Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Invicto há dez jogos, jogando bem e líder. O América em ótimo momento

AFC

Ao contrário de outros tempos o América não decepcionou no Independência, ontem, quando teve pela frente o fraco Figueirense. Não tomou conhecimento e atropelou, sem passar aperto em nenhum momento do jogo. O time foi sério do primeiro ao último minuto e assumiu a liderança da Série B, já que o Guarani empatou com o CRB, e o Juventude perdeu para o Oeste, hoje.

O Inter que já estava fora da zona de classificação, perdeu de dois a zero para o Vila Nova de Goiás, ampliando a crise.


Como diriam os experts em marketing: as oportunidades e ameaças de Rogério Micale como técnico do Atlético

MICALE

Como disse o atleticano Leonardo Silva de Faria, “que o Rogério me cale”, mas …

Desejo todo sucesso ao Rogério Micale como técnico do Atlético, mas a contratação dele é de alto risco, para o clube e para ele, que está tentando alavancar a carreira de treinador de ponta no futebol brasileiro. Na seleção que ganhou a Medalha Olímpica ele não foi bem, apesar do título. Teve que ser socorrido pelo Tite quando o barco andou fazendo água.

Em 2010 teve uma curta e mal sucedida experiência como técnico de profissionais, no Grêmio Prudente, onde, após duas derrotas nas duas rodadas iniciais do Campeonato Paulista, foi demitido.

Pessoalmente, acho-o uma figura humana especial. Grande cara, ótimo papo e muito culto. Acompanhei de perto o trabalho dele quando o Atlético apadrinhou o Democrata de Sete Lagoas na disputa da terceira divisão mineira em 2009. Aquele time que revelou o Bernard, mas que não conseguiu uma das duas vagas do acesso à segundona. A maioria da imprensa da cidade não gostava do trabalho dele. Tomara que deslanche no Galo agora e acabe de vez com as desconfianças sobre a sua condição de técnico de profissionais.

Rogério Micale, 48 anos, é baiano de Salvador, mas se despontou para o futebol no Paraná, onde foi jogar como goleiro no Londrina, em carreira que só durou até os juniores. Está na China, dando palestras e desembarca em Belo Horizonte de hoje para amanhã. Deve estrear como técnico do Galo quarta-feira, contra o Botafogo, pelas quartas da Copa do Brasil.

Comandou o sub-20 do clube entre 2009 e 2010, e depois entre 2011 e 2015.

Mais informações sobre ele no Uol, de 15 de junho do ano passado: (mais…)


Ex-goleiro Marcos operado do coração. Como diz o filósofo diamantinense Waldívio Marcos de Almeida, “o tempo é praga, e arregaça com o sujeito”.

MARCOS

Como diz o filósofo diamantinense Waldívio Marcos de Almeida: “o tempo é praga, e arregaça com o sujeito”. Realmente, desse ninguém escapa. É inexorável! Os anos passam, e a hora de dar manutenção na máquina chega para todos nós. Menos mal quando se tem boas condições para se tratar e se cuidar. Como é o caso do Marcos, felizmente. Que a recuperação seja rápida e ele continue com a simpatia de sempre.

Notícia da Folha de S. Paulo: * “Ex-goleiro Marcos, campeão mundial, passa bem após cirurgia no coração”

O ex-goleiro do Palmeiras e da seleção brasileira Marcos passou por uma cirurgia cardíaca nesta quinta-feira (20) em São Paulo.

Segundo informação do Hospital do Coração, o jogador passa bem.

A intervenção cirúrgica, comandada pela equipe do médico Fábio Jatene, foi feita para corrigir um problema na válvula mitral.

O jogador, segundo seus assessores, continua internado na UTI do Hospital sem previsão de alta.

Marcos Roberto Silveira Reis, campeão do mundo na Copa de 2002 e detentor de vários títulos pelo Palmeiras, inclusive a Libertadores de 1999, está com 43 anos.

O goleiro, que dedicou 20 anos da sua carreira ao Palmeiras, recebeu o apelido de São Marcos da torcida palmeirense. (mais…)


Tivesse arriscado mais, Cruzeiro poderia ter saído com três pontos do Rio

CRUFLU

Obrigado ao Alex Sousa, que enviou esta ótima resenha:

