO

Cruzeiro e Grêmio já se enfrentaram 25 vezes no Olímpico. O Cruzeiro conquistou cinco vitórias, 12 empates e perdeu oito jogos. O ataque cruzeirense marcou 18 gols e a defesa sofreu 24.

 

DECISÃO

Cruzeiro e Grêmio decidiram a Copa do Brasil de 1993. Após o empate por 0 a 0 em Porto Alegre, o Cruzeiro bateu o Grêmio por 2 a 1, em Belo Horizonte, e conquistou a Copa do Brasil pela primeira vez. Cruzeiro e Grêmio, com quatro conquistas cada, são os recordistas de títulos na competição.

JOGO

PLACAR

MOTIVO

DIA

MÊS

ANO

CIDADE

1

2

X

1

Amistoso

26

Mai

1960

Belo Horizonte

2

0

X

0

Taça Brasil

9

Out

1966

Porto Alegre

3

2

X

1

Taça Brasil

23

Out

1966

Belo Horizonte

4

0

X

1

Taça de Prata

7

Mai

1967

Porto Alegre

5

1

X

0

Taça de Prata

20

Nov

1968

Belo Horizonte

6

1

X

1

Taça de Prata

16

Nov

1969

Porto Alegre

7

1

X

3

Taça de Prata

18

Nov

1970

Porto Alegre

8

2

X

1

Campeonato Brasileiro

30

Out

1971

Belo Horizonte

9

1

X

1

Campeonato Brasileiro

18

Out

1972

Porto Alegre

10

1

X

1

Campeonato Brasileiro

30

Jan

1974

Porto Alegre

11

3

X

1

Campeonato Brasileiro

8

Nov

1975

Belo Horizonte

12

2

X

0

Torneio de Caracas

16

Fev

1977

Caracas

13

1

X

1

Taça dos Campeões

8

Mai

1982

Porto Alegre

14

1

X

2

Taça dos Campeões

30

Mai

1982

Belo Horizonte

15

1

X

1

Campeonato Brasileiro

24

Fev

1985

Belo Horizonte

16

0

X

0

Campeonato Brasileiro

31

Mar

1985

Porto Alegre

17

0

X

0

Campeonato Brasileiro

20

Set

1987

Porto Alegre

18

3

X

0

Campeonato Brasileiro

17

Nov

1988

Belo Horizonte

19

0

X

2

Campeonato Brasileiro

20

Set

1989

Porto Alegre

20

4

X

0

Campeonato Brasileiro

10

Out

1990

Belo Horizonte

21

0

X

0

Campeonato Brasileiro

5

Mai

1991

Porto Alegre

22

0

X

1

Amistoso

8

Mar

1993

Porto Alegre

23

1

X

0

Troféu

Wilson Piazza

14

Mar

1993

Belo Horizonte

24

0

X

0

Copa do Brasil

30

Mai

1993

Porto Alegre

25

2

X

1

Copa do Brasil

3

Jun

1993

Belo Horizonte

26

0

X

2

Campeonato Brasileiro

28

Set

1995

Porto Alegre

27

2

X

1

Campeonato Brasileiro

6

Out

1996

Belo Horizonte

28

1

X

2

Copa Libertadores

19

Fev

1997

Belo Horizonte

29

1

X

0

Copa Libertadores

12

Mar

1997

Porto Alegre

30

2

X

0

Copa Libertadores

27

Mai

1997

Belo Horizonte

31

1

X

2

Copa Libertadores

3

Jun

1997

Porto Alegre

32

0

X

0

Campeonato Brasileiro

1

Out

1997

Porto Alegre

33

0

X

2

Campeonato Brasileiro

17

Out

1998

Belo Horizonte

34

3

X

2

Campeonato Brasileiro

17

Out

1999

Porto Alegre

35

0

X

0

Campeonato Brasileiro

17

Set

2000

Porto Alegre

36

0

X

2

Campeonato Brasileiro

14

Out

2001

Porto Alegre

37

2

X

0

Copa Sul-Minas

24

Mar

2002

Belo Horizonte

38

1

X

1

Copa dos Campeões

3

Jul

2002

Natal

39

3

X

2

Campeonato Brasileiro

3

Nov

2002

Belo Horizonte

40

1

X

0

Campeonato Brasileiro

13

Jul

2003

Porto Alegre

41

3

X

0

Campeonato Brasileiro

05

Nov

2003

Belo Horizonte

42

3

X

2

Campeonato Brasileiro

13

Jul

2004

Porto Alegre

43

2

X

0

Campeonato Brasileiro

26

Out

2004

Belo Horizonte

44

3

X

1

Campeonato Brasileiro

23

Abr

2006

Belo Horizonte

45

1

X

2

Campeonato Brasileiro

30

Ago

2006

Caxias do Sul

46

2

X

0

Campeonato Brasileiro

16

Jun

2007

