Blog do Chico Maia

Acompanhe o Chico

Estacionamento do Mineirão para Brasil x Argentina vai custar 50 pratas e venda pela internet já começou

ESTACIONAMENTO

Obrigado ao Victor Hugo Fonseca, da TBraga Comunicação, que nos enviou:

* No próximo dia 10 (quinta-feira), o Mineirão terá casa cheia para o clássico Brasil x Argentina, válido pela 11ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo 2018. Os torcedores que irão acompanhar o jogo e desejam utilizar o estacionamento do local deverão adquirir o acesso pela internet, no site http://www.estadiomineirao.com.br/estacionamentocompra

Não haverá venda em pontos físicos. O serviço estará disponível a partir desta segunda-feira, às 11h.

Estacionamento Mineirão – Jogo Brasil X Argentina

Data: 10/11

Hora 21:45

Compra pelo site: http://www.estadiomineirao.com.br/estacionamentocompra

Vendas a partir do dia 07/11, às 11h.

Preço: R$ 50


Boa campeão da C, contra a selvageria de zagueiro e torcida do Guarani

FERREIRA

Parabéns ao Boa Esporte que retornará à Série B de 2017 depois de conquistar com todos os méritos a C em disputa final contra o Guarani de Campinas, que tenta renascer no futebol brasileiro. Lamentável foi a atitude do zagueiro Ferreira que ao ser expulso, agrediu o árbitro Marcos Mateus Pereira, do Mato Grosso e a um colega que tentou segurá-lo para impedir que a agressão prosseguisse. A atitude dele insuflou a torcida campineira que foi a Varginha e a confusão foi grande, com depredação de instalações do estádio, roletas e catracas voando e muita gente detida.

O pior é que este Ferreira é um veterano, que rodou por dezenas de clubes, como Bragantino e Mirassol além de ter ficado dez anos fora do país, defendendo times do Casaquistão, Letônia e Rússia.


Nunca vou entender: time precisa vencer e deixa no banco jogadores que podem resolver

cam

O clube investe uma fortuna em grandes jogadores exatamente para ter time e banco para todas as circunstâncias, mas quando não se utiliza corretamente esses talentos, dana tudo. Marcelo Oliveira pode ficar até depois de amanhã dando entrevistas que vou continuar sem entender essa história de deixar dois dos melhores jogadores do país no banco, esperando não sei o quê. Se é para poupar para a final contra o Grêmio, primeiro jogo só no dia 20, que diga isso e ponto final. Mas Fred nem pode jogar pela Copa do Brasil, porque já atuou pelo Fluminense na disputa.

Como disse o jornalista Felipe Aráujo: “Poupa jogador. significa que não quer nada com campeonato. E torcedor fica perdendo tempo com sofrimento?”

O Atlético tem os dois principais artilheiros do Campeonato, Fred e Robinho, e os deixa no banco. O resultado é o que twittou o Victor Martins ‏@victmartins: 

“Aos 12 minutos do segundo tempo o Atlético chutou pela primeira vez no rumo do gol do Coritiba.”

O Héverton Guimarães, da Band, escreveu a mesma coisa e acrescentou que o Coxa estava todo desfalco: ‏@hevertonfutebol:

“Atlético chutou uma bola no gol do Coritiba e foi aos 12 minutos do 2º tempo. Uma bola! Coritiba com meio time de desfalques.”

 

Placar final, Coritiba 2 a 0.

Não preciso falar mais nada!


Goleada do Cruzeiro, demissão do Levir Culpi, e o sorteio mandrake que não tocou devidamente à diretoria do Galo

RESPEITO

O Santos entrou em campo contra a Ponte Preta com o letreiro nas costas: “Faltou respeito”! Um protesto contra a CBF, que mudou o jogo contra a Ponte Preta, de sábado à noite para domingo às 11 horas, em Campinas, por recomendação da Polícia Militar de São Paulo, que tinha medo de confusão entre torcedores da Macaca e do Guarani. O Bugre decidiria (e perderia) o título da Série C contra o Boa, em Varginha, mas a torcida se concentraria no estádio Brinco de Ouro da Princesa, quase no mesmo horário.