* Empate ruim para o Cruzeiro, que perdeu uma boa chance de vencer fora de casa um jogo em que teve as melhores oportunidades de marcar. Péssimo para o Fluminense, por se tratar de um jogo em casa em que a equipe exibiu tremenda dificuldade de articular jogadas para fazer um resultado.  Mano Menezes e Abel Braga, com suas substituições no tempo final, acabaram com a partida. O técnico tricolor tirou o atacante Pedro, que mesmo isolada dava trabalho para a defesa, e recuou o time; Mano deu a impressão que queria vencer, ao tirar Ariel e colocar Marques, contudo, logo em seguida, tirou Sassá, que vinha bem e colocou Bryan, ficando com dois laterais esquerdo e congestionando o setor por onde Diogo Barbosa apoiava e criava jogadas de perigo. Abel percebeu e substituiu Lucas, cansado, e fechou o lado direito; Mano tirou Elber, colocando Raniel, e a bola não foi mais mandada para a área. (mais…)


O acerto ou erro na escolha do novo treinador vai gerar consequências em curto, médio e longo prazos no Galo

DANIEL

Os próximos passos do presidente Daniel Nepomuceno serão importantíssimos na vida dele, do Atlético e de muita gente mais. O sucessor de Roger Machado, se der certo, vai garantir a reeleição do próprio Daniel no fim do ano e garantirá um bom cacife político a ele para as eleições partidárias de 2018. Essa escolha não é fácil: aposta em um nome jovem é arriscada pelo atual momento; um mais velho, está difícil no mercado; meio-termo idem. Do exterior, mais arriscado ainda; até o sujeito se acertar na cidade e no clube, a temporada já era!

O Galo está em três disputas importantes; elenco dos mais caros, torcida acostumada com títulos e disputas na cabeça; na pior das hipóteses, cadeira cativa na Libertadores da América nos últimos anos.

As especulações são muitas, algumas soam como malucas. Os mais chutados até agora: Micale, Giacomini, Cerezo, Ney Franco, Vagner Mancini, Bauza, Rueda, Eduardo Baptista, Oswaldo Oliveira… Pode pintar um deles, ou não!

De acordo com o jornalista Cândido Henrique, do portal O Tempo, o ambiente também é ruim para o Superintendente André Figueiredo. Perguntei ao diretor de comunicação Domênico Bhering, e ele disse que não tem nada disso.

Mas o Candinho é ótimo repórter, conheço-o bem. Se não houvesse alguma fumaça e ele não tivesse boas fontes não publicaria o que publicou esta tarde. Confira:

* “Reunião é quente entre dirigente e atletas e muda planos de presidente”

Lideranças do grupo alvinegro questionam atuação de André Figueiredo, que perde prestígio e dificulta vinda de Micale e efetivação de Giacomini; diretoria e superintendente negam clima ríspido

Quem será o novo técnico do Atlético? Esta é uma pergunta que o presidente do Galo, Daniel Nepomuceno, não sabe responder agora. Ele anunciou a demissão de Roger Machado no início da tarde desta quinta-feira, tem nomes em pauta, mas a reunião com os jogadores, na Cidade do Galo, pode mudar os rumos pensados.

O superintendente de futebol, André Figueiredo, que assumiu uma posição estratégica depois da morte de Eduardo Maluf, antigo diretor de futebol do clube, foi questionado por lideranças do clube. Em um momento de bronca no elenco, figuras importantes como o goleiro Victor e o zagueiro Leonardo Silva pediram que Figueiredo “medisse suas palavras”. (mais…)


A sucessão de equívocos que levou o Atlético a esta situação difícil de acreditar

CAMBAH

A nova história do Atlético no Independência se repetiu esta noite contra o Bahia. Domínio da partida, chances desperdiçadas e mais uma derrota em casa, a quarta em oito jogos, hoje por 2 a 0.

A grande pergunta que se faz é: o que impede o time de engrenar, tendo tantos jogadores de qualidade no elenco e um dos treinadores “emergentes” mais badalados do futebol brasileiro. Depois de tanto ver, ouvir e ler, mais a experiência adquirida em muitos anos cobrindo futebol, o que posso dizer é que estamos diante de uma sucessão de erros. A soma de tudo resultou nesta frustrante inoperância; um time que não funciona. Resultado de contratações equivocadas, somadas a jogadores do clube que já tinham algum tipo de problema, que não permitem ao treinador ter um time definido, uma base que tenha um mínimo de conjunto. Veteranos em excesso, outros com problemas físicos e vários sem qualidade técnica, que não dão conta de segurar a barra quando os titulares não podem jogar. Com o calendário apertado de sempre, sem o devido tempo para treinar, dá nisso que estamos vendo.

São nove jogadores acima dos 30 anos de idade, com o desconto para Victor, 34, idade ainda boa para goleiros. Leonardo Silva 38; Rafael Moura, 34, Fred, 33, Robinho, 33, Fábio Santos, 32, Elias, 32, Felipe Santana, 31, Roger Bernardo, 31.

