Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Técnico do América deixa o “home office”, vai ao Independência e participa da primeira vitória do time no campeonato

Wellington Paulista começa dar retorno ao investimento feito nele, logo na estreia com a camisa do Coelho

Marquinhos Santos criou um problema para ele ao não ir a Poços de Caldas para a estreia contra a Caldense. O time perdeu lá e a atitude do treinador não foi engolida por muitos torcedores, dirigentes e conselheiros. No ano em que o clube vai disputar a Libertadores pela primeira vez, que “planejamento” maluco é este, do chefe da comissão técnica não viajar com a delegação para o primeiro jogo oficial.

Mesmo depois da derrota, a conversa era que o “planejamento” não seria alterado para a segunda rodada do Mineiro, e que o técnico titular continuaria sem comandar o time.

Na sexta-feira recebi de um influente conselheiro americano a seguinte mensagem: “Apelidaram o nosso técnico de Marquinhos “home office””. Pronto, estava criada a “marola”, que cresceu e que certamente viraria uma enorme onda, caso o Coelho não vencesse o jogo contra o Democrata-GV.

Hoje na hora no almoço, recebi do mesmo conselheiro nova mensagem: “Deu na Itatiaia que o home office vai para o jogo. Deve ter ficado com vergonha”

Momentos, o Procópio Cardozo, que foi jogador e treinador respeitado, questionou via twitter: @procopiocardozo

“O técnico Marquinhos Santos do América vai ficar no banco mas não vai comandar o time. Eu nunca vi isso no futebol. Fico imaginando a cabeça do jogador numa situação dessa”.

O Thiago Reis, da Itatiaia, respondeu prontamente: @thiagoreisbh

“Em resposta a @procopiocardozo

“Não começou comandando. Só assumiu o posto após 20 min de jogo e viu a moleza em que o time estava”.

Ufa!

Felizmente o time reagiu à pressão que tomava do Democrata Pantera e saiu da lerdeza em que se encontrava. Aos 44 do primeiro tempo, Wellignton Paulista abriu o placar e abriu o caminho para a vitória.

No segundo tempo o time foi melhor, mas passou por grandes apertos, com pelo menos três oportunidades claras desperdiçadas pelo time valadarense.

Aos 19, Felipe Azevedo marcou o segundo e garantiu os primeiros três pontos do Coelho no campeonato. Valeu o bom senso do técnico Marquinhos Santos, de corrigir a besteira que estava fazendo de se ausentar do banco.

Muita gente aqui no blog disse que eu estava exagerando ao elogiar a contratação do Wellington Paulista e ele no primeiro jogo com a camisa do América já começou a dar o retorno esperado. Tem presença de área, muito bom finalizador, continua aguçado mesmo aos 38 anos de idade.


Na vitória tranquila sobre o Tombense, o mesmo estilo ofensivo do Atlético de 2021

Jair, eficiente como em quase todos os jogos com a camisa do Atlético

Fotos: Pedro Souza/Atlético

Calebe 20 minutos de jogo

Na primeira entrevista dele na Cidade do Galo, o técnico Antônio Mohamed disse que manteria o estilo de jogo se tornou caraterístico do time nos últimos tempos. Nessa tranquila vitória sobre o Tombense isso ficou bem evidente, ainda mais com a presença de Hulk, que faz uma diferença gigante. O time todo foi bem, apesar de ter sido apenas a segunda partida.

Hulk, de pênalti, aos 34

Gostei da atuação do Ademir, que começa a ficar à vontade no elenco. Calebe também foi muito bem e o terceiro gol, do Savarino, nasceu de uma jogada coletiva, muitíssimo bem trabalhada.

Importante a fala do Hulk, em que ele elogia o jeito do técnico Mohamed lidar com o grupo. Disse que o novo comandante “traz leveza ao ambiente de trabalho”, e que o argentino tem personalidade “alto astral”.

