Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Galo, melhor geral da Libertadores na primeira fase terá a vantagem do jogo da volta em casa

LIBERTA2

Seis brasileiros classificados para as oitavas da Libertadores; cinco em primeiro em seus respectivos grupos. Os resultados desta última rodada conspiraram a favor do Atlético, o primeiro geral, que terá o regulamento a seu favor.

LIBERTA

Os classificados


Bom pro Galo: no dia do seu 116º aniversário River Plate perde invencibilidade de 18 jogos em casa pela Libertadores

RIVER

Frequentemente o futebol apresenta situações como essas e grandes favoritos costumam se tornar grandes decepções, por não encararem com a devida seriedade todos os adversários que têm pela frente.

O resultado provocou dois comentários interessantes de amigos aqui do blog, já que o resultado interessava ao Atlético.

Regi.Galo/BH, disse: “Independiente Medellin dá aquela moral pro Galo!!!
Façamos a nossa parte!!!!!!!!”

E Renato César emendou:

“Inacreditável, mas o River acabou de perder em casa. Galo tem agora 4 times podendo alcançar os mesmos 13 pontos e passá-lo no saldo de gols, sendo que são apenas duas chaves, ou seja, já garantimos a 3ª melhor campanha.

Porém, o time que precisa fazer menos gols para tirar a primeira posição do Galo é o Grêmio, que precisa fazer 7 gols.

Parece que vamos garantir a melhor campanha da fase de grupos. Isto significa sempre decidir em casa nas próximas fases.”

Difícil mesmo de entender e de explicar é essa instabilidade do Galo, danado para aprontar com a massa, igual ao River fez hoje.

O Grêmio venceu fácil o Zamora por 4 a 0, mas precisava fazer seis.

Dos portais Terra e do jornal Zero Hora, mais detalhes da derrota dos argentinos:

“O River Plate, que não perdia em casa pela Libertadores havia 18 partidas, foi surpreendido pelo Independiente Medellín na noite desta quinta (25). No Monumental de Núñez, no dia do aniversário do clube argentino, os colombianos surpreenderam…”

“… Independente Medellín derrubou a invencibilidade do River Plate nesta edição da Taça Libertadores ao vencer o time argentino por 2 a 1 em pleno estádio Monumental de Nuñez nesta quinta-feira, mas mesmo assim não se classificou para as oitavas de final.

O Medellín marcou dois gols nos dez primeiros minutos do segundo tempo, com gols de Hernández e Mosquera. Mina descontou aos 38, mas não evitou o primeiro revés do tricampeão continental, que, contudo, já havia garantido a liderança do grupo 3.

Na outra partida pela chave, o Emelec obteve o segundo lugar ao bater o Melgar, que já estava eliminado, por 3 a 0 no estádio George Capwell, em Guayaquil. Orejela, Pedro Quiñónez e Brayan Angulo balançaram a rede uma vez cada.

Após as seis rodadas, o River, aniversariante do dia, ficou com 13 pontos, três a mais que o Emelec. O Medellín terminou na terceira colocação, com nove, e disputará a Copa Sul-Americana, enquanto o time peruano somou apenas três…”


Mais falhas individuais, chances perdidas e um novo capítulo que se inicia.

VALDIVIA

Valdívia chegou bem humorado e confiante nos novos colegas de trabalho. Se estiver inteiro, sem problemas físicos, será de enorme utilidade, pois se trata de ótimo jogador. 

CAMPAR

Dentro de campo, novamente o Atlético pagou pelas oportunidades desperdiçadas e perdeu mais uma; agora para o Paraná, que não é lá essas coisas, mas achou dois gols, através de Guilherme Biteco, em falhas do goleiro Victor. No jogo da volta uma vitória simples garante a classificação. Essas expressão, “vitória simples”, é estranha, pois cada vez mais, qualquer vitória não tem sido tão “simples”, contra todo tipo de adversário. Ainda mais apara um time instável como este comandado por Roger Machado. Cheio de jogadores famosos, mas que consegue perder em casa na segunda rodada do do campeonato brasileiro, depois de ter dado esperanças à torcida fora de casa, na estreia e numa boa disputa final do Mineiro.


