Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Políticos e fraldas, tudo a ver!

Colaboração enviada ao blog pelo Jardel  Cardoso Pedrosa, que acrescentou: “A mais pura verdade!!!”


Uma porcaria de transmissão, pior que o PFC

Vejam o e-mail que recebi do meu conterrâneo Paulo Henrique Leão, que mora em Montes Claros:

“Chico,

aqui em MOC a SKY não transmite Rede Globo (quase nunca faz falta) e como o Sportv transmitiu Botafogo x Atlético-PR, tive que assistir Goiás x Atlético no canal FX, do grupo Fox Sports.

Eles colocaram o PFC no chinelo em termos de amadorismo.

Escalaram o Felipe na lateral-direita (era Marcos Rocha), colocaram o Aranha como goleiro reserva (era o Paulo Vitor) e escalaram o “RENATO” Oliveira com a camisa 10.

Durante o jogo, surgiam umas publicidades cuja faixas ocupavam quase metade da parte de baixo da tela.

Nas cobranças de penâltis, os narradores faziam chacota com atletas de ambas equipes. Quando os zagueiros Alex Bruno e Leandro Euzébio preparavam-se para as cobranças, os narradores diziam “meu Deus! Temeridade prá torcida”. Quando o Léo Lima deu a paradinha, começaram a rir e dizer: “humilha o goleiro”

E por aí vai!

De bom mesmo, só o Governador assinando a Ordem de Serviço da Arena.

Saudações!”


Memória eletrônica e testemunhas da história

Esta foto, do Helenilton Pinheiro, foi tirada ano passado, na estréia do Democrata no campeonato mineiro, quando venceu o Atlético por 1 x 0, na Arena do Jacaré. Da esquerda para a direita, o então presidente do Galo, Ziza Valadares, Daniel Lanza (AAD), Chico Maia, Humberto Timo, Gustavo Corrêa e o então prefeito Leone Maciel. Neste dia, em janeiro de 2008, o Secretário de Estado de Esportes e Juventude, Gustavo Corrêa, foi homenageado com a Medalha de Méríto da Prefeitura Municipal; recebeu placas da Associação Amigos do Dmocrata e do Jornal Sete Dias, porque tinha conseguido a iluminação para o estádio. Depois do jogo recebeu nova homenagem, com um churrasco no Haras Morro Redondo, dos Irmãos Silva, do Grupo Santa Helena, Arilton, Airton e Ariadna.
Meses depois, Gustavo Corrêa foi informado que o estádio Independência não ficaria pronto a tempo de receber os jogos dos grandes clubes mineiros em 2010. Lembrou na hora que a Arena do Jacaré poderia ser a melhor opção, e iniciou as tratativas neste sentido.

Ele é o principal responsável por convencer os técnicos do governo, o vice governador Antônio Anastasia e o governador Aécio Neves, a optar por Sete Lagoas como a nova casa do futebol mineiro.

Renato Alexandre, na época assessor de imprensa da prefeitura de Sete Lagoas, Airton Machado, Ísio Duflles, diretor de marketing do Jacaré em 2008, Paredão (Jornal Boca do Povo), Paulinho PA e Luizinho Pontes.Arilton Machado, então vice de futebol do Democrata, Humberto Timo, Paulinho PA (um dos patrocinadores do clube em 2008), Gustavo Corrêa, Leone Maciel, Airton Machado (patrocinador do clube e anfitrião da festa) e Luizinho Pontes (Calsete). Foto: Marden Couto

Antônio Pontes Fonseca (Grupo Calsete), Juiz de Direito, Dr. Edilson Rubenspelguer Rodrigues, Gustavo Corrêa, Paredinha (Boca do Povo), Chico Maia e Ísio Dufles. Foto: Marden Couto 

 

 


Isso não se faz

Ainda não sei de quem foi a falha, mas isso não pode mais acontecer em Sete Lagoas. Os tempos de perseguição e retaliação política ficaram para trás, e temos que pensar para frente. Tenho certeza que o prefeito Maroca não sabia, pois se soubesse, teria agido a fim de impedir uma injustiça grave.

O fato é que quem conhece a história do Democrata sentiu muito ausências importantíssimas na solenidade de hoje, quando o governador Aécio Neves oficializou as obras de conclusão da Arena do Jacaré: Humberto Timo e Joaquim Henrique Nogueira.

O primeiro, foi quem construiu o estádio, em tempo recorde e com pouquíssimos recursos, além de ter retornado com o time ao futebol profissional.

Numa sequência difícil de se conseguir, saiu da terceira, para a segunda e primeira divisões, consecutivamente. E, reconhecido até por seus adversários políticos, como um dos mais apaixonados democratenses que a cidade já conheceu. Seus eventuais equívocos não justificariam jamais a falta de um convite para a solenidade, porque tudo o que está acontecendo de bom agora, não seria possível se não fosse a coragem e competência dele, para levantar aquela obra e tirar o Democrata do limbo.