É claro que a entidade que manda no futebol brasileiro não deu e nem dará a menor bola para isso, assim como não daria ao Atlético, caso ele protestasse contra o fato de a sócia Rede Globo ter anunciado com mais de 24 horas de antecedência que o jogo da volta contra o Grêmio, pela final da Copa do Brasil, será dia 30 em Porto Alegre. O sorteio foi na sexta-feira às 9 horas, mas na madrugada de quinta, no jornal Hora Um, a apresentadora Monalisa Perrone informou em “primeira mão”, lendo o teleprompter, com a anuência do Cléber Machado, locutor de jogos da emissora. No mínimo, estranho, que se envolvesse gente séria, mereceria um novo sorteio. Mas, se nem o Atlético gritou, fazer o quê?

 

Tapete puxado

Faltou respeito também com Levir Culpi, demitido pelo presidente Peter Siemsen, imediatamente após a goleada que o Fluminense tomou do Cruzeiro no Mineirão. Pela fala do chefão, a batata do técnico já vinha sendo assada durante as conversas dele com o Marcão, ex-jogador do próprio clube e membro da comissão técnica. “Trairagem” é o que nunca vai faltar no futebol.

 

Turma de baixo

Uma pena que seja para não ficar em último lugar na classificação, mas está ótima a disputa do América com o Santa Cruz pela fuga da lanterna. Apesar do “confronto direto” o jogo entre eles foi muito ruim, principalmente no primeiro tempo. O Santa mereceu vencer. Por incrível que pareça, matematicamente, ambos ainda têm condições de permanecer na Série A.

 

Sem sustos

O Cruzeiro começou perdendo, mas durante todo o jogo passou sempre a sensação de que venceria a partida. Situação sob controle durante quase todos os 90 minutos. O futebol da Raposa não se alterou tanto com a saída do William para a entrada do Ramom Ábila. A preferência geral é pelo centroavante argentino, mas parece que Mano Menezes anda desencantado com ele. E o Santos está anunciando interesse no William.

 

Dependência

Quando um time passa a depender de maus resultados dos concorrentes, tudo parece conspirar contra. Sábado o Atlético precisava de uma derrota do Flamengo, mas aos 47 do segundo tempo, Pimpão, na cara do goleiro Muralha, deixou de marcar o que teria sido o gol da vitória. Ontem, o Santos perdia dois preciosos pontos para a Ponte Preta até aos 43 do segundo tempo, quando Copete desempatou o jogo.


Zé Elias na ESPN mostrando o jeito Vanderlei Luxemburgo de ser

LUXA

Obrigado ao Fábio Anselmo (irmão do grande comentarista Flávio) que nos enviou este trecho de programa da ESPN em que o ex-jogador Zé Elias brinca e imita o Vanderlei Luxemburgo. Bom demais da conta:


Mariana, um ano: minha maior tristeza é que até agora ninguém da Samarco ou um dos outros responsáveis está na cadeia

MARIANA

Nenhum dinheiro devolverá a vida de quem morreu, nem os lugares destruídos. Por mais que indenizações sejam pagas a verdadeira punição que precisa ocorrer para evitar a repetição dessa barbaridade em outro lugar de Minas ou do Brasil é o encarceramento dos culpados, por ação e ou omissão. Coloquemo-nos no lugar de uma das vítimas desses crimes em série. Quanta dor! Hoje é dia de reforçar a indignação contra a covardia praticada contra as pessoas e à natureza em função do dinheiro e do lucro a qualquer custo. Um ano depois e nenhum dos executivos ou políticos responsáveis diretos pela tragédia anunciada de Bento Rodrigues está na cadeia. Mataram seres humanos, animais, a natureza, um rio inteiro e seus afluentes, destruíram comunidades e arrasaram a vida de milhares de pessoas.

As mineradoras são poderosas demais, “distribuem” dinheiro demais a todas as instâncias do poder e têm fôlego para empurrar com a barriga e ir levando.

As imagens do que sobrou estão sendo mostradas por todos os meios de comunicação.

BENTO

Veja como era Bento Rodrigues e como vivia a sua gente neste vídeo publicado há um ano pelo portal do jornal O Tempo:

http://www.otempo.com.br/cidades/v%C3%ADdeo-mostra-bento-rodrigues-antes-da-trag%C3%A9dia-1.1159948


Falha do jornal Hora Um, da Globo, provoca questionamentos e bate-boca sobre o sorteio da final da Copa do Brasil

MONALISA1

O whatsapp ficou lotado de mensagens esta manhã com o repasse da imagem de trecho do jornal Hora Um, das madrugadas da Globo. A apresentadora Monalisa Perrone, num bate papo com o Cleber Machado, antecipou que o segundo jogo da final entre Atlético e Grêmio seria em Porto Alegre.