Demorou muito para que os ex-governadores de Brasília fossem presos por causa do estádio Mané Garrincha

MANEFABIOFAMILIA

Torcedores tinham que estacionar os carros no Parque da Cidade e tomar ônibus para chegarem perto dos portões de acesso, como o Fábio Anselmo (esq.), seu filho Rodrigo, à direita, e família. Dois anos depois da Copa o estádio mais caro do Brasil continua inacabado.

***

José Roberto Arruda (PR) e Agnelo Queiroz (PT) estão presos. Além do Filippelli, que foi vice. É difícil acreditar no que eles fizeram para gastar tanto dinheiro na reconstrução do estádio Mané Garrincha, o mais caro entre todos da Copa de 2014. E por mais incrível que pareça, ainda inacabado.
Ano passado estive lá para os jogos da seleção brasileira pela Olimpíada. Sem estacionamento, instalações internas precárias, comunicações deficientes, mesmo tendo consumido R$ 1,575 Bilhão e sido orçado em R$ 690 milhões.

MANEBARASILIAESTA

Longas caminhadas até chegar ao local onde deveria ser o estacionamento do Mané Garrincha, com dificuldades maiores para portadores de deficiências.

Lá dentro o Mané Garrincha tem distância curta entre as cadeiras, mas é muito bonito.

MANEMALAS

E tive o prazer de reencontrar o conterrâneo e grande jornalista do Correio Braziliense, Renato Alves.


O drama do ex-atacante do Galo, Raphael Aguiar, que morreu hoje. aos 29 anos de idade

RAFAELaguiar

Força à família e que descanse em paz este guerreiro que foi o Raphael. Um pouco da história dele, entrevista e o único gol que marcou como profissional do Atlético, nestas reportagens de O Tempo e Globoesporte.com:

* “Morreu, na madrugada desta quarta-feira (24), Raphael Aguiar, ex-jogador do Atlético. O atleta lutava contra um câncer desde 2015.

Formado na categoria de base do Atlético, o atacante, de 29 anos, foi diagnosticado com um câncer ósseo no joelho esquerdo e precisou deixar o futebol. O atleta passou por uma cirurgia para a retirada do tumor, na época. O osso do joelho foi substituído por uma prótese, e o procedimento não permitiu que ele pudesse fazer esforço físico.

Faleceu no Hospital Felício Rocho, em Belo Horizonte, onde estava internado. O velório está marcado para às 12h no Cemitério Bosque da Esperança, até as 16h.  De lá, o corpo segue para o Espírito Santo onde será enterrado. (mais…)


Prisão do ex-presidente do Barcelona pode gerar consequências na apuração de crimes da cartolagem do futebol brasileiro

ROSSEL

Mário Marra retwittou informação do jornalista Fernando Kallás: @fernandokallas

* “Ex-presidente do @FCBarcelona Sandro Rosell acaba de ser preso por chefiar máfia de lavagem de dinheiro q envolveria a @Nike e @CBF_Futebol.”

Que já tinha twittado duas vezes antes:

“Ex-presidente do Barça Sandro Rosell foi preso por chefiar máfia de lavagem de dinheiro q lucrava com direitos de imagem da @CBF_Futebol.”

rosselricardo

“Um dos melhores amigos de Ricardo Teixeira foi preso em ação conjunta com @FBI. Ele teria levado 15 milhões€ no contrato @nike @CBF_Futebol

* * *

Aí me lembrei de 2011, Copa América da Argentina, e este Sandro Rossel circulando pelos hotéis, locais de treinos e jogos da seleção brasileira, como se fosse o próprio presidente da CBF, inclusive andando no ônibus com a delegação. Mas o presidente oficial ainda era o Ricardo Teixeira, que segundo a imprensa do Rio, estaria negociando uma delação ao FBI, nos Estados Unidos . Este sim, tem o que falar.