Savarino, aos 46 do segundo tempo, o gol mais bonito das 3 x 0
***

Li no Uol: “Diego Costa é oferecido ao Saint-Étienne, mas é recusado – Livre no mercado após rescindir com o Atlético-MG, Diego Costa teria sido oferecido ao Saint-Étienne. Apesar disso, de acordo com o jornal L’Équipe, o clube francês recusou o atleta brasileiro. Em último lugar no Campeonato Francês, o Saint-Étienne busca por atletas para reforçar o elenco e melhorar a situação. Ainda segundo o L’Équipe, a falta de experiência de Diego Costa na competição nacional da França desanimou a equipe e o jogador foi descartado.”

***

Interessante. Ele saiu do Galo para, também, sair do Brasil, e parece que o prestigio dele está em baixa na Europa.


Dois jogos, duas vitórias e Pezzolano vai arrumando o Cruzeiro

Diferentemente da estreia no Independência contra a URT, quando teve pela frente um adversário que não incomodou, hoje o Cruzeiro teve mais dificuldades contra o Athletic, em São João Del Rey. Mas venceu, resultado que motiva jogadores, torcida e dá mais força ao técnico uruguaio Paulo Pezzolano, que também está tendo a sua competência aferida.

O primeiro tempo foi bem fraco, o que deu matéria prima para o @ViniciusGrissi, da 98FM faz uma brincadeira: “Goleiros de Athletic e Cruzeiro poderiam ter ido almoçar em Bichinho.”

Para quem não conhece, Bichinho é uma atração turística das mais concorridas da região, a 5 Km de Tiradentes, mas que pertence ao município de Prado. Um lugar fantástico, com ótimos bares, restaurantes e comércio de artesanato. Deu até vontade ir matar saudade de lá.

O gol da vitória saiu logo no início do segundo tempo, aos dois minutos, com Bruno José aproveitando cruzamento da esquerda, do Rafael Santos.

O Josias Pereira, do jornal O Tempo e Rádio Super 91,7 fez uma observação interessante: @josiaspereira

“Seja Gabriel Dias ou Geovane, gostaria de ver o Cruzeiro atuando sem o Rômulo. Segue com problemas na parte defensiva e pouco ajuda no ataque.”

Os estádios do interior têm as suas peculiaridades e o Samuel Venâncio, da Itatiaia, registrou a mais curiosa do palco desta manhã:@samuelvenancio

“Cruzeiro fez o gol, mas o placar no estádio Joaquim Portugal precisou de um tempinho a mais para ser alterado. Faltava uma escada para a atualização do resultado do jogo. Placar raiz que fala, né! Agora está tudo certo!”

Com toda a experiência e conhecimento prático, Procópio Cardozo Neto sintetizou o segundo jogo do Cruzeiro no campeonato: @procopiocardozo:

“No futebol não há nada mais importante que vencer fora de casa.”

Durante a partida, a informação de que “Marcelo Moreno está perto de acerto com o Cerro Porteño”, do Paraguai, o que certamente não fará nenhuma falta.

Direto de Montes Claros o Christiano Jilvan, observou detalhes da camisa cruzeirense neste início de temporada: @chrisjilvan

“Numeração maior da camisa do @cruzeiro a la #Chile dos anos 80 ficou bacana, mas falta voltar ser branca!”

***

E o jornalista Fernando Rocha, ex-Globo, de olho na fala do zagueiro Dedé pela Ponte Preta: @fernandoroch

“Primeira entrevista nos últimos cinquenta anos que ele não deu um jeito de alfinetar o CRUZEIRO.

@TNTSportsBR

De volta após DOIS ANOS parado, Dedé falou sobre sua reestreia, com a camisa da Ponte Preta pelo #Paulistão2022! Voa, craque! #PaulistãoNaHBOMax”

***

A propósito, a Ponte perdia em casa, até aos 44 do segundo tempo, com a Inter de Limeira, quando conseguiu empatar, por meio do Lucca, 2 a 2. Dedé cometeu pênalti, que originou o primeiro gol da Inter.


