Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Ingredientes que credenciam a um palpite favorável a um ótimo ano para o Galo

ROBINHO

Robinho antecipa que quer ficar em 2018 no Atlético

O título deste post é o mesmo em relação ao anterior, em que falo do Cruzeiro. Principais jogadores mantidos, de um elenco que já era muito bom. Conseguiu buscar um volante de altíssima qualidade, que é o Elias. Um treinador que mostrou serviço no Grêmio e que está diante de uma oportunidade rara, de alavancar a sua carreira em outro gigante do futebol brasileiro. Centro de treinamento escolhido para treinos pelas maiores seleções do continente, Brasil e Argentina, ótimo ambiente entre os jogadores. A declaração do Robinho à 98FM, repetida pela Gazeta Esportiva, de São Paulo, mostra o ambiente interno alvinegro: “Meu objetivo é de permanecer no Galo. Não falo da boca para fora. Você chega em um grande clube, com estrutura para trabalhar, o objetivo é ficar por mais tempo. Agora estou focado em jogar. Meu contrato termina no fim do ano e, se tudo correr da melhor maneira possível, a tendência é de uma renovação. Fiquei chateado com informações a respeito do Santos. Tenho respeito pelo Santos, saíram notícias mentirosas na imprensa que foram ruins para minha carreira”.

Assim com no Cruzeiro, tenho dúvidas ainda quanto ao miolo de zaga. É esperar pra ver.

No mais, atleticanos secam o Cruzeiro, cruzeirenses secam o Galo, e cada um com suas virtudes e seus problemas. Quem for mais competente no conjunto da obra terminará melhor a temporada de 2017. O estadual é só pra gerar bate boca entre protagonistas, coadjuvantes e dar dor de cabeça para o grande que não ganhar o título.


Ingredientes que credenciam a palpite favorável a um ótimo ano do Cruzeiro

NEVES

Thiago Neves, em foto do SuperFC, teve uma boa estreia.

Esta época do ano é absolutamente arriscada para qualquer prognóstico do que será a temporada para qualquer time. São competições de nível técnico baixo, durante toda a disputa ou em seu início, como a Copa do Brasil, Libertadores da América e Sul-americana. Os estaduais são fracos do começo ao fim, não servem de parâmetro para nada. O Vasco foi campeão carioca em 2015 e foi rebaixado no Brasileiro no mesmo ano. O América, idem, em 2016.

Mas há sintomas que podemos apontar como perspectivas animadoras. No Cruzeiro, além da reconhecida competência do Mano Menezes, ele teve tempo para montar o grupo que hoje está disposição dele. A diretoria manteve os melhores jogadores que o clube tinha e ainda conseguiu o que podemos chamar realmente de reforços, como o Thiago Neves. Pelas entrevistas, nota-se que o ambiente é ótimo entre os jogadores, e Robinho, é o melhor exemplo disso.

Comissão técnica competente, bom grupo de jogadores, excelente estrutura profissional e ambiente favorável, são ingredientes infalíveis para se brigar na cabeça em qualquer competição.


O América continua no muro das lamentações, marcando passo!

PASSO

Que preguiça ouvir dirigentes e comissão técnica do América com o velho e surrado discurso de perdedor que não reconhece os próprios erros e impotência. Eliminado da Copa do Brasil pelo Murici de Alagoas, depois de perder para time reserva do Flamengo pela Primeira Liga e de uma campanha “voo de galinha” no Campeonato Mineiro, reclama das arbitragens, do regulamento, do gramado, do excesso de viagens e etecetera e tal.

Tá certo, mas todos os clubes brasileiros têm as mesmas reclamações. Mas para pegar rumo e alçar voos seguros, o Coelhão precisa é reconhecer que o seu elenco é este, em função das limitações financeiras, e que o clube continua voltando as costas à sua base. Deveria apostar tudo nela, durante uns cinco anos, fazendo contratações pontuais, mínimas, para dar o tal “equilíbrio”, entre a juventude e experiência, tão necessárias em qualquer time de futebol.

Fica aí, investindo em velhos rodados do mundo da bola, marcando passo, choramingando, perdendo e empatando.


