Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Quando a polícia e a justiça querem, marginais são retirados das ruas e arquibancadas

Operação gigante hoje nas primeiras horas do dia para enquadrar os marginais que usam duas torcidas do Cruzeiro para cometer todo tipo de crime. Foram quatro delegados, 110 investigadores, 40 policiais militares e dois promotores de justiça. Até o início da noite tinham prendido oito elementos, mas o mandado de busca e apreensão era para 16. A operação, chamada de “Voz das arquibancadas”, atacou em seis cidades mineiras: Belo Horizonte, Contagem, Betim, Vespasiano, Ribeirão das Neves, e Barão de Cocais e João Monlevade.

Só ações como essa para segurar determinadas figuras. Pena que já já estarão soltados e aprontando de novo. Para ter eficácia séria, que justificasse tanta mobilização, eles deveriam passar por todos os rigores da cadeia e do ritual que têm de cumprir até chegar lá. Deveriam ser interrogados para que falassem quais cartolas os sustentam e quanto recebem de “mensalinho” ou “mensalão”, para ficarem ao lado da cartolagem nos momentos ruins.


O fim da carreira do Levir Culpi e outros veteranos, o sumiço de jovens treinadores e o sucesso de Jesus

Capa do caderno de esportes d’O Globo de antes da final da Libertadores.

Impressionante a capacidade de reação do Flamengo para virar jogos complicados. O técnico Jorge de Jesus é ótimo nas mexidas e no discurso motivacional dentro do vestiário. Futebol ruim no primeiro tempo, 1 a 0 para o Hilal e show de bola no segundo, marcando três gols, sem sofrer nenhum.

Levir Culpi é uma grande figura humana; gente do bem, das melhores pessoas que conheci no futebol. Deu adeus ontem, no canal ESPN. Na hora certa, até passando. Já não tinha a mesma motivação de outros tempos, nem energia.

Vanderlei Luxemburgo ressuscitou no Vasco e foi para o Palmeiras. Com um time cheio de estrelas, poderá voltar ao topo do ranking dos técnicos nacionais. Se for mal, poderá seguir o mesmo caminho do Levir. O Vasco aposta que Abel ainda dá caldo; que não está acabado. Situação semelhante a do Adilson, que ontem assinou contrato com o Cruzeiro até o fim de 2020. A conferir.

O Atlético diz que Carille está descartado e fala em Sampaoli. Mas como pagar uma fortuna ao argentino e não contratar quase meio time? Sem dinheiro, não tem milho nem pipoca. O Galo erra mais uma vez ao demorar tanto para anunciar o comandante de sua comissão técnica. Fala-se também no espanhol Miguel Ángel Ramírez, do Independiente del Valle, do Equador, campeão da Sul-Americana deste ano. Tem 35 anos de idade. Poderia ser uma boa, mas já deveria estar trabalhando, para montar o time e se ambientar em Belo Horizonte.

Na onda dos novos treinadores o CSA contratou Maurício Barbieri, que estava desempregado, depois do péssimo trabalho no América. Empresário dele deve ser muito bom, já que ele foi péssimo no América e ficou até pouco tempo desempregado. Diferente de um Thiago Larghi ou um Rodrigo Santana, que depois de dispensados pelo Atlético não foram chamados por ninguém.


O que faz com que alguém queira se agarrar tanto ao poder como essa diretoria do Cruzeiro?

Faz lembrar a frase do jornalista Rodrigo Zubreu: “pasto seco, moita verdinha; boi não sai de perto de jeito nenhum”.

O clube à beira do precipício, precisando renovar e mudar tudo, começando pela cúpula, a fim de recuperar a credibilidade para buscar parceiros e vislumbrar dias melhores, mas os eleitos não arredam pé. Difícil acreditar que seja por vaidade já que os achincalhes, acusações, ameaças e chacotas são impressionantes. Como os órgãos internos de fiscalização não funcionam, nunca se sabe ao certo o que está rolando nas contas do clube.