Graças a um torcedor/médico torcida da Pantera de Valadares pode matar a saudade do time no retorno à Primeira Divisão mineira

Presidente Edvaldo Soares (esq.) ao lado do médico Ramail Pouzzas Imagem de arquivo pessoal, publicada pela Lohanna Lima em texto dela para o Uol

Governador Valadares é uma das cidades que mais gosto em Minas Gerais e fiquei feliz demais com o retorno do Democrata de lá à prateleira de cima do nosso futebol, este ano. A torcida valadarense mais ainda, e super ansiosa para ver o time de volta ao Mamudão, quarta-feira, na estreia do Campeonato Mineiro 2022.

E quase que o jogo não foi realizado, por falta de médico, mas havia um na arquibancada, devidamente documentado e ele “quebrou o galho” para que a bola rolasse.

A notícia saiu em vários veículos da mídia nacional e agradeço ao Jerônimo, comentarista aqui do blog, que nos enviou este link:

* “Médico atrasa e torcedor assume ambulância no Campeonato Mineiro”

Geriatra foi ao estádio torcer pelo Democrata e acabou salvando o início de jogo contra a Patrocinense

Metrópoles – O futebol brasileiro proporciona situações únicas. A partida entre Democrata e Patrocinense estava marcada para começar às 20h desta quarta-feira (26), pela primeira rodada do Campeonato Mineiro, mas acabou atrasando 20 minutos por falta de médico no estádio José Mammoud Abbas, em Governador Valadares. E coube a um torcedor resolver o imbróglio.

Torcedor do Democrata, Ramail Pouzas, de 44 anos, foi acompanhar a partida de seu time de coração. E na ausência do médico do jogo, o geriatra se ofereceu para assumir o posto na ambulância.

Com o novo titular do posto, a partida foi iniciada. “Estava todo mundo empolgado com a estreia na Série A. O jogo não começava. O pessoal começou a ficar irritado, sem saber o porquê. Fui ao banheiro e, quando saí, um colega meu que é amigo do presidente do Democrata falou: ‘O médico está aqui, se o senhor quiser, ele ajuda lá’. E eu não estava entendendo nada. Até que ele falou comigo que o jogo não tinha começado porque a ambulância não tinha médico. Então eu topei”, disse Pouzas ao jornal O Globo.

Pouzas disse que apresentou o registro do Conselho Regional de Medicina (CRM) e foi levado para o campo. Mas o médico designado para a partida assumiu o posto aos 15 minutos do primeiro tempo. Pouzas contou que ainda foi “vítima” de brincadeiras de jogadores do Patrocinense. “Entrei no gramado, e o pessoal do Patrocinense ficou me zoando. ‘Doutor com a camisa do time pode?’ Na brincadeira mesmo. E eu disse: ‘Vou ser o médico e nós vamos ganhar de vocês”, brincou.

Porém, o final não foi tão feliz para o Craque do Jogo e os dois times empataram em 1 x 1.

https://www.brasil247.com/esporte/medico-atrasa-e-torcedor-assume-ambulancia-no-campeonato-mineiro


No Alçapão do Bonfim, boa participação e belo gol do Dylan no Villa 1 x 1 Atlético

Thiago Mosquito abriu o placar para o Leão aos 42 minutos do primeiro tempo. Dylan, que entrou no segundo tempo e melhorou o rendimento do time, fez um golaço, aos 43 do segundo.

Primeiro jogo do campeonato e não dá para pegar pesado com ninguém, contra ou a favor. Opiniões de gente que conhece, como o jornalista Fernando Martins:

@martinsymiguel

“Dylan foi o melhor hj. Vitor Mendes me causou boa impressão. Fábio Gomes nem tanto. Mas é só o 1º jogo. Nada de decretar que fulano é ruim ou craque. Mesmo pq, jogar ao lado de titulares ajuda demais esses jogadores a mostrar as qualidades, né?! Creio num Ademir mto útil, por ex.”