Nem na Inglaterra treinador se segura no cargo com campanha ruim

RANIERI

Pois é! O italiano Ranieri, xodó mundial pela conquista do título inglês com o Leicester, dançou. Notícia  do portal Terra:

* “Ranieri não resiste à má fase e é demitido do Leicester”

Um dos principais responsáveis pelo inimaginável título inglês do Leicester na última temporada foi desligado do clube. Nesta quinta-feira, a diretoria dos Foxes publicou uma nota em seu site oficial informando que o técnico Cláudio Ranieri foi demitido.

A demissão acontece um mês depois do italiano receber o prêmio da Fifa de melhor técnico de 2016. A premiação de gala, que ainda elegeu Cristiano Ronaldo como o principal jogador do ano, aconteceu no dia 9 de janeiro.

Na atual temporada, Ranieri não conseguiu repetir as boas atuações de 2015/16, quando faturou o título da Premier League. Com um rendimento muito baixo nesta edição do torneio, os Foxes assumem a 17ª colocação da tabela, com 21 pontos, muito próximos à zona de rebaixamento.

Comandando o time que surpreendeu o mundo do futebol, o treinador italiano de 65 anos acumulou um retrospecto de 47 vitórias, 30 empates e 42 derrotas.

O Leicester terá um compromisso no Campeonato Inglês já na próxima segunda-feira. Pela 26ª rodada, os atuais campeões encaram o Liverpool, em casa no King Power Stadium.

https://esportes.terra.com.br/futebol/internacional/ranieri-nao-resiste-a-ma-fase-no-ingles-e-e-demitido-do-leicester,e8107b771cd338f41557668973fb5552ydyjxxs9.html


Com cheiro de retaliação ao Atlético-PR, sai a tabela do Brasileiro. Fla x Galo; Cruzeiro x São Paulo na primeira rodada

TABELA

O Atlético-PR, que tem batido de frente com a CBF e Globo nos últimos anos, investiu uma fortuna em gramado sintético na Arena da Baixada e hoje foi surpreendido pela notícia de que este tipo de piso está proibido no campeonato deste ano.

Confira a tabela, publicada no site do Hoje em Dia:

* “Brasileirão: Atlético e Cruzeiro estreiam em clássicos nacionais e duelam na 11ª rodada”

Grandes clássicos nacionais esperam os gigantes mineiros na abertura da Série A do Campeonato Brasileiro de 2017. O Cruzeiro vai estrear em casa, contra o São Paulo, enquanto o Atlético visitará o Flamengo na primeira rodada, segundo a “tabela básica” divulgada pela CBF nesta segunda-feira (20).

Confronto mais aguardado pelos torcedores mineiros, o superclássico entre Galo e Raposa pelo primeiro turno da competição está previsto apenas para a 11ª rodada, com mando alvinegro, muito provavelmente no dia 2 de julho (domingo).

O campeonato começará no fim de semana dos dias 13 e 14 de maio. Ainda não há um detalhamento pleno sobre locais, datas e horários das partidas, e os clubes podem solicitar alterações até a publicação da tabela oficial, o que deve ocorrer nesta terça-feira (21).

O primeiro turno termina nos dias 5 e 6 de agosto, e o segundo começa no fim de semana seguinte (12 e 13), com a mesma ordem de partidas e mandos de campo invertidos.

* TABELA DO PRIMEIRO TURNO

1ª rodada (13 ou 14 de maio)
Cruzeiro x São Paulo
Flamengo x Atlético

2ª rodada (20 ou 21 de maio)
Atlético x Fluminense
Sport x Cruzeiro

3ª rodada (27 ou 28 de maio)
Atlético x Ponte Preta
Santos x Cruzeiro (mais…)


“Circulação dos grandes jornais cai em 2016”. E a qualidade dos textos mais ainda, demonstrando semi- alfabetismo

JORNAIS

A notícia está no jornal especializado “Meio & Mensagem”, que entretanto, não demonstra muito cuidado com a qualidade dos próprios redatores. Confira o texto, na íntegra, cheio de mancadas, inclusive de concordância.

Confira:

* “Entre os cinco títulos de maior circulação do País, apenas Zero Hora teve crescimento na média anual” 

circulação média dos cinco maiores jornais do Brasil tiveram uma retração de 6% em 2016 na comparação com o ano anterior. De acordo com relatórios do Instituto Verificador de Comunicação (IVC), as médias mensais da circulação de Folha de S.Paulo, O Globo, Super Notícia e o Estado de S.Paulo caíram no último ano.