Felipe Santana estava há mais de um ano sem jogar e perdeu-se tempo e pontos preciosos com ele em campo. Agora, viu-se que foi uma aquisição desnecessária, além de temerária, já que Gabriel e Bremer, pratas da casa, estão formando uma boa zaga. Infelizmente não se pode mais contar 100% com Luan, comprometido por problemas físicos. Marlone pouco ou nada somou, como era de se esperar. Danilo foi outro equívoco tão grande que já foi dispensado.

Com três competições difíceis ao mesmo tempo (Brasileiro, Libertadores e Copa do Brasil) todo treinador passa aperto, mas com um elenco sem peças de reposição ou em boas condições, vai-se para a base do “seja o que Deus quiser”. E é isso que estamos vendo no Atlético.

Os jogadores correm muito, tentam, mas têm limitações físicas, técnicas e nenhum conjunto. Quando os melhores e mais inteiros estão em campo, acontecem boas partidas, mas sempre falta alguma coisa. O resultado é comprometido por alguma falha individual ou falta de sintonia.

Sem os resultados desejados a impaciência se generaliza, os nervos ficam à flor da pele, a bola passa a queimar nos pés e nada dá certo. O ambiente se torna pesado, declarações mal dadas ou fora de hora se sucedem e quando não há lideranças fortes, dentro e fora de campo, para por ordem na casa, dá nisso que estamos vendo.


Preço dos ingressos e o custo futebol: “não é mais para as categorias menos abastadas”

POBREDUKE

Como sempre o genial Duke interpreta com os seus desenhos a realidade brasileira. Hoje no Super FC, caderno de esportes do jornal O Tempo.

A entrevista de Alexandre Kalil ao jornal El País sobre os custos do futebol continua rendendo. Só porque ele usou a palavra “pobre”. Se tivesse dito “categorias menos bastadas” não daria tanto falatório. A realidade é que, desde 2005, ele previa que isso aconteceria e com a gastança nos estádios para a Copa do Mundo de 2014 essa hora chegou. O Redação Sportv o entrevistou sobre isso e ele aprofunda em outros detalhes, inclusive com mais uma fala forte, dizendo que as empreiteiras agora faturam é em cima dos clubes de futebol, que se não sentarem para avaliar a situação com seriedade, vão se ferrar mais ainda. “O futebol brasileiro ficará no mesmo nível do uruguaio, caso os clubes não mudem o quadro que está aí”.

O Alexandre Simões e o Frederico Ribeiro foram os jornalistas que melhor “traduziram” o que o ex-presidente do Galo e atual prefeito de Belo Horizonte, disse ao El País, no Hoje em Dia:

* “Rico x Pobre: Preço dos ingressos de Atlético e Cruzeiro varia de acordo com o desempenho”
“No mundo inteiro, futebol não é coisa para pobre. Doa a quem doer. Ingresso é caro em todo lugar. Torcida dividida e entrada a preço de banana estragada só existem no Brasil. O Atlético coloca ingresso a R$ 20 e não lota o estádio. Futebol não é publico, não é forma de ajuda social”.

A afirmação do atual prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, que presidiu o Atlético entre 2008 e 2014, em entrevista à versão brasileira do jornal espanhol “El País”, no último domingo, repercutiu demais nas redes sociais.

Num tempo em que o Manchester United (Inglaterra) paga 90 milhões de euros (cerca de R$ 330 milhões) para tirar o atacante belga Lukaku do também inglês Everton – valor superior às receitas de Atlético e Cruzeiro em 2016, que foram de R$ 316,3 milhões e R$ 238,4 milhões, respectivamente –, fica evidente que futebol é mesmo coisa de rico, ao menos no maior mercado do mundo, o europeu.

Comparação
Por outro lado, a comparação do tíquete médio de Atlético e Cruzeiro na temporada atual, com os preços de 2013 e 2014, anos inesquecíveis para os torcedores dos dois lados, evidencia que, por aqui, a “riqueza” do futebol está diretamente ligada ao momento dos clubes.

O atleticano pagou, em média, R$ 62,73 para ver seu time em campo numa temporada marcada pela conquista da Copa Libertadores. Neste ano, o valor desembolsado é R$ 34,94, mesmo assim porque o ingresso na competição continental, que o Galo disputa pela quinta vez consecutiva, é duas vezes mais caro que nos outros torneios que contam ou contaram com o time de Roger Machado.
Na Libertadores, o tíquete médio do Galo é de R$ 66,80. O segundo mais alto, o da Copa do Brasil, é de R$ 30,26. (mais…)


Com nove jogos de invencibilidade, América vence em Natal e começa ganhar fôlego na briga pelo acesso

RUY

O gol do Ruy, aos 46 do segundo tempo, foi tão empolgante que arrancou uma reação mais exaltada do sempre tranquilo repórter thiagoreisbh, que retweetou do Goleada Info: “É Deus no céu e Ruy na Terra!!! Golaço Alá Messi”