Essa manchete do Superesportes é sintomática, escandalosa, mas não dá em nada:

* “Três dias após posse de Wagner, filho encaminhou a secretária do Cruzeiro lista de oito veículos que deveriam ter impostos pagos”

Cruzeiro ainda não se manifestou sobre pagamentos de impostos de veículos pertencentes à então esposa de Wagner, Giselda de Magalhães Santos Pires

https://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/cruzeiro/2019/12/13/noticia_cruzeiro,3717677/filho-de-wagner-pediu-que-secretaria-do-cruzeiro-pagasse-impostos.shtml


Notícias de outro dia I: Cruzeiro e CBF, tudo a ver, quando se fala em impunidade

Lendo agora jornais que não tive tempo no fim de novembro, primeiros de dezembro, vejo esta do Estadão, do dia 29 de novembro. Depois de mandar por 23 anos no futebol brasileiro, fazendo o que bem entendia, Ricardo Teixeira foi banido pela FIFA, que o acusa de receber R$ 32,3 milhões de propinas em acertos de marcação de jogos amistosos e direitos de transmissão da seleção brasileira em competições oficiais. Tão logo começou a caça do FBI aos corruptos da confederação Sul-Americana, que prendeu José Maria Marin e vários outros, ele deixou a mansão que tem em Miami e voltou a morar no Rio. Ameaçado de ser preso também, nunca mais saiu do Brasil, para não ser detido em algum aeroporto cujo país tenha acordo de extradição com os Estados Unidos.

Vale a pergunta: fica por isso mesmo?

O futebol é um paraíso para os espertos. Os caras aprontam, ficam milionários e quando estoura uma bomba, caem fora. Deixam a instituição, vão pra casa e curtem até o fim dos seus dias o que “amealharam”.

A pergunta serve também para a atual situação do Cruzeiro. Quem levou o clube ao terror que a torcida está vivendo ficará impune? Infelizmente, a tendência é que sim, já que jogam a culpa de uns para os outros e as autoridades policiais e judiciárias fingem que não têm nada com isso.

Marin e a outra cambada dançaram porque mexeram com interesses dos norte-americanos, e lá é diferente. O bicho pega, e quem se acha muito esperto vê o sol nascer quadrado.


Chico Fala #7 – O saudoso Fernando Sasso e o Cruzeiro bicampeão da Supercopa da Libertadores

“Tá no filó!”. A saudade desse bordão bateu um pouco mais forte depois que recebi um vídeo dos tempos em que Fernando Sasso apresentava o Globo Esporte. Nele, o grande amigo e locutor conta a história de um dos fantásticos embates entre Cruzeiro e River Plate.
Juntei a saudade do Sasso e a história daquele Cruzeiro bicampeão da Supercopa da Libertadores e então nasceu mais um capítulo do #ChicoFala! Clique no play para conferir.


A primeira notícia animadora do Atlético para 2020 é a barca de dispensados

Entrevistado pela TV Galo, a primeira contratação para 2020: Maílton, lateral direito, que foi bem no Operário-PR na Série B 2019.

O risco que o Atlético corre para 2020 é continuar comemorando o rebaixamento do Cruzeiro e se esquecer de montar um time à altura, visando títulos de verdade novamente. Ainda bem que o presidente Sette Câmara já anunciou que o Wagner Mancini não fica. Se isso ocorresse seria um enorme sinal de que a diretoria estava satisfeita com a atual situação, que apenas não é pior que a do Cruzeiro.

O time terá que ser praticamente todo montado, começando quase do zero, já que do elenco atual escapam poucos jogadores. O atual grupo é composto por alguns muito velhos, outros sem condição física para jogar em alta competitividade e a maioria muito ruim de bola, sem condição de jogar no Galo. E uma folha de pagamento altíssima. Ou seja, não será fácil!

Ontem foi anunciada a contratação de Maílton, lateral direito que foi destaque do Operário-PR na Série B deste ano. Tem 21 anos. Pelo que se fala dele, é um investimento que vale a pena. Uma aposta válida, mas nada de ser considerado “reforço”. Depois de alguns jogos é que poderemos constatar se é reforço ou apenas mais uma aquisição.


Único caminho para o Cruzeiro sair da crise que aumenta a cada dia

Até quem milita no futebol e conhece bem os bastidores do Cruzeiro fica em dificuldade para entender essa foto: quem é quem no atual contexto? Quem é situação e oposição? Quem mais colaborou para mergulhar o clube na atual situação e quem poderia liderar a recuperação moral, financeira e acima de tudo, futebolística? 