A exceção é o Zero Hora, que conseguiu ampliar a média mensal de circulação de 197.322 mil exemplares em 2015 para 200.707 mil no ano passado. Sustentando o título de maior jornal do País, a Folha teve um recuo de 7,8% em sua circulação média. Na vice-liderança, O Globo também teve uma ligeira diminuição em sua circulação, caindo 2,9%. O mineiro Super Notícia apontou recuou de 12,6% na média mensal de circulação de 2016 enquanto o Estadão caiu 8,4%.

Os dados do IVC referem-se à totalidade da circulação de cada título, não discriminando a curva de desempenho dos exemplares impressos e digitais. É possível, contudo, que mesmo com as quedas na média geral, alguns títulos tenham conseguido ampliar sua circulação digital.

http://www.meioemensagem.com.br/home/midia/2017/02/20/circulacao-media-dos-grandes-jornais-cai-em-2016.html


Em Minas e no Paraná, na bola e nas artimanhas, alguma serventia dos campeonatos estaduais

CAMAFC

Tecnicamente, os campeonatos estaduais acrescentam pouco ou nada ao futebol brasileiro, mas sempre há alguma coisa boa para se aproveitar em um ou outro, em algum aspecto. Neste domingo, foi ótimo ver o gramado do Mineirão lotado de crianças, mascotes de Atlético e América, se esbaldando, curtindo uma tradição burramente avacalhada pela CBF, que as limita a 20, em jogos pelo Brasileiro.

Com a bola rolando, o Galo foi melhor, reconhecido pelo próprio América. Três gols do Fred e mais uma grande atuação do Maicossuel.

No sábado, o Cruzeiro com time alternativo parou na vontade da URT, em um bom jogo em Patos de Minas.

atletiba

Em Curitiba, os maiores clubes do Paraná, Atlético e Coritiba, deram sequência à defesa de seus interesses contra a Federação Paranaense e por melhorias nas cotas de transmissão pela TV. Não teve jogo e isso pode dar início a um novo processo nessas negociações. Evidencia a inutilidade dessas federações e faz a Rede Globo refletir sobre a relação dela com os clubes.

O tema provocou um comentário interessante do diretor jurídico do Galo, Lásaro Cândido, que via twitter, disse: ‏@lasaroccunha

“Alguns veículos comunicação têm muitos programas e faturam milhões falando sobre nosso futebol. Mas investem mesmo é em ligas outros países”

Para entender melhor a história vale a pena ler esta reportagem do LANCE! :

* “Dupla Atletiba assume papel de grande e tenta mudar o rumo do futebol brasileiro

Unidos, Atlético-PR e Coritiba lutam por mudanças (mais…)


Depois de cirurgia no coração, Chico Pinheiro está de volta às atividades normais

CHICO

Ótima notícia: o xará, gente boa demais da conta, retornou hoje à apresentação do Bom Dia Brasil, na Globo.

Notícia do portal do jornal O Tempo:

* “Chico Pinheiro recebe alta após cirurgia no coração”

O jornalista passou por um procedimento médico preventivo, recomendado após um check-up, informou em nota a TV Globo

O jornalista Chico Pinheiro, da TV Globo, que estava afastado da bancada do Bom Dia Brasil nos últimos dias, passou por um procedimento médico simples em que teve que colocar um stent na região do coração.

Em nota, a assessoria do canal informou que “Chico Pinheiro já está em casa e retorna à bancada do Bom Dia Brasil nesta sexta-feira (17). Ele passou por um procedimento médico preventivo, recomendado após um check-up e já teve alta”.

Sua presença na cobertura do carnaval paulista também segue confirmada.

http://www.otempo.com.br/divers%C3%A3o/chico-pinheiro-recebe-alta-ap%C3%B3s-cirurgia-no-cora%C3%A7%C3%A3o-1.1436576


As carruagens continuam virando abóbora: COB perde patrocínios depois da Olímpiada

COB

Depois de tantos problemas com os estádios da Copa do Mundo a Olimpíada apresenta o seu “legado”.