Porto Alegre

47

2

X

0

Campeonato Brasileiro

8

Set

2007

Belo Horizonte

48

0

X

1

Campeonato Brasileiro

19

Jul

2008

Porto Alegre

49

3

X

0

Campeonato Brasileiro

29

Out

2008

Belo Horizonte

50

3

X

1

Copa Libertadores

24

Jun

2009

Belo Horizonte

51

2

X

2

Copa Libertadores

2

Jul

2009

Porto Alegre

 Fonte: Assessoria de Imprensa do Cruzeiro

 

 

 

 

      


Conceição, terra querida!

Conceição do Mato Dentro

Conceição do Mato Dentro

Esta é uma das primeiras vistas de Conceição do Mato Dentro, com suas igrejas, seu casario dos Séculos XVII e XVII, suas cahoeiras, bares e gente boa demais da conta, descendo a MG-010, depois da Serra do Cipó.

Volto de lá domingo, direto para o Mineirão!

Inté!


A caminho de Conceição!

O Bar da Rosinha está bombando em Conceição do Mato Dentro. Começou no início de dezembro do ano passado, com data para fechar as portas: depois do carnaval. Mas de tão bom, em tudo, a freguesia a impediu de acabar com este que é, hoje, o principal ponto de reencontro e confraternização dos amigos e visitantes dessa cidade extraordinária, mais que tricentenária.

Além dos comes e bebes que Minas Gerais é especialista, o bar tem um algo mais: a música de altíssima qualidade, fruto de canjas memoráveis dos irmãos dela, Renato, Grilo e Deco, com o acréscimo do Gabriel Guedes (Xexéu), genro da Rosinha, que além da Naísa, apaixonou-se também por Conceição, e hoje é um dos seus maiores defensores, contra a fúria financista/devastadora do Eike Batista com suas mineradoras, minerodutos, MMX e coisas tais.

O Renato, irmão da Rosinha, é um dos fundadores e grande saxofonista da banda “Zé da Guiomar”, que faz um sucesso danado, com sambas de raiz e MPB.

Por falar no senhor Eike Batista, semana passada ele deu mais R$ 13 milhões ao Comitê Olímpico Brasileiro, para ajudar na candidatura do Rio aos Jogos Olímpicos de 2016. Já tinha dado R$ 10 milhões, meses atrás.

Este dinheiro tinha que ser investido lá em Conceição, cidades vizinhas e na Serra do Espinhaço em geral, onde a devastação ambiental e social promovida por ele é incomensurável.

Muito bem, em resumo: estou pegando estrada agora, para Conceição do Mato Dentro, com direito a uma parada básica e tradicional na Serra do Cipó, outro paraíso desse mundo, onde há pousadas como a Chão da Serra, e gente boa como o Taquinho, Graça, Antoninho, Joaquim e tanta gente mais.


Pavor de todo atleta

Pior que desfalcar o time contra o Grêmio é o tipo de problema diagnosticado no Kléber: púbis. Pavor de todo jogador profissional, que abreviou carreiras de muitos jogadores nos anos 1980, início dos 1990.

Reinaldo, o grande “Rei, do Galo”, sofreu demais com isso e conta para quem quiser ouvir, que isso minou suas forças para continuar jogando. Parou aos 28, cansado de tanto tratamento, fisioterapia e remédios.

A tal “região pubiana” é o pior lugar para alguém sentir uma dor, e fazer tratamento. Para quem não tem idéia, fica entre as pernas, entre o saco escrotal e o ânus. É mole?

Menos mal que a medicina evolui a cada dia, e hoje o sofrimento e demora no tratamento não são mais tão grandes como há 10 anos.

Já já o Kléber estará de volta!


Vai fazer falta demais!

A pior notícia para os cruzeirenses este ano, depois da perda da Libertadores, foi essa da contusão do Kléber, que o tira do jogo contra o Grêmio domingo. Esse faz diferença!