Entretanto, estava lá, no palanque, o Senador Eduardo Azeredo, que não colocou um tijolo sequer nesta obra, enquanto ficou quatro anos no Palácio da Liberdade, como governador do Estado. Com todo o respeito, eu disse isso pessoalmente ao Senador, no dia da inauguração da Arena, quase quatro anos atrás. O estádio definhava, a erosão comia o barranco onde seriam as arquibancadas, e o governo Azeredo desconheceu que ali poderia estar a redenção do Democrata e da própria cidade.

Tudo bem, Azeredo é uma autoridade importante, merecia estar ali no palanque hoje, até fazendo discurso, como fez, não só por isso, mas pela Iveco, esta sim, uma realização pessoal dele em favor de Sete Lagoas e região. Mas o Humberto Timo tinha que ter sido chamado, se não para o palanque, pelo menos para a solenidade.

O outro ausente, Joaquim Nogueira, simplesmente foi quem doou o terreno. Sinceramente não consegui saber se ele foi convidado ou não. Perguntei a várias pessoas, que entretanto não souberam me responder. Não deu tempo de telefonar para ele antes de escrever esta coluna porque o jornal tinha de ir para a gráfica. Mas sempre que ele é chamado para alguma solenidade, comparece ou manda um neto representá-lo. E não vi nenhum neto dele ontem lá.

Lamentável. Que este triste episódio sirva de exemplo para que no futuro novas injustiças como essas não ocorram em nenhum segmento da vida da cidade onde haja a participação de muitas pessoas na realização de grandes conquistas.


É mais fácil um boi voar

Sobre a nota divulgada pela Raquel Faria no jornal O Tempo, e ratificada por mim no blog e também em minha coluna, um atleticano muito ligado ao Palácio da Liberdade, enviou mensagem dizendo o seguinte: “é mais fácil um boi voar do que o Zezé Perrela tornar-se Secretário de Estado de Esportes e Juventude, na vaga que será deixada pelo Gustavo Corrêa, em abril de 2010”.

Aguardemos!


Santos fica com Edu Dracena

Vanderlei Luxemburgo dá sequência à montagem do time do Santos para 2010 e indicou a contratação do zagueiro Edu Dracena, que foi campeão brasileiro, com ele, no Cruzeiro em 2003. O clube paulista anunciou a aquisição do jogador, que por causa de uma cirurgia no joelho direito, não joga desde o mês de abril.

Aos 28 anos, Dracena se apresenta na próxima segunda feira na Vila Belmiro, para um contrato de três anos. Ele estava no Fernebache, da Turquia, desde 2006.


E o Galo, hein!?

Quando muitos imaginavam que o Atlético fosse levar até uma goleada do Goiás, a rapaziada se encheu de brios, e futebol, e só foi eliminada nos pênaltis.

O que é difícil entender é: porque essa turma que jogou ontem e no primeiro jogo pela Copa Sul-americana, não rende tanto quando é escalada para substituir os titulares!?

Coisas do futebol!


Esgotados os ingressos para América x ASA

Pelo twitter o jornal O Tempo informou agora há pouco:

“Os 10 mil ingressos colocados a venda para a final da Série C entre América e ASA, que será realizada neste sábado, já esgotaram. A informação foi confirmada pelo clube na tarde desta quarta-feira. Na terça, já havia sido anunciado que os ingressos de meia-entrada haviam acabado.

Além da venda normal, o América também realizou uma promoção em quem comprasse a camisa oficial do clube ganharia uma entrada. O embate decisivo da Série C acontece às 16h deste sábado e, como o Coelho venceu o ASA por 3 a 1 em Arapiraca no jogo de ida, pode perder por até 2 a 0 que se sagra campeão da Série C.”


Clubes mineiros buscam recursos da Lei de Incentivo ao Esporte

Agilidade

Em visita a Belo Horizonte, o Secretário Executivo do Ministério dos Esportes, Wadson Ribeiro, elogiou a eficiência e rapidez dos mineiros na busca de recursos da Lei de Incentivo ao Esporte, com destaque para os projetos do América. Atlético e Minas Tênis Clube também já estão usufruindo desses benefícios, e o Cruzeiro entrou recentemente no processo.

 Esta e outras notas estarão em minha coluna de amanhã, no jornal O Tempo, nas bancas!


Zezé Perrela na dúvida se aceita convite

Indefinido

Conforme informado pela colunista Raquel Faria, em O TEMPO, esta semana, Zezé Perrela recebeu convite para suceder Gustavo Corrêa, quando este deixar a Secretaria de Estado de Esportes e Juventude para disputar a reeleição a deputado estadual. Mas o presidente do Cruzeiro ainda não decidiu se aceitará o convite.

Esta e outras notas estarão em minha coluna de amanhã no jornal O Tempo, nas bancas!