Notícia do Zero Hora, de Porto Alegre:

* “COB perde patrocinadores privados seis meses depois dos Jogos do Rio”

Receitas da entidade estão limitadas a repasses de percentual das loterias

Seis meses depois dos Jogos do Rio 2016, os contratos entre o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e seus patrocinadores privados não foram renovados.

Assim, a entidade perdeu a verba de gigantes como Nike, Nissan e Bradesco

Em nota, a assessoria de imprensa do COB informou que busca novos patrocinadores:

“Todos os contratos de patrocínio se encerraram em 31 de dezembro de 2016 e no momento o COB está no mercado negociando um novo plano comercial com empresas interessadas em apoiar o esporte olímpico até Tóquio-2020. As primeiras categorias que serão abertas para negociação são: material esportivo, banco e telefonia. O objetivo do COB é fechar estes três patrocinadores oficiais ainda em 2017. Ao longo do ano ainda serão abertas novas categorias de Apoiadores e Fornecedores Oficiais também, cada uma com uma grade de direitos/entregas especifica dentro do novo plano comercial.”

A entidade acrescentou:

“A partir do momento que o Rio de Janeiro conquistou o direito de se tornar sede dos Jogos Olímpicos de 2016, todos os contratos comerciais de patrocínio do COB nos últimos dois ciclos olímpicos passaram a ser negociados pelo Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Essa é uma regra do Comitê Olímpico Internacional para todos os países que recebem uma edição olímpica.”

Sem os patrocínios, a principal fonte da entidade passa a ser a Lei Piva, que destina uma porcentagem da arrecadação das loterias da Caixa para o esporte olímpico e paraolímpico brasileiro. Em 2017, a estimativa é de que o COB receba cerca de R$ 210 milhões.

A Nike e a Nissan tinham contrato com o COB desde 2012, e o Bradesco, desde 2010.

Os patrocínios do COB

Nike: Fornecia o material esportivo do Time Brasil desde 2012.

Nissan: Foi responsável pelo fornecimento de cerca de 4,5 mil veículos para atletas, técnicos, imprensa, entre outros, durante os Jogos do Rio

Bradesco: bancou pelo menos R$ 570 milhões pelo contrato com o COB desde 2010.

http://zh.clicrbs.com.br/rs/esportes/noticia/2017/02/cob-perde-patrocinadores-privados-seis-meses-depois-dos-jogos-do-rio-9722750.html


Cruzeiro está mostrando evolução a cada jogo, quase pronto para voltar a brigar na cabeça

CRU

Robinho e Alisson, destaques contra o Voltaço, e agora aguardam o São Francisco, do Pará, no Mineirão, na segunda fase da Copa do Brasil. Foto: SuperFC

***

A nova fórmula de disputa da Copa do Brasil foi uma boa medida da CBF que tornou estes jogos da fase inicial bem mais interessantes. Os times mais fortes e melhor montados foram beneficiados, porque têm duas chances de escapar de eventuais “zebras”, ao jogarem por um empate ou vitória, que eliminam o concorrente em seus domínios.

Com isso, os treinadores dos poderosos podem arriscar mais, sabedores que são do potencial do seu elenco, mesmo jogando na casa do adversário. O Cruzeiro mostrou isso contra o Volta Redonda. Partiu pra cima, acuou o dono da casa e só não deu uma goleada porque a pontaria não estava devidamente calibrada. Falta isso e um acerto na defesa para Mano Menezes deixar a Raposa pronta para voltar a brigar pelos títulos. Velocidade e aplicação tática serão as marcas do time em 2017.

Obrigado ao Alex Sousa, que enviou uma “resenha” do jogo de ontem:

* Copa do Brasil 2017 – 1ª Fase – Volta Redonda 1 x 2 Cruzeiro
Estádio da Cidadania – Volta Redonda/RJ

Bela partida do Cruzeiro, que dominou o adversário que só teve chances em vacilos do sistema defensivo azul, sobretudo no gol do Volta Redonda. O jogo ofensivo do Cruzeiro prevaleceu e várias chances foram criadas, com o time pecando muito nas finalizações ou esbarrando nas boas defesas do goleiro do time carioca.

Com a mudança no regulamento os times foram a campo para decidir a classificação em jogo único, ou seja, o time do RJ dependendo de uma vitória por qualquer placar e o Cruzeiro podendo se valar de qualquer resultado. (mais…)


Página 11 de 980« Primeira...910111213...203040...Última »