No dia 14 de junho, por volta das 14 horas, fui abordado no centro de Belo Horizonte por um torcedor do América, bravo com o time que vinha de uma derrota de 2 a 0 em Goiânia para o Vila Nova e um empate, 1 a 1, com o Inter no Independência:

__Pô, Chico, senta o bambu nesse América pra nós. Time horroroso; desse jeito vai mofar na segunda divisão.

Pedi que ele tivesse paciência, pois não considerava o time tão ruim, cujo grupo ainda estava sendo montado e que confiasse no Enderson Moreira, que é bom treinador, que deveria arrumar a casa. Resignado o rapaz se foi, dizendo que não acreditava.

Pois é! Um mês depois (Ave Renato César, hehehe…) a situação é outra. O Coelhão está invicto há nove jogos e esta noite venceu o ABC fora de casa: 1 a 0, gol do Ruy, aos 45 do segundo tempo, coisa que até há pouco tempo, só acontecia com o América, mas, contra.

Desse jeito vai!

E o melhor é que começa a pegar uma “gordurinha” em relação ao primeiro fora dos quatro da zona de classificação. Tem os mesmos 27 pontos do líder Guarani e do vice Juventude, três a mais que o CRB, o quarto, quatro a mais que o Vila e o Ceará, 5º e 6º colocados, que estão com 23.

Força ao Coelhão!!!


Mais um convite à razão!

RAZÃO

Ilustração RTP

Gente, espero não ter que voltar mais a este assunto. Se fosse um blog frequentado por crianças, tudo bem, mas não é o caso. Estamos aqui para trocar ideias; uma zoação ou outra, um papo às vezes mais acalorado, vá lá, tudo normal. Mas agressões são ridículas e inaceitáveis. E pior, ficar nessa lenga lenga, enche a paciência. Nenhum de nós tem tempo a perder. Outra coisa: aqui é pra todo mundo, de qualquer time, de qualquer viés político, social, racial, de gênero, religioso ou seja lá o que for, com todo mundo respeitando todo mundo, mesmo e principalmente nas divergências.

Acatando às várias sugestões, estou a fim de marcar um dia para nos encontrarmos, como há cinco anos, no Bar do Claytinho, na época, para uma confraternização.

Enquanto isso, faço minhas as palavras de dois “decanos” aqui do blog, a quem agradeço, o Raws Miranda e o Dudu Galomaio, à exceção do que o Dudu fala do Júlio Ávila (Mariana):

Raws:

“Eu evitei comentar até agora essa rusga de dois participantes do blog, primeiro por achar que nos adjetivos, os dois erraram. Segundo porque prezo pela amizade com o Claytinho, a quem pessoalmente se mostrou gente da melhor, terceiro porque acho o Alex um gozador de primeira e não percebi nenhum excesso que causasse tanto problema. O caso é que o fato está parecendo, principalmente pelos recém agregados a discussão, que só um lado errou, e esse papo de exclusão do blog, parece coisa de criança. Não acho que o Claytinho, foi feliz com essa ideia, agora perceber puxa saco dele querendo levar isso a frente é de doer. Vamos ser mais adultos meu povo.”

***

DUDU GALOMAIO BH

“Caros Alex e Clayton… fiquem quietos por aqui. Ninguém vai sair e vamos encerrar esse assunto… já passou… rsrs.
Se tivesse que sair alguém, que fosse essa mala sem alça do “Mariana”, que adora polemizar e provocar, nunca posta nada sadio, kkkkkkk.
Mas até ele tem o mesmo direito de todos de permanecer… então… toca o barco.

Saudações!!!”


Justiça espanhola quer a extradição de Ricardo Teixeira

RT

Depois de prender o presidente da federação deles, agora os espanhóis querem por a mão no ex-presidente da CBF. Notícia na coluna A.Parte do jornal O Tempo:

* “Ordem de captura. A Justiça da Espanha teria emitido uma ordem internacional de busca e captura contra o ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira. A informação foi revelada pelo site espanhol “Cronica Global”. O motivo seria a sua participação no esquema montado por Sandro Rosell (ex-presidente do Barcelona) para desviar milhões de dólares em jogos amistosos da seleção brasileira. Segundo o site, a ordem teria partido da juíza Carmen Lamel. A decisão seria de 12 de junho, e a ordem foi dada 15 dias depois da prisão de Rosell. Se for detido, o ex-presidente da CBF não seria extraditado para a Espanha, onde é acusado de fazer parte de organização criminosa.”

http://www.otempo.com.br/hotsites/aparte


Página 22 de 1.012« Primeira...10...2021222324...304050...Última »