***

Luiz Souza, comentarista aqui do blog, no intervalo do jogo:

“Chico, .
vendo aqui Galo e Villa, fim do primeiro . Mesmo voltando de férias, em preparação, etc… etc…, o Atlético deveria pelo menos jogar futebol minimamente. No gol do Villa falha generalizada, nem na várzea. Agora espero o segundo tempo e o técnico tentar, pelo menos, mudar a postura dos jogadores. Se continuar nessa toada, não vira .Por enquanto calo nas vistas!”

***

Pois o Turco Mohamed mudou e conseguiu o empate, sendo elogiado pelo Iran Barbosa:

@iranbarbosa

“Fica de bom desse jogo a leitura do treinador e a eficácia nas alterações, retomando o controle de jogo no segundo tempo. No mais, qualquer análise é impossível, pois era um time improvisado, sem entrosamento e jogando em um campo horroroso.”

***

Próximo jogo do Galo, sábado, 16h30, Independência contra o Tombense. O Villa vai a Pouso Alegre enfrentar o dono da casa, domingo.


Cruzeiro 3 x 0 URT com boa transmissão do Canal O Tempo e mais de 130 mil pessoas assistindo

Na última olhada antes de começar escrever este post, aos 42 do segundo tempo 135.545 assistiam

A grande novidade deste começo de Campeonato Mineiro 2022 é a transmissão via internet pelo Jornal O Tempo, por meio do seu canal no YouTube. Comprou os direitos de transmissão do Cruzeiro e deu conta do recado na primeira transmissão.

Transmissão do ótimo Osvaldo Reis “Pequitito”, que levou a emoção que apresenta no rádio para a tela do YouTube, com o Josias Pereira nos comentários e o Artur Moraes na reportagem.

Tecnicamente, também foi uma ótima transmissão, com bom posicionamento das câmeras, som perfeito e sem cair ou travar a transmissão nenhuma vez.

O primeiro tempo seria liberado para não assinantes, para “degustação”, mas a audiência foi subindo tanto que o jornal acabou liberando o jogo todo.

Aos 23 minutos do primeiro tempo, 65.811 pessoas assistiam. Aos 27 já eram 75.770. Aos 41 minutos, 95.092. Na última olhada antes de começar escrever este post, aos 42 do segundo tempo 135.545 assistiam. Um sucesso.

Sobre o jogo, o Cruzeiro atropelou a URT. Mandou, do princípio ao fim, deixando feliz o Ronaldo, que chegou cedo ao Independência e foi aplaudido pela torcida, mesmo antes de começar a partida.


América não dá a devida importância à estreia no Mineiro, perde o jogo e depois reclama da arbitragem

A Caldense é o clube mais estruturado do interior mineiro e sempre monta bons times, como o deste ano. Adversário carne de pescoço, sempre! O América vai a Poços de Caldas na primeira rodada, com o time reserva, mesclado com jovens da base. Até aí, tudo bem, pois o estadual deve ser usado como laboratório mesmo, para testar e observar jogadores. Mas, o que justifica a ausência do treinador principal do clube na delegação que viajou? Sob todos os pontos de vista, ele tinha que estar lá, com o grupo, observando o comportamento dos novos, dentro e fora de campo, além de aplicar os seus conhecimentos na partida.

Com a bola rolando, o zagueiro Maidana, que não se explicou no Atlético e estava no time do rebaixado Sport Recife, ano passado, mostrou seu fraco futebol de sempre. Que gerou um comentário interessante do Fael Lima, da TV Alterosa, depois do segundo gol da Caldense:

@faelslim

“Gol da Caldense. Maidana mais lento que internet em Caratinga.”

***

No fim do jogo, o Carlos Alberto, que foi colocado em campo aos 15 do segundo tempo, diminuiu para o Coelho, em jogada individual. Todo americano com quem converso, diz que este rapaz joga muito e que já deveria ser titular. Que o América não erre no momento certo de apostar nele. Não é raro um jogador desses não ter oportunidade “em casa” e estourar em outro clube na sequência.