O Barcelona tem registros de confusões e mistérios envolvendo transações de jogadores em sua história. No livro “A bola não entra por acaso”, do ex-vice presidente financeiro do clube, Ferran Soriano, ele informa que até hoje a compra do Geovanni, do Cruzeiro, em 2001, não desce na garganta dos dirigentes e torcedores do clube e foi um dos motivos da queda do presidente da época. Foram 21 milhões de euros, mais que o que o clube pagou recentemente pelo Neymar, 18 milhões de euros (oficialmente, né?).

Esta prisão do cartola catalão me faz lembrar também a postagem anterior aqui, sobre a compra pelo Real Madri, do desconhecido Vinícius Jr., 16 anos de idade, do Flamengo, por R$ 164 milhões.

O que motivou ao comentarista do blog, Rafael Portugalo a escrever: “164 mi? Haja roupa para lavar, hein?”.

Sempre achei que o futebol é uma lavandaria e “esquentadora” de dinheiro gigante. Esta convicção se firma a cada dia.


Valdívia e o Galo; Sassá e o Cruzeiro. E Vinícius Jr., por R$ 164 milhões! Aposta alta do Real Madri no juvenil do Flamengo

JR

Só mesmo quem acompanha a base do Flamengo para dizer se esta aposta foi boa para o clube espanhol. Só o vi jogar aqueles vinte e poucos minutos do segundo tempo no 1 a 1 com o Atlético no Maracanã. E ele foi bem mal, possivelmente assustado pela responsabilidade e peso da camisa diante de um grande público.

Por falar em transações, continua a conversa do Cruzeiro com o Botafogo pelo atacante Sassá. É jogador problemático fora quatro linhas, mas quando quer jogar, joga muito.

No Galo o papo sobre o Valdívia também continua, sem definição. Hoje, via whatsapp, Eduardo Costa, da Itatiaia brincou. Enviou esta foto e escreveu: “Valdívia já está em BH para exames médicos”.

VALDIVIA

Dizem tratar-se de um xará do jogador do Inter que o Galo quer. Este aí teria vindo do interior para uns exames na capital.


Cruzeiro foi superior o tempo todo, mas errou muitos passes e não teve competência para aproveitar as tantas chances

CRUSPORT

Bem disse o companheiro Christiano Jilvan, de Montes Claros, em seu blog‏ “De Veneta”: @chrisjilvan

* “Cruzeiro deve estar batendo o recorde anual de erros de passe!! Ponto crítico!!”.

Aí fica difícil demais! Sem falar das muitas oportunidades desperdiçadas, com toda justiça ao veterano e ótimo goleiro Magrão, diga-se, com seus 40 anos de idade. Mas foi uma boa apresentação do time, que mandou na partida e só não volta para Belo Horizonte com os três pontos em função dessas situações absurdas para time tão experiente.


Sem criatividade, dentro de campo e no banco, Galo precisa reagir no Brasileiro

CAMFLU

Jogo horroroso do Atlético, que só teve como justificativa para a derrota o gol perdido pelo Maicosuel aos 16 minutos do segundo tempo. Importante valorizar o bom time e o futebol superior do Fluminense na partida, mas a frustração foi enorme neste primeiro encontro com a torcida, em casa, pelo Brasileiro.

É voz corrente que campeonato por pontos corridos é conquistado nas 10 primeiras rodadas. Sendo assim, o Galo precisa reagir, depois de um empate e uma derrota em duas rodadas. Empatou jogando bem fora de casa contra o Flamengo, mas perdeu, jogando mal, contra o Fluminense em seus domínios.

Individualmente, ninguém merece elogios.


Austrália mandou de volta pro Rio todas as medalhas de Bronze que ganhou nas Olimpíadas.

aus

Twittada da Galo Australia, agora há pouco com o seguinte complemento:

* @GaloAustralia: “Todas enferrujando, mudando de cor, quebrando…”

BRONZE

E imaginar que tudo isso custou uma fortuna, preço de ouro em medalhas de bronze falso. Vamos aguardar as explicações do senhor Nuzman, o chefão do COB e da organização dos jogos.

* Consulado do Galo na Austrália. Instagram: GaloAustralia • Facebook:


Página 12 de 991« Primeira...1011121314...203040...Última »