É um terror para qualquer defesa adversária, ainda mais agora, que está conseguindo controlar os nervos. E decide jogos “perdidos”, como quarta feira, contra o Sport, quando ninguém acreditava mais que o placar seria 0 x 0.

Com Kléber em campo, o adversário respeita mais o Cruzeiro.


Entre luzes e apagões

O que mantém as esperanças dos atleticanos é que o campeonato não tem ninguém praticando bom futebol com regularidade. São altos e baixos gerais, como o próprio Atlético, que faz partidas empolgantes, e vergonhosas como a de ontem. Além do mais é um time em formação, onde o Celso Roth ainda não conseguiu descobrir quais são os 11 que devem começar jogando. Tiago Feltri teve uma recaída brava nessa derrota para o Flamengo, fazendo lembrar aquele jogador que matava a torcida de raiva, antes de ser emprestado ao Goiás. Mas, está com crédito, porque tem sido um bom jogador na temporada.

Júnior foi outra decepção. Ele que é o grande articulador do time, ontem, teve um apagão.

Lédio Carmona, um dos melhores comentaristas do Sportv, disse, quando o jogo estava terminando: “Seguramente, foi o pior jogo do Atlético no campeonato”. Sem dúvida!


Maracanã tonteou os jogadores do Galo

Jogo danado esse da derrota do Galo para o Flamengo. Começou de cara escapando de levar um gol, fez 1 x 0 com menos de três minutos, dominou uns 10 minutos e depois morreu. Parecia um time de roça, cujos jogadores atuavam pela primeira vez no templo sagrado do futebol mundial, o Maracanã.

Impossível salvar a barra de algum dos jogadores, muito pelo contrário. De Aranha, que tomou três gols defensáveis, a Tardelli, que fez uma ou duas jogadas de efeito, um time horroroso na noite de ontem.

Serginho tinha uns lampejos do bom jogador que é, porém, o Flamengo pôs o Willians em cima dele, e fim de conversa.

O segundo tempo foi melhor realmente, como disse o Celso Roth, mas insuficiente para esboçar uma reação no placar.

Outro que esteve péssimo no jogo foi o gaúcho Leonardo Gaciba, para mim, o melhor árbitro do país, mas deixou de apitar um pênalti no Tardelli, quando o marcador já era 3 x 1, e quando estava 2 x 1, não apitou falta do Éverton, que segurou o Marcos Rocha pela camisa. Falta clara, não apitada, que terminou em gol, o terceiro, feito pelo próprio flamenguista que fez a falta.

Mas nada disso justifica o péssimo futebol do Galo, que mereceu perder.


Caçapa está indo embora de novo

Pena que nenhum clube brasileiro se dispôs a pagar o que o Cláudio Caçapa quer ganhar, pois seria muito bom te-lo novamente em nosso futebol, especialmente em Minas. Está quase indo embora de novo, conforme notícia que acabei de receber do assessor de imprensa dele, e de vários outros jogadores, o gente boa Paulo Vilhena: 

“O zagueiro Cláudio Caçapa recebeu uma proposta para atuar no futebol grego. No meio deste ano, o contrato de Caçapa com o Newcastle da Inglaterra se encerrou e o atleta pode acertar com qualquer clube do Brasil ou exterior. O clube que aficializou proposta de dois anos ao zagueiro é o Atromitos que voltou à primeira divisão do futebol grego na última temporada e é de Atenas. 

“Recebi sim essa proposta do Atromitos da Grécia. Ela chegou a  mim pelo Denis, que foi atleta e hoje trabalha como consultor de atletas da empresa Basesoccer de Londres, que tem também uma filial no Brasil. Voltei das férias com a família e tem duas semanas que estou trabalhando a parte física na acadêmia Companhia Atlética em Belo Horizonte com o meu fisioterapeuta particular Elliot e já estou em forma para atuar. Recebi sondagens e propostas também do Brasil e ainda estou definindo o meu futuro”, revelou Caçapa, zagueiro de 32 anos. 

Apesar da proposta oficializada do exterior, Caçapa ainda não definiu o seu futuro clube e não descarta um retorno ao Brasil, após oito anos na Europa, seis na França, onde ganhou vários títulos no Lyon e dois na Inglatera, atuando pelo Newcastle.”


Página 1.036 de 1.066« Primeira...102030...1.0341.0351.0361.0371.038...1.0501.060...Última »