Tem agente esperto que sabe trabalhar isso muito bem.

Depois da derrota, reclamações contra o árbitro Marco Aurélio Augusto Fazekas, que não teria visto mão na bola do Neto, da Caldense, na origem do segundo gol.

O Thiago Reis, da Itatiaia, também reclamou via twitter, e eu rettwitei com comentário: @thiagoreisbh

Campeonato Mineiro começou EXATAMENTE como terminou ano passado. América sendo prejudicado pela arbitragem!!! Hoje fica a boa lição dever os garotos em campo. Nada de crucificar!! É dar força e esperar pela evolução deles com um time mais maduro e melhor…

@chicomaiablog

Concordo, caro @thiagoreisbh! Mas o treinador principal não deveria estar presente em Poços? Campeonato Mineiro é para observação de tudo, principalmente quando se pretende apostar nos jovens.


Grandes da Europa já iniciariam corrida por destaque do Palmeiras na Copa São Paulo

Endrick se destacou na competição mais famosa do futebol de base do país e chamou a atenção da imprensa e de muitos clubes europeus. Virou capa da edição de hoje do jornal Marca, da Espanha, que informa também os interessados nele, com destaque para o Real Madri, que estaria na frente nessa corrida: “… Real Madrid, Barcelona, Atlético de Madrid, Bayern, PSG, Manchester United, Manchester City, Liverpool, Chelsea, Arsenal, Atalanta e Ajax… “.

Se o Palmeiras estivesse “morto” financeiramente, já teria passado o jogador “nos cobres”.


Atlético vai continuar ofensivo sob comando do Turco Mohamed

Depois de uma semana em Belo Horizonte, na apresentação oficial, pelo presidente Sérgio Coelho, a primeira conversa mais demorada Antônio Mohamed com a imprensa na Cidade do Galo. O novo técnico alvinegro falou da satisfação em substituir Cuca e que vai implantar a sua filosofia de jogo sem desfazer o que foi implantado pelo antecessor, e que deu certo. Fotos twitter.com/Atletico

Os principais pontos da entrevista:

Sucesso é ser campeão

Estou muito agradecido pela demonstração de carinho de todos. E por me entregar a possibilidade de dirigir uma equipe campeã do Brasil. Muito feliz. Aqui, o sucesso é ser campeão”.

Maior desafio

O Atlético é o desafio mais importante da minha carreira. Sendo o campeão do Brasil, sabendo que está muito alta a vara, como dizemos na Argentina, somente saindo campeão. Por isso, estamos aqui. Eu gosto dos grandes desafios e este é o maior que eu estou tendo na carreira”.

Protagonismo e velocidade

Vamos ter como base o respeito ao que deixou Cuca. Foi muito bom. A equipe tem ótimas peças. A equipe sai em muita velocidade quando rouba a bola. Essas virtudes seguirão presentes. Iremos colocar alguns pontos que identificamos. Posso jogar no 4-4-2, 4-3-3, 4-2-3-1, 5-3-2. Mas sempre protagonista. A atitude não se negocia”.

Posição de Nacho

“Nacho teve um início muito bom e depois, com a lesão, perdeu seu lugar. A ideia nossa é fazê-lo jogar como meia ofensivo, que jogue de cara ao gol rival e não de costas. Sabemos que é um jogador muito importante, a ideia é dar confiança e que possa voltar a ser o Nacho que foi tão determinante na temporada passada”.

Estreia no Mineiro

“Nesta quarta-feira, contra o Villa Nova, vamos jogar com alguns jovens e muitos jogadores que tiveram menos participação na temporada passada. Aqueles com mais experiência e mais jogos vão seguir a preparação e jogar alguns minutos no sábado. O Campeonato vai me dar a oportunidade de conhecer todos os jogadores muito mais, e aos que menos participaram que tenham mais minutos. Vamos nos preparar para o dia 20, para chegar muito forte na final da Supercopa, contra o Flamengo, é o máximo objetivo, chegar forte no dia 20 de fevereiro”.