Muita gente pensou que tivesse sido na edição de hoje, mas foi ontem, poucas horas depois de terminados os jogos semifinais. Claro que isso mexeu com o imaginário de todo mundo, especialmente atleticanos. Num país como o nosso, de gente suspeita em todas as instâncias de poder e da justiça, “teorias conspiratórias” costumam não ser tão teorias assim.

Acionado via twitter por milhares de atleticanos, o diretor jurídico do Galo, Lásaro Cândido respondeu:

‏@lasaroccunha 1 h Há 1 hora

“Há limite p teorias conspiratórias. Alguém antecipar resultado do sorteio tem chance 50% de acerto/Em 2014 decidimos” no 1 jogo em “casa”..”

 

Infelizmente sobrou até para o Chico Pinheiro, atleticano e global, vítima de imbecis que andaram escrevendo bobagens para ele. Gente educada também o questionou e ele respondeu, como neste diálogo com o Rafael Oliveira:

‏@oliveirafael89

@chico_pinheiro a sua colega J.Morrone anunciou antes mesmo do sorteio o local dos jogos da final. No mínimo estranho…” Chico Pinheiro ‏@chico_pinheiro

Foi falha nossa. Ela deu a notícia na madrugada de ontem, 6 horas depois de Galo e Inter. Tinha 50 % de chance de acerto.”

 

Falhas acontecem, mas que foi assustador, foi!


O Grêmio já perdeu uma final da Copa do Brasil em casa e o Galo ganhou “fora”

CAMGRE

E teoricamente o Galo ganhou em 2014 fora de casa. Terá que jogar muito e vencer por um bom placar em Beagá se quiser ser campeão na capital gaúcha. O jornal Zero Hora de Porto Alegre destacou o sorteio que definiu os mandos de campo da final, inclusive cita um “Vicente” Cândido como diretor do Atlético, possivelmente num equívoco em relação ao nome correto do Dr. Lásaro Cândido da Cunha, este sim, diretor jurídico do Galo:

* “Grêmio decidirá a Copa do Brasil na Arena dia 30 de novembro”

CBF sorteou ordem dos mandos na manhã desta sexta-feira

A CBF sorteou na manhã desta sexta-feira, em sua sede no Rio de Janeiro, a ordem dos mandos de campo da final da Copa do Brasil entre Grêmio e Atlético-MG. O Tricolor mandará a segunda e decisiva partida na Arena. O primeiro jogo será disputado em Belo Horizonte.

Esta é a quarta vez na história que o Grêmio decidirá a Copa do Brasil em casa. Nas anteriores, foi campeão em 1989 (contra o Sport), 1994 (contra o Ceará) e vice-campeão em 1995 (contra o Corinthians).

GRE

Na única vez em que jogou a final, o Atlético-MG decidiu fora de casa — depois de mandar o seu jogo no Independência contra o Cruzeiro, em 2014, atuou como visitante no Mineirão. O time ainda não decidiu oficialmente se mandará a partida no Mineirão ou no Independência.

Vicente Cândido, diretor jurídico do Atlético, afirmou haver uma expectativa de que o jogo seja no Independência — por ser o primeiro jogo em Belo Horizonte.

Nesta edição, o Grêmio decidiu na Arena o confronto das oitavas de final, contra o Atlético-PR (venceu fora, perdeu em casa e passou nos pênaltis), e nas semifinais contra o Cruzeiro (venceu fora e empatou em casa). O time de Renato Portaluppi decidiu fora contra o Palmeiras (venceu em casa e empatou fora).

Os jogos decisivos da Copa do Brasil ocorrem nos dias 23 e 30 de novembro. O campeão recebe um prêmio de R$ 6 milhões, enquanto o vice receberá R$ 2 milhões.

http://zh.clicrbs.com.br/rs/esportes/gremio/noticia/2016/11/gremio-decidira-a-copa-do-brasil-na-arena-dia-30-de-novembro-8146586.html?utm_source=Redes%20Sociais&utm_medium=Hootsuite&utm_campaign=Hootsuite

 


Transporte público e estacionamento que não funcionam são problemas vergonhosos para o prefeito Kalil atacar

METRO

Às 17h46 de quarta-feira o companheiro do portal O Tempo, Thiago Nogueira publicou: “Jogo de casa cheia no Horto não terá metrô para volta do torcedor – CBTU não vai estender o horário de operação da estação nesta quarta-feira, feriado do Dia de Finados, para Atlético e Inter, que começa às 21h45; embarque só até às 23h…”. Imediatamente, outro Thiago, o Reis, do “Seu Nome Seu Bairro” da Rádio Itatiaia repercutiu via twitter: “Metrô não vai funcionar após o jogo de hoje entre Atlético x Inter no Indepa. Última viagem será às 23hs!!!”, no que foi seguido pelo Igor Tep Assunção da 98FM: “CBTU abrindo a caixinha de maldade. Pra quem queria saber do metrô, taí…”.