Endividado até o pescoço, devendo a meio mundo, queda brutal de arrecadação em 2020 e vivendo uma guerra de facções, internas e externas, jamais vista na história do clube. Por mais inacreditável e incrível que pareça é o Cruzeiro, que tinha tradição de boas gestões e organização, com poucos momentos de crise em sua trajetória quase centenária. A única saída é a união de todos os cruzeirenses. Na torcida, sem problemas, já que à exceção de duas “organizadas” que vivem prejudicando a imagem e gerando multas ao clube, os torcedores comuns nunca o abandonaram e não seria agora que isso ocorreria.

O problema é a cartolagem, que não se entende e não chega a um acordo para deixar no comando alguém competente e insuspeito para cuidar da recuperação e recondução do time ao devido lugar. Continuam imperando nas articulações de bastidores a vaidade e ou os interesses inconfessáveis, que foram os fatores responsáveis para colocar o Cruzeiro na situação em que se encontra.


Nem Zezé Perrella resistiu à força do Thiago Neves no Cruzeiro

Capa do Super Notícia de hoje

Quando ouvi pela primeira vez que o Zezé Perrella tinha sido posto para fora, duvidei. Daí a pouco chegou a confirmação do próprio. Minutos depois recebi essa aparente piada do grupo da pelada de fim de ano lá de Conceição do Mato Dentro, que expressa bem a desordem pela qual passa o Cruzeiro:

* “Tiago Neves disse que aceitava reduzir o salário para continuar no Cruzeiro, porém ele não negociava com Zezé Perrella.
Zezé Perrella disse que o Tiago Neves não vestia mais a camisa do Cruzeiro.
Resultado:
Zezé Perrella CAIU.
Esse Tiago Neves é o cara!”


Cruzeiro 9 x 6 Atlético

* Calma gente! Foi numa das mais tradicionais peladas de confraternização de fim de ano da cidade, entre atleticanos e cruzeirenses. Quem mandou as informações foi o Gean, da Localiza, feliz demais porque dessa vez, finalmente, o time dele ganhou. O jogo foi no Clube dos 30, no Tamanduá, e a turma é essa, da esquerda para a direita. em pé: Rafael, Thales, André, Tálisson, Henrique, Geraldo, João, Eduardo, Wesley, Alisson, Wellington, Rafael, Anderson e Pedro; agachados: Robson, Matheus, Gustavo, Pedro, Pedro Gomes, Victor, Lucas, Gean e Denis.

* Nota publicada em minha coluna no jornal SETE DIAS, de Sete Lagoas, que aliás completou 28 anos na semana passada.

Para ler a edição de hoje: (mais…)


Imagem do Dia: após mal estar no Mineirão, morre Dona Salomé, torcedora símbolo do Cruzeiro

Foto: TV Globo Minas

O fim de semana foi duro para os cruzeirenses. Depois de perder para o Palmeiras e ver o Ceará empatar com o Botafogo, o que confirmou o rebaixamento inédito do time celeste para a Série B do Campeonato Brasileiro, a notícia de outro duro golpe chegou na madrugada desta terça-feira: com mal estar cardíaco desde o fatídico jogo no Gigante da Pampulha, Dona Salomé faleceu aos 86 anos.

Salomé foi torcedora símbolo do Cruzeiro por muitos anos. As câmeras de TV gostavam de mostrá-la nas arquibancadas do Mineirão, muitas vezes feliz, e em outras triste, como no último domingo. Sua presença ali, como também a presença das crianças, passava a mensagem de que o estádio é lugar para a família toda, não importando a sua idade. É pena que marginais travestidos de torcedores estejam sempre dispostos a mostrar que não é sempre assim.

Roberto da Silva, o único filho da Dona Salomé, afirmou à imprensa que a mãe sofria do coração, mas que estava bem até se sentir mal no meio da partida. Ela foi socorrida por bombeiros ainda no Mineirão e esteva internada desde então. Segundo ele, o mal estar não teve a ver com a baderna promovida por marginais no fim do segundo tempo.

Meus sentimentos à família da Dona Salomé, cujo exemplo não vai morrer.

Imagem do dia é um oferecimento dos Supermercados EPA.

Supermercados EPA

 


Página 20 de 1.148« Primeira...10...1819202122...304050...Última »