Um ano sem trabalhar

“Eu tive um problema pessoal e decidi ficar um tempo longe. Depois de 18 anos, resolvi tomar um tempo de descanso. Foi uma decisão pessoal descansar para voltar a focar com energia e entrar em um desafio tão importante como este. Foi uma decisão pessoal, eu tinha contrato por mais dois anos no Monterrey, mas precisava ter um descanso mental.

Depois do Villa, o Atlético joga contra o Tombense, sábado, dia 29, no Independência às 16h30.


Três anos de Brumadinho, seis anos de Mariana e ninguém preso pelos crimes da Vale, que agora liquida até condomínio de luxo em Nova Lima

No dia 5 de novembro de 2015 uma barragem gigante acabou com as comunidades de Beto Rodrigues e Paracatu de Baixo, devastou 650 km de biodiversidade do Rio Doce até o mar e matou 19 pessoas. Das 110 casas que se comprometeu a reconstruir em Bento Rodrigues, apenas 10 saíram do papel até agora.

No dia 25 de janeiro de 2019 foi a vez da comunidade de Córrego do Feijão, em Brumadinho, ao lado da capital de Minas Gerais, sofrer um dos maiores crimes da história do Brasil, com 270 mortos, seis pessoas ainda desaparecidas e um problema ambiental monstro, dessa vez com o Rio Paraopeba como protagonista, em direção à Bacia do São Francisco.

Com o poder descomunal do setor da mineração, empurra daqui, empurra dali, ninguém na cadeia e vida que segue.

Para melhor conhecimento dos subterrâneos, sugiro que assistam o documentário Lavra, cujo diretor é Lucas Bambozzi, exibido na 25a Mostra de Cinema de Tiradentes, que está acontecendo desde o dia 21 e vai até o dia 29:

www.mostratiradentes.com.br/filme/lavra/

Uma cena me chamou a atenção de forma especial, porque foi filmada em Conceição do Mato Dentro: um segurança (conhecido na região como “capanga”) abordou a equipe da filmagem que conversava com dois entrevistados:

__ “Quem são vocês?”

Em seguida ditou que era proibido filmar ou fotografar tudo ali, mesmo eles estando numa estrada pública.

Lá, é a inglesa Anglo American que explora, por meio de mineroduto, lavando e levando o minério do centro do estado até o Porto do Açu, em São João da Barra, no Rio de Janeiro, atravessando 33 cidades e 529 quilômetros.

Na Grande BH os problemas provocados pela mineração descontrolada são recorrentes. O paraíso que era Macacos, em Nova Lima, que o diga. Não escapa ninguém. Pessoas com menos recursos são as mais atingidas, mas ricos também começam a ser as consequências. A diferença é que com eles as indenizações e outros acertos são feitos com rapidez, conforme mostra essa reportagem de hoje no site da Itatiaia:

“Vale compra condomínio de luxo na Grande BH após problemas provocados por mina”

Moradores de mansões no Condomínio Jardim Monte Verde começaram a observar rachaduras nos imóveis por proximidade de minas da Vale

Por LUCAS PAVANELLI E LUCAS RAGAZZI

Condomínio de luxo em Nova Lima foi comprado pela Vale

A mineradora Vale comprou todas as casas e lotes de um condomínio de luxo em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, depois que um estudo geológico feito no local classificou o empreendimento imobiliário como “área de risco” devido a proximidade de barragens. A perícia foi realizada após trincas e rachaduras surgirem em vários imóveis e detectou instabilidade nas construções por conta da atividade de mineração nas imediações.

As mais de 30 casas e 51 lotes do condomínio teriam custado à mineradora mais de R$ 100 milhões, conforme levantamento feito pela reportagem tomando como base anúncios de venda de mansões do condomínio. A empresa não informou o valor oficial da negociação. Além de adquirir os imóveis, a Vale também pagou indenizações aos moradores por danos no processo. (mais…)


Página 20 de 1.260« Primeira...10...1819202122...304050...Última »