 

Contra o cidadão

O poder público brasileiro normalmente trabalha contra o cidadão. Na semana em que entrou em vigor uma enxurrada de aumentos de taxas de impostos e multas de trânsito, dá um tapa na cara como este, em quem gostaria de andar nesta mísera linha de trem urbano que eles chamam de “Metrô”. Ontem os atleticanos, no futuro cruzeirenses, americanos e quem não torce para time nenhum ou nem liga pra futebol. Não é só a quem gosta de esportes que um transporte público decente deveria servir.

 

Molecagem

Somos milhões de pessoas em Belo Horizonte que gostaríamos de deixar o automóvel em casa, ir a qualquer evento ou compromisso e nos utilizarmos de um Metrô de verdade. É sabido que dificilmente teremos este prazer nos próximos 30 anos, mas que pelo menos esta porcaria que aí está atenda minimamente aos belorizontinos. Funcionar só até 23 horas é uma covardia.

 

Chegando a hora

O principal mote da campanha do Alexandre Kalil foi: “fazer funcionar o que já existe”. Pois aí está uma das primeiras pautas para o prefeito eleito agendar e atacar nos primeiros meses de governo. Assumiu o compromisso de governar para todos e caso enquadre essa turma da CBTU já estará fazendo o bem e agradando a “gregos e goianos”. Um bom teste pra começo de mandato.

 

Mais uma

Outra maldade que as autoridades praticam contra quem gosta de ir a um estádio de futebol se refere a estacionamento. Alexandre Kalil agradará principalmente aos cruzeirenses, que mais frequentam o Mineirão, se acabar com a palhaçada da proibição do estacionamento nas imediações do “Gigante da Pampulha”. Nada justifica essa medida, por mais que tentem explicar.

 

mineirao

Caso o futuro prefeito entre de sola neste assunto e consiga liberar essas áreas proibidas de estacionamento, vai desagradar aos interesses de muita gente que lucra com isso, mas o cidadão comum ficará satisfeito, e isso é o que importa. Terá de enfrentar a cara feia e a ira de gente demais, mas como ele adora uma briga, isso não será “chuva pra quem tem capote”.


Foi com sofrimento demais, desnecessário, mas o Galo está na final da Copa do Brasil

cam

Para quem apenas gosta de futebol e não torcia para nenhum dos times foi um jogo da melhor qualidade, mas para os atleticanos foi um horror. A começar pela tática adotada pelo Galo desde o início da partida, quando ao invés de empreender um ritmo lento, para administrar o jogo, partiu com tudo pra cima do Inter, como se estivesse precisando vencer de qualquer jeito. É preciso relembrar que o Colorado que tem um time limitado e ainda poupou vários jogadores, visando a sequência do Brasileiro na luta para evitar o rebaixamento.

O custo foi um aperto danado, com o Internacional gostando do ritmo, explorando os contra ataques e contando com falhas terríveis de Erazo e Fábio Santos que originaram o primeiro gol dos gaúchos

Na raça do Luan, genialidade do Pratto e chute certeiro saiu o empate com o Robinho. Mas aos 45 minutos Victor não dominou direito a bola e entregou ao Anderson para deixar o placar igual ao de Porto Alegre e acabar com a vantagem conquistada.

O segundo tempo começou do jeito que terminou o primeiro: muita correria e o Inter em cima. Aos 14 minutos, Luan muito cansado deu lugar ao Cazares. Aos 16, Donizete achou Robinho, que achou Pratto dentro da área e o argentino com muita categoria empatou.

Enquanto tiveram fôlego, Anderson e Valdívia jogaram demais. Pelo Galo, Pratto foi o principal destaque, seguido por Donizete, Robinho e Otero.


Página 22 de 976« Primeira...10...2021222324...304050...Última »